A RELIQUIA


EÇA DE QUEIROZ


Terceira edição. Com retrato do autor em couché, a par do rosto. (22)+495 páginas. 18,3 x 12 cm. Encadernação com a lombada em pele, da época, e selo do encadernador J. A. Santos, do Porto. Sem capas de brochura. Miolo aparado. Carimbo de posse sumido no rosto. Bom estado geral. Porto: Livraria Chardron, de Lello & Irmão, Editores, 1902.

Preço: 22 euros.


 


AS TÉCNICAS E A FUNÇÃO DO DESENHO DE PERSONAGEM
NAS TRÊS VERSÕES DE

O CRIME DO PADRE AMARO


MARIA LUÍSA NUNES


Tese de doutoramento em Filosofia, cadeira de Língua e Literatura Luso-Brasileira, pela City University of New York, 1972. Consultor: Ernesto G. da Cal. Traduzido por N. Barros do original inglês. (8)+570 páginas. 18,5 x 12,7 (x 3,5) cm. Com ligeiro desgaste nas arestas da capa. Porto: Lello & Irmão, Editores, 1976.

Preço: 17 euros.


 


SÔBRE EÇA DE QUEIRÓS


CASTELO BRANCO CHAVES


«Quatro notas» que estudam «o temperamento e a posição estética de Eça» e «o mecanismo das influências nesse romancista, documentando-o com dois casos de diferente qualidade e importância».

N.º 23 da colecção Cadernos Culturais Inquérito [n.º 2 da série G, Crítica e História Literária]. 74+(6) páginas. 18,8 x 12,2 cm. Amarelecido. Bom estado geral. Lisboa: Editorial Inquérito, 1939.

Preço: 12 euros.


 


ECHOS DE PARIZ


EÇA DE QUEIROZ


Terceira edição. Ver índice dos assuntos (). Com 227+(3) páginas. 18,5 x 11,5 cm. Encadernação inteira, sintética, sóbria, em bom estado. Miolo aparado. Com capas de brochura. Bom exemplar. Porto: Livraria Chardron, de Lello & Irmão, 1920.

Preço: 15 euros.


 


ULTIMAS PAGINAS

(MANUSCRIPTOS INEDITOS)
S. CHRISTOVAM — STO. ONOFRE — S. FREI GIL — ARTIGOS DIVERSOS

EÇA DE QUEIROZ


Comporta as «Lendas de Santos» dedicadas a São Cristovão, Santo Onofre e São Frei Gil; uma carta a Camilo Castelo Branco; a «Última carta de Fradique Mendes»; o «Testamento a Mecenas»; e «O Francezismo».

Terceira edição. Com viii+386+(2) páginas. 18,5 x 11,5 cm. Encadernação inteira, sintética, sóbria, em bom estado. Miolo aparado. Com capas de brochura. Bom exemplar. Porto: Livraria Chardron, de Lello & Irmão, 1921.

Preço: 17 euros.


 


POLÉMICAS

DE EÇA DE QUEIROZ


Organização, introdução e notas de
JOÃO C. REIS


Obra completa em cinco volumes, cobrindo os períodos (1867-1872, dois primeiros vols.), (1874-1887) e (1887-1890, dois últimos vols.). Ver reprodução integral dos índices (). Total de 1088 páginas [228+(4); 209+(3); 263+(1); 227+(1); 150+(2)], e 23 x 16 (x 7) cm. Ligeira descoloração nas lombadas dos volumes I, II e V. Bom estado. Colecção Heuris. Lisboa: Europress, 1987-1988.

Preço: 50 euros.


 


AS MULHERES NA OBRA DE
EÇA DE QUEIRÓS


LUÍS DE OLIVEIRA GUIMARÃES


Eça de Queirós e o Realismo — O amor na obra de Eça de Queirós — Como ele via a mulher — Como ele pintava as mulheres — A Moda — Eça e o seu chapéu alto. 100+(4) páginas. 19 x 12,3 cm. Capa com picos de oxidação dispersos, miolo limpo. Bom exemplar. Colecção Gládio n.º 14, série VI, Letras e Artes. Lisboa: Livraria Clássica Editora, 1943.

Preço: 12 euros.


 


NOVAS CARTAS INÉDITAS DE EÇA DE QUEIROZ

CAMILLO, GUERRA JUNQUEIRO, OLIVEIRA MARTINS, TEOPHILO BRAGA,
JOÃO DE DEUS, CASTILHO, FIALHO, ANTÓNIO FEIJÓ E CÂNDIDO DE FIGUEIREDO
A

RAMALHO ORTIGÃO


Cartas de Eça de Queirós, maioritariamente, mas também de Camilo Castelo Branco, Guerra Junqueiro, Oliveira Martins, Teófilo Braga, João de Deus, António Feliciano de Castilho, Fialho de Almeida, António Feijó e Cândido Figueiredo — dirigidas a Ramalho Ortigão.

Introdução de Bricio de Abreu, prefácio de Lopes d’Oliveira e posfácio de Álvaro Moreyra. LII+(4)+244+(2) páginas. 19,4 x 13 cm. Colecção “Dom Casmurro”, sob a direcção de Álvaro Moreyra e Bricio de Abreu. Tiragem de 5000 exemplares numerados (este o n.º 2142). Rio de Janeiro: Alba Editora, 1940.

Encadernação em óptimo estado, miolo manuseado: meia encadernação de pele, conserva capas de brochura, e lombada no final, em miolo não-aparado, com ocasionais manchas e pequenas marcas de restauro; falta de um canto de página (sem perda de texto) na página 240; dupla assinatura de posse no início da introdução, datada de Lisboa, 20/6/47.

Preço: 24 euros.