O ESPAÇO PROMETIDO


JOSÉ BLANC DE PORTUGAL


Exemplar autografado pelo autor, na página de guarda, com dedicatória à pianista Nella Maissa, datada de 6 de Fevereiro de 1969.

Edição original. Brochado. 104,(8) páginas. 20 x 15,2 cm. Conserva sobrecapa plástica própria da colecção, com mínimas imperfeições marginais. Um bom exemplar, com uma dedicatória invulgar. Colecção Círculo de Poesia, n.º 12. Lisboa: Livraria Morais Editora, 1960.

Preço: 45 euros.


 


SEIS POEMAS


FERNANDO PESSOA


Título completo [traduzido na capa posterior]: SEIS POEMAS DE FERNANDO PESSOA E HETERÓNIMOS. Apresentados no Ateneo de Madrid, na interpretação dos «Jograis de São Paulo», para ilustrar a conferência de Eduardo Freitas da Costa em 24 de Abril de 1959.

Eduardo Freitas da Costa, jornalista e político, arreigado salazarista e director de jornais de extrema-direita (aqui), estudou e escreveu sobre Fernando Pessoa, o homem e a obra, ao longo de décadas, mormente privilegiando a perspectiva nacionalista. Publicaram-se estes Seis Poemas (…) por ocasião da conferência que proferiu no Ateneo de Madrid, «Fernando Pessoa y la poesia portuguesa contemporánea», inserida no ciclo Cuestiones Politico-Culturales de la Europa de Hoy — precisamente 15 anos antes da noite que o conduziria ao exílio nessa mesma cidade.

Poemas (três dos quais excertos) de Alberto Caeiro, Ricardo Reis, Álvaro de Campos; e Fernando Pessoa. Edição bilingue. Traduções de Ángel Crespo. Abre com a reprodução de um retrato do poeta por Almada Negreiros.

Grampeado. (16) páginas, inumeradas. 23,5 x 16,5 cm. Com defeitos: capas e miolo com pregas e vincos na zona adjacentes ao pé da lombada. Manchas leves na capa posterior. Miolo limpo. Valorizado pelo cartão-convite (16 x 11) para a conferência. Nota manuscrita a lápis no topo da capa — hipotética nomeação da destinatária do exemplar. Tiragem restrita.

Preço: 17 euros.


 


DANÇAS REGIONAIS


MOCIDADE PORTUGUESA FEMININA


Ilustrações de Guida Ottolini. Brochado. 58 páginas inumeradas, 12 das quais desdobráveis com pautas de música. 22,5 x 17,5 cm. Usado. Lombada com pequenos defeitos. Capas com sinais de uso e manchas leves. Assinatura de posse de antigo padre na base do ante-rosto. Miolo no geral limpo. Lisboa: Secretariado Nacional da Informação, [s.d.]

Preço: 27 euros.


 


ALGUNS ASPECTOS ORIGINAIS DAS DANÇAS E CANÇÕES TRADICIONAIS DA NAZARÉ


TOMAZ RIBAS


Conferência proferida por Tomaz Ribas no «Cine-Casino Paraíso», da Nazaré, em 18 de Maio de 1984, Dia Internacional dos Museus, promovido pelo Museu Dr. Joaquim Manso, Câmara Municipal, Ranchos Tá-Mar e Mar Alto, Hotel da Nazaré e Intercine e ilustrada pelo «Rancho Folclórico Tá-Mar» e «Grupo de Danças e Cantares Mar Alto».

Brochura ilustrada com fotografias, desenhos e pautas de música. 29,(3) páginas. 20,7 x 14,7 cm. Capas com manchas leves. Miolo limpo. Nazaré: Instituto Português do Património Cultural / Museu da Nazaré, 1985.

Preço: 15 euros.


 


VILARINHO DA FURNA

UMA ALDEIA COMUNITÁRIA


JORGE DIAS


Reedição de um estudo seminal, «reprodução fac-similada da 1.ª edição de Vilarinho da Furna publicada pelo Centro de Estudos de Etnologia Peninsular do Instituto para a Alta Cultura — 1948.»

Nota preliminar e prefácio de Orlando Ribeiro. Cancioneiro de Margot Dias. Desenhos de Fernando Galhano. Ilustrado com fotografias, desenhos e mapas.

2.ª edição (nesta editora). Brochado. 307-(13) páginas. 24 x 15 cm. Lombada amarelecida, as capas um pouco menos. Capa frontal com um vinco no canto inferior direito e pequena mancha marginal logo acima. Miolo limpo. No geral, bom e sólido exemplar, com mínimos defeitos exteriores. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1983.

Preço: 22 euros.


