A LÍNGUA PORTUGUESA E OS SEUS MISTÉRIOS


JAIME DE MAGALHÃES LIMA


Aveirense ilustre, correspondente de Tolstoi, irmão do grão-mestre maçónico Sebastião de Magalhães Lima, deputado entre 1893 e 1894, jornalista, presidente do município de Aveiro em 1897, Jaime de Magalhães Lima (1859-1936) retirou-se da política activa no início do século XX para se dedicar exclusivamente à literatura. Nesta obra, uma das últimas que publicou, fala de conterrâneos, amigos e referências literárias, de Agostinho de Campos, Gonçalves Fernandes Trancoso, José Pereira Tavares, Manuel José Mendes Leite, José Crispiniano da Fonseca, João de Barros, Rodrigues Lobo, Duarte Nunes de Leão, Jacinto Freire de Andrade, Dom Francisco Manuel de Melo e António Corrêa d’Oliveira, mas principalmente da língua portuguesa, sua evolução e minudências.

Encadernação editorial sintética, em bom estado. 154 páginas. 11,5 x 17,5 cm. Paris-Lisboa: Livraria Aillaud e Bertrand, 1923.

Preço: 15 euros.


clerc2


O CELIBATO CLERICAL


JOSÉ MANOEL DA VEIGA


Memoria que serviu de fundamento a uma das theses dos Actos Grandes, de seu author o Dr. José Manoel da Veiga, commendador da ordem de Christo, cavalleiro da Conceição, oppositor ás cadeiras de direito na Universidade de Coimbra e advogado na côrte, fallecido a 25 de septembro de 1859.

2.ª edição de uma obra rara e importante, primeiramente editada em 1822, e que segundo Fernando Catroga, foi «a melhor expressão teórica da discussão ocorrida no período vintista sobre o celibato eclesiástico». Esta reedição de 1866 ocorre aquando do reerguer da questão na década de 60 do século XIX.

Com 198-xxvi páginas, e 13 x 20,5 cm. Capa cansada. Exemplar razoável. Lisboa: Typ. da Sociedade Typographica Franco-Portugueza, 1866.

Preço: 25 euros.