O HOMEM ROUCO
As crónicas juntadas foram quase todas publicadas no “Diário de Notícias”, do Rio, e a seguir na “Folha da Noite”, de S. Paulo, “Folha da Tarde”, de Pôrto Alegre, e “Diário da Noite”, do Recife. As outras saíram no suplemento literário do “Diário Carioca”, e mais no “Correio Paulistano”, “Revista do Globo”, de Pôrto Alegre, e “Jornal do Comércio”, do Recife. Tôdas foram escritas entre abril de 1948 e julho de 1949; estão arrumadas em ordem cronológica. A selecção foi feita pelo autor, com ajuda de Fernando Sabino.
Crónicas. 2.ª edição. Capa de José Medeiros («Image»). 191 páginas. 14 x 21 cm. Capa com pequenos defeitos. Assinatura de posse no pé da página de guarda. Rio de Janeiro: Editôra do Autor, 1963.
Preço: 12 euros.


A BORBOLETA AMARELA
As crónicas deste livro foram todas publicadas, entre Janeiro de 1950 e dezembro de 1952, no “Correio da Manhã”, do Rio, e em vários jornais dos Estados.
Crónicas. 3.ª edição. 214 páginas. 14 x 21 cm. Lombada amarelecida e com vincos. Assinatura de posse no pé da página de guarda. Rio de Janeiro: Editôra do Autor, 1963.
Preço: 15 euros.


AI DE TI, COPACABANA!
As crónicas deste livro foram escritas de abril de 1955 a fevereiro de 1960. Nesse período o cronista mudou de jornal: do “Correio da Manhã” foi para o “Diário de Notícias” e deste para “O Globo”. Também mudou de revista, saindo de “Manchete” para o “Mundo Ilustrado” e voltando depois para “Manchete”.
Crónicas. 2.ª edição. Capa de Bea Feitler. 222 páginas. 14 x 21 cm. Capa com pequenos defeitos. Assinatura de posse no pé da página de guarda. Rio de Janeiro: Editôra do Autor, 1960.
Preço: 12 euros.


Pablo NERUDA

[03Nov17]


PABLO NERUDA
ANTOLOGIA BREVE
2.ª edição. Tradução e selecção de Fernando Assis Pacheco. Colecção Cadernos de Poesia. 150 páginas. 11 x 18 cm. Bom estado. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1971.
Preço: 12 euros.


PABLO NERUDA PRÉMIO NOBEL DA LITERATURA 1971
Documentos (notícias, discursos, cronologia, bibliografia). Capa de José António Gonçalves. 85 páginas. 12,5 x 18,5 cm. Pequena assinatura de posse na página de rosto. Usado. Lisboa: Prelo Editora, 1971.
Preço: 8 euros.


PABLO NERUDA
INCITAMENTO AO NIXONICÍDIO E LOUVOR DA REVOLUÇÃO CHILENA
“O testamento poético de Pablo Neruda”. Tradução de Alexandre O’Neill. 100 páginas. 11,5 x 18,5 cm. Usado.Pequena assinatura de posse no rosto. Lisboa: Agência Portuguesa de Revistas, 1975.
Preço: 12 euros.


JUREMA FINAMOUR
PABLO E DOM PABLO
Memórias. Um retrato do poeta pela jornalista brasileira Jurema Finamour, que foi três vezes secretária de Neruda, no Brasil e no Chile, e afirma querer destruir o “mito Neruda”, que diz ter ajudado a construir durante 20 anos. Capa de Eleonora Affonso. 251 páginas. 14 x 21 cm. Bom estado. Rio de Janeiro: Editorial Nórdica, 1975.
Preço: 12 euros.


PABLO NERUDA
NASCI PARA NASCER
Memórias. Tradução de Eduardo Saló (texto em prosa) e Mário Dionísio (poemas). Papel amarelecido. Bom exemplar. Lisboa: Publicações Europa-América, [1978].
Preço: 10 euros.



