UM QUARTO CHEIO DE ESPELHOS


JOÃO MIGUEL FERNANDES JORGE


Textos sobre arte. Uma recolha em grande parte publicada ao longo de 1983-1985 no jornal A Capital sob o título «Sentir o Olhar».

Textos sobre: Alberto Carneiro, Álvaro Lapa, Amadeo de Souza-Cardoso, Ângelo de Sousa, António Dacosta, Arpad Szenes, Eduardo Batarda, Henrique Pousão, João Botelho, João Paulo Feliciano, Jorge Martins, José Pedro Croft, Josefa d’Óbidos, Mário Botas, Menez, Nuno Carinhas, Paulo Nozolino, Pedro Cabrita Reis, Pedro Calapez, René Bertholo, Robert Mapplethorpe, e muitos outros.

1.ª edição. Capa sobre guache de Jorge Martins. 182 páginas. 21 x 13 cm. Pequenos sinais de uso. Bom estado geral. Colecção Referências. Lisboa: Quetzal, 1987.

em conjunto com:

A FLOR DA ROSA
JOÃO MIGUEL FERNANDES JORGE
Textos e ficções sobre arte. 1.ª edição. 184 páginas. 21 x 14 cm. Bom exemplar. Lisboa: Relógio d’Água, 2000.

Preço (do conjunto): 18 euros.


 


A PROPÓSITO DE TEATRO

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES OPORTUNAS OFERECIDAS
À INTELIGÊNCIA E REFLEXÃO DE TODOS OS
HOMENS DE BOA VONTADE


JOSÉ GAMBOA


Ensaios sobre teatro, dramaturgia, crítica, o Conservatório, os repertórios, a imprensa, e outros temas (inclui «O teatro e futebol como elementos de educação»). Vide índice nas fotografias. Exemplar assinado com dedicatória ao cineasta Baptista Rosa. Manuseado. Sólido. Com uma mínima falta de papel na contracapa. 425-(4) páginas. 19,2 x 12,5 cm. Lisboa: edição do autor, 1949.

Preço: 18 euros.


 


HISTÓRIA DO TEATRO PORTUGUÊS

O CICLO DO ROMANTISMO


DUARTE IVO CRUZ


Sub-título: Do Judeu a Camilo. Brochado com sobrecapa. Com 126-(2) páginas e 21 x 15 cm. Capas com manchas leves. Miolo limpo. Bom estado geral. Lisboa: Guimarães Editores, 1988.

Preço: 15 euros.



INTRODUÇÃO À HISTÓRIA DO
TEATRO PORTUGUÊS


DUARTE IVO CRUZ


Plano da obra: Os esboços pré-vicentinosGil Vicente, o que faz os autos a El-ReiO teatro pré-vicentinoRenascimento e teatro Pausa neo-latina A luta pela sobrevivência teatral Dualidade do séc. XVIIISéc. XIX — Séc. XX.

Brochado. Com 229 páginas e 21 x 15 cm. Ligeiras marcas de uso exteriores. Carimbo antigo, de oferta institucional, na página de guarda. Bom estado geral. Lisboa: Guimarães Editores, 1983.

Preço: 15 euros.


 


O HOMEM QUE VENDEU A CABEÇA


A. M. PIRES CABRAL


Contos. Capa de Vitor da Silva. Brochado. 183 páginas. 21,7 x 14,5 cm. Páginas iniciais e finais amarelecidas junto à lombada. Bom estado geral. Lisboa: Nova Nórdica / Tempo, 1987.

Preço: 15 euros.



TEATRO INFANTIL

O CAVALO MÁGICO, de Carlos Manuel Rodrigues

HISTÓRIA DA INÊS E DA ANA, de Maria Helena Ançã

CRISPIM O GRILO MÁGICO, de A. M. Pires Cabral


Colecção dirigida por António Júlio Valarinho. [a Fiama Hasse Pais Brandão a quem uma situação imprevista obrigou a renunciar (embora temporariamente) à co-direcção desta colecção, dirigimos os nossos agradecimentos pelas raízes que nela plantou.]

Direcção gráfica e capa de João Carlos Albernaz. Desenhos de Margarida Pinto e Maria José Almeida. Com a fotografia e um apontamento biográfico para cada um dos autores, antes das respectivas peças. 144 páginas. 18,5 x 13,5 cm. Bom exemplar. Colecção Barca Nova n.º 3. Lisboa: Ulmeiro, 1980.

Preço: 15 euros.



TRIRREME


A. M. PIRES CABRAL


Dividido em três partes: «Tu, que os meus ombros», «Abril devia ser» (inclui os «Nove pretextos tomados de Camões»), e «Um homem sentado no seu tempo». Capa de João Botelho. Colecção Poesia do Nosso Tempo, n.º 20. Com 74-(6) páginas. 18 x 12 cm. Manuseado. Coimbra: Centelha, 1978.

Preço. 15 euros.



7 PEÇAS EM UM ACTO


ANTÓNIO MANUEL PIRES CABRAL

ANTÓNIO CABRAL


As 7 peças: Temos tempo, MatildeOs Muros de VeronaOuve-se uma flautaVirá um dia viráO ConsultórioO PoçoSeguir viagem.

Capa de João Botelho. 268 páginas. 18 x 11,5 cm. Capa com manchas ligeiras. Lombada com vinco de leitura. Assinatura de posse no rosto. Mantém-se um exemplar interessante. Colecção Teatro, n.º 7. Coimbra: Centelha, 1977.

Preço: 12 euros.


 


WILLIAM SHAKESPEARE


algumas traduções portuguesas


A COMÉDIA DOS EQUÍVOCOS
COMÉDIA EM 5 ACTOS
WILLIAM SHAKESPEARE
«Traduzido directamente do original inglês». Tradução de Henrique Braga. Volume das Obras de William Shakespeare, editadas pela Lello, com um retrato do dramaturgo em couché, a par do rosto. Brochado. 182-(2) páginas. 19,3 x 12,4 cm. Bom estado. Porto: Lello & Irmão, [s.d.].
Preço: 10 euros.

A TRAGÉDIA DE CORIOLANO
WILLIAM SHAKESPEARE
Tradução e nota introdutória de Manuel Resende. Posfácio de Jorge SIlva Melo. Tradução estreada a 31 de Janeiro de 1998 no Rivoli — Teatro Municipal do Porto, com encenação de Jorge Silva Melo e telões de Eduardo Batarda. Brochado. 187 páginas. 21 x 14,5 cm. Manuseado. Bom estado geral. Porto: Edições Afrontamento, 1998.
Preço: 10 euros.

BEM ESTÁ O QUE BEM ACABA
COMÉDIA EM 5 ACTOS
WILLIAM SHAKESPEARE
«Tradução directa da edição de Collins». Prólogo e tradução de Henrique Braga. Volume das Obras de William Shakespeare, editadas pela Lello, com um retrato do dramaturgo em couché, a par do rosto. Brochado. 202-(2) páginas. 19,3 x 12,4 cm. Leve foxing. Bom estado geral. Porto: Lello & Irmão, 1948.
Preço: 10 euros.

CANSEIRAS DE AMOR BALDADAS
COMÉDIA EM 5 ACTOS
WILLIAM SHAKESPEARE
«Tradução directa da edição de Collins». Tradução de Henrique Braga. Volume das Obras de William Shakespeare, editadas pela Lello, com um retrato do dramaturgo em couché, a par do rosto. Brochado. 199 páginas. 19,3 x 12,4 cm. Capa com manchas leves, marginais. Lombada amarelecida. Porto: Lello & Irmão, 1948.
Preço: 10 euros.

CONTO DE INVERNO
COMÉDIA-DRAMA EM 5 ACTOS
WILLIAM SHAKESPEARE
«Traduzido directamente da edição de Collins, a mais conforme com a célebre Cambridge Shakespeare». Prólogo e tradução de Henrique Braga. Volume das Obras de William Shakespeare, editadas pela Lello, com um retrato do dramaturgo em couché, a par do rosto. Brochado. 196 páginas. 19,3 x 12,4 cm. Amarelecido. Marcas superficiais de bicho de papel junto à margem inferior da capa. Porto: Lello & Irmão, 1955.
Preço: 12 euros.

CYMBELINE
DRAMA ROMÂNTICO EM 5 ACTOS
WILLIAM SHAKESPEARE
«Traduzido da edição de Collins». Prólogo e tradução de Henrique Braga. Volume das Obras de William Shakespeare, editadas pela Lello, com um retrato do dramaturgo em couché, a par do rosto. Brochado. 240 páginas, por abrir. 19,3 x 12,4 cm. Bom estado geral. Porto: Lello & Irmão, [s.d.].
Preço: 10 euros.

MACBETH
WILLIAM SHAKESPEARE
«Representado provavelmente em 1606. Impresso pela primeira vez em 1623. Tradução do Dr. Domingos Ramos.» Volume das Obras de William Shakespeare, editadas pela Lello, com um retrato do dramaturgo em couché, a par do rosto. Brochado. 210 páginas, por abrir. 19,3 x 12,4 cm. Lombada levemente amarelecida. Bom estado geral. Porto: Lello & Irmão, 1979.
Preço: 10 euros.

MUITO BARULHO POR NADA
COMÉDIA EM 5 ACTOS
WILLIAM SHAKESPEARE
«Traduzido directamente da edição inglesa de William Collins, a mais conforme com a célebre edição de Canterbury, por Henrique Braga.» Revista por João Grave. Prólogo de Henrique Braga. Volume das Obras de William Shakespeare, editadas pela Lello, com um retrato do dramaturgo em couché, a par do rosto. Brochado. 191 páginas. 19,3 x 12,4 cm. Ligeiro foxing marginal na capa. Porto: Lello & Irmão, [s.d.].
Preço: 10 euros.

NOITE DOS REIS OU O QUE QUISERDES
COMÉDIA EM 5 ACTOS
WILLIAM SHAKESPEARE
«Traduzido directamente da edição inglesa de Collins, a mais conforme com a célebre edição de Canterbury, por Henrique Braga.» Revista por João Grave. Prólogo de Henrique Braga. Volume das Obras de William Shakespeare, editadas pela Lello, com um retrato do dramaturgo em couché, a par do rosto. Brochado. 238-(2) páginas. 19,3 x 12,4 cm. Bom estado. Porto: Lello & Irmão, [s.d.].
Preço: 10 euros.

