O HOMEM ROUCO
As crónicas juntadas foram quase todas publicadas no “Diário de Notícias”, do Rio, e a seguir na “Folha da Noite”, de S. Paulo, “Folha da Tarde”, de Pôrto Alegre, e “Diário da Noite”, do Recife. As outras saíram no suplemento literário do “Diário Carioca”, e mais no “Correio Paulistano”, “Revista do Globo”, de Pôrto Alegre, e “Jornal do Comércio”, do Recife. Tôdas foram escritas entre abril de 1948 e julho de 1949; estão arrumadas em ordem cronológica. A selecção foi feita pelo autor, com ajuda de Fernando Sabino.
Crónicas. 2.ª edição. Capa de José Medeiros («Image»). 191 páginas. 14 x 21 cm. Capa com pequenos defeitos. Assinatura de posse no pé da página de guarda. Rio de Janeiro: Editôra do Autor, 1963.
Preço: 12 euros.


A BORBOLETA AMARELA
As crónicas deste livro foram todas publicadas, entre Janeiro de 1950 e dezembro de 1952, no “Correio da Manhã”, do Rio, e em vários jornais dos Estados.
Crónicas. 3.ª edição. 214 páginas. 14 x 21 cm. Lombada amarelecida e com vincos. Assinatura de posse no pé da página de guarda. Rio de Janeiro: Editôra do Autor, 1963.
Preço: 15 euros.


AI DE TI, COPACABANA!
As crónicas deste livro foram escritas de abril de 1955 a fevereiro de 1960. Nesse período o cronista mudou de jornal: do “Correio da Manhã” foi para o “Diário de Notícias” e deste para “O Globo”. Também mudou de revista, saindo de “Manchete” para o “Mundo Ilustrado” e voltando depois para “Manchete”.
Crónicas. 2.ª edição. Capa de Bea Feitler. 222 páginas. 14 x 21 cm. Capa com pequenos defeitos. Assinatura de posse no pé da página de guarda. Rio de Janeiro: Editôra do Autor, 1960.
Preço: 12 euros.



T. S. ELIOT’S DRAMATIC
THEORY AND PRACTICE

FROM SWEENEY AGONISTES TO THE ELDER STATESMAN


CAROL H. SMITH


Although there have been innumerable studies of T. S. Eliot, this is the first to examine closely the relationship between the changes and developments in his dramatic practice and his artistic and intellectual development. Professor Smith finds Eliot’s dramatic theory and practice rooted in his conception of the need for order in religion and art. […] Eliot’s interest in the jazz rhythms and popular appeal of the English music hall, in the mythical method of Yeats and Joyce, and in the work of the Cambridge School of Classical Anthropology, which traced the origins of Greek drama back to the primitive ritual drama, is examined as the basis of his dramatic ideals and intentions. [da badana]


Ensaio. Encadernação editorial, tela com sobrecapa em bom estado geral, com muito ligeiras perdas de papel nas extremidades. Com ix-251 páginas e 14,5 x 22 cm. Bom exemplar. New Jersey: Princeton University Press, 1963.

Preço: 15 euros.



T. S. ELIOT


LEONARD UNGER


Ensaio biobiliográfico. Colecção Escritores Norte Americanos, n.º IX. Tradução de Anna Maria Martins. 80 páginas. 11,5 x 16 cm. Manuseado. São Paulo: Livraria Martins Editora, 1963.

Preço: 7 euros.



ASSASSÍNIO NA CATEDRAL

(MURDER IN THE CATHEDRAL)

T. S. ELIOT


Tradução e posfácio de José Blanc de Portugal. Primeira edição da peça: 1935. Com 132 páginas e 14 x 20,5 cm. Bom estado. Colecção Theatrum Mundi n.º 1, Lisboa: Delfos, [1960].

Em conjunto com: Notes on T. S. Eliot’s Murder in the Cathedral, da colecção Study-Aid Series, 40 páginas, 14 x 21,5 cm, London: Methuen, 1965.