BIBLIOGRAPHIA HISTORICA PORTUGUEZA


JORGE CESAR DE FIGANIERE


[Título completo:] BIBLIOGRAPHIA HISTORICA PORTUGUEZA ou catalogo methodico dos auctores portuguezes, e de alguns estrangeiros domiciliarios em Portugal, que tractaram da Historia civil, politica e ecclesiastica d’estes reinos e seus dominios, e das nações ultramarinas, e cujas obras correm impressas em vulgar; onde também se apontam muitos documentos e escriptos anonymos que lhe dizem respeito, por JORGE CESAR DE FIGANIERE, official da Secretaria de Estado dos Negocios Estrangeiros, commendador da Real Ordem de Isabel a Catholica, Membro do Conservatorio Real de Lisboa, etc.

Reimpressão fac-simile holandesa da rara edição portuguesa de 1850. Vide índice nas fotografias. Encadernação editorial em tela. Exemplar em óptimo estado de conservação. 359 páginas. 15 x 23 cm. Naarden: Anton W. Van Bekhoven, 1970.

Preço: 70 euros.



O CASO DA ELEIÇÃO DE MISS PORTUGAL

para o concurso mundial de beleza do Rio de Janeiro, de 1930,
perante o Supremo Tribunal de Justiça


Minuta de Revista feita pelo advogado, do Pôrto,
DR. AFONSO DE ALBUQUERQUE


Recorrente: D. Maria Madalena da Gama Braga de Sá Teixeira, de Lisboa. Recorridas: A Renascença Gráfica, soc. an. port. de resp. limitada, proprietária do jornal Diário de Lisboa, e D. Fernanda Gonçalves, «desta cidade». Com 124 páginas e 16 x 23 cm. Bom estado. Porto: Tipografia Progresso, 1934.

Um pedido de indemnização por perdas e danos, sobre uma questão de idade nos regulamentos, por uma das finalistas, num concurso onde as concorrentes teriam de ser «solteiras e reconhecidamente honestas, não importando a sua categoria social», e «distintas de apresentação». Uma das questões contra as quais o advogado se insurge é o facto de o Diário de Lisboa ter aproveitado o seu espaço mediático para auto-defesa pública.

Preço: 25 euros.



CARTEIRA DO ARTISTA


SOUZA BASTOS


Apontamentos para a Historia do Theatro Portuguez e Brazileiro acompanhados de notícias sobre os Principaes artistas, escritores dramaticos e compositores estrangeiros.

Jornalista e “homem do teatro” — empresário, director teatral, encenador e ensaiador, dramaturgo e dramatógrafo —, António de Sousa Bastos (1844-1911), marido da actriz Palmira Bastos, compilou esta grande e pequena história do teatro português seu contemporâneo, o do final do século XIX, com espaço para muito mais do que actores, dramaturgos e salas de teatro.

Os índices alfabéticos listam: actores portuguezes e brazileiros; actrizes portuguezas e brazileiras; aderecistas; architectos, auctores de figurinos e decoradores; artistas dramáticos estrangeiros; benemeritos do theatro; cabelleireiros de theatro; cantores portuguezes; companhias diversas; contraregras; curiosidades theatraes; decretos, portarias, tratados e outros documentos referentes ao theatro; diversos empregados de theatro; dramas, comedias, tragedias, operas-comicas, revistas e peças phantasticas notaveis pelo seu merecimento ou pelo sucesso que obtiveram; emprezarios theatraes; ensaiadores portuguezes e brazileiros; escriptores, dramaticos e criticos theatraes, portuguezes e brazileiros; escriptores dramaticos estrangeiros; guarda-roupas; machinistas; musicos estrangeiros; musicos portuguezes e brazileiros; operas e dansas; pontos; scenographos; theatros estrangeiros; e theatros portuguezes e brazileiros.

Esta espécie de enciclopédia caótica do teatro, repleta de pequenas gravuras, está inicialmente organizada cronológicamente, por dias e meses do ano: nascimentos de determinado actor, estreia de uma dada peça, abertura de uma nova sala, etc.
Este calendário ocupa um pouco mais de metade do livro, bem organizada. Mas a partir da página 475, a sucessão de apêndices, acrescentos, correções, adendas, novas informações, rectificações, ampliações e eventos sem data torna a pesquisa de informação uma curiosa aventura proto-hipertextual para a qual o índice de 30 páginas supra-citado é a peça chave.