O REI HENRIQUE VIII
TRAGÉDIA EM CINCO ACTOS
WILLIAM SHAKESPEARE
«Tradução da edição Cassell por Henrique Braga». Volume das Obras de William Shakespeare, editadas pela Lello, com um retrato do dramaturgo em couché, a par do rosto. Brochado. 185-(7) páginas. 19,3 x 12,4 cm. Bom estado. Porto: Lello & Irmão, 1955.
Preço: 15 euros.

OS DOIS CAVALHEIROS DE VERONA
COMÉDIA
WILLIAM SHAKESPEARE
«Tradução directa da edição de Collins por Henrique Braga». Volume das Obras de William Shakespeare, editadas pela Lello, com um retrato do dramaturgo em couché, a par do rosto. Brochado. 221-(3) páginas. 19,3 x 12,4 cm. Bom estado. Porto: Lello & Irmão, [s.d.].
Preço: 15 euros.

OS DOIS PARENTES NOBRES
WILLIAM SHAKESPEARE
JOHN FLETCHER
Tradução de Énio Ramalho. Volume das Obras de William Shakespeare, editadas pela Lello, com um retrato do dramaturgo em couché, a par do rosto. Brochado. 231 páginas. 19,3 x 12,4 cm. Bom estado. Porto: Lello & Irmão, 1974.
Preço: 15 euros.

OTELO
WILLIAM SHAKESPEARE
«Impresso pela primeira vez em 1862. Representado em 1604. Tradução do Dr. Domingos Ramos.» Volume das Obras de William Shakespeare, editadas pela Lello, com um retrato do dramaturgo em couché, a par do rosto. Brochado. 272 páginas, por abrir. 19,3 x 12,4 cm. Bom estado geral. Porto: Lello & Irmão, 1974.
Preço: 15 euros.

PÉRICLES, PRÍNCIPE DE TIRO
DRAMA ROMÂNTICO
WILLIAM SHAKESPEARE
«Traduzido directamente da edição inglesa de William Collins, a mais conforme com a célebre Cambridge Shakespeare». Prólogo e tradução de Henrique Braga, revista por João Grave. Volume das Obras de William Shakespeare, editadas pela Lello, com um retrato do dramaturgo em couché, a par do rosto. Brochado. 189-(3) páginas. 19,3 x 12,4 cm. Bom estado. Porto: Lello & Irmão, [s.d.].
Preço: 15 euros.

RICARDO III
DRAMA HISTÓRICO EM CINCO ACTOS
WILLIAM SHAKESPEARE
Tradução de D. Luiz de Bragança. Prefácio de Vieira de Almeida. Volume da tiragem especial das Obras de William Shakespeare, editadas pela Lello. De 266 páginas e 25,5 x 19 cm. Encadernação editorial gravada. Miolo em papel superior, sem manchas. Com capas de brochura. Bom estado. Porto: Lello & Irmão, 1956.
Preço: 25 euros.

VIDA E MORTE DE EL-REI RICARDO II
(TRAGÉDIA)
WILLIAM SHAKESPEARE
«Traduzido directamente da edição inglesa de William Collins, a mais conforme com a célebre Cambridge Shakespeare». Prólogo e tradução de Henrique Braga. Volume das Obras de William Shakespeare, editadas pela Lello, com um retrato do dramaturgo em couché, a par do rosto. Brochado. VIII-186 páginas. 19,3 x 12,4 cm. Bom estado. Porto: Lello & Irmão, 1948.
Preço: 12 euros.


 


FARSA DO ADVOGADO PATHELIN


[AUTOR ANÓNIMO DO SÉCULO XV]


«No vasto corpo da dramaturgia francesa da Idade Média, entre os milagres e os mistérios de inspiração e origem litúrgicas, os jogos e as soties de natureza profana, um texto se destaca, unânimemente saudado pela crítica como a obra-prima do teatro cómico francês anterior a Moliére: a Farce de Maitre Pierre Pathelin, escrita entre 1464 e 1469 por um autor cuja identidade se desconhece.» [p.3]

Versão de Léon Chancerel. Adaptação portuguesa, e nota introdutória, de Luiz Francisco Rebello. 26 páginas. 22,5 x 16 cm. Bom estado. Separata do n.º 279 da revista Vértice, Coimbra, Dezembro de 1966.

Preço: 12 euros.


 


AMPARO DE MÃE

E MAIS 5 PEÇAS EM 1 ACTO

JORGE DE SENA


Teatro. 6 peças em 1 acto: Amparo de mãe / Ulisseia adúltera / A morte do papa / O império do Oriente / O banquete de Diónisos / Epimeteu, ou o homem que pensava depois.

Primeira edição. Capa de Mário Henrique Leiria. Nota final de Jorge de Sena, e biobibliografia. 166+(2) páginas. 18 x 11 cm. Título n.º 5 da Colecção Teatro Vivo, dirigida por Carlos Porto. Lisboa: Plátano Editora, [Maio de] 1974.

Exemplar manuseado; capa com ligeiras perdas de cor e leves manchas. Miolo limpo, salvo assinatura de posse de antigo livreiro na página de rosto.

Invulgar.

Preço: 17 euros.


 


O TESOURO DA CASA AMARELA

TEATRO INFANTIL

FERNANDA DE CASTRO


Ilustrações de Sarah Afonso. Brochado. 132 páginas. 19,5 x 14 cm. No geral, um bom exemplar. Colecção Biblioteca dos Pequeninos da Empresa Nacional de Publicidade, Lisboa, Páscoa de 1932.

Preço: 35 euros.


 


ASSASSÍNIO NA CATEDRAL

(MURDER IN THE CATHEDRAL)

T. S. ELIOT


Tradução e posfácio de José Blanc de Portugal. Com 132 páginas e 20,5 x 14 cm. Bom estado. Colecção Theatrum Mundi n.º 1, Lisboa: Delfos, [1960].

Em conjunto com: Murder in the Cathedral, 3.ª ed., 17.ª reimpr., encadernação editorial em tela vermelha, sem sobrecapa. 88 páginas. 21 x 13,5 cm. Bom estado. London: Faber and Faber, 1950.

E ainda: Notes on T. S. Eliot’s Murder in the Cathedral, da colecção Study-Aid Series, 40 páginas, 21,5 x 14 cm, London: Methuen, 1965.

Preço (do conjunto): 20 euros.



THE COCKTAIL PARTY

A COMEDY

T. S. ELIOT


4.ª impressão (a primeira revista), seis meses após a primeira. Inclui a pauta musical de «One-eyed Riley», e o elenco original da peça. 166+(5) páginas. 22,5 x 14,5 cm. Encadernação editorial em tela verde, com sobrecapa com defeitos e amarelecida. Exemplar interessante. London: Faber and Faber, 1950.

Em conjunto com:

THE MAKING OF A PLAY. T. S. Eliot’s “The Cocktail Party”, de E. Martin Browne. Trata-se do texto da Judith Wilson Lecture na Universidade de Cambridge, 4 de Março de 1966, da autoria do director da primeira produção da peça no Festival de Edinburgo de 1949, e que já tinha acompanhado a criação da peça de Eliot do princípio ao fim. 46 páginas. 18,5 x 12,5 cm. Capa com pequenos defeitos. Bom estado geral. Cambridge: University Press, 1966.

E:

T. S. ELIOT, de LEONARD UNGER. Ensaio biobiliográfico. Colecção Escritores Norte Americanos, n.º IX. Tradução de Anna Maria Martins. 80 páginas. 16 x 11,5 cm. Manuseado. São Paulo: Livraria Martins Editora, 1963.

Preço (do conjunto): 20 euros.



T. S. ELIOT’S DRAMATIC
THEORY AND PRACTICE

FROM SWEENEY AGONISTES TO THE ELDER STATESMAN


CAROL H. SMITH


Although there have been innumerable studies of T. S. Eliot, this is the first to examine closely the relationship between the changes and developments in his dramatic practice and his artistic and intellectual development. Professor Smith finds Eliot’s dramatic theory and practice rooted in his conception of the need for order in religion and art. […] Eliot’s interest in the jazz rhythms and popular appeal of the English music hall, in the mythical method of Yeats and Joyce, and in the work of the Cambridge School of Classical Anthropology, which traced the origins of Greek drama back to the primitive ritual drama, is examined as the basis of his dramatic ideals and intentions. [da badana]


Ensaio. Encadernação editorial em tela com sobrecapa, possuindo ligeiras perdas de papel nas extremidades. Com ix-251 páginas e 22 x 14,5 cm. Bom estado geral. New Jersey: Princeton University Press, 1963.

Preço: 15 euros.



DESASTRE NU

PEÇA EM QUATRO EPISÓDIOS

ANTÓNIO ARAGÃO


2.º Prémio do Concurso de Peças de Teatro Inéditas — 1980, promovido pela Secretaria de Estado da Cultura (SEC). [Sobre António Aragão]. Capa de Vitorino Martins sobre «Das Rote Lachen», de Magnus Zeller. 98+(6) páginas. 18 x 11,7 cm. Bom estado. Colecção Pistas, série Palco, patrocinada pela SEC. Lisboa: Moraes Editores, Outubro de 1981.

Preço: 22 euros.


 


EU, TU, ELE, NÓS, VÓS, ELES!

PEÇA EM UM ACTO

SÉRGIO GODINHO


Primeiro prémio de teatro infantil do concurso de peças inéditas 1980, promovido pela Secretaria de Estado da Cultura. Representada pela primeira vez no dia 10 de Maio de 1981 pelo Teatro União, no Centro Cultural de Almada.

Primeira edição. Capa de Vitorino Martins. Brochado. 43 páginas. 18 x 11,5 cm. Bom estado. Colecção Pistas (série Palco) n.º 53, da Moraes Editores, com o patrocínio da Secretaria de Estado da Cultura, Lisboa, Julho de 1981.

Preço: 18 euros.


