QUISSANGE
SAÜDADE NÊGRA


TOMAZ VIEIRA DA CRUZ


Ilustrações de Luís Malta e capa de Ferreira Costa. Encadernação em sintético, com selo d’A Portuense, gravada a ouro na lombada e pasta frontal. Miolo aparado. 116 páginas não numeradas. 22,5 x 15,5 cm. Lisboa: [depositária Livraria Bertrand], 1932.

Exemplar autografado e datado pelo autor com extensa dedicatória manuscrita, dando conta do contexto de um episódio epifânico por que passou horas antes («o mais triste e inédito dos meus poemas africanos», um «momento eterno para a minha vida de peregrino através desta áfrica incompreendida e sofredora»).

Invulgar.

Preço: 160 euros.



«Devemos perguntar, talvez, se e por que motivo a poesia de Tomaz Vieira da Cruz merece consideração no contexto da literatura de Angola. Afinal de contas, essa poesia ostenta os sinais inequívocos da literatura do Ultramar. E Vieira da Cruz pôs termo ao seu «exílio» quando, em 1949, voltou para Portugal, precisamente em vésperas do movimento que prenunciaria uma autêntica literatura angolana. (…) Ora, nos anos 30 e 40, quando poucos poetas se davam ao trabalho de abordar uma temática angolana em termos intimistas, a poesia de motivos africanos, por exótica e sentimentalista que seja, quase se considera uma abertura na barreira cultural construída pelo colonialismo. (…) A igualização agridoce e os africanos compenetrados que povoam os poemas de Vieira da Cruz subvertem, de certo modo, a conceptualização eurocêntrica de África.»
[Russell G. Hamilton, Literatura Africana. Literatura Necessária. I – Angola (1981), pp. 67-68]

 


CARTA DE GUIA DE CASADOS

D. FRANCISCO MANUEL DE MELO

___ encadernado com ___

ODES PINDARICAS

ANTÓNIO DINIZ DA CRUZ E SILVA


Em consequência das Invasões Napoleónicas e sequentes Revolução Liberal e Guerra Civil, durante a segunda e terceira décadas de oitocentos, uma comunidade de exilados portugueses em Londres animou a edição de clássicos, periódicos e diatribes político-governativas, parte da qual tipografada na Fleet Street, na oficina de Thomas Curson Hansard, famoso impressor dos Debates Parlamentares britânicos.
A Carta de Guia de Casados, de D. Francisco Manuel de Melo (1 de Maio de 1820), e as Odes Pindaricas (3 de Março de 1820), de António Diniz da Cruz e Silva, foram impressas por Hansard com poucos meses de distância, «dadas á luz» por «dois portuguezes» [cit. Advertência (s)] anónimos, movidos «por os desejos de fazer reviver alguns dos nossos livros classicos»:

[volume compósito formado por]

CARTA DE GVIA DE CASADOS. Paraque Pello Caminho da Prudencia se Acerte Com a Casa do Descanso. A hum amigo. Por D. Francisco Manuel [de Melo]. Em Londres: na officina de T. C. Hansard, Peterboro’-Court, Fleet Street. 1820. Com xxvi+(2)+184 páginas. Antecedem a obra a advertência (datada) dos editores (anónimos), onde anunciam seguir a edição de Craesbeeck (1671); e um epítome da vida do autor, por «Dom Bartholomeu de Gallardo».

[seguido de]

ODES PINDARICAS, de Antonio Dinys da Cruz e Silva; chamado entre os poetas da Arcadia Portugueza, ELPINO NONACRIENSE. Londres: na officina de T. C. Hansard, Peterboro’-Court, Fleet Street. 1820. [Citação de Horácio no rosto, visível numa das fotografias supra]. Com iv+224+(2) páginas — em falta: as duas páginas da Advertência (datada) dos editores (anónimos), constatada noutro exemplar.

Inclui índice dos dedicatários das Odes: Vasco da Gama, Henrique de Macedo, André Furtado de Mendonça, António Correa Baharem, Paulo de Lima, João Fernandes Vieira, Heitor da Silveira, Nuno Álvares Botelho, António de Saldanha, Dom João de Castro, António Moniz Barreto, Salvador Ribeiro de Sousa, João Rodrigues de Sá, Duarte Pacheco Pereira, Fernando Peres de Andrade, Nuno Fernandes de Ataíde, Gonçalo Pereira Marramaques, André de Albuquerque, Mem Lopes Carrasco, António Galvão, Lopo de Sousa Coutinho, Diogo da Silveira, António da Silveira, Conde de Lippe, Marquês de Pombal, D. José I, Henrique José Maria Adão, João de Saldanha, Martinho de Melo e Castro e Dom João da Silva.

Em ambas as edições destacou Inocêncio «a nitidez dos typos» e o tipo de papel [II, 441; I, 124], não deixando de anotar que, nesta 3.ª edição das Odes de Diniz da Cruz e Silva, há falta de dez odes relativamente às antecedentes de Coimbra (1801) e Lisboa (1815-1817).

Terão sido reunidas num único volume por antigo possuidor, que os marcou com a assinatura de posse «Bento da França» no ante-rosto da primeira obra e após a última página da segunda.

Dos (pelo menos) três Bento da França cujo registo se conhece ao longo do século XIX, um foi militar liberal e dois administradores coloniais. Pensamos tratar-se de Bento da França Pinto de Oliveira (1833-1889), autor de títulos importantes para a História de Macau.

Uma segunda assinatura de posse ilegível, coeva da primeira, figura sumida no ante-rosto da Carta.

Encadernação sintética modesta, de difícil datação, com 17 x 11 cm. Cerca de 440 páginas. Miolo aparado, com leves manchas ocasionais.

Raro.

Preço: 130 euros.



 


DOZE SONETOS POR VARIAS ACCIONES


D. FRANCISCO MANUEL DE MELO


En la muerte de la Señora Dona Ines de Castro mujer del Princípe Don Pedro de Portugal. Introdução de Raul Rego. Assinado por Raul Rego com dedicatória manuscrita a José Ribeiro dos Santos, colegas de profissão e na resistência à ditadura.

Plaquete graficamente cuidada (capa em relevo e com dourado no título, bom papel, fac-simile limpo). Com XIV+16+(2) páginas. 20 x 14 cm. Bom estado. Invulgar. Lisboa: O Mundo do Livro, Natal de 1960.

Preço: 27 euros.


 


VIAGEM ATRAVÉS DUNS OLHOS VERDES


URBANO RODRIGUES


Nestes agitados tempos muita gente não compreende como possa alguém dedicar-se a escrever romances. Eu entendo que a nossa vida não deve ter suspensões senão aquelas que não podemos evitar, e que trabalhar cada um serenamente no seu sector é sempre um serviço útil e digno de respeito.
Posto isto, seja-me permitido advertir o leitor amável — e esse é o fim principal destas linhas — de que encontrará adiante algumas frases e muitas palavras do árabe vulgar, cuja significação indico em chamadas ao fundo das páginas. (…) 
[início do «Esclarecimento», nota inicial do autor, pp. 5-6]

Romance. Assinado pelo autor [preso durante o sidonismo, antigo chefe de gabinete e secretário de Afonso Costa, e pai do escritor Urbano Tavares Rodrigues] com dedicatória de «muito apreço» ao «Dr. Alberto Reis». 267+(5) páginas. 20 x 12,8 cm. Lombada amarelecida. Ocasionais manchas no miolo. Bom estado geral. Composto e impresso nas oficinas gráficas da Empresa Nacional de Publicidade, Lisboa, 1940.

Preço: 25 euros.


