ARMAS DA GUERRILHA


JEAN-LOUIS BRAU


«Pela primeira vez na Europa, a nomenclatura precisa e pormenorizada das técnicas utilizadas, quer em África, quer no Vietname, quer, ainda, na América Latina.»

Dividido em 3 partes: Os Fundamentos da Guerrilha; O Guerrilheiro e as suas Armas; A Formação do Guerrilheiro.

Edição ilustrada com fotografias, desenhos, esquemas e tabelas. Tradução de Zarco Moniz Ferreira. 190 páginas. 20 x 14 cm. Bom exemplar. Lisboa: Ulisseia, [1974].

Preço: 40 euros.


 


O FATALISTA


DIDEROT


O FATALISTA, uma adaptação para teatro de Jacques, le Fataliste, de Diderot, por Luiza Neto Jorge [pp. 125-200], acompanhada por diversos ensaios em redor do texto original. Organização de Helena Domingos, J. A. Osório de Mateus, Margarida Barahona, Maria João Brilhante e Luiza Neto Jorge. Capa de Luís Duran. TEXTOS de Fernando Cabral Martins, Teresa Amaro, Manuel Gusmão e Maria João Brilhante.

Brochado. Ilustrado. 205+(3) páginas. 23 x 16 cm. Manuseado, capa com pequenos defeitos. Colecção Margens do Texto n.º 4, Lisboa: Moraes Editores, 1978.

Exemplar autografado com dedicatória por: Luiza Neto Jorge, Maria João Brilhante e J. A. Osório de Mateus.

Preço: 27 euros.



O CONCÍLIO DO AMOR


OSCAR PANIZZA


Teatro. Prefácio de André Breton. Tradução de Luiza Neto Jorge. Arranjo gráfico de Maria Paulo. Ediçao inclui os textos «A Minha Defesa no Processo Movido ao Concílio do Amor» e «Autobiografia de Oscar Panizza». 179+(5) páginas. 18 x 10,7 cm. Bom exemplar. Lisboa: Editorial Estampa, 1971.

Preço: 15 euros.



COSMOS


WITOLD GOMBROWICZ


Tradução de Luiza Neto Jorge. Capa de Espiga Pinto. 272 páginas (por abrir). 18,5 x 13 cm. Bom exemplar. Colecção Série Literária n.º 88, sob a direcção de Vítor Silva Tavares para a editora Ulisseia, Lisboa, [196-].

Preço: 15 euros.



AH Q


BERNARD CHARTREUX
JEAN JOURDHEUIL


Tragédia chinesa baseada em Lu Sun. Tradução de Luiza Neto Jorge. Colecção Teatro dirigida por Luís Miguel Cintra e Jorge Silva Melo, com arranjo gráfico de Cristina Reis. Peça estreada em Portugal em 5/3/76 pelo Teatro da Cornucópia. 86 páginas. 18 x 10 cm. Usado. Lisboa: Ulmeiro, 1976.

Preço: 12 euros.



DISCURSO PARA OS GRANDES DIAS DE UM JOVEM CHAMADO PABLO PICASSO


LOUIS ARAGON


Título completo: Discurso para os Grandes Dias de um Jovem Chamado Pablo Picasso de Louis Aragon e outros poemas de Pablo Neruda e Rafael Alberti em traduções de Luiza Neto Jorge e José Bento com a reprodução de um desenho de José Rodrigues.

Brochado. 32 páginas (último caderno por abrir, correspondendo aos títulos da colecção). 22,5 x 15 cm. Capa ligeiramente descolorada na metade superior, na parte não coberta pela cinta — a qual apresenta perdas de cor localizada, como se pode ver na fotografia). Miolo impecável. Colecção O Aprendiz de Feiticeiro n.º 15. Porto: O Oiro do Dia, 1987.

Preço: 12 euros.


 


PÁSSAROS DE ASAS CORTADAS


LUÍS FRANCISCO REBELO
ARTUR RAMOS
[LUÍS DE] STTAU MONTEIRO
ALEXANDRE O’NEILL


Guião do filme, estreado no Coliseu do Porto a 19 de Abril de 1963, segundo a peça de Luís Francisco Rebelo, adaptada por Artur Ramos e Luís Francisco Rebelo, com diálogos de Luís de Sttau Monteiro e Alexandre O’Neill, e planificação de Artur Ramos.

Assinado no ante-rosto pelos quatro autores.

Ilustrado com inúmeros fotogramas do filme (“gravuras da Fotogravura”), alguns de página inteira. Capa de Miguel Flávio. Exemplar manuseado: capa cansada e com manchas, ao que acresce um carimbo de posse no topo da página dos autógrafos. Anotação manuscrita na página de guarda posterior (página em branco, verso do colofón). 138+(6) páginas. 18,5 x 12,5 cm. Lisboa: Prelo, 1963.

Preço: 45 euros.



FEIRA CABISBAIXA


ALEXANDRE O’NEILL


Primeira Edição. Prefácio de António Alçada Baptista. Colecção dirigida por Vítor Silva Tavares. Obra apreendida pela PIDE. Muito bom estado, salvo pequena rubrica de posse no ante-rosto — se coeva, um pequeno acto de coragem. 58 páginas. 18 x 10 cm. Colecção Poesia e Ensaio n.º 6, Lisboa: Ulisseia, 1965.

Preço: 45 euros.



AS ANDORINHAS NÃO
TÊM RESTAURANTE


ALEXANDRE O’NEILL


«As primeiras prosas de um poeta». Primeira Edição. 89+(7) páginas. 18 x 11 cm. Lombada com ligeira perda de cor, capa com ténues marcas de uso. Miolo impecável. Colecção Cadernos de Literatura n.º 7, das Publicações Dom Quixote, Lisboa, 1970.

Preço: 35 euros.



ROMEU, JULIETA E AS TREVAS


JAN OTCHENACHEK


Tradução de Alexandre O’Neill. Prefácio de Aragon. Capa de Cidália de Brito. Encadernação editorial com sobrecapa. 228 páginas. 19 x 12 cm. Muito bom estado de conservação. Colecção Encontro n.º 44. Lisboa: Arcádia, 1967.

Preço: 15 euros.



Revista

COLÓQUIO / LETRAS


N.º 113-114

Janeiro-Abril de 1990

Número duplo. Contém dossier de 50 páginas: «Alexandre O’Neill — Elementos para uma biografia (1924-1953) / 3 poemas de 1942 / 2 poemas inéditos / apresentados e anotados por Laurinda Bom». Ilustrada. 240 páginas e diversos encartes extra-texto, como habitual. 24,5 x 17 cm. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1990.

Preço: 15 euros.


jgf


OS SEGREDOS DE LISBOA


JOSÉ GOMES FERREIRA


Contos. Primeira e única edição: a obra viria uns anos depois a ser incluída em Irreal Quotidiano (1971). N.º 5 da colecção Tempo de Ficção, dirigida por Alexandre Pinheiro Torres, tipograficamente singela. Inclui uma folha volante, com um texto de Alexandre O’Neill, que publicita a colecção Tempo de Poesia, na mesma editora. 36 páginas. 20 x 12,3 cm. Exemplar vincado (“a seco”) no canto superior direito, em todo o volume (visível na fotografia supra). Lisboa: Edições Tempo, [1962].

Preço: 17 euros.