 


PARA ACABAR DE VEZ COM O JUÍZO DE DEUS


ANTONIN ARTAUD


Para Acabar de Vez com o Juízo de Deus, seguido de O Teatro da Crueldade, de Antonin Artaud, é uma edição &etc traduzida por Luiza Neto Jorge e Manuel João Gomes. [Capa de João Vieira] Abre com um auto-retrato do autor em extra-texto. Prefácio assinado «&etc.». Brochado com sobrecapa. 192 páginas. 17,5 x 15,5 cm. Mínimo carimbo de posse a um canto do rosto, quase imperceptível. Miolo limpo. Bom exemplar. Invulgar. Um dos primeiros livros editados pela histórica editora de Vitor Silva Tavares. Lisboa: edições &etc, 1975.

em conjunto com
:

Pour En Finir Avec le Jugement de Dieu
ANTONIN ARTAUD
[Disco de Vinil]

Edição remasterizada da gravação original (poème radiophonique enregistré entre les 22 et 29 novembre 1947), que não chegou a ser transmitido na rádio francesa, meio para o qual a peça tinha sido encomendada, logo a seguir ao final da Segunda Guerra Mundial. Tiragem única de 500 exemplares numerados (este o número 040), esgotada. LP selado de fábrica (mint condition). Editado na Alemanha, em 2017, pelas edições Fantôme Phonographique.

Preço (livro + disco): 125 euros.


 


MONOGRAFIA DA NOTÁVEL VILA DE NISA


JOSÉ F. FIGUEIREDO


Edição fac-similada de 1956. Ilustrado com fotografias, brasões e pautas de música, no texto, a preto. Brochado. (12),xlvi,482 páginas. 21 x 14,8 cm. Bom estado geral. Edição da Imprensa Nacional-Casa da Moeda e da Câmara Municipal de Nisa, 1989.

Preço: 15 euros.


 


NOTAS SOBRE ARTES E OFÍCIOS DE NATIVOS DE TIMOR PORTUGUÊS


ANTÓNIO DE ALMEIDA


Separata de Garcia de Orta, Revista da Junta das Missões Geográficas e de Investigações no Ultramar, vol. 7, n.º 3. Brochado. 44 páginas [7 páginas de texto seguidas de XXXVI estampas couché com fotografias a preto]. 25,5 x 19 cm. Carimbo institucional de oferta, coevo. Manuseado. Mantém-se um exemplar interessante. Lisboa, 1959.

em conjunto com:

BOLETIM DA SOCIEDADE DE GEOGRAFIA DE LISBOA. Série 104.ª — N.ºs 1-6. Janeiro-Junho de 1986. Inclui os artigos «Homenagem ao Prof. António de Almeida», por Carlos Almaça (pp. 5-8), e «António de Almeida. A Época. O Homem. O Professor. O Cientista», por João B. N. Pereira Neto (pp. 9-20). Brochado. 151 páginas (e um mapa desdobrável). 21 x 16,8 cm. Capa com mínimos sinais de uso. Miolo limpo. Edição da Sociedade de Geografia de Lisboa.

Preço (do conjunto): 22 euros.


 


POVO QUE LAVAS NO RIO


PEDRO HOMEM DE MELLO


Primeira edição, com assinatura do autor na primeira página do miolo. Prefácio de José Régio. Desenho de Carlos Carneiro. [… além de poemas, — contos, evocações, descrições, divagações, memórias…]

Brochado. 142,(6) páginas. 18,8 x 13,7 cm. Bom estado geral. Invulgar. Porto: Oficinas Gráficos Reunidos, [s.d.].

Preço: 70 euros.


 


FILOSOFIA


ANTERO DE QUENTAL


Organização, introdução e notas de Joel Serrão. Inclui o texto O Futuro da Música, de 1866.

Concepção gráfica de Sebastião Rodrigues. Volume brochado. 271,(4) páginas. 24 x 16 cm. Mínimo desgaste exterior. No geral, bom exemplar. Volume III das Obras Completas de Antero de Quental, publicadas pela Editorial Comunicação / Universidade dos Açores, Lisboa, 1991.

Preço: 17 euros.