Primeira edição. Lisboa: Antiga Casa Bertrand — José Bastos, Editor, 1899. Com 868 páginas, e 18,5 x 26 cm. Encadernação com lombada em pele. Aparado. Conserva a capa de brochura anterior, uma litografia de Raphael Bordallo Pinheiro. Pequenas e inócuas marcas de bicho do papel em algumas páginas. Assinatura de posse no rosto. Bom estado.

Digitalizado e disponível online aqui.

Preço: 115 euros.


ubaldo1 ubaldo2 ubaldo3


LIVRO DE HISTÓRIAS


JOÃO UBALDO RIBEIRO


Assinado pelo autor. 
Contos. Primeira edição em Portugal, em Dezembro de 1982. Prefácio de Jorge Amado. Capa de José Pinto Nogueira. Fotografia da contracapa de Joaquim Lobo. 175 páginas. 14 cm x 20,5 cm. Excelente estado de conservação. Lisboa: Edições O Jornal, 1982.

Preço: 30 euros.



VENEZA DE VISTA E OUVIDO


LÉLIA COELHO FROTA


Exemplar n.º 84 de uma tiragem única de 100 exemplares numerados e assinados pela autora, fora de mercado, para oferta a amigos. Edição bilingue, com tradução italiana de Luciana Stegagno Picchio. Prefácio de Alexandre Eulálio. Vinhetas de Maria Leontina. Projecto gráfico de Cecília Jucá de Holanda. 46 páginas. 12x16cm. Rio de Janeiro, 1986.

Acabado de imprimir a 11 de Julho de 1986, data do 48.º aniversário de Lélia Coelho Frota. Autografado (e emendado) pela autora com dedicatória à poetisa e tradutora Maria da Saudade Cortesão, esposa do poeta Murillo Mendes.

Lélia Coelho Frota, historiadora de arte e especialista em cultura popular brasileira, foi curadora da representação brasileira nas Bienais de Veneza de 1978 e 1988, a primeira das quais corresponde à data em que este conjunto de poemas foi escrito.

Preço: 45 euros.


Informação complementar:
  • Antologia de poemas por António Miranda, aqui.
  • O exemplar n.º 21 de Veneza de Vista e Ouvido foi oferecido ao escritor brasileiro Lázaro Barreto (aqui).


GEOGRAFIA DO FUMO NA BAHIA


NONATO MARQUES


Um estudo técnico do engenheiro agrónomo, poeta e político brasileiro Antônio Nonato Marques (1910-2006), antigo presidente do Instituto Bahiano do Fumo na década anterior a esta publicação. Com capítulos sobre a origem d expansaõ geográfica do «fumo» (tabaco) no mundo, o fumo no Brasil, a área geográfica do fumo na Bahia, o «Recôncavo» [zona fisiográfica baiana], a planta e a terra, o homem e a produção, a geografia na classificação comercial do fumo, o rio fumageiro [o Paraguassú, via comercial essencial] e informações sobre os principais municípios produtores de tabaco da Bahia.

Edição do Centro de Estudos Ruralistas Nonato Marques, Salvador da Bahia, [1951]. Ilustrado com 6 estampas extra-texto. 85 páginas. 16,5 x 23 cm. Capa com um carimbo de oferta do Serviço de Divulgação da a Secretaria da Agricultura, Indústria e Comércio. Bom estado geral. Invulgar.

Preço: 20 euros.


Vide aqui uma homenagem ao autor.




LIVING PORTUGUESE

A COMPLETE LANGUAGE COURSE

FOR SOUTH AMERICA

South American Portuguese — the Cassette Edition.
A New Tested Method that simplifies language study, enables anyone to learn Portuguese quickly and easily.

Curioso curso de aprendizagem de Português do Brasil, para anglófonos, em 40 lições.
Caixa de cartão inclui duas cassetes de audio com uma hora de duração cada, um manual de conversação, com 127 páginas, e um dicionário, com 113 páginas, ambos com 20 x 25 cm, brochados, visíveis na fotografia. Em óptimo estado de conservação. Nova Iorque: The Crown Publishing Group, 1980.

Preço: 25 euros.



CURSO DE ROMANCE

Conferências Realizadas na Academia Brasileira de Letras


Com ensaios de Menotti del Picchia, Peregrino Júnior, Osvaldo Orico, Múcio Leão, Cassiano Ricardo, Austregésilo de Athayde e Cláudio de Souza, e um texto de apresentação do Presidente Aníbal Freire. 234 páginas. 16,5 x 24 cm. Exemplar sólido, mas com algumas faltas de papel na lombada. Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Letras, 1952.

Preço: 7 euros.


oscar-1
oscar-k oscar-2 oscar-sum


O FIO DA MEADA


LUIZ HILDEBRANDO


Livro de memórias de Luiz Hildebrando Pereira da Silva (n. 1928),  biólogo, investigador e professor no Instituto Pasteur (Paris), ex-militante do Partido Comunista Brasileiro várias vezes exilado por diferentes regimes políticos e militares.

Prefácio de Oscar Niemeyer,  amigo próximo no exílio parisiense de ambos.

Primeira edição. Brochado. Capa de Rodrigo Andrade. 207 páginas. 13,5 x 20,5 cm. São Paulo: Editora Brasiliense, 1990.

Preço: 10 euros.


laranja


A CONVENÇÃO ORTOGRÁFICA LUSO-BRASILEIRA

ESTABELECIDA PELO DECRETO N.º 35:228

Com um prefácio de Augusto Moreno, e um vocabulário auxiliar organizado por Cardoso Júnior. O decreto, assinado por Salazar, Carmona e Caeiro da Mata, inclui as conclusões da Conferência Interacadémida de Lisboa para a Unificação Ortográfica da Língua Portuguesa, entre a Academia de Ciências de Lisboa e a Academia Brasileira de Letras, realizada entre Julho e Outubro de 1945, conclusões essas assinadas por Júlio Dantas, Pedro Calmon, Gustavo Cordeiro Ramos, José Maria de Queiroz Velloso, Olegario Marianno e Luiz da Cunha Gonçalves. 144-(5) páginas. 13,5 x 19,5 cm. Lombada cansada e uma assinatura de posse na página de guarda. Lisboa: Editorial Inquérito, 1945.

Preço: 10 euros.


limao


REGRAS PARA APRENDER A LÍNGUA PORTUGUESA

SEGUNDO O ACORDO ORTOGRÁFICO LUSO BRASILEIRO DE 1945


J. ESTEVÃO PINTO


Regras ortográficas, seguidas de pequenos vocabulários de nomes comuns e de nomes próprios e de frases, para bem se escrever a Língua Portuguesa. 80 páginas. 13,5 x 20 cm. Lisboa: Livraria Popular de Francisco Franco, [1945]. Bom estado.

Preço: 8 euros.


toranja


A DEMANDA DA ORTOGRAFIA PORTUGUESA

COMENTÁRIO DO ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1986 E SUBSÍDIOS PARA A COMPREENSÃO DA QUESTÃO QUE SE LHE SEGUIU

Volume organizado por:

IVO CASTRO
INÊS DUARTE
ISABEL LEIRIA


Uma compilação de documentos, testemunhos e cronologias fundamental para a compreensão do actual Acordo Ortográfico, com a posição de vários especialistas  e a história e fundamentos dos diversos acordos, reformas, propostas e projectos de alteração da ortografia portuguesa, desde 1885.

Capa de Victor da Silva. 281 páginas. 15,5 x 23 cm. Primeira edição (republicado em 2005). Lisboa: Edições João Sá da Costa, 1987.

Preço: 10 euros.


LÍNGUAS AFRICANAS

[06Abr12]


TEMAS DE LINGUÍSTICA BANTA

APONTAMENTOS DE SINTAXE RONGA


RODRIGO SÁ NOGUEIRA


185 páginas. 19 x 25,5 cm. N.º 18 da colecção Estudos de Ciências Políticas e Sociais, da Junta de Investigações do Ultramar, Lisboa, 1959. Óptimo exemplar.