 

Jean GENET

[26Dez21]


A VARANDA


JEAN GENET


Com a introdução do autor, «Como representar A Varanda». Tradução de Armando da Silva Carvalho. Título original: Le Balcon. 274 páginas. 18,5 x 11,5 cm. Capa com manchas ligeiras. Bom estado geral. Colecção Presença / Nova Série, n.º 18. Lisboa: Editorial Presença, [Abril de] 1976.

Preço: 12 euros.



A CRIANÇA CRIMINOSA


JEAN GENET


Inclui os textos (prosa/ensaio): «A criança criminosa» [L’enfant criminel] — «A estranha palavra» [L’étrange mot d’…] — «O segredo de Rembrandt» [Le secret de Rembrandt] — «O que resta de um Rembrandt rasgado em quadradinhos muito perfeitos, que foi pela retrete abaixo» [Ce qui est reste d’un Rembrandt déchiré en petits carrés reguliers, et foutu aux chiottes] — «O funâmbulo» [Le funambule].

Tradução e prefácio de Aníbal Fernandes. Com 20,5 cm x 14,5 cm, e  91+(5) páginas. Capa sobre pintura de Augusto T. Dias. Exemplar como novo. Colecção Memória do Abismo nº 19. Lisboa: Hiena Editora, (Março de) 1988.

Preço: 12 euros.



INFERNOS

FRAGMENTOS

JEAN GENET


As páginas que vão seguir-se não foram extraídas de um poema: deveriam tender para ele. Seriam uma tentativa, ainda muito longínqua, de aproximação, se por acaso não fossem um rascunho entre muitos de um texto que será caminhada lenta, comedida, em direcção ao poema que justificará tanto este texto como o texto me justificará a vida. [nota inicial do autor]

Tradução e prefácio de Aníbal Fernandes. Título original: Fragments. Inclui Capa de Rui André Delídia sobre fotografia de Marc Barbezat [1957]. Com 87+(3) páginas. 20,5 cm x 14,5 cm. Exemplar como novo. Colecção Memória do Abismo nº 25. Lisboa: Hiena Editora, (Setembro de) 1990.

Preço: 12 euros.



GENET


YUKIO MISHIMA


seguido de O CONDENADO À MORTE de Jean GENET


Tradução, introdução e notas de Aníbal Fernandes [«(…) traduzir O Condenado à Morte propõe uma escolha entre vários abismos.»]. Capa de Rui André Delídia sobre fotografia de Raymond Voinquel. 56 +(4) páginas. 20,5 cm x 14,5 cm. Exemplar como novo. Colecção Memória do Abismo nº 10. Lisboa: Hiena Editora, (Janeiro de) 1994.

Preço: 10 euros.


 


A NOITE


JOSÉ SARAMAGO


A noite de que neste livro se fala é a de 24 para 25 de Abril de 1974. Aqui se diz algum pouco do que aconteceu ou podia ter acontecido por trás das janelas iluminadas das redacções e das tipografias, enquanto na rua o regime fascistas principiava a cair. Entram jornalistas de alto e baixo, tipógrafos, o director de uns, o administrador de todos. Não há retratos mas talvez se encontrem retratos. Tal como na vida dos dias todos, uma gente é boa, outra ruim, outra não sabe o que seja nem sabe o que é. Estes são firmes, aqueles são fracos provavelmente porque nunca se lhes pediu a humana ousadia de o não serem. Não será uma história verdadeira, mas é, com certeza, uma história sem mentira. [da contracapa]

Exemplar assinado por José Saramago com dedicatória de amizade, simples, datada.

Primeira edição. Teatro. Capa e arranjo gráfico de José Araújo. Brochado. 115 páginas. 18,5 x 13 cm. Lombada com dois vincos de leitura. Miolo limpo. No geral, um bom exemplar. Colecção O Campo da Palavra n.º 2. Lisboa: Editorial Caminho, 1979.

Preço: 145 euros.



DESTE MUNDO E DO OUTRO


JOSÉ SARAMAGO


Exemplar assinado por José Saramago com dedicatória de amizade, no ante rosto, datada de Fevereiro de 1971.

Primeira edição. Crónicas. Brochado. 224 páginas. 18 x 10,5 cm. Vinco de leitura pouco pronunciado na lombada. Mínimas marcas de uso. No geral, um exemplar muito interessante. Biblioteca Arcádia de Bolso (BAB) n.º 126, Série I – Arte e Literatura. Lisboa: Editora Arcádia, [Janeiro de] 1971.

Preço: 125 euros.



OS APONTAMENTOS


JOSÉ SARAMAGO


Exemplar assinado por José Saramago com dedicatória personalizada [«este livro de combate enquanto recuperamos o fôlego para continuar»], datada de 7 de Fevereiro de 1976.

Brochado. 248 páginas. 18,5 x 11,5 cm. Lombada com vincos de leitura. Colecção Cadernos Seara Nova, série Actualidade Nacional. Lisboa: Seara Nova, [21 de Janeiro de] 1976.

Preço: 125 euros.



AS OPINIÕES QUE O DL TEVE


JOSÉ SARAMAGO


Exemplar assinado por José Saramago com dedicatória política [«esta política possível num país impossível»], e um «abraço a dobrar», no ante rosto, datada de 1 de Fevereiro de 1974.

Primeira edição. Reunião, até 1973, de textos de opinião e crónica assinados por José Saramago no jornal Diário de Lisboa. Colecção Cadernos Seara Nova, série «Actualidade Nacional». 224 páginas. 18,5 x 11,5 cm. Bom estado. Lisboa: Seara Nova e Editorial Futura, [25 de Janeiro de] 1974.

Preço: 125 euros.


 


LEVANTADO DO CHÃO


JOSÉ SARAMAGO


Sem emprego uma vez mais e, ponderadas as circunstâncias da situação política que então se vivia, sem a menor possibilidade de o encontrar, tomei a decisão de me dedicar inteiramente à literatura: já era hora de saber o que poderia realmente valer como escritor. No princípio de 1976 instalei-me por algumas semanas em Lavre, uma povoação rural da província do Alentejo. Foi esse período de estudo, observação e registo de informações que veio a dar origem, em 1980, ao romance Levantado do Chão, em que nasce o modo de narrar que caracteriza a minha ficção novelesca.[aqui]

Primeira edição. Brochado. 367 páginas. 18,5 x 13 cm. Em bom estado. Colecção O Campo da Palavra n.º 9. Lisboa: Editorial Caminho, [24 de Janeiro de] 1980.

Preço: 125 euros.



OS APONTAMENTOS


JOSÉ SARAMAGO


Inclui a cinta original com a frase «Um Jornal na Revolução».

Brochado. 248 páginas. 18,5 x 11,5 cm. Bom exemplar. Colecção Cadernos Seara Nova, série Actualidade Nacional. Lisboa: Seara Nova, [21 de Janeiro de] 1976.

Preço: 50 euros.



QUE FAREI COM ESTE LIVRO?


JOSÉ SARAMAGO


Teatro. Primeira edição. Posfácio de Luiz Francisco Rebello. 168 páginas. 18,5 x 12 cm. No geral, um bom exemplar. Lisboa: Editorial Caminho, 1980.

Preço: 30 euros.



TODOS OS NOMES


JOSÉ SARAMAGO


Inclui folha original dos CTT aquando da edição do selo de Saramago, por ocasião da atribuição do Nobel.

Primeira edição. Brochado com sobrecapa. 279 páginas. 21 x 13,5 cm. Bom estado geral. Lisboa: Editorial Caminho, [Outubro de] 1997.

Preço: 35 euros.



HISTÓRIA DO CERCO DE LISBOA


JOSÉ SARAMAGO


Primeira edição. Romance. 348 páginas. 21 x 13,5 cm. Capa com mínimas marcas de uso. Bom estado geral. Lisboa: Editorial Caminho, 1989.

Preço: 30 euros.



O EVANGELHO SEGUNDO JESUS CRISTO


JOSÉ SARAMAGO


Primeira edição. Romance. 445 páginas. 21 x 13,5 cm. Bom estado de conservação. Lisboa: Editorial Caminho, 1991.

Preço: 30 euros.



O HOMEM DUPLICADO


JOSÉ SARAMAGO


Primeira edição. Brochado. 318 páginas. 21 x 13,5 cm. Bom estado geral. Lisboa: Editorial Caminho, [Outubro de] 2002.

Preço: 24 euros.



AS PEQUENAS MEMÓRIAS


JOSÉ SARAMAGO


Primeira edição. Brochado. 149 páginas. 21 x 13,5 cm. Mínimas marcas de uso. No geral, bom exemplar. Lisboa: Editorial Caminho, [Outubro de] 2006.

Preço: 20 euros.



AS INTERMITÊNCIAS DA MORTE


JOSÉ SARAMAGO


Primeira edição. Romance. 216 páginas. 21 x 13,5 cm. Capa com mínimos sinais de uso. Lisboa: Editorial Caminho, [Outubro de] 2005.

Preço: 20 euros.



A SEGUNDA VIDA DE FRANCISCO DE ASSIS


JOSÉ SARAMAGO


Primeira edição. Brochado. 132 páginas. 21 x 13,5 cm. Mínimos sinais de uso. Bom estado geral. Lisboa: Editorial Caminho, [Abril de] 1987.

Preço: 24 euros.



CADERNOS DE LANZAROTE

DIÁRIO I


JOSÉ SARAMAGO


Primeira edição. Diário. 180 páginas. 21 x 13,5 cm. Bom exemplar. Lisboa: Editorial Caminho, 1994.

Preço: 17 euros.



AS OPINIÕES QUE O DL TEVE


JOSÉ SARAMAGO


Primeira edição. Reunião, até 1973, de textos de opinião e crónica assinados por José Saramago no jornal Diário de Lisboa. Colecção Cadernos Seara Nova, série «Actualidade Nacional». 224 páginas. 18,5 x 11,5 cm. Manuseado. Sólido. Lisboa: Seara Nova e Editorial Futura, [25 de Janeiro de] 1974.

Preço: 24 euros.


 


O USO E O ABUSO


ARMANDO SILVA CARVALHO


Capa de Henrique Manuel. 152 páginas. 19,7 x 12,4 cm. Bom estado geral. Lombada com manchas ligeiras. Dedicatória não-assinada no ante-rosto [«Para Ana Hatherly»]. Colecção Autores II. Lisboa: Fernando Ribeiro de Mello/Edições Afrodite, 1976.