 


AS UTILIZAÇÕES DA CULTURA

ASPECTOS DA VIDA CULTURAL DA CLASSE TRABALHADORA

RICHARD HOGGART

Obra pioneira. Edição portuguesa, completa em 2 volumes. Título original: The Uses of Literacy (1957). Tradução de Maria do Carmo Cary. Brochados. Capas de F. C. O primeiro volume com 219 páginas e 20,7 x 14 cm; o segundo com 250 páginas e 20,5 x 14 cm. Mínimas imperfeições exteriores: ténues manchas na capa do segundo volume, vinco leve de leitura na lombada do primeiro volume. Miolo limpo, em ambos os volumes. Colecção Questões, números 5 e 12. Lisboa: Editorial Presença, 1973 e 1975.

em conjunto com:

THE USES OF LITERACY
RICHARD HOGGART
Aspects of working-class life with special reference to publications and entertainments. Capa com pormenor de uma pintura de L. S. Lowry. Brochado. 384 páginas. 18 x 11 cm. Mínimas imperfeições exteriores. Vincos de leitura na lombada. Miolo limpo. Edição de bolso da Penguin Books (a Pelican Book), Grã-Bretanha, reimpressão de 1971.

Preço (do conjunto): 20 euros.


 


A MITOLOGIA FADISTA


ANTÓNIO OSÓRIO


«A mais desenvolvida inquirição ideológica sobre o fado, cancro da vida e da cultura nacionais, segundo Lopes Graça. Desde as origens até pouco antes do 25 de Abril, procura o autor desvendar, neste livro, o fenómeno fadista nas suas principais implicações e pontos de apoio, pondo bem a claro o que ele comporta de aniquilante e servil.» [da contracapa]

1.ª edição. Brochado. 119,(1) páginas. 18 x 11,7 cm. Pequenas marcas de uso exteriores. Leve vinco de leitura na lombada. Miolo limpo. No geral, um bom exemplar. Colecção Horizonte n.º 25. Lisboa: Livros Horizonte, Junho de 1974.

Preço: 25 euros.


 


METHODO PARA APRENDER A TOCAR

BANDOLIM


ADOLPHO ALVES RENTE


Methodo para aprender a tocar Bandolim, sem auxílio da música e do mestre. Ilustrado. 20 páginas. 23,5 x 16,2 cm. Bom estado. Lisboa: Livraria Romero, 1904.

Preço: 20 euros.


 


FILMES, FIGURAS E FACTOS
DA HISTÓRIA DO CINEMA PORTUGUÊS

1896-1949


M. FÉLIX RIBEIRO


Prefácios de Luís de Pina e de João Bénard da Costa, e introdução do autor:

Meti ombros a este trabalho na intenção de que nele ficassem apontados e respeitados muitos e variados aspectos do que foi a caminhada percorrida pelo cinema português ao longo do período que decorre entre o anos de 1896, quando Aurélio da Paz dos Reis dá as primeiras voltas de manivela, por intermédio da sua tão primitiva, embora eficiente, máquina de filmar, para nos oferecer a sua «Saída do Pessoal Operário da Fábrica Confiança», e o final de 1949, para nós um limite para os nossos propósitos […]

Capítulo I: 1.º Ciclo do Porto / Capítulo II: 1.º Ciclo de Lisboa / Capítulo III: 2.º Ciclo do Porto / Capítulo IV: 2.º Ciclo de Lisboa / Capítulo V: O sonoro chega a Portugal.

Com fotografias, anúncios, desenhos, caricaturas, fotogramas de filmes, etc. Brochado, 651+(5) páginas (papel couché), 25,8 x 17,8 cm. Bom estado geral. Lisboa: Cinemateca Portuguesa, 1983.

Preço: 30 euros.


 


RANCHO REGIONAL DE GULPILHARES

VIDA E OBRA


Usos e Costumes da Nossa Terra. Edição comemorativa dos 46 anos. 1936/1982. Sem autor discriminado. «Opúsculo contendo referências alusivas à vida e à obra do Grupo bem como a usos e costumes da Freguesia, já caídos em desuso ou em vias de desaparecimento.»

Ilustrado com pautas musicais, fotografias e cartazes. Brochado. 129,(3) páginas. 24 x 17 cm. Manuseado e com pequenas manchas. Com dedicatória. Mantém-se um exemplar interessante. Impresso em Vila Nova de Gaia, Julho de 1982.

Preço: 20 euros.


 


RAPSÓDIA EM VÁRIOS TONS


VÍCTOR FALCÃO


Crónicas literárias dedicadas a Paul Valéry, Hein Semke, Ramalho Ortigão, Alexandre Herculano, Cesário Verde, Jorge Barradas, Manuel Jardim, João de Deus, Eugénio de Castro, cinema, ópera, (…). Víctor Falcão (1886-1968?), escritor e jornalista, colaborou em inúmeros jornais e revistas e fundou a Revista Portuguesa, nos anos 20.

Brochado. 316,(4) páginas, por abrir. 19,5 x 13 cm. Lombada amarelecida. Miolo limpo. Bom exemplar, da tiragem vulgar. Lisboa: Edições Excelsior, 1954.

Preço: 15 euros.