Preço (do conjunto): 18 euros.



THE MAKING OF A PLAY

T. S. ELIOT’S ‘THE COCKTAIL PARTY’

E. MARTIN BROWNE


Trata-se do texto da Judith Wilson Lecture na Universidade de Cambridge, 4 de Março de 1966. Ensaio. 46 páginas. 12,5 x 18,5 cm. Capa com pequenos defeitos. Bom estado geral. Cambridge: University Press, 1966.

Preço: 8 euros.



A POESIA DE T. S. ELIOT


JOSÉ PALLA E CARMO


*Capítulo de um estudo inédito acerca da moderna poesia de língua inglesa, no qual se baseou a conferência proferida em 17 de Fevereiro de 1959 no Centro Nacional de Cultura sob o mesmo título. São do autor as traduções incluídas neste estudo, feitas na época da sua elaboração, quando não antes. Acerca de outras traduções e bibliografia portuguesa em geral, remete-se o leitor para o artigo de Carlos Estorninho «Portugal e T. S. Eliot» (Diário de Lisboa, 21 de Janeiro de 1965).


Separata dos n.ºs 24, 25 e 26 de O Tempo e o Modo. 47 páginas. 16 x 23 cm. Bom estado. Edição do autor, Lisboa, 1965.

Preço: 10 euros.



The New Poetic: Yeats to Eliot, de C. K .Stead.
Ensaio. Livro de bolso (11 x 18 cm), de 201 páginas. Manuseado. Com assinatura de posse, e sublinhados e notas de José Palla e Carmo em cerca de 1/4 do livro. London: Penguin, 1967.
Preço: 6 euros.


Poetry of this Age 1908-1958, de J. M. Cohen.
Livro de bolso (11 x 18 cm), de 262 páginas. Usado. Colecção Grey Arrow G24, London: Arrow Books, [1960?].
Preço: 5 euros.


Crisis in English Poetry 1880-1940, de Vivian de Sola Pinto.
2.ª ed., encadernação editorial em tela com sobrecapa bem conservada. 231 páginas. 12,5 x 19 cm. Miolo com picos de oxidação. Capítulos «T. S. Eliot» [pp. 158-186] e «After Eliot» [pp. 187-208]. London: Hutchinson’s University Library, 1955.
Preço: 8 euros.


The Concise Cambridge History of English Literature, de George Sampson.
2.ª edição, com um novo capítulo de R. C. Churchill, «The Age of T. S. Eliot». Encadernação editorial em tela com sobrecapa, bem conservadas. Miolo limpo. Selo de biblioteca pessoal no pé da lombada e ex-libris de anterior proprietário. Bom exemplar. 1071 páginas. 14 x 20 cm. Cambridge: University Press, 1965.
Preço: 10 euros.



SINDICALISMO PERSONALISTA

PLANO DE SALVAÇÃO DO MUNDO

RAUL LEAL


Filosofia. Ensaio. Último livro publicado pelo autor. Numa carta a Almada Negreiros, Raul Leal conta as grandes dificuldades por que passou para conseguir publicar esta obra, portadora de «uma Alta Mensagem de Paz e Grandeza para toda a Humanidade e verdadeiro contributo, no seu entender, para a consecução do seu sistema psicossocial (que passaria, igualmente, pela superação dos opostos: fascismo e comunismo) e para a realização de uma Suprema Política do Espírito, numa Idade Futura» [citado por Manuela Parreira da Silva, aqui]189 páginas, por abrir. 13 x 19,5 cm. Colecção Ensaio n.º 2. Excelente estado de conservação. Lisboa: Editorial Verbo, 1960.

Raro.

Preço: 60 euros.



CHARLAS LINGUÍSTICAS NA RTP

CHARLAS — NOTAS — COMENTÁRIOS

RAUL MACHADO


As famosas Charlas Linguísticas do Padre Raul Machado, um programa de televisão com um público “fidelíssimo“, que durou de 1958 a 1961, terminado por morte do autor. Em 1960 foi editado este primeiro (e único) volume, reeditado em 1998, por ocasião do 40.º aniversário do programa.