 

VIDA PERIGOSA
Novelas e contos. Primeira edição da segunda obra de ficção do autor. Apresentação de David Mourão-Ferreira. 201 páginas. 19 x 12,5 cm. Lombada com pequenas imperfeições. Assinatura de posse na página de ante-rosto. Lisboa: Livraria Bertrand, 1955.
Preço: 10 euros.

UMA PEDRADA NO CHARCO
Novelas: A Impossível Evasão / Uma Pedrada no Charco / A Banal Rosa Vermelha / O «Monte» das Rosas.
Capa de António Vaz Pereira. Prémio Ricardo Malheiros da Academia de Ciências. 239+(4) páginas. 18,8 x 12,5 cm. Lombada escurecida e com vincos. Exemplar sólido e razoável. Lisboa: Livraria Bertrand, 1957.
Preço: 12 euros.

AS AVES DA MADRUGADA
Novelas e contos: Ave Esventrada Margem Esquerda / A Prova dos NoveAs Aves da MadrugadaMesmo que Assim Seja.
[Capa de Luís Filipe de Abreu?]. 196+(4) páginas. 19 x 12 cm. Capas com pequenos defeitos. Miolo limpo. Colecção de Autores Portugueses. Lisboa: Livraria Bertrand, 1959.
Preço: 12 euros.

NUS E SUPLICANTES
Novelas: Crescei e Multiplicai-vos O Falso PesquisadorOxalá A Dama de TrunfoNus e Suplicantes.
[Capa de Luís Filipe de Abreu?]. Com selo da Livraria Morais, e assinatura de posse na página de rosto. 147+(5) páginas. 19 x 12 cm. Lombada amarelecida. Capa com pequenos defeitos. Colecção de Autores Portugueses. Lisboa: Livraria Bertrand, 1960.
Preço: 12 euros.

OS INSUBMISSOS
Um exemplar muito invulgar: assinado pelo autor com dedicatória a José Palla e Carmo e por este crítico e ensaista revisto literariamente, a lápis, com notas, setas, comentários e opiniões.
Romance. Capa de Luís Filipe de Abreu. 306+(2) páginas. 19 x 12,4 cm. Manuseado e com a lombada amarelecida e com vincos de leitura. Colecção de Autores Portugueses da Livraria Bertrand, Lisboa, 1961.
Preço: 28 euros.

UMA NOITE E NUNCA
Ficção. [32] páginas, não numeradas (por abrir). Inclui prospecto e folha volante de apresentação da colecção. Série dirigida por Alexandre Pinheiro Torres. 20 x 12,3 cm. Colecção Tempo de Ficção, n.º 1. Lisboa: Edições Tempo, 1962.
Preço: 12 euros.

DE FLORENÇA A NOVA IORQUE
Viagens. Exemplar com expressivo autógrafo de página inteira a José Palla e Carmo pedindo, «se possível, uma crítica rápida a este livro». Capa de João da Câmara Leme. 286+(14) páginas. 16,5 x 11 cm. Colecção O Livro de Bolso n.º 46-47 (volume duplo). Capa e lombada amarelecidas e com vincos. Lisboa: Portugália Editora, 1963.
Preço: 17 euros.

TERRA OCUPADA
Novelas e contos. Capa de Luís Filipe de Abreu. Primeira edição. 228 páginas. 19 x 12,5 cm. Com assinatura de posse na folha de guarda. Capa com alguma perda de cor. Usado. Lisboa: Livraria Bertrand, 1964.
Preço: 12 euros.

O TEMA DA MORTE
2.ª edição de O Tema da Morte na Poesia Portuguesa (1958). Assinado pelo autor com dedicatória a José Palla e Carmo, conserva a parte frontal do envelope manuscrito e selado (com data), enviado com o livro pelo correio. Ensaios sobre Teixeira Gomes, Aquilino Ribeiro, o Decameron, Rousseau, entre outros. 166+(2) páginas. 16,7 x 13,2 cm. Lombada amarelecida. Miolo limpo. Invulgar. Lisboa: Cronos, 1966.
Preço: 22 euros.

BASTARDOS DO SOL
2.ª edição revista, com um estudo de Luiz Francisco Rebello, e por este autografada com dedicatória a José Palla e Carmo («este prefácio onde é justamente citado»). Conserva em bom estado a cinta original. Capa de José Cândido. 163+(5) páginas. 19 x 12,2 cm. Colecção de Autores Portugueses da Livraria Bertrand, Lisboa, 1967.
Preço: 18 euros.

ROTEIRO DE EMERGÊNCIA
Viagens, crónicas, apontamentos e um diário da prisão cifrado («esboço de uma novela»). Assinado pelo autor com dedicatória. Capa de João da Câmara Leme. Primeira edição. 276 páginas. 16 x 10,5 cm. Colecçãco O Livro de Bolso, n.º 87/88. Lisboa: Portugália Editora, [Janeiro de] 1966. Capa com manchas leves, algumas também nas primeiras páginas do miolo.
Preço: 12 euros.

AS AVES DA MADRUGADA
Novelas e contos. Segunda edição, revista, com um estudo de Óscar Lopes (pp. 7-26). Capa de José Cândido. 216 páginas. 19 x 12 cm. Lisboa: Livraria Bertrand, 1966. Usado.
Preço: 10 euros.

IMITAÇÃO DA FELICIDADE
Novela (que dá título ao livro) e contos. Primeira edição. Obra retirada do mercado (apreendida) pela censura, aquando da sua publicação. Recebeu o Prémio da Imprensa Cultural. Capa de José Cândido. 210 páginas. 19 x 12,5 cm. Assinatura de posse. Usado. Lisboa: Livraria Bertrand, [1966].
Preço: 15 euros.

CARNAVAL NEGRO
Novela. Assinado pelo autor com dedicatória a José Palla e Carmo, «ensaista excepcional». 42+(2) páginas. 17,5 x 12,6 cm. Bom estado. Lisboa: Movimento, 1967.
Preço: 25 euros.

DESPEDIDAS DE VERÃO
Esboço de argumento cinematográfico a partir de uma ideia de Jorge Brum do Canto, como o autor conta no prefácio. Capa de José Cândido. 174+(2) páginas. 19 x 12 cm. Manuseado. Colecção de Autores Portugueses da Livraria Bertrand, Lisboa, 1967.
Preço: 18 euros.

CONTOS DA SOLIDÃO
Contos. Assinado pelo autor com dedicatória a José Palla e Carmo. Capa de José Cândido. 280+(4) páginas. 19 x 12 cm. Lombada amarelecida e com um vinco. Bom exemplar. Colecção de Autores Portugueses da Livraria Bertrand, Lisboa, 1970 .
Preço: 17 euros.

CONTOS DA SOLIDÃO
Contos. Capa de José Cândido. 280+(4) páginas. 19 x 12 cm. Capa manchada. Usado. Colecção de Autores Portugueses da Livraria Bertrand, Lisboa, 1970 .
Preço: 7 euros.

A PALMA DA MÃO
Sumário dos Dias Inquietos
Crónicas [e diarística, conto-curto, etc.]. Assinado pelo autor com dedicatória a José Palla e Carmo. 262+(10) páginas. Bom estado. Preserva cinta editorial. Capa e direcção gráfica de Armando Alves. 262+(10) páginas. 19,4 x 14 cm. Lombada com vinco de leitura. Miolo limpo e fresco. Oitavo volume da colecção Ofício de Viver. Porto: Editorial Inova, 1970.
Preço: 20 euros.