 


THE MUSIC AND SPIRIT OF PORTUGUESE INDIA


NITA LUPI


Translated by Jose Shercliff. Ilustrado com pautas de música e desenhos variados. Brochado. 171-(5) páginas. 23 x 16 cm. Bom estado. Lombada levemente amarelecida. Ex-Libris de anterior proprietário. Edição comemorativa do V Centenário da Morte do Infante D. Henrique, Lisboa, 1960.

Preço: 35 euros.


 


TROVAS & CANTIGAS DO ARQUIPÉLAGO DA MADEIRA


VISCONDE DO PORTO DA CRUZ


«Não se julgue que é fácil estudar o folkelore do Arquipélago da Madeira. O camponês madeirense, o vilão, é extremamente desconfiado e foge a dar informes sobre o seu modo de viver e muito em especial sobre os originalíssimos costumes que, através dos séculos, avaramente tem conservado. Se é colhido de surpresa e nota que por qualquer forma originou interesse, ou mera curiosidade, procura logo despistar, para se pôr a coberto… É a própria experiência que me autoriza a fazer esta afirmação.»

Opúsculo ilustrado. 29-(5) páginas. 23 x 16 cm. Lombada com imperfeições. Miolo limpo. Impresso em Aveiro. Edição do Autor, 1954.

Preço: 18 euros.


 

 


MYRTIS ET KORINNA


WILLIAM RITTER


Novela. William Ritter (1867-1955), nascido em Neuchâtel, amigo de Mahler, estudou em Viena e foi escritor, pintor, crítico de arte e crítico musical. Ilustrações de Antoine Calbet. Collection Lotus Alba, para bibliófilos. Estimado. Com (14)-90-(6) páginas, e 14,5 x 7 cm. Paris: Librairie Borel, 1898.

Um centauro apaixona-se por uma jovem rapariga…



LA GUERRE DES DIEUX


PARNY


Poesia. Originalmente publicado em 1799, com autoria de Évariste Parny (1753-1814). Dois volumes encadernados num único, com capas de brochura. Assinatura de posse de Alberto Cupertino Pessoa, professor de Medicina na Universidade de Coimbra, em letra muito miúda, em ambas as páginas de ante-rosto. Ilustrado com gravuras e vinhetas, sem autoria atribuída, embora assinadas. 128+128 páginas. 14 x 9 cm. Capas de brochura manchadas, miolo não tanto. Não aparado. Colecção Petite Bibliothèque Diamant. Paris: L. Boulanger, [s.d.].



LA NONNE ALFEREZ


JOSÉ-MARIA DE HEREDIA


Romance. Primeira edição. Heredia nasceu em Cuba em 1833 e naturalizou-se francês em 1893. Ilustrações de Daniel Vierge, gravadas por Privat-Richard. Encadernado com capas de brochura. Monograma do arquitecto Alberto José Pessoa, filho do professor Alberto Cupertino Pessoa (↑) na página de rosto. Com viii-175 páginas, e 14,5 x 9 cm. Colecção Lemerre Ilustrée. Bom estado, mas com a capa de brochura manchada. Não aparado. Paris: Alphonse Lemerre, 1894.




[Colecção de 3 mini-livros eróticos] — 1894-1898


Colecção “familiar” estimada de três diferentes obras eróticas publicadas em França no final do século XIX — mais valiosa a de Herédia — um conjunto uno de robustas e suaves encadernações inteiras de pele com nervos nas lombadas, cada uma de sua cor e todas no mesmo estilo, com o selo do encadernador Raúl de Almeida (Lisboa).

Preço (do conjunto dos 3 livros): 65 euros.


 


EU, TU, ELE, NÓS, VÓS, ELES!

PEÇA EM UM ACTO

SÉRGIO GODINHO


Primeiro prémio de teatro infantil do concurso de peças inéditas 1980, promovido pela Secretaria de Estado da Cultura. Representada pela primeira vez no dia 10 de Maio de 1981 pelo Teatro União, no Centro Cultural de Almada.

Primeira edição. Capa de Vitorino Martins. Brochado. 43 páginas. 18 x 11,5 cm. Bom estado. Colecção Pistas (série Palco) n.º 53, da Moraes Editores, com o patrocínio da Secretaria de Estado da Cultura, Lisboa, Julho de 1981.

Preço: 18 euros.


 


JAZZBAND

1900-1960

ANARQUEOLOGIA DO JAZZ (1.º VOLUME)

JORGE LIMA BARRETO


Primeiro (e único) volume publicado da tetralogia anunciada por Jorge Lima Barreto. Capa de António Palolo. Ilustrado. Brochado. 409 páginas. 21 x 13 cm. Bom exemplar. Colecção Figuras  / Música, n.º 6. Lisboa: A Regra do Jogo, 1984.