Preço: 25 euros.



O COMÉRCIO DOS NERVOS


ARMANDO DA SILVA CARVALHO


Poemas. Brochado com sobrecapa. 100 páginas. 21 x 12 cm. Lombada ligeiramente amarelecida. Bom estado geral. Colecção Nova Realidade, n.º 7, Porto, Fevereiro de 1968.

Preço: 25 euros.



O ALICATE
TEXTOS FISIOLÓGICOS


ARMANDO SILVA CARVALHO


As pessoas, como me entristecem. Julguei que você fosse um desses almanaques que nos vêm avisar que o ano já mudou. Um desses convencidos que nos invadem a casa e a quem passamos depois as folhas, impiedosamente, para descobrirmos, de seguida, anedotas, conselhos domésticos sobre o plantio de nabos, alfaces e revoluções.

Primeira edição. 128 páginas. 18,5 x 11,7 cm. Capa de F. C. Capa com marcas de uso e pequenas imperfeições na lombada. Exemplar interessante. Colecção Presença Nova Série n.º 14. Lisboa: Presença, 1972.

Preço: 20 euros.



ARMAS BRANCAS
POEMA QUASE DRAMÁTICO


ARMANDO SILVA CARVALHO


Poesia. Primeira edição. Capa de José Rodrigues. 72 páginas. 20,5 x 12,5 cm. Pontos de perda de cor na contracapa (fotografia do autor). Colecção Os Olhos e a Memória n.º 6. Porto: Limiar, 1977.

Preço: 20 euros.



DONAMORTA
PRANTO GREGORIANO


ARMANDO SILVA CARVALHO


Romance. Primeira edição. Capa de Manuel Rosa. 160 páginas. 21,5 x 13,5 cm. Manuseado. Colecção A Phala n.º 2. Lisboa: Assírio e Alvim, 1984.

Preço: 12 euros.



A VINGANÇA DE MARIA DE NORONHA


ARMANDO SILVA CARVALHO


Romance. Segunda edição. Capa de Luís Rodrigues. 216 páginas. 20,5 x 14 cm. Com a lombada descolorada.  Ligeiro foxing no corte superior e lateral do miolo. Colecção Obras Completas de Armando Silva Carvalho. Lisboa: Vega, 1989.

Preço: 10 euros.



O AMOR


MARGUERITE DURAS


Novela. Tradução de Armando Silva Carvalho. Título original: L’amour. Capa de Teresa Cruz Pinho. 3.ª edição. 76 páginas. 21 x 13,5 cm. Mínimas marcas de uso. Bom estado geral. Colecção Aura n.º 39. Lisboa: Editorial Presença, 1995.

Preço: 10 euros.



E OS CÃES DEIXARAM DE LADRAR


AIMÉ CESAIRE


Teatro. Tradução de Armando Silva Carvalho. Capa e ilustrações de Dorindo Carvalho. Brochado. 130 páginas. 18,5 x 14,5 cm. Bom exemplar. Colecção Teatro, dirigida por Orlando Neves, n.º 1. Lisboa: Diabril, 1975.

Preço: 14 euros.


 


O ARRANCA-CORAÇÕES


BORIS VIAN


3.ª edição. Tradução de Luiza Neto Jorge. Título original: L’Arrache-Coeur. Capa e arranjo gráfico de Alda Rosa e Eduardo Dias. Brochado. 168 páginas. 18,5 x 10 cm. Bom estado. Colecção Livro B, n.º 1. Lisboa: Editorial Estampa, 1995.

Preço: 12 euros.



O OUTONO EM PEQUIM


BORIS VIAN


Tradução de Luiza Neto Jorge. Título original: L’Automne à Pékin. Capa de José Cândido. 320 páginas. 19 x 13,5 cm. Com ligeira descoloração e vinco de leitura na lombada. Miolo limpo. Mantém-se um exemplar interessante. Colecção Série Literária n.º 71. Lisboa: Editora Ulisseia, 1965.

Preço: 7 euros.



COSMOS


WITOLD GOMBROWICZ


Tradução de Luiza Neto Jorge. Capa de Espiga Pinto. 272 páginas (por abrir). 18,5 x 13 cm. Bom exemplar. Colecção Série Literária n.º 88, sob a direcção de Vítor Silva Tavares para a editora Ulisseia, Lisboa, [196-].

Preço: 15 euros.



DISCURSO PARA OS GRANDES DIAS DE UM JOVEM CHAMADO PABLO PICASSO


LOUIS ARAGON


Título completo: Discurso para os Grandes Dias de um Jovem Chamado Pablo Picasso de Louis Aragon e outros poemas de Pablo Neruda e Rafael Alberti em traduções de Luiza Neto Jorge e José Bento com a reprodução de um desenho de José Rodrigues.

Brochado. 32 páginas (último caderno por abrir, correspondendo aos títulos da colecção). 22,5 x 15 cm. Capa ligeiramente descolorada na metade superior, na parte não coberta pela cinta — a qual apresenta perdas de cor localizada, como se pode ver na fotografia). Miolo impecável. Colecção O Aprendiz de Feiticeiro n.º 15. Porto: O Oiro do Dia, 1987.

Preço: 12 euros.



AH Q


BERNARD CHARTREUX
JEAN JOURDHEUIL


Tragédia chinesa baseada em Lu Sun. Tradução de Luiza Neto Jorge. Colecção Teatro dirigida por Luís Miguel Cintra e Jorge Silva Melo, com arranjo gráfico de Cristina Reis. Peça estreada em Portugal em 5/3/76 pelo Teatro da Cornucópia. 86 páginas. 18 x 10 cm. Usado. Lisboa: Ulmeiro, 1976.

Preço: 12 euros.



COMO A ÁGUA QUE CORRE


MARGUERITE YOURCENAR


2.ª edição. Tradução de Luiza Neto Jorge. Reunião de três novelas: Anna, Soror… / Um Homem Obscuro / Uma Bela Manhã, seguidas de posfácios. Brochado. 230 páginas. 23,5 x 15 cm. Mínimas marcas de uso. Lisboa: Difel, 1983.

Preço: 8 euros.



O FATALISTA


DIDEROT


O FATALISTA, uma adaptação para teatro de Jacques, le Fataliste, de Diderot, por Luiza Neto Jorge [pp. 125-200], acompanhada de diversos ensaios em redor do texto original.

Organização de Helena Domingos, J. A. Osório de Mateus, Margarida Barahona, Maria João Brilhante e Luiza Neto Jorge. Capa de Luís Duran.

TEXTOS de Fernando Cabral Martins, Teresa Amaro, Manuel Gusmão e Maria João Brilhante.

Brochado. Ilustrado. 205+(3) páginas. 23 x 16 cm. Manuseado, capa com pequenos defeitos. Colecção Margens do Texto n.º 4, Lisboa: Moraes Editores, 1978.

Exemplar autografado com dedicatória por: Luiza Neto Jorge, Maria João Brilhante e J. A. Osório de Mateus.

Preço: 30 euros.



O CONCÍLIO DO AMOR


OSCAR PANIZZA


Teatro. Prefácio de André Breton. Tradução de Luiza Neto Jorge. Arranjo gráfico de Maria Paulo. Ediçao inclui os textos «A Minha Defesa no Processo Movido ao Concílio do Amor» e «Autobiografia de Oscar Panizza». 179+(5) páginas. 18 x 10,7 cm. Bom exemplar. Lisboa: Editorial Estampa, 1971.

Preço: 15 euros.



O AMOR LOUCO


ANDRÉ BRETON


Título original: L’amour fou. Tradução de Luiza Neto Jorge. Ilustrado. 156+(4) páginas. 21 x 14,5 cm. Manuseado; capa com vincos; manchas amarelecidas no interior da capa e guardas do miolo. Exemplar interessante, ainda assim, do clássico surrealista de André Breton. Colecção Ficções, n.º 1 (2.ª edição). Lisboa: Editorial Estampa, 1987.

Preço: 10 euros.


 


SOB O OLHAR DE MEDEIA


FIAMA HASSE PAIS BRANDÃO


Exemplar assinado pela autora com dedicatória de amizade, datada de 1999.

«Romance de estreia da poetisa» [ler aqui recensão crítica na Colóquio/Letras]. Capa sobre pintura (Perfil) de Odilon Redon.

Brochado. 180 páginas. 21 x 13,5 cm. Bom estado. Lisboa: Relógio d’Água, 1998.

Preço: 35 euros.



QUEM MOVE AS ÁRVORES


FIAMA HASSE PAIS BRANDÃO


Teatro. 145 páginas. 19,5 x 11 cm. Colecção Teatro Arcádia dirigida por Redondo Júnior. Capa com mínimo desgaste. Miolo limpo. Lisboa: Editora Arcádia [em colaboração com a Secretaria de Estado da Cultura], 1979.

Preço: 17 euros.



NOVAS VISÕES DO PASSADO


FIAMA HASSE PAIS BRANDÃO


Poesia. Capa e orientação gráfica de Dorindo Carvalho. 72 páginas. 20,5 x 12,5 cm. Exemplar manuseado. Sólido. Lombada com alguma descoloração. Miolo limpo. Colecção Cadernos Peninsulares, Nova Série, Literatura, n.º 9. Lisboa: Assírio & Alvim, 1975.

Preço: 15 euros.


 


DIBUJOS DE GARCÍA LORCA


FEDERICO GARCÍA LORCA


Aparecen en este primer volumen de «La Cariátide» cuantos dibujos ha sido possible encontrar de García Lorca: dedicatorias historiadas de libros a sus amigos, decorados de sus piezas teatrales, bellas estampas en color de algún tema religioso o poético de los que habitualmente danzaban en su fantasía. 

Primeira edição. 41 desenhos de García Lorca, de página inteira, sem impressão no verso, coloridos ou em fundos de diferentes cores, com introdução e notas bilingues (espanhol e inglês) de Gregorio Prieto. 68+(84) páginas. 18,5 x 12,5 cm. Colección Cariátide n.º 1.  Madrid: Afrodisio Aguado, 1949.

