O AMOR. AS MULHERES.
AS MULHERES E O AMOR

PENSAMENTOS DE CAMILLO


ARMANDO DE NORONHA (coord.)


Coordenação de Armando de Noronha. Prefácio de Albino Forjaz de Sampaio. Máximas, metáforas, teorias e aforismos seleccionados das obras de Camilo Castelo-Branco — com a indicação da página da edição consultada — não só sobre mulheres e amor, mas também sobre religião, desgraça, casamento, felicidade, força, silêncio, (…). Quase um esboço de um Dicionário de Citações de Camilo, mas com um título apelativo.

N.º 28 da tiragem especial de “trinta exemplares em papel de luxo, numerados de 1 a 30 e rubricados pelo Coordenador, estando fora de mercado os quinze primeiros exemplares”. 104 páginas, por abrir. 13 x 20,4 cm. Meia-encadernação sintética modesta, limpa e sólida, o miolo não aparado, as capas de brochura preservadas. Páginas com algumas manchas. Composto e impresso na Tipografia de «O Sport de Lisboa». Lisboa: Portugália, 1924.

Preço: 50 euros.





TERESA


MIGUEL DE UNAMUNO


Primeira edição, de um dos livros menos vezes reeditados de Miguel de Unamuno, o último que escreveu e publicou antes do exílio forçado após o golpe militar de Primo de Rivera, em 1924.

Prólogo de Rubén Darío reproduz um artigo para o La Nácion, de Março de 1909. Com 227-(5) páginas, e 13 x 19,5 cm. Madrid: Renacimiento, [1924]. Com uma assinatura de posse rasurada no ante-rosto, a capa algo manuseada e a lombada fendida (defeitos visíveis nas fotografias). Volume intonso, com o miolo amarelecido. Invulgar.

Preço: 20 euros.


Este slideshow necessita de JavaScript.

VINGANÇA, de ALFREDO MARQUES. Novela, com 159 páginas, e 13,5 x 19,5 cm. Lisboa: Editorial Hercules, 1933. Capa e lombada com pequenos defeitos. Curioso.
Preço: 10 euros.

VIDA DE UM OPERÁRIO NUM PAÍS DE LESTE (Salário à peça), de MIKLOS HARASTZI. Título da edição original: Darrabér. Traduzido do húngaro por Judit Svaradja e Joel Aizac. Tradução do francês por Miguel de Araújo. Prefácio de Heinrich Boll. Capa de António Pedro. Colecção Vida e Cultura [n.º 79]. 234 páginas. 15 x 22 cm. Lisboa: Edição Livros do Brasil, [s.d.]. Manuseado.
Preço: 10 euros.

Rússia, 1918. TESTEMUNHO DOS OPERÁRIOS DE PETROGRADO. Tradução e prefácio de Francisco Ferreira (CHICO DA CUF). Ilustrado. 50 páginas. 12 x 19 cm. Lisboa: Fernando Pereira editor, [s.d.].
Preço: 12 euros.

REVOLUÇÃO SOCIAL. Conseqüências da noção cristã de propriedade sôbre a orgânica do trabalho, por EUGÉNIO DE BELONôR. Edição de Reacção, de Águeda (visado pela comissão de censura), 1933. Obra de curiosa composição tipográfica (composto e impresso na Tipografia Marques, no Porto). (10)-54 páginas. 11,5 x 16,5 cm. Óptimo exemplar.
Preço: 15 euros.

E O HORROR DAS RESPONSABILIDADES, de ÉMILE FAGUET. Obra datada de 1911. Traducção autorisada. Lisboa: Livrarias Aillaud e Bertrand, [s.d.]. Encadernado com capas de brochura, em tela, gravada, com assinatura do encadernador A. David. Aparado. Bom papel.
Preço: 10 euros.

O CULTO DA INCOMPETÊNCIA, de ÉMILE FAGUET. Tradução de Agostinho Fortes. 2.ª edição. Com ex-libris de Raul Esteves dos Santos. Bom exemplar (aparado). 177 páginas. 11,5 x 17,5 cm. Lisboa: Livrarias Aillaud e Bertrand, [s.d.].
Preço: 12 euros.

O CULTO DA INCOMPETÊNCIA, de ÉMILE FAGUET. Tradução de Agostinho Fortes. 2.ª edição. Encadernação modesta, sem capas de brochura. 177 páginas. 11,5 x 17,5 cm. Lisboa: Livrarias Aillaud e Bertrand, [s.d.].
Preço: 10 euros.

O PRINCÍPIO DE PETER, por LAURENCE J. PETER e RAYMOND HULL. Tradução de M. Bento e Patrícia Joyce. Capa de Mel Calman. Com ilustrações oitocentistas da revista Punch. 215-(5) páginas. 14 x 21 cm. Primeira edição portuguesa, apenas dois anos após o original norte-americano (The Peter Principle). Lisboa: Editorial Futura, 1971. Em excelente estado de conservação.
Preço: 12 euros.

O RECEITUÁRIO DE PETER. Como Produzir, Confiar e Ser Competente, por LAURENCE J. PETER. Tradução de Patrícia Joyce. Capa de Mel Calman. 265-(6) páginas. 14 x 21 cm. Primeira edição portuguesa, no mesmo ano do original norte-americano (The Peter Prescription). Lisboa: Editorial Futura, 1972. Em excelente estado de conservação.
Preço: 12 euros.

O EMPREGADO EXCEPCIONAL ou a Arte de bem compreender os seus deveres, de se tornar indispensável e de fazer caminho na vida, por O. S. MARDEN. Tradução portuguesa de Vítor Hugo Antunes, Capitão do Exército. 151 páginas. 12 x 18 cm. Manuseado. Com assinaturas de posse no rosto e prefácio do tradutor. Porto: Casa Editora de A. Figueirinhas, 1924.
Preço: 10 euros.

MANIFESTO CONTRA O TRABALHO, pelo GRUPO KRISIS. Prefácio de Norbert Trenkle. Tradução de José Paulo Vaz. Revisão da tradução de José M. Justo. 105-(7) páginas. 13 x 21 cm. Lisboa: Edições Antígona, 2003.
Preço: 8 euros.