Preço: 30 euros.


 


ACTAS DO 1.º CONGRESSO DE ETNOGRAFIA E FOLCLORE


BRAGA
22 A 25 DE JUNHO DE 1956


Actas do congresso organizado pela Junta de Acção Social (integrada no Plano de Formação Social e Corporativa) e promovido pela Câmara Municipal de Braga, de 22 a 25 de Junho de 1956.

Colaboração de Fernando de Castro Pires de Lima, Augusto Pires de Lima, Gustavo Barroso, Américo Pires de Lima, António de Almeida, Sebastião Pessanha, Celestino Maia, Luís Chaves, Hugo Rocha, Abel Viana, Leando Quintas Neves, Jaime Lopes Dias, Guilherme Felgueiras, José Osório de Oliveira, Manuel Rodrigues Simões Júnior, Jorge Dias, José Redinha, Ezequiel de Campos, Arnaldo Pinheiro Torres, Luís de Pina, Ernesto Veiga de Oliveira, Rebelo Bonito, António de Sousa Machado, Raul de Miranda, Nuno Catharino Cardoso, Afonso do Paço, Fernado Castel-Branco, e muitos outros.

A variedade temática impressiona:

Teatro popular, música popular, traje regional, brinquedos, poesia, festas religiosas, medicina popular, danças, procissões, literatura popular, fala infantil, jogos de cartas, folclore africano, pescadores, bruxaria, santos populares, magia, batráquios, canções da apanha da azeitona, romarias, adagiários (…) etc.

Obra completa em 3 volumes, brochados, com 452, 428 e 464 páginas, ilustrados, 23 x 16 (x 7) cm. Bom estado. Lisboa: «Biblioteca Social e Corporativa», 1963.

Preço: 60 euros.


 


VISTO E OUVIDO…
EM OLHÃO… REFLEXÕES


JOSÉ BARBOSA


Memórias em forma de crónicas. Ilustrado com algumas fotografias antigas, creditadas a Hélio Ramos. Brochado. 210 páginas. 21 x 15 cm. Bom estado. Edição da Câmara Municipal de Olhão (carimbo de oferta), em 1993.

Preço: 17 euros.


 


POESIA POPULAR DE TERRAS DE SANTIAGO


CARLOS TEIGA


Volume que reúne parte importante da obra de Manuel José Santinhos (Ti Manel Zé do Tojal), entre outros poetas populares.

Brochado. 366 páginas. 23,5 x 16 cm. Manuseado. Manchas ligeiras no corte das folhas. Santiago do Cacém: edição do autor, 2000.

Preço: 18 euros.


 


20 ANOS DE POESIA

1963-1983


ARY DOS SANTOS


«Pouco antes da sua morte prematura (aos 46 anos), reuniu a obra canónica em 20 Anos de Poesia (1983).» [ler aqui]

Exemplar autografado por José Carlos Ary dos Santos com dedicatória de amizade.

Capa e ilustrações extra-texto de Figueiredo Sobral. 160 páginas. 22,8 x 15,8 cm. Mínimas marcas de manuseio. Lombada com ligeira perda de cor. Bom exemplar. Lisboa: Distri Editora, 1983.

Preço: 35 euros.


 


ARY DOS SANTOS

O HOMEM, O POETA, O PUBLICITÁRIO

FOTOBIOGRAFIA

ALBERTO BEMFEITA


Fotobiografia do multifacetado José Carlos Ary dos Santos: poesia, política, performance, edições, citações, retratos familiares, recortes de jornal, aparições públicas e momentos marcantes. Com dedicatória de amizade, do autor, Alberto Bemfeita, no ano de publicação.

Álbum. Bom exemplar, em encadernação editorial, com sobrecapa. Ilustrado a preto e a cor. 144 páginas. 29 x 25 cm. Lisboa: Editorial Caminho, 2003.

Preço: 35 euros.


 


MUSEU DA REAL ASSOCIAÇÃO DOS ARCHITECTOS CIVIS E ARCHEOLOGOS PORTUGUEZES

(NO LARGO DO CARMO)

Actual Museu Aqueológico do Carmo. Mínima nota introdutória: meia página. Catálogo não ilustrado, transcreve algumas inscrições romanas. Selo de antiga biblioteca pessoal no interior e exterior da capa frontal. Algumas emendas a lápis, não-recentes.

58+(4) páginas. 19 x 12,5 cm. Capa manchada. Miolo (aparado) no geral limpo. Lisboa: Typographia Universal de Thomaz Quintino Antunes, impressor da Casa Real, 1876.

Preço: 14 euros.


 


DO OUTRO LADO

CANÇONETA CÓMICA

ALFREDO DE MORAES PINTO
(PAN-TARANTULA)


Ilustrações de Rafael Bordalo Pinheiro, catorze (14) no texto e duas (2) nas capas: desenho da capa “continua” na contracapa, e a frente e o verso do livro estão trocados, de acordo com o título. Mais detalhe aqui.

16 páginas. 18,5 x 12 cm. Impresso na Typographia Elzeviriana. Miolo limpo. Capas com manchas leves junto às margens. Em bom estado geral, pese embora as capas quase soltas, mantidas pela linha de cosedura em dois pontos. Lisboa: Tavares Cardoso & Irmão, 1885.

Preço: 60 euros.



A ARTE MODERNA


JOSEPH-EMILE MULLER


Um ensaio que procura «aprofundar a significação da arte moderna e abordá-la, não apenas como fenómeno específico, mas integrado na sociedade do nosso tempo», abragendo um período que, «partindo do impressionismo, vai até às mais recentes produções dos informalistas» [cits. contracapa].

Tradução de Ruy Belo. Capa de A. Dias. Prefácio do autor (Janeiro de 1963). Ilustrado com extra-textos em couché. 175 páginas. 18,5 x 11,5 cm. Bom estado. N.º 7 da colecção Perspectivas. Lisboa: Editorial Presença, 1964.

Preço: 12 euros.


 


CARTEIRA DO ARTISTA


SOUZA BASTOS


Apontamentos para a Historia do Theatro Portuguez e Brazileiro acompanhados de notícias sobre os Principaes artistas, escritores dramaticos e compositores estrangeiros.

Jornalista e “homem do teatro” — empresário, director teatral, encenador e ensaiador, dramaturgo e dramatógrafo —, António de Sousa Bastos (1844-1911), marido da actriz Palmira Bastos, compilou esta grande e pequena história do teatro português seu contemporâneo, o do final do século XIX, com espaço para muito mais do que actores, dramaturgos e salas de teatro.

Os índices alfabéticos listam: actores portuguezes e brazileiros; actrizes portuguezas e brazileiras; aderecistas; architectos, auctores de figurinos e decoradores; artistas dramáticos estrangeiros; benemeritos do theatro; cabelleireiros de theatro; cantores portuguezes; companhias diversas; contraregras; curiosidades theatraes; decretos, portarias, tratados e outros documentos referentes ao theatro; diversos empregados de theatro; dramas, comedias, tragedias, operas-comicas, revistas e peças phantasticas notaveis pelo seu merecimento ou pelo sucesso que obtiveram; emprezarios theatraes; ensaiadores portuguezes e brazileiros; escriptores, dramaticos e criticos theatraes, portuguezes e brazileiros; escriptores dramaticos estrangeiros; guarda-roupas; machinistas; musicos estrangeiros; musicos portuguezes e brazileiros; operas e dansas; pontos; scenographos; theatros estrangeiros; e theatros portuguezes e brazileiros.

Esta espécie de enciclopédia caótica do teatro, repleta de pequenas gravuras, está inicialmente organizada cronológicamente, por dias e meses do ano: nascimentos de determinado actor, estreia de uma dada peça, abertura de uma nova sala, etc.
O dito calendário ocupa um pouco mais de metade do livro, bem organizada mas, a partir da página 475, a sucessão de apêndices, acrescentos, correções, adendas, novas informações, rectificações, ampliações e eventos sem data torna a pesquisa de informação uma curiosa aventura proto-hipertextual para a qual o índice de 30 páginas supra-citado é a peça chave.

Primeira edição. Lisboa: Antiga Casa Bertrand — José Bastos, Editor, 1899. Com 868 páginas, e 26 x 18,5 cm. Encadernação com lombada em pele, com ligeiro desgaste. Aparado. Conserva a capa de brochura anterior, uma litografia de Raphael Bordallo Pinheiro. Pequenas e inócuas marcas de bicho do papel em algumas páginas. Assinatura de posse no rosto. Exemplar interessante, sólido, em bom estado geral.

Preço: 90 euros.


 

Disponível online, digitalizado, aqui.

 


 


RIBATEJO
CASOS E TRADIÇÕES


FRANCISCO CÂNCIO


Uma das várias incursões de fundo de Francisco Câncio no registo e divulgação da cultura popular da província do Ribatejo. Os capítulos e as próprias imagens surgem com uma ordem aparentemente aleatória, unidos pelo desembaraço e segurança de um (bom) contador de histórias, alicerçado em anos de pesquisas nos livros e nas gentes. Vide índice nas fotografias (↑).