Lombada manchada. Manchas dispersas no miolo, maioritariamente marginais. Marcas de fita na contracapa e últimas páginas. Assinatura de posse de José Palla e Carmo junto à margem inferior do ante-rosto, datada de 1952. Mantém-se um exemplar interessante, de uma obra invulgar.

Preço: 24 euros.



A CASA DE BERNARDA ALBA

DRAMA DE MULHERES NAS ALDEIAS DE ESPANHA

FEDERICO GARCÍA LORCA


Tradução de Gonçalo Gomes. Capa de Sebastião Rodrigues. Com 158+(8) páginas, inclui, no final, nota biográfica, bibliografia e 3 desenhos de García Lorca. 16 x 11 cm. Capas sem alteração de cor. Assinatura de posse na página de guarda. No geral, bom exemplar. Colecção Os Livros das Três Abelhas, n.º 11. Lisboa: Publicações Europa-América, 1957.

Preço: 12 euros.



DONA ROSINHA
A SOLTEIRA

OU A LINGUAGEM DAS FLORES

FEDERICO GARCÍA LORCA


Sub-título: Poema granadino do século vinte, dividido em vários jardins, com cenas de canto e dança.

Título do original: Doña Rosita la Soltera o el Lenguaje de las Flores. Tradução de Ruy Belo. Direcção da colecção de Luís Miguel Cintra, J. A. Osório Mateus e Jorge Silva Melo. Prefácio não-assinado. 146+(6) páginas. 18 x 11 cm. Colecção Teatro n.º 9. Mínimas marcas de uso. Assinatura de posse de antigo livreiro no rosto. Bom estado geral. Lisboa: Editorial Estampa — Seara Nova, 1973.

Em conjunto com:

TEOREMAS DE TEATRO 3. Volume dedicado a García Lorca. Texto integral do drama Yerma, em tradução de Orlando Vitorino e Azinhal Abelho (pp. 3-48), com o elenco da estreia representada pelo Teatro d’Arte de Lisboa. Textos sobre a dramaturgia de Lorca, e a representação e problemas de encenação de Yerma. 96 páginas. 19 x 12 cm. Usado. Lombada amarelecida. Capas com algumas manchas. Miolo no geral limpo. Lisboa: Teatro d’Arte de Lisboa, 1955.

Preço (do conjunto): 12 euros.



NOVA IORQUE NUM POETA


FEDERICO GARCÍA LORCA


Tradução e nota introdutória de António Moura. Com textos de José Luís Cano, e Paul Binding («A Lux Sepultada por Correntes e Ruídos»).

Brochado. 20,5 x 14,5 cm. 94 páginas. Como novo. Colecção Memória do Abismo nº 27. Lisboa: Hiena Editora, 1995.

Preço: 10 euros.



AS MINHAS RECORDAÇÕES


ISABEL GARCÍA LORCA


Memórias inacabadas da irmã (1909-2002) mais nova do poeta. Tradução de Miguel Serras Pereira. Prólogo de Claudio Guillén. Nota preliminar de Ana Gurruchaga.

Brochado. Ilustrado. 294 páginas. 23,5 x 15,5 cm. Mínimas marcas de uso. Bom estado geral. Colecção Temas da Actualidade n.º 6. Porto: Âmbar, 2005.

Preço: 12 euros.


 


POESIA AMÁVEL
JOSÉ FERNANDES FAFE
Ensaio introdutório, sobre a poesia do autor, de José Gomes Ferreira. 71+(3) páginas. 20 x 14 cm. Lombada amarelecida. Miolo limpo, salvo pequena assinatura de posse a um canto do rosto. Bom estado geral. Colecção Poetas de Hoje, n.º 11. Lisboa: Portugália, 1963.
Preço: 18 euros.

A ENGRENAGEM. Variação sobre um tema de Sartre
JOSÉ FERNANDES FAFE
Peça de teatro, inspirada na obra homónima de Sartre, e na Revolução Cubana. 93 páginas. 21 x 13,5 cm. Assinatura de posse no rosto, de antigo livreiro. Manuseado. Lisboa: Edição do autor, 1972.
Preço: 12 euros.

NAÇÃO: FIM OU METAMORFOSE?
JOSÉ FERNANDES FAFE
Ensaio. Capa com fotografia de uma obra de David de Almeida, Do Mar de Hoje / Vela, 1983. Colecção Estudos Gerais, Série Universitária. 101 páginas. 24 x 15 cm. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1990. Bom estado geral.
Preço: 10 euros.

ESQUERDA: A NOVÍSSIMA E A ETERNA
JOSÉ FERNANDES FAFE
Ensaio. Exemplar autografado pelo autor com dedicatoria de amizade e admiração, datada de 1985. 431 páginas. 21 x 14  cm. Lisboa: Edições O Jornal, 1985. Manuseado. Capa com vincos (vide fotografia).
Preço: 18 euros.

DA IGUALDADE E DA DIFERENÇA DAS CULTURAS
JOSÉ FERNANDES FAFE
Ensaio. Exemplar emendado e autografado pelo autor com dedicatoria curiosa, datada de 1987. Lisboa: Centro de Estudos dos Povos e Culturas de Expressão Portuguesa da Universidade Católica, 1986. Com 12 páginas e 23 x 15,5 cm. Separata da Revista Povos e Culturas, n.º 1, 1986, sobre «Portugal e os Portugueses: uma perspectiva diacrónica».
Preço: 14 euros.

POESIA (QUASE TODA E ATÉ AGORA)
JOSÉ FERNANDES FAFE
Reunião da maior parte da poesia do autor até à data, com um prefácio em jeito de balanço e uma menção especial ao poeta Carlos de Oliveira. Capa de Armando Alves. 140 páginas. 24 x 15 cm. Bom estado geral. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, [Outubro de] 1987.
Preço: 15 euros.

PORTUGAL, MEU REMORSO DE TODOS NÓS
JOSÉ FERNANDES FAFE
Ensaio. Exemplar autografado pelo autor com dedicatoria de amizade e admiração, datada de 1993. Design gráfico de José Serrão. Ilustração da capa de  Jorge Esteves. 285 páginas. 21 x 13,5 cm. Colecção Nosso Mundo. Lisboa: Editorial Caminho, [Setembro de] 1993.
Preço: 17 euros.

O VOSSO AGENTE EM HAVANA E OUTRAS NOVELAS
JOSÉ FERNANDES FAFE
Novelas. Com desenhos de José Rodrigues. Design de Humberto Nelson. 97 páginas. 28 x 24 cm. Contracapa com ténues marcas de bicho de papel. Capa com manchas leves. Vila Nova de Cerveira: Associação dos Amigos do Convento SanPaio, 1999.
Preço: 15 euros.


 


ACTAS DO 1.º CONGRESSO DE ETNOGRAFIA E FOLCLORE


BRAGA
22 A 25 DE JUNHO DE 1956


Actas do congresso organizado pela Junta de Acção Social (integrada no Plano de Formação Social e Corporativa) e promovido pela Câmara Municipal de Braga, de 22 a 25 de Junho de 1956.

Colaboração de Fernando de Castro Pires de Lima, Augusto Pires de Lima, Gustavo Barroso, Américo Pires de Lima, António de Almeida, Sebastião Pessanha, Celestino Maia, Luís Chaves, Hugo Rocha, Abel Viana, Leando Quintas Neves, Jaime Lopes Dias, Guilherme Felgueiras, José Osório de Oliveira, Manuel Rodrigues Simões Júnior, Jorge Dias, José Redinha, Ezequiel de Campos, Arnaldo Pinheiro Torres, Luís de Pina, Ernesto Veiga de Oliveira, Rebelo Bonito, António de Sousa Machado, Raul de Miranda, Nuno Catharino Cardoso, Afonso do Paço, Fernado Castel-Branco, e muitos outros.

A variedade temática impressiona:

Teatro popular, música popular, traje regional, brinquedos, poesia, festas religiosas, medicina popular, danças, procissões, literatura popular, fala infantil, jogos de cartas, folclore africano, pescadores, bruxaria, santos populares, magia, batráquios, canções da apanha da azeitona, romarias, adagiários (…) etc.

Obra completa em 3 volumes, brochados, com 452, 428 e 464 páginas, ilustrados, 23 x 16 (x 7) cm. Bom estado. Lisboa: «Biblioteca Social e Corporativa», 1963.

Preço: 60 euros.


 


PALAVRAS LOUCAS


ALBERTO D’OLIVEIRA


Primeira Edição. Segundo livro do autor. Encadernação sólida, com a lombada em pele, cansada nas arestas e com pequenas falhas, a maior das quais à cabeça da lombada, visível numa das fotografias. Sem capas de brochura. Miolo aparado, maioritariamente limpo, salvo primeiras e últimas páginas (ante-rosto escurecido e rosto manchado). Retrato do autor a par do rosto assinado “[?]. Costa”. Com [2]+viii+273+(7) páginas e 22 x 14 cm. Coimbra: F. França Amado, 1894.

É a obra Palavras Loucas, de 1894, que espoleta todo este movimento que politicamente atribuía à descentralização (através do municipalismo e do regionalismo) o papel fundamental de despertar a Nação. Aí se faz, dentro do mesmo espiríto, o elogio da língua portuguesa e de António Nobre (de quem o autor era amigo íntimo). [DCAP]

No final do volume, o registo de que o exemplar constituiu o lote 1958 do Leilão C. Ferreira Borges, sessão de 5-XII-1930, com uma etiqueta e um recorte da descrição do catálogo, como “Camiliana”.

Preço: 22 euros.


 


ARY DOS SANTOS

O HOMEM, O POETA, O PUBLICITÁRIO

FOTOBIOGRAFIA

ALBERTO BEMFEITA


Fotobiografia do multifacetado José Carlos Ary dos Santos: poesia, política, performance, edições, citações, retratos familiares, recortes de jornal, aparições públicas e momentos marcantes. Com dedicatória de amizade, do autor, Alberto Bemfeita, no ano de publicação.

Álbum. Bom exemplar, em encadernação editorial, com sobrecapa. Ilustrado a preto e a cor. 144 páginas. 29 x 25 cm. Lisboa: Editorial Caminho, 2003.

Preço: 35 euros.


