NOVA DESCRIPÇÃO DE LISBOA, dos seus Arredores, e de CINTRA, PENA e MAFRA, com um ensaio historico de tudo quanto esta Capital contém de mais notavel; ornado com algumas estampas. Ensaio introdutório de Carlos Lindemann. Com capas de brochura e as duas gravuras pertencentes, uma do Palácio da Pena, outra da Praça do Comércio. 135+(5) páginas. Intonso. Capa com picos de oxidação. Lisboa: na loja de João P. M. Lavado, 1853.


GUIA DE VIAJANTES EM LISBOA, e suas visinhanças. Sem indicação de autor, mas com um enquadramento histórico inicial, e várias notas de rodapé. Capas de brochura com marcas de restauro de amador. Muito curioso. 90+(4) páginas. Intonso. Lisboa: na typographia de O. R. Ferreira e C.ª, 1845.


Duas obras completas e não aparadas, encadernadas num único tomo, em bom estado geral. Encadernação contemporânea de amador, 12 x 17,7 x 2,2 cm, em papel de fantasia cor-de-rosa com motivos geométricos dourados em relevo. Rótulo de pele, visível em fotografia supra.

Conjunto invulgar.

Preço: 90 euros.



D. PEDRO I
E A SUA ÉPOCA


JOSÉ ESTEVÃO DE MORAES SARMENTO


Um longo ensaio que questiona, com diversos fundamentos, a veracidade histórica da crónica que Fernão Lopes dedicou à vida do rei D. Pedro I. Vide índice nas fotografias supra. Exemplar da tiragem normal. Com a capa anterior (espelhada), mas não a posterior. Miolo com pequenas marcas de uso. Com (12)+xliv+562+(2) páginas, e 16,5 x 23,5 cm. Porto: Imprensa Portuguesa, 1924.

Encadernado com:

Pareceres da Academia das Sciencias de Lisboa àcerca do Livro D. Pedro I e a Sua Época do General Moraes Sarmento. 2.ª edição [ambas fora de mercado], com adenda pelo Dr. Armelim Junior, sócio da mesma academia. Inclui a petição do parecer, pelo general Moraes Sarmento, e os pareceres da secção de jurisprudência (Artur Montenegro; D. António, cardeal patriarca; Júlio de Vilhena; e Visconde de Carnaxide) e da secção de História (Vicente Almeida d’Eça; Pedro Augusto de S. Bartolomeu Azevedo; António Baião; e António Ferrão) da Academia, aprovados pelo secretário-geral, Cristovam Ayres. Invulgar. 37+(3) páginas. 14 x 21 cm. [s.l]: Sintra Gráfica, 1929.

Encadernação sintética moderna, meia-francesa, em excelente estado de conservação.

Preço: 45 euros.