LADY CHATTERLEY’S LOVER


D. H. LAWRENCE


A The Odyssey Press publicou em Paris, após censura da obra nos Estados Unidos da América e no Império Britânico, a primeira edição inexpurgada de grande divulgação, em 1933. Do ano seguinte data esta quinta reimpressão. O texto é antecedido por uma “Carta Aberta aos Leitores de D. H. Lawrence”, de Frieda Lawrence, datada de 26 de Janeiro de 1933. Com (6)+360 páginas, e 11,2 x 18 cm. Lombada escurecida, com mínima falta de papel. No geral, um bom exemplar, de colecção. Paris: The Odyssey Press, 1934.

Not to be introduced in the British Empire or the U.S.A. [impresso na contracapa] — só seria publicado sem cortes nos E.U.A em 1959, e no Reino Unido em 1960; mais de 25 anos, e muitas edições clandestinas, depois.

Preço: 17 euros.



O CASO DA ELEIÇÃO DE MISS PORTUGAL

para o concurso mundial de beleza do Rio de Janeiro, de 1930,
perante o Supremo Tribunal de Justiça


Minuta de Revista feita pelo advogado, do Pôrto,
DR. AFONSO DE ALBUQUERQUE


Recorrente: D. Maria Madalena da Gama Braga de Sá Teixeira, de Lisboa. Recorridas: A Renascença Gráfica, soc. an. port. de resp. limitada, proprietária do jornal Diário de Lisboa, e D. Fernanda Gonçalves, «desta cidade». Com 124 páginas e 16 x 23 cm. Bom estado. Porto: Tipografia Progresso, 1934.

Um pedido de indemnização por perdas e danos, sobre uma questão de idade nos regulamentos, por uma das finalistas, num concurso onde as concorrentes teriam de ser «solteiras e reconhecidamente honestas, não importando a sua categoria social», e «distintas de apresentação». Uma das questões contra as quais o advogado se insurge é o facto de o Diário de Lisboa ter aproveitado o seu espaço mediático para auto-defesa pública.

Preço: 25 euros.



CANÇÕES PORTUGUESAS

DO SÉCULO XVIII À ACTUALIDADE


PEDRO FERNANDES TOMÁS


Com algumas pautas musicais. Dividido em: Romances; Canções Religiosas; Cantigas Velhas; Danças de Roda e Descantes.

169 páginas. 22,7 x 16,6 cm. Volume XXX da colecção Subsídios para a História da Arte Portuguesa, Coimbra: Imprensa da Universidade, 1934. Assinatura de posse na página de rosto. Manuseado. Bom estado.

Preço: 45 euros.




 


BREVIÁRIO AÇOREANO


GERVÁSIO LIMA


«366 dos mais importantes factos da História Açoreana», em forma de cronologia, um facto para cada dia do ano. Autografado pelo autor com dedicatória ao escritor Carlos Portugal Ribeiro. Publicado por ocasião do IV Centenário da Criação da Cidade de Angra e do Bispado dos Açores (1534 – 1934). Angra do Heroísmo: Tipografia Editora Andrade, [31 de Maio de] 1934. Encadernação sintética moderna, em excelente estado de conservação. Com as capas de brochura, a anterior espelhada e a posterior com falta de um canto (restaurado). Invulgar e procurado.

Preço: 75 euros.



LE VOYAGE EN GRÈCE

Cahiers Périodiques N.º 11 (1939)


Uma raridade bibliográfica. Trata-se do último número de Le Voyage en Grèce, uma revista que durou apenas 11 números, entre 1934 e 1939 (mais um extra, em 1946), e que contou com colaborações de Le Corbusier, Pablo Picasso, Georges Braque, André Derain, Henri Matisse, Georges Bataille, Roger Caillois, Giorgio de Chirico, Jean Cocteau, Fernand Léger, Jacques Prévert, Michel Leiris, François Mauriac, Raymond Queneau, Pierre Reverdy, Marguerite Yourcenar, e muitos outros.

Inicialmente pensada como um projecto editorial de vocação turística pelo seu editor e criador, Héraclès Joannidès (1897-1950), director da Société Neptos em Paris, para distribuição a bordo dos cruzeiros que organizava ao seu país natal, criando uma «ligação entre a Grécia e os seus viajantes por intermédio dos escritores, dos artistas e dos sábios contemporâneos», cedo transcendeu este âmbito inicial para se tornar um local de encontro inovador entre o classicismo grego e a vanguarda europeia, ao nível da imprensa periódica literária e artística, e um objecto (tipo)gráfico de um luxo único na época. Para tal, Joannidés recebeu preciosos conselhos do célebre editor Tériade, ambos gregos, ambos radicados em Paris. A história está muito bem contada aqui e aqui.

LE VOYAGE EN GRÈCE, n.º 11, Paris, Été 1939. Édités par H. Joannidès. /// Número essencialmente dedicado à Arquitectura tradicional grega. Capa reproduz um fragmento de uma pintura de Théophilos. Com uma estampa extra-texto do mesmo pintor (vide fotografia). 28+(4) páginas. 22 x 27,5 cm. /// Colaboração literária de Le Corbusier, Roger Avermaete, R. Allendy, Jean-Germain Tricot, André Fraigneau, Pierre Borel, R. Th. Bosshard, Evrot, Henri Focillon, Jules Formigé, Fernand Léger, Camille Mauclair, Mario Meunier, E. Pontremoli, Louis Roussel, Pierre Sonrel, André Thérive e Charles Vildrac. Desenhos de Le Corbusier e F. M. Salvat. Fotografias de Panos Dzelepis, L. Frantzis, Herbert List, Eli Lotar, Nellys, Roger Nicolle e J.-G. Tricoglou. Realização artística de André Fraigneau, J.-G. Tricot e Roger Vitrac. /// Em bom estado, salvo pequena mancha num canto da capa, visível numa das fotografias.

Preço: 35 euros.



ALEXANDRE HERCULANO

A SUA VIDA E A SUA OBRA
(1810-1877)


CARLOS PORTUGAL RIBEIRO


Obra em 2 volumes. Prémio Herculano da Sociedade de Geografia de Lisboa, em 1932, cujo júri foi constituído por Agostinho Fortes, António Ferrão, Joaquim Leitão, Afonso de Dornelas e Henrique Ferreira de Lima.

Ambos os volumes autografados pelo autor com dedicatória. 255 + 321 páginas. 13 x 19 cm. Óptimo estado de conservação. Lisboa: Typ. da Emprêsa Nacional de Publicidade, [1933 – 1934].

Preço: 50 euros.