Preço: 20 euros.



TEACH YOURSELF

SWAHILI


D.V. PERROTT


Da série Teach Yourself Books, da editora Hodder and Stoughton, Reino Unido, 1991 [11.ª reimpressão da 2.ª edição, de 1957]. vi + 194 + 10 páginas. 13 x 20 cm.

Preço: 10 euros.



PANORAMA DO PORTUGUÊS ORAL DE MAPUTO


Organização de
PERPÉTUA GONÇALVES e CHRISTOPHER STROUD


Em 3 volumes: I. Objectivos e Métodos. II. A Construção de um Banco de “Erros”. III. Estruturas Gramaticais do Português: Problemas e Exercícios. 167 + 126 + 163 páginas. 15 x 21 cm. Colaboração de Albertina Moreno, António Tuzine, Maria João Diniz e Marisa Mendonça. N.ºs 22, 24 e 27 dos Cadernos de Pesquisa do Instituto Nacional do Desenvolvimento da Educação de Moçambique, Maputo, 1997-1998.

Preço: 25 euros.



USO DE LÍNGUAS AFRICANAS NO ENSINO:
PROBLEMAS E PERSPECTIVAS


Organização de
CHRISTOPHER STROUD e ANTÓNIO TUZINE


Com colaboração de Martin Pütz, Vic Webb, Kembo Sure, Mubanga E. Kashoki, Karsten Legère, Beban Chumbow, Pius Tamanji, Kenneth Hyltenstam, Gregório Firmino e Carol Benson. 303 páginas. 15 x 21 cm. /// N.º 26 dos Cadernos de Pesquisa do Instituto Nacional do Desenvolvimento da Educação de Moçambique, Maputo, 1998.

Preço: 10 euros.



TEMAS DE LINGUÍSTICA BANTA

DA IMPORTÂNCIA DO ESTUDO CIENTÍFICO DAS LÍNGUAS AFRICANAS


RODRIGO SÁ NOGUEIRA


De temática essencialmente ronguista. 186 páginas. 19 x 25,5 cm. N.º 14 da colecção Estudos de Ciências Políticas e Sociais, da Junta de Investigações do Ultramar, Lisboa, 1958. Óptimo exemplar.

Preço: 25 euros.



7 VOZES

LÉXICO COLOQUIAL DO PORTUGUÊS LUSO-AFRO-BRASILEIRO
APROXIMAÇÕES

CLENIR LOUCEIRO
EMÍLIA FERREIRA
ELIZABETH CEITA VERA CRUZ


Assinado pelas autoras Clenir Louceiro e Emília Ferreira, com dedicatória. 685 páginas. Formato oblongo: 21,5 x 14,5 cm. Lisboa: Lidel, 1997.

Preço: 20 euros.





CONSIDERAÇÕES PESSOAIS

ENSAIOS

ADOLFO CASAIS MONTEIRO


Primeiro livro de ensaios do autor (1908 – 1972), co-director da Presença a partir de 1931 e até ao último número publicado, em 1940 (José Régio e João Gaspar Simões partilhavam com Casais Monteiro a direcção da revista). O ensaio de abertura, «A Arte contra a Ordem», começa da seguinte forma:

Adormecendo com sempre renovado sono após a descoberta duma nova direcção; após cada revolução caindo na escolástica do que ela trouxe de novo, tendemos a esquecer que toda a obra de génio que repousa nas nossas estantes, ou na parede severa dos museus, com a segurança dum incontestável classicismo, foi um dia motivo de escândalo, objecto de sarcasmo e riso, quando não duma completa indiferença.

Com ensaios sobre cinema, crítica literária, Mário de Sá-Carneiro, Goethe e Benjamin Jarnés, e outros que falam de José Régio, Tolstoi, Dostoievski, James Joyce, Marcel Proust, Paul Valéry, Stéphane Mallarmé ou Jules Supervielle. 213 páginas. 12 x 19 cm. Um excelente exemplar, muito estimado. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1933 (foi reeditado em 2004, com um novo prefácio de Carlos Leone).