ENSAIOS DE ESCREVIVER
Ensaios. Abre com “O problema racial nos Estados Unidos»; outros ensaios sobre António Nobre, Camilo Pessanha, Raul Brandão, António Patrício, Rimbaud, Dostoievski, etc. Capa e direcção gráfica de Armando Alves. 274+(10) páginas. 19,4 x 14 cm. Bom estado. Colecção As palavras e as coisas. Porto Editorial Inova, 1970.
Preço: 14 euros.

DESERTO COM VOZES
Crónicas. Primeira edição. Assinado pelo autor com dedicatória. Capa e direcção gráfica de Armando Alves. 300+(16) páginas. 19,5 x 13,7 cm. Capa com ligeiras imperfeições. Bom estado geral. Colecção Ofício de Viver n.º 17. Porto: Editorial Inova, [1971].
Preço: 18 euros.

AS TORRES MILENÁRIAS
Teatro. Peça em dois actos. Capa de Henrique Ruivo. Primeira edição. Proibido pela censura. 159 páginas. 19 x 12 cm. Lisboa: Livraria Bertrand, 1971. Pequena assinatura de posse na página de guarda. Bom estado geral.
Preço: 12 euros.

AS TORRES MILENÁRIAS
Teatro. Peça em dois actos. Capa de Henrique Ruivo. Primeira edição. Proibido pela censura. Assinado pelo autor com dedicatória a José Palla e Carmo. 159 páginas. 19 x 12 cm. Capa com manchas. Lisboa: Livraria Bertrand, 1971.
Preço: 15 euros.

VIAGEM À UNIÃO SOVIÉTICA e outras páginas
Viagem. Capa de Acácio Santos. 210 páginas. 18,5 x 11,5 cm. Cadernos Seara Nova, Série «de leste a oeste». Lisboa: Seara Nova, 1973.
Preço: 12 euros.

VIAGEM À UNIÃO SOVIÉTICA e outras páginas
Viagem. 2.ª edição. Capa de Acácio Santos. 210 páginas. 18,5 x 11,5 cm. Cadernos Seara Nova, Série «de leste a oeste». Lisboa: Seara Nova, 1973.
Preço: 8 euros.

REDESCOBERTA DA FRANÇA
Viagem. Capa de Acácio Santos. 104 páginas. 18,5 x 11,5 cm. Cadernos Seara Nova, Série «de leste a oeste». Lisboa: Seara Nova, 1973.
Preço: 8 euros.

IMITAÇÃO DA FELICIDADE
Novela, que dá título ao livro, e contos. Assinado pelo autor com dedicatória datada de 1984. 2.ª edição (primeira não-censurada), com um texto crítico de Mário Sacramento. Recebeu o Prémio da Imprensa Cultural. Capa de José Cândido. 210 páginas. 19 x 12,5 cm. Capa cansada. Lisboa: Livraria Bertrand, [Junho de] 1974.
Preço: 12 euros.

DISSOLUÇÃO
Romance. Primeira edição. Com um ex-libris de anterior proprietário. 248 páginas. 19 x 12 cm. Colecção Autores Portugueses. Lisboa: Bertrand, [Outubro de] 1974. Capa cansada.
Preço: 8 euros.

DIÁRIO DA AUSÊNCIA e TEXTOS DE PRESENÇA ACTIVA
Crónica, crítica, política e um diário da prisão do autor no Aljube, em 1965. Capa de José Cândido. 286 páginas. 19 x 12 cm. Lisboa: Livraria Bertrand, [Setembro de] 1975. Lombada Descolorada.
Preço: 10 euros.

DESERTO COM VOZES
Crónicas. Segunda edição (revista). Capa de Henrique Ruivo. 320 páginas. 18,8 x 11,5 cm. Colecção Ficcionistas Portugueses, [n.º 19] Lisboa: Seara Nova, 1976. Capa cansada.
Preço: 7 euros.

AS POMBAS SÃO VERMELHAS
Novelas e contos. Capa de Henrique Ruivo. Primeira edição. 166 páginas. 19 x 12 cm. Lisboa: Livraria Bertrand, [Janeiro de] 1977. Capa cansada.
Preço: 5 euros.

ESTÓRIAS ALENTEJANAS
Contos. Ilustração da capa e arranjo gráfico de José Araújo. 219+(5) páginas. 18,5 x 13 cm. Capa cansada. Miolo limpo. Lisboa: Editorial Caminho, 1977.
Preço: 8 euros.

REALISMO, ARTE DE VANGUARDA E NOVA CULTURA
Ensaios sobre António Patrício, Aquilino Ribeiro, Armando López Salinas, Balzac, Saint-Exupéry, Roger Vailland, Teixeira Gomes, Jean Vilar, Luiz Francisco Rebello, José Viale Moutinho e Cesare Pavese. 2.ª edição, revista e aumentada. 181 páginas. 20 x 12,5 cm. Lisboa: Editora Nova Crítica, [Novembro de] 1978. Com um ex-libris de anterior proprietário.
Preço: 12 euros.

DESTA ÁGUA BEBEREI
Romance. Capa de Manuel Dias. Primeira edição. 266 páginas. 21 x 14 cm. Lisboa: Livraria Bertrand, [Março de] 1979. Usado.
Preço: 7 euros.

ABECÊ DA NEGAÇÃO
Crónicas e contos. Primeira edição. Capa (sobre um quadro de Magritte) e arranjo gráfico de José Araújo. 111 páginas. 18,5 x 13 cm. Colecção O Campo da Palavra n.º 8. Lisboa: Editorial Caminho, [20 de Janeiro] de 1980.
Preço: 10 euros.

ABECÊ DA NEGAÇÃO
Crónicas e contos. Primeira edição. Capa (sobre um quadro de Magritte) e arranjo gráfico de José Araújo. 111 páginas. 18 x 13 cm. Colecção O Campo da Palavra n.º 8. Lisboa: Editorial Caminho, [20 de Janeiro] de 1980. Exemplar assinado pelo autor com dedicatória invulgar, em Fevereiro de 1980.
Preço: 20 euros.

A PALAVRA NO ESPAÇO
Ensaio. Primeira edição. Recolha de textos do próprio organizados em duas partes: “As Terras” (viagens e política nacional e internacional) e  “As Letras (e o seu espaço)” (inclui textos sobre Luandino Vieira, Agostinho Neto e Alves Redol). Dedicatória não autoral na página de rosto e, no miolo, algumas com anotações, ambas a esferográfica. 168 páginas. 21 x 14,1 cm. [Lisboa]: Editora Gleba, 1980.
Preço: 6 euros.

FUGA IMÓVEL
Ficção. Primeira edição. Autografado pelo autor com dedicatória. Capa de Vitorino Martins. 169 páginas. 20 x 14,5 cm. Bom exemplar. Colecção Círculo de Prosa. Lisboa: Moraes Editores, 1982. Lombada cansada.
Preço: 15 euros.

OCEANO OBLÍQUO
Novelas e contos. Primeira edição. 188 páginas. 21 x 14 cm. Exemplar assinado pelo autor com dedicatória de amizade. Colecção Século XX, n.º 238. Mem Martins: Publicações Europa-América, 1984. Lombada com pequenos defeitos. Capa com pequenas manchas.
Preço: 20 euros.

AS AVES DA MADRUGADA
Novelas. Quinta edição revista, com um estudo de Óscar Lopes. Na capa, pintura de Francisco Simões. 176 páginas. 21 x 14 cm. Exemplar assinado pelo autor com dedicatória de amizade. Colecção Século XX, n.º 312. Mem Martins: Publicações Europa-América, 1990.
Preço: 15 euros.

VIOLETA E A NOITE
Romance. Primeira edição. Na capa, pintura de Francisco Simões. 164 páginas. 21 x 14 cm. Exemplar assinado pelo autor com dedicatória de amizade. Colecção Século XX, n.º 328. Mem Martins: Publicações Europa-América, 1991.
Preço: 20 euros.

DERIVA
Romance. Primeira edição. Na capa, pintura de Francisco Simões. 184 páginas. 21 x 14 cm. Colecção Século XX, n.º 347. Mem Martins: Publicações Europa-América, 1993. Bom exemplar.
Preço: 12 euros.

DERIVA
Romance. Primeira edição. Assinado pelo autor com dedicatória de amizade. Na capa, pintura de Francisco Simões. 184 páginas. 21 x 14 cm. Colecção Século XX, n.º 347. Mem Martins: Publicações Europa-América, 1993. Manuseado.
Preço: 15 euros.

A HORA DA INCERTEZA
Romance. Primeira edição. Na capa, escultura de Francisco Simões. 153 páginas. 21 x 14 cm. Exemplar assinado pelo autor com dedicatória de amizade. Colecção Século XX, n.º 358. Mem Martins: Publicações Europa-América, 1995. Manuseado.
Preço: 15 euros.

O SUPREMO INTERDITO
Romance. Primeira edição. Capa com arranjo gráfico sobre pintura de Armanda Passos. Autografado pelo autor com dedicatória. 196 páginas. 23 x 15,5 cm. Colecção Contemporânea, n.º 31. Mem Martins: Publicações Europa-América, 2002. Manuseado.
Preço: 20 euros.

NUNCA DIREMOS QUEM SOIS
Romance. Primeira edição. Capa com arranjo gráfico sobre pintura de António Carmo. 216 páginas. 23 x 15,5 cm. Colecção Contemporânea, n.º 69. Mem Martins: Publicações Europa-América, 2002. Manuseado.
Preço: 15 euros.

GOD BLESS AMERICA!
«Por entre bombardeamentos, a vida corre em Bagdade.» Conto. Fotografias de Rui Ochôa. Cartonagem editorial. Bom estado. 64+(8) páginas. Papel couché. 23 x 15,5 cm. Lisboa: Publicações Europa-América, 2003.
Preço: 12 euros.

O ETERNO EFÉMERO
Romance. Segunda edição. Capa de Atelier Henrique Cayatte com Rita Múrias sobre pintura de Goya. 144 páginas. 23,5 x 15,4 cm. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 2005.
Preço: 10 euros.

OS CADERNOS SECRETOS DO PRIOR DO CRATO
Novela. Primeira edição. Capa de Atelier Henrique Cayatte com Rita Múrias sobre pintura de Veronese. 112 páginas. 15,4 x 23,5 cm. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 2007.
Preço: 15 euros.

A ÚLTIMA COLINA
Contos. Primeira edição. Capa de Atelier Henrique Cayatte com Rita Múrias sobre pintura de William Turner. 256 páginas. 23,5 x 15,4 cm. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 2008.
Preço: 15 euros.

ASSIM SE ESVAI A VIDA
três livros num só
Primeira edição. Reunião dos seguintes livros: Assim se Esvai a Vida (novela), O Cornetim Encarnado (novela) e Os Olhos do Demónio e Outros Contos (contos). Primeira Edição. Capa de Atelier Henrique Cayatte sobre pormenor de pintura de Nikias Skapinakis. 288 páginas. 23,5 x 15,4 cm. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 2010.
Preço: 15 euros.


 


POESIA AMÁVEL
JOSÉ FERNANDES FAFE
Ensaio introdutório, sobre a poesia do autor, de José Gomes Ferreira. 71+(3) páginas. 20 x 14 cm. Lombada amarelecida. Miolo limpo, salvo pequena assinatura de posse a um canto do rosto. Bom estado geral. Colecção Poetas de Hoje, n.º 11. Lisboa: Portugália, 1963.
Preço: 18 euros.

A ENGRENAGEM. Variação sobre um tema de Sartre
JOSÉ FERNANDES FAFE
Peça de teatro, inspirada na obra homónima de Sartre, e na Revolução Cubana. 93 páginas. 21 x 13,5 cm. Assinatura de posse no rosto, de antigo livreiro. Manuseado. Lisboa: Edição do autor, 1972.
Preço: 12 euros.

NAÇÃO: FIM OU METAMORFOSE?
JOSÉ FERNANDES FAFE
Ensaio. Capa com fotografia de uma obra de David de Almeida, Do Mar de Hoje / Vela, 1983. Colecção Estudos Gerais, Série Universitária. 101 páginas. 24 x 15 cm. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1990. Bom estado geral.
Preço: 10 euros.

ESQUERDA: A NOVÍSSIMA E A ETERNA
JOSÉ FERNANDES FAFE
Ensaio. Exemplar autografado pelo autor com dedicatoria de amizade e admiração, datada de 1985. 431 páginas. 21 x 14  cm. Lisboa: Edições O Jornal, 1985. Manuseado. Capa com vincos (vide fotografia).
Preço: 18 euros.

DA IGUALDADE E DA DIFERENÇA DAS CULTURAS
JOSÉ FERNANDES FAFE
Ensaio. Exemplar emendado e autografado pelo autor com dedicatoria curiosa, datada de 1987. Lisboa: Centro de Estudos dos Povos e Culturas de Expressão Portuguesa da Universidade Católica, 1986. Com 12 páginas e 23 x 15,5 cm. Separata da Revista Povos e Culturas, n.º 1, 1986, sobre «Portugal e os Portugueses: uma perspectiva diacrónica».
Preço: 14 euros.

POESIA (QUASE TODA E ATÉ AGORA)
JOSÉ FERNANDES FAFE
Reunião da maior parte da poesia do autor até à data, com um prefácio em jeito de balanço e uma menção especial ao poeta Carlos de Oliveira. Capa de Armando Alves. 140 páginas. 24 x 15 cm. Bom estado geral. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, [Outubro de] 1987.
Preço: 15 euros.

PORTUGAL, MEU REMORSO DE TODOS NÓS
JOSÉ FERNANDES FAFE
Ensaio. Exemplar autografado pelo autor com dedicatoria de amizade e admiração, datada de 1993. Design gráfico de José Serrão. Ilustração da capa de  Jorge Esteves. 285 páginas. 21 x 13,5 cm. Colecção Nosso Mundo. Lisboa: Editorial Caminho, [Setembro de] 1993.
Preço: 17 euros.

O VOSSO AGENTE EM HAVANA E OUTRAS NOVELAS
JOSÉ FERNANDES FAFE
Novelas. Com desenhos de José Rodrigues. Design de Humberto Nelson. 97 páginas. 28 x 24 cm. Contracapa com ténues marcas de bicho de papel. Capa com manchas leves. Vila Nova de Cerveira: Associação dos Amigos do Convento SanPaio, 1999.
Preço: 15 euros.


 


A MULHER ALGARVIA


AMÍLCAR LOURO


No Algarve — idílico jardim odorante embalado languidamente pela brisa suave de um mar de cobalto — sonha e desponta uma rainha em dia de núpcias: — a algarvia.
Mercê de circunstâncias várias, como sejam a ancestralidade tão rica em motivos lendários, recordados em afável e patriarcal convívio, e a influência do clima adormecedor, propício à indolência, a nossa mulher mais meridional tem ainda uma certa predisposição ingénita para se entreter com os castelos de fadas e toda a sorte de quimeras expressas nos contos, quasi sempre de feição luso-árabe, transmitidos desde os tempos remotos por tantas gerações.
O sangue mouro que lhe corre nas veias impele-a a um viver ofegante, ansioso, ardente. Suspira por anelantes e insaciáveis carinhos de noivado perene. Procura encaminhar a existência para um sonho de mil e uma noites — e assim facilmente se entranha no prazer. É a mulher mais sensual do nosso país.

[pp. 16-17]

Capa de Neves de Sousa (desenho de 1945). Prefácio de Luís Forjaz Trigueiros. 93+(7) páginas. 19 x 13 cm. Exemplar interessante, com dedicatória não-autoral, e capas com algumas manchas. Miolo limpo. Composto e impresso nas oficinas gráficas da Editorial do Povo, [s.l.], 1946.

Preço: 17 euros.



FARO NO SÉCULO XVII

A «URBE» E A «CIVITAS»


JOSÉ ANTÓNIO PINHEIRO E ROSA


Exemplar assinado com dedicatória extensa do autor a Falcão Machado.

Inclui cartão pessoal de Pinheiro e Rosa, director dos Museus Municipais, manuscrito na frente e no verso, para o mesmo dedicatário.

Ilustrado com uma reprodução desdobrável, em papel couché, da «mais antiga gravura de Faro». 55 páginas. 24,5 x 17 cm. Capa cansada, com manchas e vincos. Miolo limpo. Separata dos Anais do Município de Faro, Faro, 1980.

Conjunto invulgar.

Preço: 17 euros.


 


ALENTEJO DESENCANTADO


MÁRIO VENTURA


Com dedicatória de amizade de Mário Ventura na página de ante-rosto.

2.ª edição revista e ampliada. Com 24 fotografias de Augusto Cabrita, em extra-texto couché. 242+[24]+(2) páginas. 21,5 x 16 cm. Lombada e corte superior das folhas amarelecido, miolo limpo: no geral, um bom exemplar. Colecção Documentos de Todos os Tempos da Livraria Bertrand, Lisboa, Fevereiro de 1973.

Preço: 25 euros.


 


ALQUEVA

A GRANDE BARRAGEM

ANTUNES DA SILVA


Assinado pelo autor com dedicatória de amizade («estas crónicas de um tempo presente»), datada.

Ilustrado com fotografias de Rui Pacheco. 102+(2) páginas. 21 x 14,5 cm. Capa com manchas leves. Primeira e última folhas amarelecidas. Colecção Obras de Antunes da Silva, n.º 2. Lisboa: Livros Horizonte, 1982.

Preço: 20 euros.



EXILADO

E OUTROS CONTOS

ANTUNES DA SILVA


Autografado pelo autor com dedicatória de amizade («estas histórias do Alentejo»).

Capa e direcção gráfica de Armando Alves. 89+(7) páginas. 22,5 x 14,5 cm. Capas com um ou outro pontos de desgaste. Miolo limpo. Bom estado geral. Colecção Duas Horas de Leitura, n.º 18. Porto: Editorial Inova, 1973.

Preço: 18 euros.



O APRENDIZ DE LADRÃO


ANTUNES DA SILVA


Exemplar assinado pelo autor com dedicatória datada («abraço de camaradagem»).

Primeira edição. Com ilustrações de Manuel Ribeiro Pavia. 236+(4) páginas. 19,5 x 12,5 cm. Capas, lombada e corte das folhas machados, e com marcas superficiais de bicho de papel; miolo com picos leves, pouco frequentes. Colecção Orion, distribuída pelas Publicações Europa-América, Lisboa, 1954.

Preço: 8 euros.



TERRAS VELHAS SEMEADAS DE NOVO

UMA REALIDADE PORTUGUESA:
OS TRABALHADORES DAS COOPERATIVAS

ANTUNES DA SILVA


Dedicatória manuscrita e datada do autor na página de rosto.

Reportagens. Ilustrado com fotografias a preto, em papel couché, extra-texto. 236+[8] páginas. 21,5 x 16 cm. Capas cansadas. Lombada descolorada e com vinco de leitura. Miolo no geral limpo. Colecção Documentos de Todos os Tempos. Lisboa: Livraria Bertrand, 1976.

Preço: 10 euros.


 


DIÁRIO DE ÉDIPO


ALBERTO FERREIRA


Primeira edição com dedicatória manuscrita e datada por Alberto Ferreira, em Julho de 1965.

Prefácio de Augusto da Costa Dias. Capa de João da Câmara Leme. 264+(4) páginas. 19,2 x 13 cm. Lombada amarelecida e com vincos de leitura. Miolo limpo. Lisboa: edição do autor, [Junho de] 1965.

Preço: 22 euros.


 


A LEBRE


ÁLVARO GUERRA


Dedicatória manuscrita do autor, a um casal amigo, num cartão colado na página de guarda.

Capa de Alberto Gomes. 118 páginas. 19,5 x 14 cm. Capas em bom estado. Miolo limpo. Lombada descolorada, amarelecida e com vinco de leitura. Colecção Autores Portugueses n.º 17. Lisboa: Prelo, 1970.

Preço: 20 euros.



OS MASTINS


ÁLVARO GUERRA


Dedicatória de amizade do autor no ante-rosto, datada de Abril de 1967.

Primeira edição, com prefácio de Alves Redol. Capa de Guilherme Lopes Alves, sobre desenho de Picasso. 120+(4) páginas. 19,5 x 14,5 cm. Lombada amarelecida e parcialmente descolorada. Capas com ocasionais manchas marginais. Miolo limpo. Colecção Autores Portugueses n.º 9. Lisboa: Prelo, [Março de] 1967.

Preço: 20 euros.



LES MÂTINS

suivi de

LE PRINTEMPS DÉGUISÉ


ÁLVARO GUERRA


Assinado por Álvaro Guerra com dedicatória de amizade, em «Lisboa, Junho de 1969».

Traduções de Os Mastins (1967) e O Disfarce (1969), por Roberto Quemserat. 223+(5) páginas. 18,7 x 12 cm. Manuseado. Lombada amarelecida e com vinco de leitura. Miolo limpo. Mantém-se um exemplar interessante. Na colecção Du Monde Entier da Gallimard, Paris, [20 de Fevereiro de] 1969.

Preço: 20 euros.



O DISFARCE


ÁLVARO GUERRA


Dedicatória de amizade («mesmo») de Álvaro Guerra no ante-rosto.

Primeira edição. Capa de Pilo da Silva. 116+(4) páginas. 19,5 x 14 cm. Capas e miolo limpos. Lombada levemente amarelecida e com vinco de leitura. Colecção Autores Portugueses n.º 15. Lisboa: Prelo, 1969.

Preço: 22 euros.



OS MASTINS

seguido de

O DISFARCE


ÁLVARO GUERRA


Dedicatória manuscrita do autor («estes textos ressuscitados), datada de Abril de 1988.

3.ª edição. Prefácio de Alves Redol. Reedição conjunta de dois títulos de 1967 e 1969, tal como na edição da Gallimard. Capa de João Segurado. 168 páginas. 21 x 14 cm. Bom estado geral. Lisboa: O Jornal, [Dezembro de] 1986.

Preço: 18 euros.



MEMÓRIA


ÁLVARO GUERRA


Com dedicatória curiosa do autor, no rosto, datada de Novembro de 1971, inclui um postal não circulado para Álvaro Guerra (com duas frases manuscritas).

Primeira edição. Capa de Soares Rocha. 138+(6) páginas. 18,5 x 13,5 cm. Manuseado e com a lombada cansada, porém sólido e de miolo limpo. Conjunto invulgar. Lisboa: Editorial Estampa, 1971.

Preço: 24 euros.



REFLEXÕES SOBRE A CHINA

OU AS ATRIBULAÇÕES DE UM OCIDENTAL NO OCIDENTE

ÁLVARO GUERRA


Dedicatória manuscrita, de amizade («esta aventura oriental»), do autor.

Ilustrado. Capa de Salette e José Brandão. 102+(2) páginas. 21 x 14 cm. Lombada descolorada. Manuseado. Miolo limpo. Lisboa: Perspectivas & Realidades, [Outubro de] 1976.

Preço: 17 euros.



CRÓNICAS JUGOSLAVAS


ÁLVARO GUERRA


Dedicatória extensa do autor, datada, referindo a presença do dedicatário numa das crónicas do livro.

Álvaro Guerra representou Portugal como diplomata, na antiga Jugoslávia, entre 1977 e 1984. Na capa, pormenor de uma tela de Doklean Sofija (1972). 114 páginas. 21 x 13,5 cm. Bom estado. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1996 [Grande Prémio de Crónica da Associação Portuguesa de Escritores].

Preço: 20 euros.



[catálogo e autógrafo]


ÁLVARO GUERRA


Conjunto constituído por:

Catálogo da exposição memorativa RAZÕES DE LIBERDADE, dedicada à vida e obra de Álvaro Guerra, e que teve lugar em Vila Franca de Xira, no Celeiro da Patriarcal, entre 24 de Abril e 1 de Agosto de 2004. Textos de Ramalho Eanes, José Blanco, José Jorge Letria, Mário Coelho Luís, Mário Soares, e outros. Ilustrado. 70 páginas. 30,5 x 21,5 cm. Encadernação editorial. Bom estado. Inclui brochura da exposição. Edição da Câmara Municipal de VIla Franca de Xira, em 2004.

Livro com assinatura de posse de Álvaro Guerra, no exílio em «Paris, 1965»: PROMOTION DES VENTES, Clé du Succès, de Nepveu-Nivelle. 2.ª ed., 20.º milhar.  171 páginas. 24 x 15,5 cm. Lombada amarelecida. Bom estado geral. Paris: Dunot, 1965.

Preço: 15 euros.


 


CAFÉ REPÚBLICA

CAFÉ CENTRAL

CAFÉ 25 DE ABRIL

CRIMES IMPERFEITOS


ÁLVARO GUERRA


Trilogia completa (e sequela independente), fresco e folhetim do século XX português, da Primeira Guerra ao pós-25 de Abril, durante 1380 páginas, publicadas entre 1982 e 1990.

Os quatro volumes em primeira edição, com dedicatórias manuscritas, todas ao mesmo dedicatário, datadas por Álvaro Guerra (ou também “Manel”) e muito próximas das datas de publicação:

CAFÉ REPÚBLICA
Folhetim do Mundo Vivido em Vila Velha (1914-1945)
Longa dedicatória de amizade de Álvaro Guerra, datada de Maio de 1982. Capa de João Segurado. 247 páginas. 21 x 14 cm. Lombada descolorada. Miolo limpo. No geral, um bom exemplar. Primeira edição. Lisboa: O Jornal, [Maio de] 1982.

CAFÉ CENTRAL
Folhetim do Mundo Vivido em Vila Velha (1945-1974)
Com dedicatória de amizade de Álvaro Guerra («aquele abraço que dispensa literaturas»), datada de Abril de 1984. Capa de João Segurado. 435 páginas. 21 x 14 cm. Lombada amarelecida e com vincos de leitura. Miolo limpo. Mantém-se um exemplar interessante. Primeira edição. Lisboa: O Jornal, [Abril de] 1984.

CAFÉ 25 DE ABRIL
(as ruínas)
Folhetim do Mundo Vivido em Vila Velha
Dedicatória de amizade de Álvaro Guerra («uma amizade firme, todos os dias reforçada, com ou sem cafés»), datada de Maio de 1987. Capa de João Segurado. 328 páginas. 21 x 14 cm. Manuseado. Lombada amarelecida e com vincos de leitura. Miolo limpo. Primeira edição. Lisboa: O Jornal, [Abril de] 1987.

CRIMES IMPERFEITOS
Dedicatória de amizade no ante-rosto, datada de Janeiro de 1991. Capa de João Segurado. 370 páginas. 21 x 14 cm. Manuseado. Capa com vincos de leitura e pequenas marcas de uso. Miolo limpo, salvo primeiras quatro páginas amarelecidas. Mantém-se um exemplar interessante. Primeira edição. Lisboa: O Jornal, 1990.

Um conjunto invulgar, lido e estimado, com dedicatórias personalizadas que reflectem, também, a evolução de uma amizade particular do autor.

Preço: 70 euros.


 


A DEZ ANOS DA MORTE DE JOSÉ RÉGIO

Testemunhos de:

ORLANDO TAIPA – PAULO FERRO – JOAQUIM PACHECO DAS NEVES – SANT’ANNA DIONÍSIO – AMÂNDIO CÉSAR – ANTÓNIO DE NAVARRO – SOLEDADE SUMMAVIELLE – ISAURA CORREIA DOS SANTOS – MÁRIO MOTA – ANTÓNIO DE OLIVEIRA COELHO


Oferecido por um dos autores, Amândio César, com dedicatória manuscrita, ao jornal Diário Popular.

Ilustrado com fotografias, desenhos e fac-similes. Retratos de José Régio por José Alexandre, Neves e Sousa, Sant’Anna Dionísio e Júlio Resende.

Homenagem, testemunhos. 77 páginas. 23 x 15,5 cm. Capa com manchas, interior em bom estado, salvo pequena assinatura de posse no ante-rosto. Edição da Editorial Resistência, Lisboa, [Julho de] 1980.

Preço: 15 euros.


 


A GERAÇÃO DE 70

UMA REVOLUÇÃO CULTURAL E LITERÁRIA


ÁLVARO MANUEL MACHADO


As «personalidades mais representativas [da Geração de 70] podem afigurar-se um transitório grupo de revolucionários malogrados ou, mais simplesmente, de idealistas cépticos. Mas toda essa paradoxal caracterização se conjuga, essencialmente, com o grande drama do homem moderno, que é o drama da obsessão revolucionária e das suas relações com o tempo».

Ensaio. Exemplar autografado pelo autor com dedicatória («com um abraço de camaradagem e admiração») datada de Novembro de 1977. Brochado. 91+(5) páginas. 19 x 11,5 cm. Bom estado. Colecção Biblioteca Breve, dirigida por Álvaro Salema, [Lisboa]: Instituto de Cultura Portuguesa, 1977.

Preço: 18 euros.


 


[Carta Dactiloscrita]


JOSÉ MANUEL SOARES DE OLIVEIRA


Dactiloscrito de 9 páginas, datado de 9/9/1947, assinado pelo autor, José Manuel Soares de Olviera, que esteve «praticamente sozinho à frente da ALA» no biénio 1946-1947, a exercer funções de director interino, na sequência da indisponibilidade de Jorge Botelho Moniz. É feito um balanço da actividade do jornal para «os futuros elementos directivos», pois Soares de Oliveira [vê-se] «obrigado a abandonar Portugal pelo prazo de 2 anos» — a publicação terminou abruptamente (cit. Daniel Pires) pouco tempo depois (1948/1949), na sequência da campanha de Norton de Matos.

Parte da carta é dedicada aos colaboradores (Afonso Botelho, Manuel Falcão, Freitas Leal, Luiz Archer, Nuno Teotónio Pereira, Henrique Barrilaro Ruas, etc.), e são ainda referidos problemas com a tipografia.

ALAJornal dos Universitários Católicos de Portugal, foi fundado em 1941, com crítica literária, poética, teatral, musical e de belas-artes, secção de desporto universitário e outras. Ao longo da sua curta história publicou colaborações importantes de Vitorino Nemésio, Jorge de Sena, Salette Tavares, Ruy Cinatti, Francisco de Sousa Tavares, Jorge Botelho Moniz, Vasco Miranda, Ruben A. ou Noël de Arriaga.

Conjunto agrafado de 9 folhas dactilografadas apenas de um lado, com assinatura manuscrita do autor no final, e formato 27 x 22 cm.

Invulgar.

Preço: 35 euros.


 


A MINHA EXPERIÊNCIA RUSSA

CRÓNICAS DE VIAGEM

EURICO GAMA


Exemplar assinado pelo autor (Elvas, 1913-1977), com dedicatória ao Cônsul Geral da Dinamarca em Portugal, datada de 18 de Outubro de 1971.

Brochado. Ilustrado a preto e a cor, extra-texto. 148+[20] páginas. 19 x 13 cm. Bom estado geral. Composto e impresso na Tipografia Editorial Franciscana, Braga, 1971.

Preço: 20 euros.


 


BIOGRAFIA

JOSÉ SARAMAGO


JOÃO MARQUES LOPES


«A primeira biografia do Nobel da Literatura português». Prefácio de João Tordo. Ilustrações de Lucy Pepper.

2.ª edição. Em brochura. 176 páginas. 21 x 15 cm. Bom estado. Lisboa: Guerra e Paz, 2011.

Preço: 14 euros.



JOSÉ SARAMAGO

APROXIMAÇÃO A UM RETRATO


BAPTISTA-BASTOS


Autografado por Baptista-Bastos com dedicatória. Inclui 24 páginas extra-texto couché, com fotografias a preto e a cor. 113+(3)+[24] páginas. 21 x 13,5 cm. Bom exemplar. Colecção A Obra e o Autor, I. Lisboa: Sociedade Portuguesa de Autores / Publicações Dom Quixote, 1996.

Preço: 25 euros.



JOSÉ SARAMAGO

ENTRE A HISTÓRIA E A FICÇÃO: UMA SAGA DE PORTUGUESES

TERESA CRISTINA CERDEIRA DA SILVA


«Sinopse: Diálogo entre a História e a Literatura nos romances de José Saramago: Levantado do Chão, Memorial do Convento, O Ano da Morte de Ricardo Reis. A função instauradora do imaginário para cobrir as lacunas do discurso histórico. Releitura do passado, questionamento do presente. Nova galeria de heróis: a marginalidade ganha voz.»

Ensaio que tem por base uma tese de doutoramento orientada por Cleonice Bernardelli e apresentada em 1987 na Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro. 278 páginas. 23 x 16 cm. Bom exemplar. Colecção Estudos Portugueses, n.º 22. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1989.

Preço: 17 euros.



JOSÉ SARAMAGO

NAS SUAS PALAVRAS


Edição e selecção de
FERNANDO GÓMEZ AGUILERA


Tradução dos textos em espanhol, inglês, francês e italiano de Cristina Rodrigues e Artur Guerra. 511 páginas. 23,4 x 15,8 cm. Manuseado. Capa com manchas. Miolo limpo. Lisboa: Editorial Caminho, 2010.

Preço: 12 euros.



CONVERSAS COM SARAMAGO

OS LIVROS, A ESCRITA, A POLÍTICA, O PAÍS, A VIDA


JOSÉ CARLOS DE VASCONCELOS


Entrevistas de José Carlos de Vasconcelos, publicadas no Jornal de Letras e na revista Visão, entre Abril de 1989 e Novembro de 2006. Fotografia da capa de Gonçalo Rosa da Silva. Brochado. 128 páginas. 19 x 13,2 cm. [Lisboa]: JL – Jornal de Letras Artes e Ideias, 2010.

Em conjunto com:

DISCURSOS DE ESTOCOLMO. JOSÉ SARAMAGO. Ilustrado. 22+(2) páginas. Manuseado. Edição posterior a 2010. Lisboa: Fundação José Saramago, [s.d.].

O ESSENCIAL SOBRE JOSÉ SARAMAGO. MARIA ALZIRA SEIXO. 64 páginas. 14 x 10 cm. Bom estado. Lisboa: Imprensa Nacional – Casa da Moeda, 1987.

Preço: 15 euros.


 


HISTÓRIAS BREVES DE ESCRITORES RIBATEJANOS


Autografado com dedicatória por um dos antologiados, Álvaro Guerra (pág. 24), claramente evocativa da sua presença como militar no início da Guerra Colonial.

Contos de Adelaide Félix, Álvaro Guerra, Alves Redol, Ângela Sarmento, António Borga, Jacinto Martins, Jorge Reis, Júlio Graça, Mário Ventura e Severiano Falcão. Colaboração (editorial) de António Borga. Capa de Pilo da Silva. 171+(5) páginas. 19,4 x 14 cm. Lombada amarelecida. Bom estado geral. Colecção Autores Portugueses, n.º 12. Lisboa: Prelo, [Julho de] 1968.

Preço: 25 euros.


 


POEMAS


ALDA LARA


Compilação póstuma dos poemas de Alda Lara (1930-1962), com organização de Orlando de Albuquerque, marido da autora. Exemplar autografado por Orlando de Albuquerque com dedicatória. 3.ª edição, 5.º milhar. Invulgar. 193+(7) páginas. 20,6 x 14,7 cm. Capa amarelecida, com pequenas marcas de manuseio e desgaste superficial. Miolo limpo. Lobito: Capricórnio, 1973.

Preço: 35 euros.


 


ARY DOS SANTOS

O HOMEM, O POETA, O PUBLICITÁRIO

FOTOBIOGRAFIA

ALBERTO BEMFEITA


Fotobiografia do multifacetado José Carlos Ary dos Santos: poesia, política, performance, edições, citações, retratos familiares, recortes de jornal, aparições públicas e momentos marcantes. Com dedicatória de amizade, do autor, Alberto Bemfeita, no ano de publicação.

Álbum. Bom exemplar, em encadernação editorial, com sobrecapa. Ilustrado a preto e a cor. 144 páginas. 29 x 25 cm. Lisboa: Editorial Caminho, 2003.

Preço: 35 euros.


 


O SANGUE DAS PALAVRAS


JOSÉ CARLOS ARY DOS SANTOS


Exemplar autografado pelo autor com dedicatória de amizade e «ternura».

Obra dividida em cinco partes: «Sonetos de Amor e Luta», «O Sangue das Palavras», «Requiem para Um (ou Mais) Poetas Vivos Portugueses», «Três Retratos à la Minuta», «Poemas Políticos» e «Tríptico do Trabalho».

67 páginas. 21 x 14 cm. Bom estado. Lisboa: Editorial Comunicação, 1978.

Preço: 40 euros.


 


DE LISBOA A SEVILHA

PELOS PIRINÉOS


ROGERIO PEREZ


Viagem. Excerto de um artigo de Norberto Lopes, no Diário de Lisboa, como prefácio. Passagens por Marrocos, Córdoba, Pirinéus, Madrid, Sevilha, (…).

Capa de Stuart de Carvalhais. Tiragem numerada (ex. n.º 1006), rubricada pelo autor. 190+(2) páginas. 19,4 x 13 cm. Encadernação sintética da época, com manchas leves, pouco relevantes. Possui ambas as capas de brochura, não aparadas e em bom estado, sem defeitos. Miolo no geral limpo. Lisboa: Parceria António Maria Pereira, 1929.

