MERIDIANOS DE ARTE E LITERATURA

ANTOLOGIA DE ESCRITORES MODERNOS


Primeiro livro editado pela cooperativa SEN, criada no Porto, em 1942. Antologia de poesia, teatro e prosa, organizada por Carlos F. Barroso e ilustrada com desenhos de Picasso, Louis Boucheron, Augusto Gomes (capa) e Júlio Pomar (ilustração que abre o conto inédito «Week-End», de Cardoso Pires).

Autores representados: Vercors, Armindo Rodrigues, Tristan Tzara, Enrique Amorim, Armand Salacrou, David Mourão-Ferreira, René Maublanc, Mário Dionísio, José Cardoso Pires, Robert Desnos, Fernando Piteira Santos.

Traduções de Rui Feijó, Carlos F. Barroso, Luiz Francisco Rebello, Silvano Neves Pereira e José Fernandes Fafe. Inclui notas biobibliográficas sobre Vercors, Tristan Tzara, Enrique Amorim, Armand Salacrou, René Maublanc e Robert Desnos.

Brochado. 19,5 x 13 cm. 173+(3) páginas. Manuseado. Capa e contracapa com manchas ténues; capa com pequenos pontos de perda de cor na aresta interior; lombada amarelecida; miolo em bom estado geral, com alguns cadernos por abrir e apenas o corte superior escurecido. Tiragem de 1000 exemplares. Invulgar. Colecção Meridianos de Arte e Literatura n.º 1. Porto: Sociedade Editora Norte, 1950.

Preço: 24 euros.


 


PALAVRAS LOUCAS


ALBERTO D’OLIVEIRA


Primeira Edição. Segundo livro do autor. Encadernação sólida, com a lombada em pele, cansada nas arestas e com pequenas falhas, a maior das quais à cabeça da lombada, visível numa das fotografias. Sem capas de brochura. Miolo aparado, maioritariamente limpo, salvo primeiras e últimas páginas (ante-rosto escurecido e rosto manchado). Retrato do autor a par do rosto assinado “[?]. Costa”. Com [2]+viii+273+(7) páginas e 22 x 14 cm. Coimbra: F. França Amado, 1894.

É a obra Palavras Loucas, de 1894, que espoleta todo este movimento que politicamente atribuía à descentralização (através do municipalismo e do regionalismo) o papel fundamental de despertar a Nação. Aí se faz, dentro do mesmo espiríto, o elogio da língua portuguesa e de António Nobre (de quem o autor era amigo íntimo). [DCAP]

No final do volume, o registo de que o exemplar constituiu o lote 1958 do Leilão C. Ferreira Borges, sessão de 5-XII-1930, com uma etiqueta e um recorte da descrição do catálogo, como “Camiliana”.

Preço: 22 euros.