Pasternak, Abelaira, Egito Gonçalves.

[28Set11]


O DOUTOR JIVAGO


BORIS PASTERNAK


Tradução de Augusto Abelaira. Prefácio de Aquilino Ribeiro. Tradução das poesias por David Mourão-Ferreira. Primeira edição portuguesa, de muitas, editada quase imediatamente após a edição original (italiana, em 1957), e o Prémio Nobel atribuído ao autor (1958). 622 páginas. 15 x 20 cm. Bom exemplar. Lisboa: Livraria Bertrand, [1959].

Preço: 12 euros.



UM TRADUTOR FORA DE PASTERNAK


EGITO GONÇALVES


Um exercício raro (em Portugal) de crítica de tradução, pela pena do poeta Egito Gonçalves, focado, neste caso, numa tradução de Pasternak por João Apolinário:

Não se trata aqui de dizer mal de uma tradução, vagamente, como pode fazer não importa que provinciano aprendiz de jornalista, dos que disfarçam a incapacidade de estilo e a incultura sob o peso de citações alheias e montes de frases empoladas e sem nexo. Não falarei pois, no ar, das alterações de ritmo, da pobreza do vocabulário — ninguém diria ser o português uma língua rica — etc., etc. Limitar-me-ei, e será mais do que suficiente, a examinar algumas PROVAS concretas de que a tradução portuguesa de «O ano 1905» é uma trapalhada avinagrada, das mais incríveis que a história das nossas traduções pode registar.

Folheto de 12+(2) páginas e 14,5 x 21 cm, escrito em 9 e 10 de Outubro de 1959, e editado pelo autor, no Porto, no mesmo ano.

Preço: 12 euros.


Uma resposta to “Pasternak, Abelaira, Egito Gonçalves.”

  1. Antonino Jorge Says:

    Como adquirir o folheto de Egito Gonçalves?


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: