ASPECTOS DA POLÍTICA CRIMINAL
EM ALGUNS PAÍSES DA EUROPA


JOSÉ GUARDADO LOPES


Assinado pelo autor, à época Director-Geral dos Serviços Prisionais, com dedicatória ao arquitecto Alberto Pessoa.

Países europeus analisados: Alemanha, Áustria, Bélgica, França, Holanda, Itália, Noruega, Suécia e Suíça.

269+(1) páginas, e 23,5 x 17,7 cm. Capas e lombada com algumas manchas. Miolo limpo. Exemplar interessante. Separata do Boletim do Ministério da Justiça, n.ºs 56 e 57, Lisboa, 1956.

Preço: 20 euros.


 


O ROMANCE CONTEMPORÂNEO


Um ciclo de conferências consagrado ao Romance contemporâneo, por iniciativa da Sociedade Portuguesa de Escritores, com o patrocínio da Fundação Calouste Gulbenkian, pronunciadas em Lisboa, Porto e Coimbra, no ano de 1960.

Com ensaios de VITORINO NEMÉSIO («Romance, existência e visão do mundo»), PAULO QUINTELA («O romance alemão contemporâneo»), MARIA DE LOURDES BELCHIOR PONTES («Do romance espanhol contemporâneo»), URBANO TAVARES RODRIGUES («O romance francês contemporâneo»), J. MONTEIRO-GRILLO («O moderno romance inglês»), VIEIRA DE ALMEIDA («Do romance italiano contemporâneo»), JOSÉ PALLA E CARMO («O romance norte-americano contemporâneo») e ANTÓNIO QUADROS («O romance brasileiro actual»).

Brochado. 191+(9) páginas, por abrir. Formato largo: 26 x 19,5 cm. Bom estado geral. Lisboa: Sociedade Portuguesa de Escritores, 1964.

Preço: 15 euros.


 


LIVRO NEGRO

INSTRUÇÕES SECRETAS PARA A SUBVERSÃO DA SOCIEDADE MODERNA


TITO KOWALSKI


[Pseudónimo não identificado de autor português.] Começando por justificar uma afirmação de Álvaro Cunhal, após encontro com Georges Marchais, de que «o eurocomunismo não se aplica em Portugal», o texto parte para a análise de alguns comunismos europeus (Itália, França, …), antes de uma digressão pela história recente de algumas insurreições armadas, e a sua sustentação teórica em diversos autores, de uma forma não muito clara (vide índice ↑). As instruções são, principalmente, tópicos.

Capa de V.M. 73+(7) páginas. 20,8 x 14,7 cm. Selo e etiqueta destacável, na guarda, da agência de jornais Jornália, nas Caldas da Rainha. Capa com marcas de manuseio, miolo limpo: bom exemplar. Impresso na Tipave, em Aveiro. Queluz: Literal, 1977.

Preço: 17 euros.


 


A DIVINA COMÉDIA


DANTE ALIGHIERI


Edição grandiosa de Bruno da Ponte, publicada em fascículos ao longo de cinco anos, com prefácio de Vieira de Almeida e traduções de Fernanda Botelho, Sophia de Mello Breyner Andresen e Armindo Rodrigues, e ilustrados no texto e extra-texto por uma selecção impressionante de artistas plásticos da época:

João Vieira, Bartolomeu Cid dos Santos, Menez, Nikias Skapinakis, Maria Keil, Júlio Pomar, Cândido Costa Pinto, Lima de Freitas, Fernando de Azevedo, João Abel Manta, Querubim Lapa, Cipriano Dourado, Carlos Botelho, Jorge Barradas, Rogério Ribeiro, Luís Filipe de Abreu, Manuel Lapa, Francisco Relógio, António Areal, José Júlio, Alice Jorge, Daciano, Figueiredo Sobral, Maria Velez, Camarinha, Fernando Conduto, António Charrua, Luís Jardim e António Ramos.

Volume I: INFERNO
Tradução e anotações de Fernanda Botelho. 12 extra-textos. Vinhetas e (34) aberturas de canto desenhadas por Figueiredo Sobral. XXVI+380+[24]+(12) páginas. Guardas em vermelho. [1961]

Volume II: PURGATÓRIO
Tradução e anotações de Sophia de Mello Breyner Andresen. 13 extra-textos. Aberturas de canto (33) desenhadas por Júlio Pomar. 382+[26]+(10) páginas. Guardas em verde. [1963]

Volume III: PARAÍSO
Tradução e anotações de Armindo Rodrigues. 15 extra-textos. Aberturas de canto (33) desenhadas por António Areal. 472+[30]+(8) páginas. Guardas em azul. [1963-1965]

Completo em 3 volumes. Encadernações editoriais em percalina preta, com 30,7 x 23 (x 11) cm, em bom estado. Miolo(s) limpo(s). Lisboa: Editorial Minotauro, 1961 [a 1965].

Preço: 180 euros.


 


VENEZA DE VISTA E OUVIDO


LÉLIA COELHO FROTA


Exemplar n.º 84 de uma tiragem única de 100, numerados e assinados pela autora, fora de mercado, para oferta a amigos. Edição bilingue, com tradução italiana de Luciana Stegagno Picchio. Prefácio de Alexandre Eulálio. Vinhetas de Maria Leontina. Projecto gráfico de Cecília Jucá de Holanda. 46 páginas. Papel superior. 16 x 12 cm. Capa com sinais de manuseio, miolo limpo. Rio de Janeiro, 1986.

Acabado de imprimir a 11 de Julho de 1986, data do 48.º aniversário de Lélia Coelho Frota. Autografado (e emendado) pela autora com dedicatória à poetisa e tradutora Maria da Saudade Cortesão, esposa do poeta Murillo Mendes.

Lélia Coelho Frota, historiadora de arte e especialista em cultura popular brasileira, foi curadora da representação brasileira nas Bienais de Veneza de 1978 e 1988, a primeira das quais corresponde à data em que este conjunto de poemas foi escrito.

Preço: 40 euros.


 

ver também:
  • Antologia de poemas por António Miranda, aqui.
  • O exemplar n.º 21 de Veneza de Vista e Ouvido foi oferecido ao escritor brasileiro Lázaro Barreto (aqui).