RIBATEJO
CASOS E TRADIÇÕES


FRANCISCO CÂNCIO


Uma das várias incursões importantes de Francisco Câncio no registo e divulgação da cultura popular da província do Ribatejo. Os capítulos e as próprias imagens surgem com uma ordem aparentemente aleatória, unidos pelo desembaraço e segurança de um bom contador de histórias, alicerçado em anos de pesquisas nos livros e nas gentes, e o leitor curioso da etnografia e do folclore da região tem deleite prometido ao passear sem mapa por estas páginas ribatejanas fora. Vide índice nas fotografias.

2 volumes ilustrados com fotografias, desenhos e gravuras, editados em fascículos. 525+485 páginas. 19,5 x 25,5 x 7,3 cm. Meia-encadernação ‘francesa’, não-editorial, sólida, com ligeiro desgaste nas extremidades, mormente nas cabeças e pés das lombadas. Bom estado geral. Edição com o patrocínio da Junta de Província do Ribatejo, s.l., 1948.

Preço: 185 euros.



LISBÔA DO PASSADO
LISBÔA DE NOSSOS DIAS


GOMES DE BRITO


José Joaquim Gomes de Brito (1843-1923), olisipógrafo de monta — ou mesmo o criador dos estudos toponímicos, no dizer de Luiz Pastor de Macedo —, publicou no mesmo ano um outro livro igualmente curioso, sobre livreiros e impressores em Lisboa na segunda metade do século XVI.

183 páginas. 13,5 x 21 cm. Bom exemplar, embora com ligeiro desgaste na lombada. Miolo impecável. Lisboa: Livraria Férin — Baptista, Torres & C.ta, 1911.

Preço: 25 euros.


jgf


OS SEGREDOS DE LISBOA


JOSÉ GOMES FERREIRA


Contos. Primeira e única edição: a obra viria uns anos depois a ser incluída em Irreal Quotidiano (1971). N.º 5 da colecção Tempo de Ficção, dirigida por Alexandre Pinheiro Torres, e tipograficamente muito singela. Inclui uma folha volante, com um texto de Alexandre O’Neill, que publicita a colecção Tempo de Poesia, na mesma editora. 36 páginas. 12,3 x 20 cm. Bom exemplar. Lisboa: Edições Tempo, [1962].

Preço: 18 euros.