Seis Poemas de FERNANDO PESSOA y sus heteronimos — (1959) — Ateneo de Madrid

[01Jul22]


SEIS POEMAS


FERNANDO PESSOA


Título completo [traduzido na capa posterior]: SEIS POEMAS DE FERNANDO PESSOA E HETERÓNIMOS. Apresentados no Ateneo de Madrid, na interpretação dos «Jograis de São Paulo», para ilustrar a conferência de Eduardo Freitas da Costa em 24 de Abril de 1959.

Eduardo Freitas da Costa, jornalista e político, arreigado salazarista e director de jornais de extrema-direita (aqui), estudou e escreveu sobre Fernando Pessoa, o homem e a obra, ao longo de décadas, mormente privilegiando a perspectiva nacionalista. Publicaram-se estes Seis Poemas (…) por ocasião da conferência que proferiu no Ateneo de Madrid, «Fernando Pessoa y la poesia portuguesa contemporánea», inserida no ciclo Cuestiones Politico-Culturales de la Europa de Hoy — precisamente 15 anos antes da noite que o conduziria ao exílio nessa mesma cidade.

Poemas (três dos quais excertos) de Alberto Caeiro, Ricardo Reis, Álvaro de Campos; e Fernando Pessoa. Edição bilingue. Traduções de Ángel Crespo. Abre com a reprodução de um retrato do poeta por Almada Negreiros.

Grampeado. (16) páginas, inumeradas. 23,5 x 16,5 cm. Com defeitos: capas e miolo com pregas e vincos na zona adjacentes ao pé da lombada. Manchas leves na capa posterior. Miolo limpo. Valorizado pelo cartão-convite (16 x 11) para a conferência. Nota manuscrita a lápis no topo da capa — hipotética nomeação da destinatária do exemplar. Tiragem restrita.

Preço: 17 euros.


 

%d bloggers like this: