O SERVIÇO SOCIAL PENITENCIÁRIO


FERNANDO RODRIGUES LEITÃO


Assinado pelo autor com dedicatória de amizade. Segundo a nota inicial, um livro (também) pensado para a actualização dos serviços prisionais do Ultramar — e que inclui análise breve de alguns casos estrangeiros (Bélgica, França, Alemanha, Inglaterra, E.U.A., Espanha e Países Escandinavos) e de directrizes contemporâneas da Igreja Católica.

Brochado. 110+(2) páginas. 20,8 x 15,2 cm. Capa com pequenos defeitos. Miolo limpo. Impressão pobre. Estado geral satisfatório. Composto e impresso nas Oficinas Gráficas do Colégio dos Orfãos, Porto, 1964.

Preço: 15 euros.


 


ARMAS DA GUERRILHA


JEAN-LOUIS BRAU


«Pela primeira vez na Europa, a nomenclatura precisa e pormenorizada das técnicas utilizadas, quer em África, quer no Vietname, quer, ainda, na América Latina.»

Dividido em 3 partes: Os Fundamentos da Guerrilha; O Guerrilheiro e as suas Armas; A Formação do Guerrilheiro.

Edição ilustrada com fotografias, desenhos, esquemas e tabelas. Tradução de Zarco Moniz Ferreira. 190 páginas. 20 x 14 cm. Bom exemplar. Lisboa: Ulisseia, [1974].

Preço: 40 euros.


 


VIDAS NOVAS


LUANDINO VIEIRA


Contos escritos por Luandino Vieira ao longo de um mês, enquanto detido pela PIDE, em Luanda (1962), e editados clandestinamente durante a sua prisão no Tarrafal, iniciada em 1964.

Directeur de la publication: Madame A. Bros.

Com uma página sobre o autor (reproduzida acima), assinada “Edições Anti-Colonial”. Publicado em Paris, onde existia uma forte concentração de exilados e outros opositores, africanos e portugueses, às ditaduras e ao colonialismo. Bom estado: capa com uma ou outra mancha leve; e pequena rubrica de posse, datada de 1968, no canto superior (exterior) da página de rosto. 80 páginas. 17,5 x 12 cm. Paris: Edições Anti-Colonial / Madame A. Bros, [s.d.].

Preço: 60 euros.


 


LUUANDA

estórias

JOSÉ LUANDINO VIEIRA


Edição ilustrada com desenhos de José Rodrigues.

Tiragem especial numerada de 500 exemplares [este o n.º 304], assinada por ambos os autores.

Uma 3.ª edição de Luuanda, de facto, após as edições de Luanda (1964) e Belo Horizonte (1965), e a primeira revista por Luandino Vieira — em liberdade condicional e com residência vigiada “na metrópole”, após 8 anos no Tarrafal.

Proibida e apreendida «logo» após ser publicada.

Direcção gráfica de Dorindo Carvalho. Brochado com sobrecapa. Impresso em papel offset de 125 gramas. 187+(5) páginas. 24,2 x 16,5 cm. Capa com uma pequena mancha, pouco perceptível mas visível na fotografia acima (↑). Muito bom estado de conservação. Lisboa: Edições 70, 1972.

Preço: 90 euros.


 


A LUTA DE TRACÇÃO

UM TEATRO INFANTIL PARA RECORTAR

[Universidade Eduardo Mondlane]


Título: A LUTA DE TRACÇÃO. Uma aventura do coelho. Adaptação para o teatro infantil de um conto tradicional moçambicano. Com 35 paginas de texto (história, diálogos, indicações para pais e professores, regras do “jogo” para crianças) e 11 folhas de cartão, impressas a cor, de um lado apenas, para recortar as personagens e o cenário. Oblongo: 15 x 20,7 cm. Completo e em muito invulgar bom estado. Edição, no Ano Internacional da Criança, do Instituto Nacional do Livro e do Disco, Maputo, 1979.

Preço: 40 euros.


 


MEMÓRIAS DE PEYROTEO

1937-38 / 1949-50

FERNANDO PEYROTEO


Um dos mais extraordinários jogadores portugueses de todos os tempos, detentor de recordes imbatidos mais de 60 anos passados, fez parte, com Travassos, Jesus Correia, Albano e Vasques, do temível quinteto atacante do Sporting Clube de Portugal que assinou 1211 golos em 1547 jogos: os “Cinco Violinos”.

Exemplar estimado, com dedicatória do autor, em Maio de 1957, ano da publicação. Prefácio de Cândido de Oliveira. Ilustrado com desenhos, fotografias e fac-similes de artigos de jornal. 392 páginas. 21,5 x 15,5 cm. Bom estado. Invulgar. Lisboa: edição do autor, 1957.

Preço: 40 euros.


 


BIBLIOGRAPHIA HISTORICA PORTUGUEZA


JORGE CESAR DE FIGANIERE


BIBLIOGRAPHIA HISTORICA PORTUGUEZA ou catalogo methodico dos auctores portuguezes, e de alguns estrangeiros domiciliarios em Portugal, que tractaram da Historia civil, politica e ecclesiastica d’estes reinos e seus dominios, e das nações ultramarinas, e cujas obras correm impressas em vulgar; onde também se apontam muitos documentos e escriptos anonymos que lhe dizem respeito, por JORGE CESAR DE FIGANIERE, official da Secretaria de Estado dos Negocios Estrangeiros, commendador da Real Ordem de Isabel a Catholica, Membro do Conservatorio Real de Lisboa, etc.

Bibliografia histórica portuguesa, com índice de autores, em reimpressão fac-simile holandesa, limpa e cuidada, da rara edição portuguesa de 1850. Encadernação editorial em tela. Exemplar em muito bom estado de conservação. 359 páginas. 23 x 15 cm. Naarden: Anton W. Van Bekhoven, 1970.

Preço: 60 euros.


 


AS MULHERES DE
MOÇAMBIQUE


MICHÈLE MANCEAUX


«Reportagem em moldes diversos dos clássicos sobre o processo revolucionário de Moçambique, com insistência no papel da mulher. Uma adesão à revolução moçambicana, mormente no seu aspecto de luta pela libertação feminina da prostituiçao, bigamia, trabalho-escravo, analfabetismo… Sendo as mulheres as mais oprimidas pelo colonialismo, é lógico que elas sejam, em quantidade e qualidade, o principal alicerce da Frelimo.
«Um livro confessadamente pensado para ser lido pelas mulheres de Moçambique ainda não mobilizadas para a revolução. O propósito de, através das palavras das militantes da Frelimo entrevistadas, dar forma à história da guerra de libertação do país. Uma obra didáctica para as mulheres da Europa conservadora pois, a ocidentalismo, opõe a vivência revolucionária rumo ao socialismo.»
[texto da contracapa]

Tradução de Manuel João Gomes, de um original de 1975 (Les Femmes de Mozambique). Brochado. 128+(8) páginas. 20,5 x 13,5 cm. Bom estado geral. Lisboa: Arcádia, [Janeiro de] 1976.

Preço: 17 euros.