Como curiosidade, refira-se a existência desta obra na biblioteca pessoal de Fernando Pessoa.

Preço: 30 euros.



ADOLESCENTES


ADOLFO CASAIS MONTEIRO


Primeiro, e único, romance de Casais Monteiro. Capa de Roberto Araújo. Página de guarda com um carimbo «Oferta dos Editores» e uma nota manuscrita: «Para a Biblioteca do SEN». 201 páginas. 13 x 19,5 cm. Porto: Editorial Ibérica, 1945.

Invulgar.

Preço: 20 euros.



O CORSÁRIO


JEAN DRAULT


Tradução de ADOLFO CASAIS MONTEIRO. Segundo o prefácio de Drault, este romance de pirataria é, sob certos aspectos, «uma nova história de Robinsons», passada na Ilha Maurícia. Com 224 páginas, e 12,5 x 19 cm. Porto: Editora Educação Nacional, 1941.

Preço: 10 euros.



POESIAS COMPLETAS

1929 – 1969


ADOLFO CASAIS MONTEIRO


Compilação de (quase) toda a poesia publicada por Adolfo Casais Monteiro, com um prefácio do autor e acrescida do livro inédito O Estrangeiro Definitivo, escrito no Brasil. Capa de João da Câmara Leme. Com xii-346 páginas, e 14 x 20 cm. Um bom exemplar. Colecção Poetas de Hoje, n.º 32. Lisboa: Portugália, 1969.

Preço: 30 euros.



ESTRUTURA E AUTENTICIDADE
NA TEORIA E CRÍTICA LITERÁRIAS


ADOLFO CASAIS MONTEIRO


Capa de Armando Alves. 160 páginas. 15 x 24 cm. Colecção Estudos Gerais, série Universitária. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1984. Esgotado.

Preço: 15 euros.


 


PRIMEIRAS ESTÓRIAS


JOÃO GUIMARÃES ROSA


Segundo o colofón, «êste livro foi feito nas oficinas de Artes Gráficas Bisordi S. A., na Rua do Hipódromo 63/69, São Paulo, para a Livraria José Olympio Editôra S. A., Rio, terminando-se a impressão em agôsto de 1962 — ano em que o Brasil, conquistando a Taça Jules Rimet, sagrou-se Bicampeão Mundial de Futebol.»

1.ª edição. 176-(4) páginas. 14 x 21 cm. Capa com ligeiro desgaste nas orlas. Guarda, ante-rosto e 12 páginas finais com ténue mancha de humidade no canto inferior exterior, que não toca o texto. Pequena assinatura de posse no rosto, sob o título. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio Editôra, 1962.

Preço: 35 euros.



AVE, PALAVRA


JOÃO GUIMARÃES ROSA


Obra póstuma. Capa de Gian. Com uma fotografia do autor. Nota introdutória de Paulo Rónai. Em excelente estado de conservação. 274 páginas. 14 x 21 cm. 1.ª edição, Rio de Janeiro: Livraria José Olympio Editôra, 1970.

Preço: 20 euros.


lins1


RIACHO DOCE


JOSÉ LINS DO REGO


1.ª edição. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio Editora, 1939.

Brochado. 372 páginas. 12,5 x 19 cm. Com uma belíssima capa do pintor Santa Rosa. Em bom estado de conservação, salvo alguns pontos de oxidação num reduzido número de páginas.

Em conjunto com: Cadernos de Divulgação Luso-Brasileira, n.º 10, dedicado a José Lins do Rego, da autoria de Victor Santos. Exemplar assinado pelo autor com dedicatória. 14 páginas, 13 x 18,5 cm, Lisboa, Livraria Portugal, s. d.

Preço: 25 euros.


lins3

lins5

lins6


RIO DE JANEIRO

[25Ago11]


O RIO DE JANEIRO NO SÉCULO XVI


JOAQUIM VERÍSSIMO SERRÃO


Obra em 2 volumes, sendo o primeiro uma monografia histórica, que «trata do sítio da Guanabara desde as primeiras viagens dos navegadores portugueses, traçando depois a história da cidade de S. Sebastião, até aos fins do século XVI», e o segundo uma colecção de documentos colhidos na Torre do Tombo, Arquivo Histórico Ultramarino e Biblioteca da Ajuda, para uso futuro dos historiadores. 252 + 167 páginas. 18 x 25 x 3 cm. Óptimo estado de conservação. Uma edição da Comissão Nacional das Comemorações do IV Centenário do Rio de Janeiro, Lisboa, 1965.

