SERÕES DA BEIRA


SARAH BEIRÃO


Contos. 5.º milhar. 3.ª edição. 274 páginas. 19,5 x 12,7 cm. Colecção Portuguesa, n.º 2, da Editorial Domingos Barreira, Porto, 1940.

Estimada meia encadernação de pele, com cantos, ricamente floreada na lombada. Conserva capas de brochura, e miolo aparado apenas à cabeça. Com um canto do rosto restaurado.

Dedicatória autógrafa da autora a Caeiro da Matta, «fulgurantíssima inteligência», em Julho de 1948 — e que, segundo selo da [sua] biblioteca discretamente apenso à página de guarda da pasta frontal, o tinha arrumado na Secção de Benfica (“Biblioteca 1”), estante B, prateleira XI, com o número 924.

Invulgar.

Preço: 40 euros.



A SEVÉRA


JÚLIO DANTAS


Teatro. Primeira edição. Peça em 4 actos representada pela primeira vez em Janeiro de 1901, no Teatro Dona Amélia (actual Teatro São Luiz), com Augusto Rosa no papel do Conde de Marialva. Dois anos depois, Dantas publicaria a primeira edição do romance A Severa.

Meia-encadernação sintética recente. Encadernado com ambas as capas de brochura (algo cansadas e com marcas de restauro), e não aparado. Miolo limpo. Assinaturas de posse discretas (de três épocas diferentes…) na capa, na página de ante-rosto e no rosto. 196 páginas. 13 x 21,5 cm. Lisboa: Manuel Gomes Editor, 1901.

Preço: 40 euros.



A SEVERA


JÚLIO DANTAS


Romance. Ilustrações de Maria Vasconcellos. Reproduz o prefácio do editor da 2.ª edição, Avelino S. Vieira. Em 2 volumes [1.º volume: 4.ª edição, 23.º milhar / 2.º volume: 4.ª edição]. Estimados. Colecção Portuguesa n.ºs 24 e 25. 172+205 páginas. 12,2 x 18,8 cm. Porto: Domingos Barreira Editor, [1945].

Preço: 20 euros.