Primeiro volume (único publicado). 2.ª edição. Prefácio de Fernando Peixoto da Fonseca. 285 páginas. 16 x 24 cm. Colecção Língua Portuguesa n.º 1. Exemplar impecável, como novo. Lisboa: Sociedade da Língua Portuguesa, 1998.

Preço: 12 euros.



Os contos de Maria Judite de Carvalho, pela exímia perfeição técnica, pela aparente facilidade, pelo fluxo límpido e limpo, pela estrutura cerrada, pela lucidez e ironia para com os factos tristes ou horríveis narrados, pelo tom natural e matter of fact das conclusões, pela originalidade do seu significado, pela variedade de temas e situações, pela economia e rigor da expressão — correspondem a um conceito evoluído e bem contemporâneo deste género literário. (José Palla e Carmo)


TANTA GENTE, MARIANA
2.ª edição. Assinado pela autora com dedicatória de amizade a José Palla e Carmo. 147 páginas. 10,5 x 18 cm. Colecção Livro de Bolso Arcádia / Autores Portugueses n.º 7. Com um carimbo da tiragem comprovada pela SPA (este o exemplar n.º 714). Bom exemplar. Lisboa: Arcádia, 1960.
Preço: 25 euros.


AS PALAVRAS POUPADAS
Contos. Primeira edição. Assinado pela autora com dedicatória de amizade. Colecção Autores Portugueses n.º 27 (correcto no miolo, mas não na lombada, onde aparece como n.º 25). Exemplar n.º 2117 de uma tiragem (de provavelmente 3000, após algum “êxito” com Tanta Gente, Mariana, um ano antes) declarada à SPA. 168 páginas. 10,5 x 18 cm. Bom estado. Lisboa: Arcádia, 1961. Prémio Camilo Castelo Branco em 1962.
Preço: 35 euros.


OS ARMÁRIOS VAZIOS
Primeira edição do primeiro romance da autora. Capa de João da Câmara Leme. 167 páginas (por abrir). 13 x 19 cm. Usado. Colecção Contemporânea, n.º 83, da editora Portugália, Lisboa, 1966.
Preço: 17 euros.


FLORES AO TELEFONE
Contos. Primeira edição. Assinado pela autora com dedicatória de “velha amizade e muita admiração” a José Palla e Carmo. Capa de João da Câmara Leme. 225 páginas. Colecção Contemporânea n.º 110, Lisboa: Portugália Editora, 1968. Lombada amarelecida.
Preço: 30 euros.


TEMPO DE MERCÊS
Contos. Primeira edição. Assinado pela autora com dedicatória de amizade e admiração a José Palla e Carmo. Capa de Soares da Rocha. 199 páginas. 11,5 x 18,5 cm. Miolo excelente. Capa com pequenos sinais de uso. Lisboa: Seara Nova, 1973.
Preço: 30 euros.


O HOMEM NO ARAME
(Textos publicados no Diário de Lisboa entre 1970 e 1975)
A Lisboa do autocarro, do Metro, da bicha do supermercado, da “senhora” dona de casa e da “mulherzinha”, mulher-a-dias, da gente que dia a dia se encontra e desencontra, chora e ri, ama e odeia, é o tema destas crónicas. Capa de Henrique Ruivo. 199 páginas. 14 x 21 cm. Bom estado. Assinatura de posse de José Palla e Carmo, datada de 1980. Lisboa: Livraria Bertrand, 1979.
Preço: 20 euros.


AS PALAVRAS POUPADAS
4.ª edição. Colecção Século XX n.º 292. Com 134 páginas, e 14 x 21 cm. Carimbo de posse inócuo na primeira página. Bom estado. Lisboa: Publicações Europa-América, 1988.
Preço: 10 euros.