2 volumes ilustrados com fotografias, desenhos e gravuras, editados em fascículos. 525+485 páginas. 25,5 x 19,5 (x 7,3) cm. Meia-encadernação ‘francesa’, não-editorial, sólida, com ligeiro desgaste nas extremidades, mormente nas cabeças e pés das lombadas. Bom estado geral. Edição com o patrocínio da Junta de Província do Ribatejo, s.l., 1948.

Preço: 165 euros.


 


CANÇÕES EM VOGA


ALICE AMARO


Canções com músicas de Wolmar Silva, Ferrer Trindade, Shegundo Galarza, Nóbrega e Sousa, João Nobre, Carlos Canelhas e Manuel Paião; e letras de Manuel Lereno, Artur Ribeiro, António José, João Nobre, Frederico de Brito, Magalhães dos Santos, Eduardo Damas, Jerónimo Bragança e Vítor Teixeira. Não inclui pautas musicais, apenas as letras das canções. Com 16 páginas e 14,6 x 10,5 cm. Frágil, mas em bom estado. Ermesinde: Editorial Crisos, [s.d.].

Preço: 12 euros.


 


CAVALOS, HERÓIS E LUNÁTICOS
ARTUR ROCKZANE
Capa: Todas Manas sobre fotografia de Fernando Zeferino Ferreira. Brochado. 80 páginas, com o texto impresso a violeta. 12,6 cm x 21,5 X 12,6 Cm. Extracolecção n.º 1. Tiragem de 600 exemplares. Coimbra: Fenda Edições, 1983. Capa com manchas marginais ligeiras.
Preço: 20 euros.

HORTÊNCIO MIRAFLOR – SUICÍDIO E OBRA
ARTUR ROCKZANE
Capa sobre pintura de José Ralha. Brochado. 180 páginas. 19 cm x 13 cm. Colecção O Virgem Negra. Vila Nova de Famalicão: Quasi, 2001. Bom estado.
Preço: 17 euros.


 

Coristas — 1941

[17Ago20]

cori1


CORISTAS

Comédia em 3 Actos

ARMANDO VIEIRA PINTO


O autor [Viana do Castelo, 1906 – Lisboa, 1964] foi jornalista, dramaturgo, letrista de fado, argumentista, realizador.

Antecede a peça com um prefácio sobre o processo de escrita de teatro, o público e a crítica. Segue-se a lista das personagens e actores que as representaram na noite de estreia a 27 de Março de 1942, no Teatro Nacional D. Maria II.

Exemplar com assinatura de posse, a lápis, datada, de José Palla e Carmo [o “humorista” José Sesinando], que sublinhou a seguinte passagem do prefácio (pág. 7):

Para que de uma obra risonha possam tirar-se conclusões sérias, são necessários um certo poder de raciocínio imediato e um profundo sentido do humor. Nem uma nem outra destas qualidades, infelizmente, são peculiares ao nosso público.

Na (colecção) Biblioteca Teatral “Teatro do Povo”. Desenho da capa não assinado. 173 páginas. 18,5 x 13 cm. Lombada amarelecida e corte superior das folhas escurecido. Miolo limpo. Porto: Livraria Tavares Martins, 1941.

Preço: 15 euros.


 


MÔSCAS E MOSQUITOS


prefácio
RICARDO JORGE


Resultado e memória do combate a moscas e mosquitos levado a cabo pela Câmara Municipal de Cascais, no final da década de 30, um grosso volume ilustrado que tenta abarcar várias vertentes de análise possíveis dos dois insectos que há séculos ocupam as mentes e preocupações do homem: humor, música e teatro complementam a parte documental da obra (científica, técnica e histórica) com uma forte componente rediofónica — reproduzem-se algumas das campanhas desenhadas para transmissão sem fios na Emissora Nacional e no Rádio Club Português, parte fulcral das ditas acções camarárias de sensibilização e higienização.

Índice aqui e aqui. Inclui capítulos sobre “a mosca e o turismo” e “a mosca e o urbanismo“. Abre o prefácio Ricardo Jorge com a recordação das queixas de Camilo, em Seide, «possesso de raiva contra as ferroadas das que na calma de Agosto o acometiam das carvalheiras».

Ilustrado com desenhos, fotografias e fac-similes de documentos (e até uma pauta musical), em 94 páginas de extra-textos couché, alguns desdobráveis. Colaboração de Emmerico Nunes, Alberto de Sousa, Tomás Ribeiro Colaço, Arnaldo Leite, José de Oliveira Cosme, e outros. Assinado, numa larga diagonal que atravessa o rosto, por um dos colaboradores, António Augusto Velasco Martins (1896-1944), por então professor da Escola Superior de Medicina Veterinária. Em brochura. 236+(94) páginas. 24,5 x 17 cm. Bom estado. Edição da Junta de Turismo de Cascais, 1939.