 


DOMINGOS ÀS SEXTAS-FEIRAS

LAMENTAÇÃO PARA PASSAR ÀS ESCURAS


A. GARRAIO


«Augusto Garraio está hoje quasi esquecido; o seu nome tem andado pouco pelos réclames dos jornaes; o seu retrato não anda por ahi em todas as publicações illustradas, como o de tantas nullidades. É preciso, porém, fazer-lhe justiça e recordar que Augusto Garraio foi um auctor dramatico festejadissimo, um magnifico traductor de peças, um ensaiador com muitas aptidões, superior mesmo á maioria dos que hoje andam pelos theatros.» Após bem sucedidas peças em Lisboa, no Gymnasio (1865) e no Variedades, «foi depois para o Porto e lá teve a sua melhor epocha de gloria; foi excellente ensaiador, foi director e emprezario do theatro Baquet, escreveu innumeras peças originaes, imitações e traducções, em todos os géneros. […] Se Augusto Garraio tivesse querido, ninguém no Porto faria mais fortuna em theatro.  Nunca teriam existido emprezas Alves Rente, Taveira e outras.»
[Sousa Bastos, aqui]

Original em verso. Representada pela primeira vez no Theatro da Rua dos Condes pelo Actor Queiroz na noite do seu benefício, em 1867. Preço 60 réis. Com 8 páginas (por abrir). 20,5 x 13 cm. Bom estado. Bibliotheca do Theatro Moderno n.º 3 (1868). Lisboa: Typographia de Gutierres, 1868.

Preço: 15 euros.


 


O ESPÍRITO E A GRAÇA DE FIALHO


LUÍS DE OLIVEIRA GUIMARÃES


Dedicatória do autor ao jornalista e escritor José Ribeiro dos Santos. Capa com a reprodução de uma caricatura de Celso Hermínio. Compilação de pequenas histórias e colecção de citações temáticas de Fialho de Almeida, curioso. 163+(5) páginas. 19,2 x 12,8 cm. Bom estado geral. Edição Romano Torres, Lisboa, 1957.

Preço: 18 euros.


 


DO OUTRO LADO

CANÇONETA CÓMICA

ALFREDO DE MORAES PINTO
(PAN-TARANTULA)


Ilustrações de Rafael Bordalo Pinheiro, catorze (14) no texto e duas (2) nas capas: desenho da capa “continua” na contracapa, e a frente e o verso do livro estão trocados, de acordo com o título. Mais detalhe aqui.

16 páginas. 18,5 x 12 cm. Impresso na Typographia Elzeviriana. Miolo limpo. Capas com manchas leves junto às margens. Em bom estado geral, pese embora as capas quase soltas, mantidas pela linha de cosedura em dois pontos. Lisboa: Tavares Cardoso & Irmão, 1885.

Preço: 60 euros.



CARTAS INÉDITAS

DE OITENTA E CINCO ESCRITORES PORTUGUESES DA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX E DO PRIMEIRO QUARTEL DO SÉCULO ACTUAL

Prefaciadas e anotadas por
CÂNDIDO DE FIGUEIREDO


Cartas de: Abel Botelho, Adolfo Coelho, Alexandre Herculano, Amélia Janny, Antero de Quental, António Cândido, António José Viale, Augusto Soromenho, Bernardino Pinheiro, Braamcamp Freire, Bulhão Pato, Camilo Castelo Branco, António Feliciano de Castilho, Conde de Casal-Ribeiro, Conde de Monsaraz, Conde de Sabugosa, Conde de Samodães, Cunha Rivara, Dom António da Costa, Dom João da Câmara, Duarte Guimarães, Pereira Caldas, Doutor Sousa Martins, Xavier Rodrigues Cordeiro, Tomás de Carvalho, Xavier da Cunha, Eduardo Augusto Vidal, Emídio Navarro, Eugénio de Castilho, Fernandes Costa, Fernando Caldeira, Ferreira Lapa, Francisco Palha, Almeida Garrett, Gervásio Lobato, Gomes de Amorim, Gomes Leal, Gonçalves Crespo, Gonçalves Viana, Guerra Junqueiro, Guilherme Braga, Guilherme de Azevedo, Guimarães Fonseca, Inocêncio Francisco da Silva, João de Deus, João de Lemos, João Penha, Joaquim Martins de Carvalho, Sampaio Bruno, José Silvestre Ribeiro, José de Sousa Monteiro, José Veríssimo, Júlio de Castilho, Júlio César Machado, Latino Coelho, Luís Augusto Palmeirim, Luís Guimarães, Manuel Duarte de Almeida, Maria Amália Vaz de Carvalho, Mariana Angélica de Andrade, Mendes Leal, Miguel de Bolhões, Narciso de Lacerda, Olavo Bilac, Pinheiro Chagas, Ramalho Ortigão, Ramos Coelho, Rudolfo Dalgado, Sales Lencastre, Santos Valente, Silva Pinto, Silveira da Mota, Sílvio Romero, Simões Dias, Sousa Viterbo, Teixeira de Queirós, Teixeira de Vasconcelos, Tomás Ribeiro, Trindade Coelho, Teófilo Braga, Vilhena Barbosa, Visconde de Benalcanfor, Sanches de Frias, Zeferino Brandão.

Intonso e em brochura. (xvi)+208+(4) páginas. 22,5 x 15 cm. Capa (com algumas manchas) e lombada (amarelecida) com mínimas falhas (marginais) de papel. Rio de Janeiro: H. Antunes & C.ª, [1924]. Composto e impresso em Lisboa.

Preço: 22 euros.


 


O FIM

HISTÓRIA DRAMÁTICA EM DOIS QUADROS

ANTÓNIO PATRÍCIO


Teatro. Primeira edição do segundo livro do autor. Brochado. 48 páginas. 23,2 x 15,3 cm. Capa com algumas manchas. Miolo em couché, com muito ocasionais picos de oxidação. Bom estado geral. Porto: Livraria Chardron, de Lello & Irmão, editores, 1909.

em conjunto com:

O FIM, de António Patrício. Brochura do espectáculo de criação colectiva com encenação de Jorge Listopad, na Casa da Comédia – Teatro de Bolso de Lisboa, [1971?]. Com textos de Duarte Ivo Cruz, Urbano Tavares Rodrigues, e uma nota do encenador, datada de Abril de 1971, sobre «a actualidade da peça». Epígrafes de André Malraux, Shakespeare (citado por António Patrício), Antonin Artaud e Paul Valéry. Com 8 páginas, por abrir, e 21 x 12,7 cm. Muito bom estado de conservação.

Preço: 35 euros.



O FIM

HISTÓRIA DRAMÁTICA EM DOIS QUADROS

ANTÓNIO PATRÍCIO


Teatro. Primeira edição do segundo livro do autor. Brochado. 48 páginas. 23,2 x 15,3 cm. Capa com algumas manchas. Miolo em couché, com muito ocasionais picos de oxidação. Bom estado geral. Porto: Livraria Chardron, de Lello & Irmão, editores, 1909.

em conjunto com:

O PRECOCE, de António Patrício. Conto anteriormente incluído em Serão Inquieto. Edição do Instituto Pasteur de Lisboa, colecção Bibliografia Literária n.º 5, série dedicada a escritores-médicos, s.d., com 13+(3) páginas e 21,5 x 15,5 cm. Capa com um desenho de João Carlos. Bom estado geral.

Preço: 35 euros.


 


LÍRICA AMOROSA ALEMÃ MODERNA


versões portuguesas de
PAULO QUINTELA


Como explica a nota introdutória, este conjunto de traduções nasce de uma visita que nunca aconteceu, a da poetisa alemã Marie Luise Kaschnitz a Coimbra, em 1972.

Traduções de Paulo Quintela, de: Rainer Maria Rilke, Hans Magnus Enzensberger, Karl Krolow, Erich Fried, Ingeborg Bachmann, Nelly Sachs, Heinz Piontek, Wolfgang Weyrauch, Paul Celan, Max Holzer, Rafael Alberti (com a tradução alemã de Kaschnitz), Eugen Gomringer, e uma «breve antologia» (18 poemas) de Marie Luise Kaschnitz.

80 páginas. 21,6 x 14,8 cm. Capa com alteração de cor parcial. Miolo limpo. Colecção Cancioneiro, série Antologia, Coimbra: Vértice, 1978.

Preço: 17 euros.



A ASCENSÃO DE JOANINHA


GERHART HAUPTMANN


Título completo: A Ascensão de Joaninha. Sonho Dramático em Dois Actos. Tradução, prefácio e notas de Paulo Quintela. 2.ª edição, bilingue, seguida de um apêndice «que é, de certa maneira, a recuperação parcial da homenagem prestada em Portugal a Gerhart Hauptmann na passagem do centenário do seu nascimento em Novembro de 1962» [do prefácio].

Contém 3 reproduções fotográficas a preto-e-branco, em extra-texto: Hauptmann; uma cena do espectáculo no TNDMII, com Palmira Bastos e Maria Lalande, na temporada 1943-44; e a reprodução de uma gravura de Käthe Kollwitz. Brochado. 240+(6) páginas. 19,6 x 13,4  cm. Bom estado de conservação. Coimbra: Almedina, 1967.

Preço: 15 euros.



POEMAS


NELLY SACHS


Versão portuguesa e nota introdutória de Paulo Quintela. Brochado. 22 páginas. 22 x 16,5 cm. Bom estado de conservação. Separata do nº 230 de Vértice, Novembro de 1962. Coimbra: Vértice, 1963.

Preço: 12 euros.



ESPECTÁCULO DE HOMENAGEM DO TEATRO
AO DOUTOR PAULO QUINTELA


TEUC


Prospecto com o programa e os intervenientes do espectáculo de homenagem do Teatro dos Estudantes da Universidade de Coimbra a Paulo Quintela, levado à cena em Coimbra, a 26 de Março de 1955. Peças de Raúl Brandão (O Avejão), Gil Vicente (Auto da Feira) e Goethe (Prometeu). 4 páginas. 21,6 x 15,5 cm. Bom estado de conservação. Tiragem de 350 exemplares. Impresso em Coimbra, 1955.

Preço: 10 euros.