PAISAGEM SEM BARCOS
Contos. Capa com pintura de Francisco Simões. Colecção Século XX n.º 319. 151 páginas. 14 x 21 cm. Bom estado. Lisboa: Publicações Europa-América, 1990.
Preço: 10 euros.



14, CITÉ FALGUIÈRE


DIOGO DE MACEDO


Memória. Nova edição (póstuma), acrescentada com uma nota de abertura pelo autor e um desenho inédito de Modigliani. Tiragem especial numerada (exemplar n.º 381 de 800). 87 páginas. 13 x 18 cm. Arranjo gráfico de Fernando Ferrão. Edição patrocinada pelo Jornal do Fôro. Lisboa, Novembro de 1960.

Invulgar.

Preço: 25 euros.



HISTOIRE DE MA VIE


JACQUES CASANOVA

de Seingalt, Vénitien


A primeira edição integral das memórias de Casanova, escritas em 1797 e apenas publicadas na sua totalidade em 1960, nesta edição. Compradas pelo editor Brockhaus a um sobrinho-neto de Casanova, em 1820. No prefácio o editor conta a história do manuscrito e das várias edições, até chegar a esta definitiva (não esquecer que Casanova escreveu as suas memórias numa língua que não era a sua).

Com um retrato do autor no frontispício do primeiro volume. Impresso em papel-bíblia. Encadernações editoriais em tela gravada a ouro e douradas à cabeça, cobertas com sobrecapa transparente. Muito bom estado de conservação. Assinaturas de posse no rosto de cada um dos volumes. 12 volumes encadernados em 6, com mais de 4000 páginas [xxi-311-337+348-355+306-323+336-310+418-398+371-463], 12 x 19,5 cm por volume, e 15,5 cm na estante. Paris: F.A. Brockhaus (Weinbaden)/Librairie Plon, 1960.

Peça de colecção.

Preço: 180 euros.



ANDANÇAS DO DEMÓNIO

HISTÓRIAS VERÍDICAS E FANTÁSTICAS
E OUTRAS FICÇÕES REALISTAS, ANTECEDIDAS
POR UM ELUCIDATIVA PREFÁCIO

JORGE DE SENA


1.ª edição, na Colecção Latitude (n.º 47), dirigida por Nataniel Costa para a Estúdios Cor, Lisboa, 1960. Um livro insólito. Capa de Luís Filipe de Abreu. Com 240 páginas, e 14 x 19 cm. Um bom exemplar: capa intacta, miolo limpo, páginas por abrir.

Preço: 40 euros.



O ROMANCE CONTEMPORÂNEO


Um ciclo de conferências consagrado ao Romance contemporâneo, por iniciativa da Sociedade Portuguesa de Escritores, com o patrocínio da Fundação Calouste Gulbenkian, pronunciadas em Lisboa, Porto e Coimbra, no ano de 1960.

Com ensaios de VITORINO NEMÉSIO («Romance, existência e visão do mundo»), PAULO QUINTELA («O romance alemão contemporâneo»), MARIA DE LOURDES BELCHIOR PONTES («Do romance espanhol contemporâneo»), URBANO TAVARES RODRIGUES («O romance francês contemporâneo»), J. MONTEIRO-GRILLO («O moderno romance inglês»), VIEIRA DE ALMEIDA («Do romance italiano contemporâneo»), JOSÉ PALLA E CARMO («O romance norte-americano contemporâneo») e ANTÓNIO QUADROS («O romance brasileiro actual»).

Lisboa: Sociedade Portuguesa de Escritores, 1964. Brochado. 19+(6) páginas, por abrir. 19,5 x 26 cm. Um bom exemplar.

Preço: 10 euros.



L’AIGLE A DEUX TÊTES

Trois Actes


JEAN COCTEAU


Com um prefácio do autor sobre a concepção da peça — a inspiração [Ludovico II da Baviera e a Imperatriz «Sissi», le vrai malheur de ces princes, supériuers à leur rôle, c’est qu’ils sont plus des idées que des êtres], a procura de um teatro “activo” [en faveur d’un théâtre de paroles et de mise en scène] — e uma saudação especial a Jean Marais.