Curioso.

Preço: 40 euros.


 


ALMANAQUE ALENTEJANO


1961


Publicidade, humor, poemas, cantigas, turismo, etnografia, agricultura, ficção, fotografia, ilustração. O Alentejo à entrada dos anos 60. Colaboração de: Santos Fernando, Antunes da Silva, Azinhal Abelho, Victor Santos, Santana Dionísio, e outros.

Ano XXIII. Direcção e coordenação de Fausto Gonçalves. Obra patrocinada pela Casa do Alentejo. 292 páginas. Formato largo: 23 x 16 cm. Bom estado. Impresso em Lisboa.

Preço: 25 euros.



ALMANAQUE ALENTEJANO


1959


Publicidade, humor, poemas, cantigas, turismo, etnografia, agricultura, ficção, fotografia, ilustração. O Alentejo à entrada dos anos 60. Colaboração de: Cândido Marrecas, Santos Fernando, Arlindo Caldeira, Mário Beirão, José Barão, Isa de Aragão, Victor Santos, e outros.

Ano XXI. Direcção e coordenação de Fausto Gonçalves. Obra patrocinada pela Casa do Alentejo. 312 páginas. Formato largo: 23 x 16 cm. Bom estado, salvo pequena falha de papel no canto superior da capa, visível na fotografia.. Impresso em Lisboa.

Preço: 22 euros.



ALMANAQUE ALENTEJANO


1958


Publicidade, humor, poemas, cantigas, turismo, etnografia, agricultura, ficção, fotografia, ilustração. O Alentejo no final dos anos 50. Colaboração de: António Sardinha, Arlindo Caldeira, Carlos de Oliveira, Conde de Monsaraz, João Falcato, Mário Beirão, Victor Santos, e outros.

Ano XX. Direcção e coordenação de Fausto Gonçalves. Obra patrocinada pela Casa do Alentejo. 328 páginas. Formato largo: 23 x 16 cm. Com um marcador publicitário. Bom estado. Impresso em Lisboa.

Preço: 25 euros.



ALMANAQUE ALENTEJANO


1957


Publicidade, humor, poemas, cantigas, turismo, etnografia, agricultura, ficção, fotografia, ilustração. O Alentejo na segunda metade dos anos 50. Colaboração de: António Sardinha, Arlindo Caldeira, Antunes da Silva, Azinhal Abelho, Conde de Monsaraz, e outros.

Ano XIX. Direcção e coordenação de Fausto Gonçalves. Obra patrocinada pela Casa do Alentejo. 336 páginas. Formato largo: 23 x 16 cm. Com um marcador publicitário. Bom estado. Impresso em Lisboa.

Preço: 25 euros.



ALMANAQUE ALENTEJANO


1956


Publicidade, humor, poemas, cantigas, turismo, etnografia, agricultura, ficção, fotografia, ilustração. O Alentejo em meados dos anos 50. Colaboração de: Alberto de Monsaraz, Victor Santos, Santos Fernando, Etelvina Lopes de Almeida, Maria Rosa Colaço, e outros.

Ano XVIII. Direcção e coordenação de Fausto Gonçalves. Obra patrocinada pela Casa do Alentejo. 344 páginas. Formato largo: 23 x 16 cm. Com um marcador publicitário. Bom estado. Impresso em Lisboa.

Preço: 25 euros.


 


A SEVÉRA


JÚLIO DANTAS


Teatro. Primeira edição. Peça em 4 actos representada pela primeira vez em Janeiro de 1901, no Teatro Dona Amélia (actual Teatro São Luiz), com Augusto Rosa no papel do Conde de Marialva. Dois anos depois, Dantas publicaria a primeira edição do romance A Severa.

Meia-encadernação sintética recente. Encadernado com ambas as capas de brochura (algo cansadas e com marcas de restauro), e não aparado. Miolo limpo. Assinaturas de posse discretas (de três épocas diferentes…) na capa, na página de ante-rosto e no rosto. 196 páginas. 21,5 x 13 cm. Lisboa: Manuel Gomes Editor, 1901.

Preço: 40 euros.



A SEVERA


JÚLIO DANTAS


Romance. Ilustrações de Maria Vasconcellos. Reproduz o prefácio do editor da 2.ª edição, Avelino S. Vieira. Em 2 volumes [1.º volume: 4.ª edição, 23.º milhar / 2.º volume: 4.ª edição]. Estimados. Colecção Portuguesa n.ºs 24 e 25. 172 e 205 páginas. 18,8 x 12,2 cm. Porto: Domingos Barreira Editor, [1945].

Preço: 20 euros.