 


PROMETEU AGRILHOADO


ÉSQUILO


Tradução e prefácio (com 23 páginas) de Eduardo Scarlatti (1898-1990). Exemplar da tiragem especial numerada e assinada (pelo tradutor): exemplar n.º 291, dedicatória datada de 1981. Com 8 fotografias a preto e branco, extra-texto.

2.ª edição (publicado originalmente na Biblioteca Cosmos). Brochado. 116+(8) páginas. 21,5 X 15,3 cm. Sobrecapa e lombada manchadas, miolo limpo. Lisboa: Livraria Luso Espanhola, [s.d.].

Preço: 22 euros.


 


OS MAIS BELOS CONTOS DE AMOR
DA LITERATURA PORTUGUESA


Selecção de
MARIA JUDITE DE CARVALHO


Contos de Alexandre Herculano, Camilo Castelo Branco, Júlio Dinis, Eça de Queirós, Fialho de Almeida, Manuel Teixeira-Gomes, António Patrício, Aquilino Ribeiro, Irene Lisboa, José Régio, José Rodrigues Miguéis, Domingos Monteiro, Miguel Torga, Branquinho da Fonseca, José Marmelo e Silva, Fernando Namora, Armando Ventura Ferreira, Urbano Tavares Rodrigues, José Cardoso Pires e David Mourão-Ferreira.

Prefácio de Urbano Tavares Rodrigues. Capa de João da Câmara Leme. Primeira série. 526+(6) páginas. 19,2 x 12,2 cm. Capa com mínimos defeitos. Bom estado geral. Colecção Antologias Universais n.º XXII da Portugália Editora, 1967.

Preço: 15 euros.



OS CHAPÉUS DE CHUVA


FIAMA HASSE PAIS BRANDÃO


Prefácio de Urbano Tavares Rodrigues, pp. 7-14 [«Esta peça, acusando uma trajectória impressionante do individualismo exasperado das anteriores para a comunhão social, é uma admirável afirmação — a de um provável grande dramaturgo de amanhã.»]. Com 104+(4) páginas e 19 x 13 cm. Capa cansada. Manuseado. Título n.º 3 da colecção Teatro da Minotauro, Lisboa, [s.d.].

Preço: 7 euros.



TODO COMEÇO É INVOLUNTÁRIO


MARIA ISABEL MOURA


Romance. Prefácio de Urbano Tavares Rodrigues («Espreita, desejo e fantasmas ou o diabo no corpo feminino», pp. 5-8). Exemplar autografado pela autora com dedicatória datada. 163 páginas. 23,3 x 14,5 cm. Lombada com perda de cor. Colecção Canto Nono, Lisboa: Editorial Teorema, 2001.

Preço: 12 euros.



CONCERTO PARA UMA VOZ


FERNANDO TAVARES RODRIGUES


Poesia. Prefácio de Baptista-Bastos. Ilustrações de Joaquim Baltazar. Assinado pelo autor com dedicatória. 93+(6) páginas. 23,5 x 15 cm. Bom estado, salvo vinco na capa. Lisboa: Livraria Bertrand, 1988.

Em conjunto com:

A(MAR)
FERNANDO TAVARES RODRIGUES
Poesia. Prefácio de David-Mourão Ferreira. Ilustrações de Joaquim Baltazar. Assinado pelo autor com dedicatória. 68+(4) páginas. 23,5 x 15 cm. Lombada e canto da capa com perda de cor. Bom estado geral. Lisboa: Livraria Bertrand, 1987.

Preço do conjunto: 12 euros.


 


AGON.

Prosas e Poemas. Proses et Poémes. Prose and Poetry

JOSÉ SASPORTES


Exemplar emendado e assinado pelo autor com dedicatória a um jornalista amigo, datada «26.X.71». Segunda obra de ficção de José Sasportes, publicada no ano seguinte à sua importante História da Dança em Portugal. Textos em português, francês e inglês. Curioso e invulgar.

Brochado, com 202+(3) páginas e 20,5 x 14 cm. Capa com manchas, miolo em bom estado. Uma edição do autor, com distribuição da Livraria Portugal, Lisboa, 1971.

Preço: 35 euros.


 


A LUTA DE TRACÇÃO

UM TEATRO INFANTIL PARA RECORTAR

[Universidade Eduardo Mondlane]


Título: A LUTA DE TRACÇÃO. Uma aventura do coelho. Adaptação para o teatro infantil de um conto tradicional moçambicano. Com 35 paginas de texto (história, diálogos, indicações para pais e professores, regras do “jogo” para crianças) e 11 folhas de cartão, impressas a cor, de um lado apenas, para recortar as personagens e o cenário. Oblongo: 15 x 20,7 cm. Completo e em muito invulgar bom estado. Edição, no Ano Internacional da Criança, do Instituto Nacional do Livro e do Disco, Maputo, 1979.

Preço: 40 euros.


 


CARTEIRA DO ARTISTA


SOUZA BASTOS


Apontamentos para a Historia do Theatro Portuguez e Brazileiro acompanhados de notícias sobre os Principaes artistas, escritores dramaticos e compositores estrangeiros.

Jornalista e “homem do teatro” — empresário, director teatral, encenador e ensaiador, dramaturgo e dramatógrafo —, António de Sousa Bastos (1844-1911), marido da actriz Palmira Bastos, compilou esta grande e pequena história do teatro português seu contemporâneo, o do final do século XIX, com espaço para muito mais do que actores, dramaturgos e salas de teatro.

Os índices alfabéticos listam: actores portuguezes e brazileiros; actrizes portuguezas e brazileiras; aderecistas; architectos, auctores de figurinos e decoradores; artistas dramáticos estrangeiros; benemeritos do theatro; cabelleireiros de theatro; cantores portuguezes; companhias diversas; contraregras; curiosidades theatraes; decretos, portarias, tratados e outros documentos referentes ao theatro; diversos empregados de theatro; dramas, comedias, tragedias, operas-comicas, revistas e peças phantasticas notaveis pelo seu merecimento ou pelo sucesso que obtiveram; emprezarios theatraes; ensaiadores portuguezes e brazileiros; escriptores, dramaticos e criticos theatraes, portuguezes e brazileiros; escriptores dramaticos estrangeiros; guarda-roupas; machinistas; musicos estrangeiros; musicos portuguezes e brazileiros; operas e dansas; pontos; scenographos; theatros estrangeiros; e theatros portuguezes e brazileiros.

Esta espécie de enciclopédia caótica do teatro, repleta de pequenas gravuras, está inicialmente organizada cronológicamente, por dias e meses do ano: nascimentos de determinado actor, estreia de uma dada peça, abertura de uma nova sala, etc.
O dito calendário ocupa um pouco mais de metade do livro, bem organizada mas, a partir da página 475, a sucessão de apêndices, acrescentos, correções, adendas, novas informações, rectificações, ampliações e eventos sem data torna a pesquisa de informação uma curiosa aventura proto-hipertextual para a qual o índice de 30 páginas supra-citado é a peça chave.

Primeira edição. Lisboa: Antiga Casa Bertrand — José Bastos, Editor, 1899. Com 868 páginas, e 26 x 18,5 cm. Encadernação com lombada em pele, com ligeiro desgaste. Aparado. Conserva a capa de brochura anterior, uma litografia de Raphael Bordallo Pinheiro. Pequenas e inócuas marcas de bicho do papel em algumas páginas. Assinatura de posse no rosto. Exemplar interessante, sólido, em bom estado geral.

Preço: 90 euros.


 

Disponível online, digitalizado, aqui.

 


 

 


A COMEDIA DE LISBOA


D. JOÃO DE CASTRO


Aventuras, Fantasias e Impressões d’um Forasteiro. Aspectos Modernos d’uma Cidade Antiga. Figuras e Figurilhas. Factos e Costumes.

Comedia Mundana / Comedia Amorosa / Comedia Politica / Comedia Litteraria / Comedia Artistica

Capa de Alfredo Moraes. 428 páginas. 19 x 12 cm. Bom exemplar. Lisboa: Sociedade Editora Portugal-Brasil, [1918].

Preço: 15 euros.



A COMEDIA DE LISBOA


GERVÁSIO LOBATO


Prólogo de Pinheiro Chagas. Encadernação sintética da época, sem páginas de guarda nem capa de brochura (abre directamente no ante-rosto, rabiscado, visível na primeira fotografia). 302 páginas. 11,5 x 18 cm. Manuseado. Porto: Ernesto Chardron, 1878.

Preço: 7 euros.


 


VIDA DE LISBOA


ALBERTO PIMENTEL


Primeira edição. Crónicas da Lisboa de há 120 anos, com atenção (e folgada adjectivação) a alguns aspectos entretanto desaparecidos — como os pregões populares — e outros que ainda se vão mantendo: os gatos, a loteria de Natal, o público do S. Carlos, os pass(e)antes de Sintra. Inclui uma visita de estudo do cronista à Penitenciária. Encadernação editorial. 193+(9) páginas. 18,2 x 12 cm. Bom exemplar, embora a lombada ligeiramente descolorada. Colecção António Maria Pereira. Lisboa: Parceria António Maria Pereira, 1900.

Preço: 30 euros.


 


ELEMENTOS PARA A HISTÓRIA
DO MUNICÍPIO DE LISBOA


EDUARDO FREIRE DE OLIVEIRA


Título e autor, tal qual figuram no rosto: Elementos para a História do Município de Lisboa, por Eduardo Freire de Oliveira, arquivista da Camara Municipal da mesma cidade. 1.ª PARTE. Publicação mandada fazer a expensas da Camara Municipal de Lisboa, para commemorar o centenario do Marquez de Pombal em 8 de Maio de 1882.

Mais de 10 mil páginas de documentos oficiais de algum modo relevantes, organizados cronologicamente e alusivos a séculos de assuntos invariavelmente díspares — as iguarias de um banquete celebratório, a colocação na prisão do Limoeiro do líder de uma «companhia de comediantes de Castella», a lista das pessoas de cada freguesia que se recusam a participar numa campanha de limpeza pública, a morte do rei —, num panorama que permite acompanhar os reflexos da política e da história do país nas várias decisões e questões do município d’esta cidade onde desde muito cedo esteve instalado um Governo demasiado centralista.