Preço: 30 euros.


BRASIL

[24Ago11]


O BRASIL DE HOJE


MAJOR ALEXANDRE DE MORAIS


Homem do Regime, autor de um volume de crónicas militares da Guerra Civil de Espanha (vista pelo prisma franquista), do Manual do Legionário, do Manual da Mocidade Portuguesa, das Leis do Exército Novo, e de algumas obras sobre aspectos militares da II Guerra Mundial, o Major Alexandre de Morais assina nesta obra um cuidado retrato do Brasil da época, nos seus aspectos geográficos, históricos, políticos, económicos, militares e beligerantes. O mote parece ter sido a entrada do Brasil na II Guerra Mundial, contra a Alemanha e a Itália, por força dos ataques infligidos pelos países do Eixo à frota mercante brasileira.

Obra em 2 volumes, ilustrados com fotografias, tabelas e mapas, de 244 e 286 páginas (maioria por abrir), e 13 x 19 x 4 cm. Lisboa: Edições Universo, 1943.

Primeiro volume autografado pelo autor com dedicatória ao «velho e querido amigo» Andrade e Sousa. Estimados.

Preço: 40 euros.



EXPEDIÇÕES CIENTÍFICO-MILITARES
ENVIADAS AO BRASIL


SOUSA VITERBO


Coordenação, aditamentos e introdução de JORGE FARO. Primeira reunião deste importante conjunto de cerca de 164 biografias de cientistas — arquitectos, cartógrafos, desenhadores, engenheiros, fortificadores e naturalistas — portugueses ou que, ao serviço de Portugal, trabalharam no Brasil, inicialmente publicadas dispersas na Revista Militar, entre 1893 e 1895. Em 2 volumes, de 175 + 142 páginas, e 13 x 18 x 2 cm, impressos na Neogravura, Lisboa, para as  Edições Panorama, em 1962. Capas com pequenas falhas de papel.

Preço: 15 euros.


Museologia

[03Ago11]

 


APONTAMENTOS SOBRE MUSEOLOGIA
MUSEUS ETNOLÓGICOS

LIÇÕES DADAS NO MUSEU DE ETNOLOGIA DO ULTRAMAR

ERNESTO VEIGA DE OLIVEIRA


Com capítulos sobre a definição, origens, história e evolução dos conceitos fundamentais de museologia; museus de etnologia; história e evolução dos museus etnológicos portugueses; tipologia dos museus etnológicos; métodos e regras de recolha museológica; identificação e registo; arte e estilos africanos; exposições permanentes e exposições temporárias.

Lições proferidas por Veiga de Oliveira no Museu de Etnologia do Ultramar no âmbito da cadeira de Museologia do Curso de Ciências Antropológicas e Etnológicas do Instituto Superior de Ciências Sociais e Política Ultramarina (ISCSPU), no ano lectivo de 1970-1971. Com 112 páginas e 18 x 24 cm. Colecção Estudos de Antropologia Cultural, n.º 6. Edição do Centro de Estudos de Antropologia Cultural da Junta de Investigações do Ultramar, Lisboa, 1971.

Preço: 15 euros.



INTRODUÇÃO À TÉCNICA DE MUSEUS


GUSTAVO BARROSO


Trata-se do Volume I — Parte Geral e Parte Básica. Com noções de organização, arrumação, catalogação, restauro, cronologia, epigrafia, bibliografia, diplomática, paleografia e iconografia. Ilustrado com fotografias e desenhos. Capa cansada, embora o exemplar se mantenha sólido e manuseável. 336 + (8) páginas (por abrir). 16,5 x 24 cm. Uma edição do Museu Histórico Nacional do Brasil (1946), da autoria do seu director, também professor de Técnica de Museus.

Preço: 10 euros.