POEMOGRAFIAS

PERSPECTIVAS DA POESIA VISUAL PORTUGUESA


FERNANDO AGUIAR
SILVESTRE PESTANA
(organizadores)


Colaboração de Abílio, Alberto Pimenta, Ana Hatherly, Antero de Alda, António Aragão, António Barros, E. M. de Melo e Castro, Fernando Aguiar, José-Alberto Marques, Salette Tavares, Silvestre Pestana. Com Egídio Álvaro e Jorge Lima Barreto (Telectu), como convidados. Autografado por Fernando Aguiar com dedicatória.

Capa de Fernando Aguiar sobre um computer-poem de Silvestre Pestana. Fotografia de Jorge Lopes. Ilustrado. 274+(2) páginas. 22,5 x 15,2 cm. Muito bom estado. Lisboa: Ulmeiro, 1985.

Preço: 30 euros.


 


ORIGENS DA IMPRENSA EM PORTUGAL


ARTUR ANSELMO


Circunscrevemos o nosso trabalho à produção tipográfica portuguesa do século XV. O seu objecto é, assim, a análise hstórico-tipológica dos documentos impressos em Portugal desde a data da introdução da imprensa de caracteres móveis até 1500, inclusive. [p. 21]

Com dezenas de ilustrações no texto, e índice onomástico. 510+(6) páginas. 28 x 21 (x 3,5) cm. Lombada amarelecida. Capa com mancha solar. Miolo limpo. No geral, um bom exemplar. « […] na década em que se completam 500 anos da entrada da tipografia em Portugal». Lisboa: Imprensa Nacional – Casa da Moeda, 1981.

Preço: 45 euros.


 


DOCUMENTOS PARA A

HISTÓRIA DA TIPOGRAFIA PORTUGUESA

NOS SÉCULOS XVI E XVII


VENÂNCIO DESLANDES


Reprodução em fac-símile do exemplar com data de 1888 da Biblioteca da INCM. Introdução de Artur Anselmo. Com um retrado de Venâncio Deslandes, reprodução de uma gravura de 1905. [Índice dos tipógrafos reproduzido em duas das fotografias supra ⇑ ]. Edição sob os auspícios da Comissão Executiva do V Centenário do Livro Impresso em Portugal. Em bom estado. 316+(4) páginas. 24,4 x 16,8 cm. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1988.

Preço: 30 euros.


 


A HORA UNIVERSAL
DOS PORTUGUESES


PEDRO VEIGA


Autografado pelo autor com dedicatória a Falcão Machado, a quem dirige uma carta-manuscrita — na sua inconfundível caligrafia, em curioso papel amarelo (17,3 x 13,5 cm), assinada mas não datada, com 4 páginas (uma “em branco”) e cerca de 202 palavras, — comentando, com interesse literário evidente, alguns assuntos bibliográficos e artísticos conimbricenses em comum:

«Penso que não faria mal eu tratar pictoralmente Coimbra nos ex-libris e nos selos postais. E também na literatura musical. Nos fadunchos!»

Com ex-libris de Pedro Veiga. Sobrecapa editorial em papel marmoreado. Tiragem numerada e assinada (este o n.º XXXI, de um total não indicado). Ligeiros picos de oxidação. Bom estado geral. 16 páginas, por abrir. 22,7 x 17,5 cm. Porto: Edições «Prometeu», [s.d.].

Conjunto invulgar.

Preço: 115 euros.