Temos assim «a carta regia que trouxe a communicação official da morte de Filippe II» (tomo II, quase todo dedicado ao “tempo dos Filipes”, pág. 590), «a ruína de Lisboa», no sábado 1 de Novembro de 1755 (tomo XVI, a partir da página 133, com lista e descrição sumária de abalos sísmicos anteriores, nomeadamente os de 1309, 1321, 1344, 1356, 1512, 1531, 1551, 1575, 1597, 1598, 1699 e 1724), a inauguração da estátua equestre de D. José (em parte citada aqui) ou a «consulta da Cammara a el-rei em 2 de julho de 1650», onde se propõem os nomes de «doze fidalgos, doze cidadãos e doze homens do povo» para «terem as chaves das quatro portas da cidade» (tomo V, p. 208, antecedendo em algumas páginas a lista exaustiva dos preços de venda de todo o tipo de animais para alimentação, indexados inteiros, em partes, e por género).

O primeiro documento transcrito no tomo I, que não o foral de 1179, data de 7 de Novembro de 1190, e o último documento transcrito no tomo XVII data de 23 de Agosto de 1777. Entre ambos, os diversos prefácios e as anotações constantes de Freire de Oliveira (1841-1916) desvelam e aprofundam as origens e importância dos textos que transcreve. Contém ainda algumas ilustrações, muito poucas, destacando-se a litografia da Divisa da Cidade, que abre o tomo X, ou a «planta litographada da sala das sessões do senado da camara de Lisboa, que acompanha a carta regia de 13 de Novembro de 1773» (tomo I, pág. 68).

[Para uma descrição mais detalhada da cronologia de cada tomo, consulte-se o artigo de António Miranda na Rossio n.º 1, de 2013. Como o plano cronológico da 1.ª parte da obra deveria ter prosseguido até ao ano do início da publicação (1882), suspeita-se que, além da nunca publicada 2.ª parte, também desta 1.ª parte terá ficado por publicar pelo menos um tomo, para o período 1777-1882.]

Obra completa (tudo quanto se publicou), em XVII tomos de 24,5 x 16,5 cm (66cm de estante), Lisboa: Typographia Universal, 1882-1911.

Tomo I, 1885, (12)+661+(5) págs. Tomo II, 1887, xiv+593+(2) págs. Tomo III, 1888, vi+584+(3) págs. Tomo IV, 1889, xii+628+(3) págs. Tomo V, 1891, vi+620+(3) págs. Tomo VI, 1893, ix+627+(2) págs. Tomo VII, 1894, cxii+466+(3) págs. Tomo VIII, 1896, vi+593+(3) págs. Tomo IX, 1898, vi+617+(4) págs. Tomo X, 1899, viii+595+(2) págs. Tomo XI, 1901, vi+632+(3) págs. Tomo XII, 1903, (10)+652+(3) págs. Tomo XIII, 1904, (6)+622+(3) págs. Tomo XIV, 1906, (6)+634+(3) págs. Tomo XV, 1906, (6)+630+(3) págs. Tomo XVI, 1910, xiv+567+(4) págs. Tomo XVII, 1911, (6)+622+(3) págs.

Acrescentam-se os dois volumes de índices, publicados cerca de 40 anos mais tarde: Índice dos «Elementos para a História do Município de Lisboa», por Esteves Rodrigues da Silva, sob a direcção de Jaime Lopes Dias, 2 vols., Lisboa: Câmara Municipal, 1942-1943. Com 396+578 páginas, e 22,5 x 17 cm. Capa do volume II com um rasgão restaurado. Páginas por abrir.

Todos os 19 volumes em brochura e 17 deles com as páginas por abrir. Bom estado geral, com não mais do que pequenos defeitos dispersos (muito ocasionais picos de humidade; algumas lombadas mais amarelecidas que outras; bicho de papel que atacou superficialmente a capa do tomo VI; e situações afins, de pouca monta).

Conjunto invulgar.

Preço: 440 euros.



 


AS POBRES SUSANAS


MANUEL DE CAMPOS PEREIRA


Exemplar autografado com dedicatória ao bibliófilo Carlos Silva, antigo dinamizador da secção de teatro do Sport Lisboa e Benfica e instrutor de natação no Clube Nacional de Natação, que colocava nos seus livros um ex-libris próprio e uma curiosa tarjeta, esta visível numa das fotografias supra. Capa de Jorge Barradas, datada de 1946. 7.ª edição. 35.º milhar. 237 páginas. 19 x 13,5 cm. Capa com leves marcas de manuseio, e miolo amarelecido. Lisboa: Livraria Portugal, 1966.

Preço: 15 euros.



CAMPOS PEREIRA

UM ROMANCISTA CONTEMPORÂNEO
(ANÁLISE CRÍTICA)

AMORIM DE CARVALHO


Com capítulos sobre a psicologia das personagens de Campos Pereira, o amor nos romances deste autor, o diálogo, a moral e os costumes, o estilo, a influência de Eça de Queiroz, entre outros. 255 páginas (por abrir). 20 x 13 cm. Manuseado, lombada um pouco amarelecida; no geral um bom exemplar. Porto: Livraria Civilização, 1947.

Preço: 12 euros.


 

Coristas — 1941

[17Ago20]

cori1


CORISTAS

Comédia em 3 Actos

ARMANDO VIEIRA PINTO


O autor [Viana do Castelo, 1906 – Lisboa, 1964] foi jornalista, dramaturgo, letrista de fado, argumentista, realizador.

Antecede a peça com um prefácio sobre o processo de escrita de teatro, o público e a crítica. Segue-se a lista das personagens e actores que as representaram na noite de estreia a 27 de Março de 1942, no Teatro Nacional D. Maria II.

Exemplar com assinatura de posse, a lápis, datada, de José Palla e Carmo [o “humorista” José Sesinando], que sublinhou a seguinte passagem do prefácio (pág. 7):

Para que de uma obra risonha possam tirar-se conclusões sérias, são necessários um certo poder de raciocínio imediato e um profundo sentido do humor. Nem uma nem outra destas qualidades, infelizmente, são peculiares ao nosso público.

Na (colecção) Biblioteca Teatral “Teatro do Povo”. Desenho da capa não assinado. 173 páginas. 18,5 x 13 cm. Lombada amarelecida e corte superior das folhas escurecido. Miolo limpo. Porto: Livraria Tavares Martins, 1941.

Preço: 15 euros.


 


ODES


KEATS


Inclui as odes “a uma urna grega”, “à melancolia”, “à indolência”, “ao Outono” e “a um rouxinol”.

Tradução e prefácio-ensaio (págs. 11-26) de Fernando Guimarães.

Assinado pelo tradutor com dedicatória a Jorge Listopad, autor da capa. Número 2 da colecção Origem (primeiro título foi de Listopad), da Livraria Sousa & Almeida, Porto, [Julho de] 1960. Com 47+(9) páginas, e 19,3 x 12,5 cm. Com uma fotografia da máscara mortuária de Keats. Exemplar estimado.

Preço: 22 euros.


 


MÔSCAS E MOSQUITOS


prefácio
RICARDO JORGE


Resultado e memória do combate a moscas e mosquitos levado a cabo pela Câmara Municipal de Cascais, no final da década de 30, um grosso volume ilustrado que tenta abarcar várias vertentes de análise possíveis dos dois insectos que há séculos ocupam as mentes e preocupações do homem: humor, música e teatro complementam a parte documental da obra (científica, técnica e histórica) com uma forte componente rediofónica — reproduzem-se algumas das campanhas desenhadas para transmissão sem fios na Emissora Nacional e no Rádio Club Português, parte fulcral das ditas acções camarárias de sensibilização e higienização.

Índice aqui e aqui. Inclui capítulos sobre “a mosca e o turismo” e “a mosca e o urbanismo“. Abre o prefácio Ricardo Jorge com a recordação das queixas de Camilo, em Seide, «possesso de raiva contra as ferroadas das que na calma de Agosto o acometiam das carvalheiras».

Ilustrado com desenhos, fotografias e fac-similes de documentos (e até uma pauta musical), em 94 páginas de extra-textos couché, alguns desdobráveis. Colaboração de Emmerico Nunes, Alberto de Sousa, Tomás Ribeiro Colaço, Arnaldo Leite, José de Oliveira Cosme, e outros. Assinado, numa larga diagonal que atravessa o rosto, por um dos colaboradores, António Augusto Velasco Martins (1896-1944), por então professor da Escola Superior de Medicina Veterinária. Em brochura. 236+(94) páginas. 24,5 x 17 cm. Bom estado. Edição da Junta de Turismo de Cascais, 1939.

Curioso.

Preço: 40 euros.


 


HOMENS DO MEU TEMPO

IMPRESSÕES PSYCHOPATHOLOGICAS.
NOTAS INEDITAS E DADOS BIBLIOGRAPHICOS.

JOÃO PAULO FREIRE
(MÁRIO)


[Razão da obra]
Foi a «pneumonica» que deu origem a êstes apontamentos.

Muito fraco, depois de um mês de cama. e de ter estado com pé e meio «do lado de lá» (…)

Memórias e impressões, escritas em 1918 mas apenas publicadas em 1924, de diversas “personalidades” da época:

Adelino Mendes, Agostinho Fortes, Alberto Pimentel, Alberto Souza, Albino de Souza Cruz, Alfredo Serrano, Álvaro Neves, D. António Barroso, Augusto José Vieira, Azedo Gneco, Bartolomeu Constantino, Bernardino Machado, Conde de Pinheiro Domingues, Cruz Magalhães, Domingos Pinto Coelho, Estevão de Vasconcelos, Faustino da Fonseca, Garibaldi Falcão, Hermano Neves, Henrique Marques Júnior, Jaime Victor, João Franco Monteiro, João Lage, João de Vasconcelos e Sá (D. Tancredo), José Constante, José Maria Ançã, Júlio Dantas, Oldemiro César, Raposo de Oliveira, Tomás Joaquim de Almeida, Visconde de Morais, Zeferino de Oliveira e Zuzarte de Mendonça.

1.º volume. 1.º milhar. Em brochura. 272 páginas. 19 x 12,3 cm. Bom estado geral (preço antigo escrito a lápis na capa). Lisboa: Livraria Civilisação, [1924].

Preço: 22 euros.