E SE TIVESSE A BONDADE DE ME DIZER PORQUÊ?


CLARA PINTO CORREIA
MÁRIO DE CARVALHO


Folhetim saído semanalmente no Diário de Notícias entre Outubro e Maio de 1986 […] Cada capítulo foi escrito por um dos autores sem prévia consulta ao outro. Os capítulos terminam deixando as personagens numa situação embaraçosa. História mirabolante que percorre territórios e tempos de fantasia que fazem lembrar os dias de hoje. [aqui]

1.ª edição. Capa e desenhos de Jorge Colombo. Brochado. 247 páginas. 20 x 14 cm. Bom estado geral. Colecção Aleph. Lisboa: Edições Rolim, 1986.

Preço: 24 euros.


 


AS MAIS BELAS HISTÓRIAS DE ANIMAIS


Selecção de RACHEL BASTOS


Prefácio de José Osório de Oliveira. Ilustrações de José de Lemos. Contos de Anatole France, Padre Manuel Bernardes, Pierre Loti, Fialho de Almeida, Armando Palácio Valdés, Trindade Coelho, Rudyard Kipling, Graciliano Ramos, André Demaison, Fabio Tombari, e outros.

Cartonagem editorial. 177,(3) páginas. 21,5 x 14,5 cm. Capa com ínfima falha de papel na aresta interior. Extensa dedicatória não autoral no ante-rosto. Mantém-se um exemplar interessante. Lisboa: Editora Arcárdia, [s.d.].

Preço: 15 euros.


 


O ESPÊTO

SOCIEDADE CONHECIDA DE RESPONSABILIDADE LIMITADA A CEIAS E PIQUENIQUES

ERNESTO DE CARVALHO


«Um excelente livro de que é auctor o sr. Ernesto de Carvalho, de Beja, um espírito culto, dado às letras e que nesta sua produção revela um notável espírito assimilador de factos interessantes para descrever uma época e historiar o que pertence à região dessas descrições. O livro tem por título O Espêto, que era a designação da bohemia bejense de tempos não distantes e cujas figuras, embora já no declinar para a gravidade de costumes austeros, afirmaram a sua passagem no convívio daquela geração, sem se apeiarem de inteiresa de caracteres e das praxes de correcta maneiras com que foram educadas» [aqui].

Inclui folha-volante em papel couché, com soneto do autor alusivo ao livro, datada de Beja, 1914.

Caricaturas e desenhos de Aguiar Basto, António Mira Feyo, Luís Mira Feyo, J. Brito Júnior e M. Palma.

Ilustrado com várias fotografias e desenhos, no texto, a preto.

Brochado. 222,(4),[I] páginas. 19 x 13,5 cm. Lombada com falhas de papel nas extremidades, porém sólida. Capa com pequenas manchas. Assinatura de posse coeva, no rosto. Mantém-se um exemplar interessante, de uma obra invulgar. Lisboa: Tipografia Universal, 1914.

Preço: 30 euros.


 


APONTAMENTOS

PRIMEIRO ESQUEMA PARA UMA INTERPRETAÇÃO DE VALORES

F. ALVES DE AZEVEDO


Assinado pelo autor, Francisco Alberto de Almeida Alves de Azevedo, com dedicatória ao jornalista José Ribeiro dos Santos — inclui algumas provas tipográficas de jornal, de 1932: seis tiras de papel com cerca de 34 x 14,5 cm cada, e uma outra ligeiramente mais pequena, de 19,5 x 15 cm, com correções manuscritas (gralhas, acrescentos, supressões) a tinta preta ou lápis vermelho, uma das quais claramente um parágrafo censurado de uma notícia, e um pequeno cartão com apontamentos manuscritos, igualmente alusivos a uma notícia.

Apontamentos de Filosofia, Política, Ética e Estética. Posfácio de Ramada Curto. Brochado. 254,(10) páginas. 19 x 12 cm. Lombada amarelecida. Miolo limpo. Lisboa: Oficinas Gráficas U.P., 1932.

Conjunto invulgar.

Preço: 30 euros.