A CRUZADA DAS CRIANÇAS


PAULA REGO


«Nas gravuras A Cruzada das Crianças, Paula Rego regressa à história e à lenda. Ilustrando livremente factos relacionados com a utilização de menores nas lutas medievais pela reconquista de Jerusalém a pintora convoca os factos recentes das crianças usadas nas guerras africanas e asiáticas.» [João Pinharanda].

Catálogo da exposição de uma série de 12 gravuras, na Galeria 111, Lisboa e Porto, Maio de 1999. Com um texto de Paul Coldwell, o impressor das gravuras na Culford Press, e reproduções a cor da totalidade da série (12).

Brochado. 16 páginas. 29,8 x 21 cm. Pequenos sinais de uso exteriores. Bom estado geral. Lisboa: Galeria 111, 1999.

Preço: 15 euros.


 


FABLES


LA FONTAINE


Notícia biográfica inicial sobre La Fontaine (p. v-viii) por Antoine-Jean Cassé de SAINT-PROSPER.

Ilustrado com 12 gravuras em extra-texto, e uma vinheta no rosto.

A Paris, [chez l’éditeur, Rue Montmartre, n. 39;] Mme. Lardière, Libraire [rue Sainte-Marguerite Saint Germain, n. 19], 1830.

Possui índice alfabético das fábulas no final. viii,[12],472 páginas. 18 x 10 cm. Antiga encadernação inteira de pele, com vários pontos de desgaste e o pé da lombada meio-desfeito — mantém-se, porém, um volume sólido. Sem capas de brochura. Miolo algo acidificado ou levemente manchado em muitas das páginas e gravuras. Um exemplar interessante, e raro, com assinatura de posse (no ante-rosto) e monograma (no rosto) de Alberto Cupertino Pessoa.

Preço: 75 euros.


 


O SALITRE E SUAS IMEDIAÇÕES


MÁRIO COSTA


Palestra proferida na sede do Grupo Desportivo do Banco de Portugal em 5 de Dezembro de 1951, e repetida no Grupo «Amigos de Lisboa», em 24 de Janeiro de 1952.

História/Memória das transformações da zona circundante à Rua do Salitre, em Lisboa. Ilustrado com a reprodução de seis gravuras, duas do Passeio Público e quatro de teatros entretanto desaparecidos. 61+(17) páginas. 23 x 17 cm. Bom estado geral. Lisboa: Amigos de Lisboa, 1952.

Preço: 20 euros.


 


GUILLAUME TELL

ou LA SUISSE LIBRE

FLORIAN


Primeira edição desta obra póstuma de Jean Pierre Claris de Florian (1755-1794), precedida do discurso de recepção do autor na Academia Francesa, de uma vie de l’auteur por JAUFFRET, de alguns dispersos inéditos, e de uma gravura, a par do rosto. Uma das várias versões da história do rebelde suíço que alimentaram a Europa no século XVIII, antecede a de Schiller em três anos.

Encadernação inteira de pele com dois rótulos na lombada, gravada a ouro; algum desgaste nas extremidades. Miolo aparado, amarelecido e com manchas leves, ocasionais. Corte das folhas carminado (sumido). 197 páginas (primeiras 36 com numeração romana, as restantes numeradas com algarismos árabes, começando no número 37). 14 x 8,5 cm. No geral, um exemplar interessante. Paris: de L’Imprimerie de Guilleminet, à la Librairie Économique, 1801.

Preço: 45 euros.


 


RIBATEJO
CASOS E TRADIÇÕES


FRANCISCO CÂNCIO


Uma das várias incursões de fundo de Francisco Câncio no registo e divulgação da cultura popular da província do Ribatejo. Os capítulos e as próprias imagens surgem com uma ordem aparentemente aleatória, unidos pelo desembaraço e segurança de um (bom) contador de histórias, alicerçado em anos de pesquisas nos livros e nas gentes. Vide índice nas fotografias (↑).

2 volumes ilustrados com fotografias, desenhos e gravuras, editados em fascículos. 525+485 páginas. 25,5 x 19,5 (x 7,3) cm. Meia-encadernação ‘francesa’, não-editorial, sólida, com ligeiro desgaste nas extremidades, mormente nas cabeças e pés das lombadas. Bom estado geral. Edição com o patrocínio da Junta de Província do Ribatejo, s.l., 1948.

Preço: 165 euros.