3.ª edição. 196 páginas. 12 x 18,5 cm. Bom exemplar, apenas amarelecido. Paris: Gallimard, 1946.

Preço: 5 euros.



NOUVEAU THÉATRE DE POCHE


JEAN COCTEAU


1.ª edição de bolso do teatro de Jean Cocteau, com 15 desenhos inéditos e um prefácio do autor. Inclui as peças: Parade // Le Boeuf sur le Toit // Le Pauvre Matelot // L’Ecole des Veuves // Le Bel Indifférent // Le Fantôme de Marseille // Anna la Bonne // La Dame de Monte-Carlo // Le Fils de l’Air // Le Menteur // Par la Fenêtre // Je l’ai perdue // Lis ton Journal // La Farce du Château // L’Epouse Injustement Doupçonnée.

171 páginas. 12 x 18,5 cm. Capa com três manchas rosadas, visível na fotografia supra. Bom exemplar. Monaco: Éditions du Rocher, 1960.

Preço: 10 euros.




O BRIGADEIRO MIRANDA PALHA

1.º GOVERNADOR DO ASILO DOS INVÁLIDOS MILITARES DE RUNA

ROGÉRIO DE FIGUEIROA REGO


Autografado pelo autor com dedicatória, visível numa das fotografias. 16 páginas. 16,5 x 23,5 cm. Com 3 ilustrações: duas de página inteira (fotografia do Brigadeiro Miranda Palha e reprodução de uma antiga gravura do Asilo). Separata da revista Vida Ribatejana, Lisboa, 1960.

Preço: 12 euros.


John dos Passos

[13Dez11]


MANHATTAN TRANSFER


JOHN DOS PASSOS


Com uma nota do autor para a edição portuguesa, datada de 2 de Agosto de 1960. Traduzido do inglês por Alfredo Amorim. Capa de João da Câmara Leme. 412-(8) páginas. Colecção Os Romances Universais (n.º XXV), da Portugália Editora, Lisboa, [1960]. Primeira edição portuguesa. Óptimo exemplar.

Preço: 15 euros.



A MORTE DUM CAIXEIRO VIAJANTE

algumas conversas particulares em dois actos e um «requiem»

ARTHUR MILLER


Título original: Death of a Salesmen. 4.ª edição. Nota inicial e versão portuguesa de JOSÉ CARDOSO PIRES e VICTOR PALLA. Capa de Figueiredo Sobral. Ilustrado com fotografias extra-texto de uma representação da peça pelo Teatro Experimental do Porto (TEP). 188 páginas. 11 x 16 cm. N.º 8 da Colecção Três Abelhas, das Publicações Europa-América, Lisboa, 1963.

Preço: 8 euros.



OS VINTE ANOS DE ROSA


LUÍSA ALCOTT


Título original: Rose in Bloom. Adaptação de M. F. [Manuel de Azevedo Fialho]. Capa e ilustrações de Figueiredo Sobral. 239 páginas. 12,5 x 19 cm. N.º 35 da colecção Biblioteca das Raparigas, da Portugália Editora, Lisboa, [s.d.], mas anterior a 1964, data da 2.ª edição.

Preço: 10 euros.



CHORA, TERRA BEM AMADA!


ALAN PATON


Título original: Cry, Beloved Country. Tradução de A. dos Santos Matias. N.º 16 da colecção Século XX, Lisboa: Publicações Europa-América, Junho de 1958. Brochado. 412 páginas. 14,5 x 18,5 cm. Capa de Figueiredo Sobral.

Preço: 10 euros.



SEMENTES DO TERÇO


DOMINGOS CARVALHO


Contos. Capa e ilustrações de Figueiredo Sobral. 120 páginas. 12 x 19 cm. Assinatura de posse da escritora Hortense de Almeida. Lisboa: edição do autor, 1956.

Preço: 12 euros.