ALFAMA DE ONTEM & ALFAMA DE HOJE

ASPECTOS HISTÓRICOS E ETNOGRÁFICOS

LUIZ CHAVES


Conferência ao ar livre efectuada, no Largo de S. Miguel, em Alfama, no dia 25 de Outubro de 1935.

Ilustrado. Opúsculo de 23 páginas (por abrir), e 24,5 x 18,5 cm. Bom estado. Publicações dos Anais das Bibliotecas, Museus e Arquivos Históricos Municipais, n.º XI, Lisboa, 1936.

Preço: 18 euros.


 


O LAGO

POEMA EM FORMA DE I-CHING

MARGARIDA LISBOA


Poesia. Extratextos de Helena Almeida (desenho e também fotografia). Exemplar da tiragem normal de 1000 exemplares. Capa de João Carlos Albernaz. 77,(3) páginas. 24 x 17 cm. Colecção Ilhas. Bom estado, salvo alteração de cor na zona da lombada. Miolo impecável. Lisboa: Rolim, [Novembro de] 1985.

Preço: 30 euros.


 


ORIGENS DO BAIRRO ALTO DE LISBOA

Verdadeira Notícia por


MARIO SAA


Opúsculo. Transcreve no final «uma das 24 escripturas que o auctor deste opúsculo possúe àcêrca dos primeiros aforamentos no Bairro-Alto», datada de 1526. Com 15 páginas e 26,3 x 18,5 cm. Bom estado geral, com mínimas imperfeições exteriores. Invulgar. Lisboa: Solução Editora, 1929.

Preço: 25 euros.


 


A URBANIZAÇÃO DE LISBOA


Representação entregue à excelentíssima Câmara Municipal pelo

GRUPO AMIGOS DE LISBOA


«Como é do conhecimento de todos, Lisboa não possue um plano geral de melhoramentos, a-pesar-de três quartas partes da sua área estarem ainda por urbanizar». Deste modo, o Grupo Amigos de Lisboa «tem a honra de apresentar (…) um estudo elaborado pela sua Secção de Estudos de Estética e de Urbanização». Com 16 páginas, e propostas interessantes. 24 x 17,8 cm. Bom estado. Lisboa: Grupo Amigos de Lisboa, 1938.

Preço: 10 euros.


 


ÍDOLO ENEOLÍTICO
DOS ARREDORES DE LISBOA


M. FARINHA DOS SANTOS


Separata de O Arqueólogo Português, série III, Vol. IV, pp. 61-64. Assinado pelo autor com dedicatória. Com 24,5 x 17 cm e 4 páginas, acrescidas de uma estampa desdobrável [24,5 x 26 cm] no final, impressa em papel couché. Bom estado. Lisboa, 1970.

Preço: 14 euros.


 


ESTÉTICA CITADINA


RIBEIRO CHRISTINO


Edição actualizada e ilustrada da série publicada no «Diário de Notícias» de 1911 a 1914. 

Primeira edição. Ilustrado com fotografias, e desenhos do autor [João Ribeiro Cristino da Silva, 1858-1948, desenhador e gravador que pertenceu ao Grupo do Leão e fez parte da criação da Sociedade Nacional de Belas-Artes].

Dividido em cinco partes: Lisboa Central; Lisboa Oriental; Lisboa Ocidental; Praças e Largos Lisbonenses; e Comemorações e Curiosidades Citadinas [tais como os chafarizes, os portões de casas nobres, a Feira da Ladra, jazigos artísticos ou as obras de Santa Engrácia].

222 páginas. 23,2 x 16,7 cm. Bom estado geral, salvo pequena falta de papel [1,8 x 0,3 cm] na margem posterior da lombada. Lisboa: Imprensa Libânio da Silva, 1923.

Preço: 30 euros.


 


INAUGURAÇÃO DA PONTE
SOBRE O TEJO EM LISBOA

6 DE AGOSTO DE 1966

PROGRAMA DAS COMEMORAÇÕES


Programa oficial das comemorações na inauguração da ponte sobre o Tejo em Lisboa, para os dias 6, 7 e 8 de Agosto de 1966, sábado, domingo e segunda-feira: cortejos, exposições, arraiais, concertos e marchas populares, a projecção do filme sobre a construção da ponte, a exposição «A Ponte Vista pelas Crianças», fogos-de-artifício, regatas, missas, sessões solenes, recepções e touradas, jantares de gala e bailados!

Sem imagens no interior, apenas o horário de cada um dos eventos, para cada um dos dias. Capa cuidada, com moldura em filete de ouro, o selo de Estado em relevo, e uma ilustração minimalista. 8 páginas. 24 x 16,8 cm. Bom estado salvo uma ou outra mancha leve na capa. Com a chancela do Gabinete da Ponte Sobre o Tejo, do Ministério das Obras Públicas, Lisboa, 1966.

Preço: 18 euros.


 


O SALITRE E SUAS IMEDIAÇÕES


MÁRIO COSTA


Palestra proferida na sede do Grupo Desportivo do Banco de Portugal em 5 de Dezembro de 1951, e repetida no Grupo «Amigos de Lisboa», em 24 de Janeiro de 1952.

História/Memória das transformações da zona circundante à Rua do Salitre, em Lisboa. Ilustrado com a reprodução de seis gravuras, duas do Passeio Público e quatro de teatros entretanto desaparecidos. 61+(17) páginas. 23 x 17 cm. Bom estado geral. Lisboa: Amigos de Lisboa, 1952.

Preço: 20 euros.