O QUISSANGE

(O ÚNICO INSTRUMENTO MUSICAL GENUINAMENTE AFRICANO)

EXPOSIÇÃO


Pequeno catálogo da exposição dirigida por Mesquitela Lima, com organização de Henrique Pereira, em Março de 1973. Com textos de Mesquitela Lima (Director do Museu de Angola), Maria José Vargas Quintas (do Museu de Angola) e Maria Luísa P. Dias (da Divisão de Etnologia e Etnografia do IICA), seguidos de bibliografia sumária sobre o quissange e relação dos objectos expostos.

Dactiloscrito policopiado e agrafado. 15 páginas (11 de texto). 21,2 x 15 cm. Bom estado. Luanda: Museu de Angola, 1973.

Preço: 18 euros.


 


REFLEXÕES SOBRE A ARTE NEGRA

(ENSAIO)

MESQUITELA LIMA


Ilustrado com 20 fotografias a preto, de página inteira, e um esquema de uma escultura, em papel couché, extra-texto.

Brochado. 46,[42] páginas. 29,5 x 21 cm. Pequenas marcas superficiais de lepisma saccharina na orla exterior da capa. Bom estado geral. Invulgar. Série Relatórios e Comunicações do Instituto de Investigação Científica de Angola, n.º 18, Luanda, 1971.

Preço: 50 euros.


 


NOTAS SOBRE ARTES E OFÍCIOS DE NATIVOS DE TIMOR PORTUGUÊS


ANTÓNIO DE ALMEIDA


Separata de Garcia de Orta, Revista da Junta das Missões Geográficas e de Investigações no Ultramar, vol. 7, n.º 3. Brochado. 44 páginas [7 páginas de texto seguidas de XXXVI estampas couché com fotografias a preto]. 25,5 x 19 cm. Carimbo institucional de oferta, coevo. Manuseado. Mantém-se um exemplar interessante. Lisboa, 1959.

em conjunto com:

BOLETIM DA SOCIEDADE DE GEOGRAFIA DE LISBOA. Série 104.ª — N.ºs 1-6. Janeiro-Junho de 1986. Inclui os artigos «Homenagem ao Prof. António de Almeida», por Carlos Almaça (pp. 5-8), e «António de Almeida. A Época. O Homem. O Professor. O Cientista», por João B. N. Pereira Neto (pp. 9-20). Brochado. 151 páginas (e um mapa desdobrável). 21 x 16,8 cm. Capa com mínimos sinais de uso. Miolo limpo. Edição da Sociedade de Geografia de Lisboa.

Preço (do conjunto): 22 euros.