Preço: 20 euros.


 


Á BEIRA DO CENTENÁRIO DE CAMILO


CARLOS BABO


Com dedicatória do autor datada de 1938, e cinta alusiva ao monumento a Camilo, entre a capa e o miolo. 123+(5) páginas. 19,2 x 13 cm. Capa manchada. Miolo no geral limpo. Lisboa: Portugália Editora, [192-].

Preço: 20 euros.


 


PROBLEMA CAMILIANO ESCLARECIDO


JOSÉ DE ABREU


Opúsculo complementar a um artigo publicado no ano anterior por José de Abreu [Revista de Portugal, n.º 246, Junho de 1966], dedicado a esclarecer a data da primeira edição de um raro folheto de Camilo Castelo Branco.

Exemplar da tiragem normal de 150 exemplares, composto e impresso na Tipografia da Graça, Lisboa, 1967, com dedicatória de amizade do autor. 15+(1) páginas. 18,2 x 12,5 cm. Capa com manchas leves. Miolo limpo. No geral, bom exemplar.

Preço: 15 euros.


 


REGIMENTO DO HOSPITAL DE TODOS OS SANTOS


Título completo: REGIMENTO DO ESPRITAL DE TODOLOS SANTOS DE EL-REY NOSSO SENHOR DE LISBOA Que deu El-Rey D. Manuel no Ano do Senhor de 1504 e que é pela primeira vez dado em livro pelo Laboratório Sanitas em Novembro de 1946 nesta cidade de Lisboa.

Do Regimento do Hospital de Todos os Santos, «há duas versões no Arquivo do Hospital de S. José, ambas manuscritas, sendo uma, a original, escapada a dois incêndios, ao terramoto de 1755 e ao incêndio que se lhe seguiu, outra, “a leitura nova”, posterior. / A edição que fazemos é duma cópia revista, em face do original quinhentista e da “leitura nova”, pelos distintos funcionários Francisco de Bettencourt Atayde e Eduardo Santa Clara d’Agrella, sob a direcção de Ataíde e Melo, ilustre arquivista do Hospital de S. José, feita por determinação do antigo sub-secretário de estado da assistência social, Joaquim Dinis da Fonseca.» [in Prefácio, p. 8]

Autografado com dedicatória, no ante-rosto, por Fernando da Silva Correia, autor do prefácio e coordenador da edição, à época director do Instituto Ricardo Jorge. Com 4 ilustrações em extra-texto couché. 83+(13)+[8] páginas. 22 x 15,5 cm. Bom estado. Composto e impresso nas oficinas gráficas da Casa Portuguesa. Lisboa: Laboratório Sanitas, 1946.

Preço: 27 euros.


 


HISTÓRIA DA IMPRENSA PERIÓDICA PORTUGUESA

SUBSÍDIOS PARA UMA BIBLIOGRAFIA


JOSÉ MANUEL MOTTA DE SOUSA
LÚCIA MARIA MARIANO VELOSO


Inclui cartão de oferta, manuscrito, sem data nem dedicatário, do Director da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, Aníbal Pinto de Castro (1938-2010), autor do prefácio (palavras de apresentação). Com índices geográfico, onomástico, ideográfico e de títulos. 252 páginas (por abrir). 24,4 x 16,8 cm. Bom estado. Colecção Catálogos e Bibliografias n.º 4. Coimbra: Biblioteca Geral da Universidade, 1987.

Preço: 18 euros.


 


PONTO INTERNACIONAL


ARTUR ANSELMO


Compõem este livro alguns textos escritos para servirem de bordão às crónicas de política internacional que a televisão tem divulgado desde 1962. Textos temporais, portanto: mas textos onde nunca abandonei a minha condição de clerc (no sentido inicial de «aspirante») e, por isso, merecedores, talvez, de serem agrupados em livro. [do Pre-Texto]

Crónicas. Dedicatória do autor no ante-rosto, curiosa. Ilustrado com 32 páginas extra-texto com fotografias a preto. Brochado com 186+(6)+[32] páginas. 19,5 cm x 13,5 cm. Bom estado geral. Lisboa: Editorial Verbo, 1970.

Preço: 22 euros.


 


CANÇÕES DA TARDE


BULHÃO PATO


Exemplar com assinatura de posse, na folha de rosto, de José Maria Barbosa de Magalhães, ilustre aveirense (1879-1959), um dos autores da Constituição de 1911, ministro na Primeira República, bastonário da Ordem dos Advogados na década de 30 e membro da Comissão Directiva do MUD, na década de 40.

Brinde aos Senhores Assignantes do Diário de Notícias. Data na capa difere da data no rosto (1866). Livro de poemas que inclui versos a José Estevão, mas também à cantora Lotti, ambos complementados com alguns parágrafos de notas evocativas.

Capa com nota manuscrita “2.º brinde”. Encadernação com a lombada em pele, sóbria e estimada, em muito bom estado de conservação. Miolo apenas aparado à cabeça, carminado, conserva capas de brochura. 108+(4) páginas. 18,5 x 12,3 cm. Conjunto invulgar. Lisboa: na Typographia Universal de Thomaz Quintino Antunes, 1867.

Preço: 45 euros.


 


O COMBOIO DO TEMPO


CARLOS FRIAS DE CARVALHO


Homenagem ao Ferroviário nos 125 do Caminho de Ferro em Portugal.

Assinado pelo autor com dedicatória. Introdução de António Luís Moita. Capa e ilustrações de Feliciano Carvalho. 73+(7) páginas. 21 x 14,2 cm. Bom estado. Lisboa: [s.e.], 1982.

Preço: 18 euros.


 


O SERVIÇO SOCIAL PENITENCIÁRIO


FERNANDO RODRIGUES LEITÃO


Assinado pelo autor com dedicatória de amizade. Segundo a nota inicial, um livro (também) pensado para a actualização dos serviços prisionais do Ultramar — e que inclui análise breve de alguns casos estrangeiros (Bélgica, França, Alemanha, Inglaterra, E.U.A., Espanha e Países Escandinavos) e de directrizes contemporâneas da Igreja Católica.

Brochado. 110+(2) páginas. 20,8 x 15,2 cm. Capa com pequenos defeitos. Miolo limpo. Impressão pobre. Estado geral satisfatório. Composto e impresso nas Oficinas Gráficas do Colégio dos Orfãos, Porto, 1964.

Preço: 15 euros.


 


ASPECTOS DA POLÍTICA CRIMINAL
EM ALGUNS PAÍSES DA EUROPA


JOSÉ GUARDADO LOPES


Assinado pelo autor, à época Director-Geral dos Serviços Prisionais, com dedicatória ao arquitecto Alberto Pessoa.

Países europeus analisados: Alemanha, Áustria, Bélgica, França, Holanda, Itália, Noruega, Suécia e Suíça.

269+(1) páginas, e 23,5 x 17,7 cm. Capas e lombada com algumas manchas. Miolo limpo. Exemplar interessante. Separata do Boletim do Ministério da Justiça, n.ºs 56 e 57, Lisboa, 1956.

Preço: 20 euros.


 


HORIZONTES PORTÁTEIS


TERESA BALTÉ


Exemplar autografado pela autora, com dedicatória. Conserva a face do envelope que serviu para enviar o livro pelo correio, com um curioso carimbo publicitário da Colecção Duas Horas de Leitura, da mesma editora.

Com um desenho de Jorge Pinheiro. Nas badanas, críticas de Óscar Lopes, Eduardo Prado Coelho e José Blanc de Portugal. Brochado. 114+(10) páginas. 19,3 x 13,2 cm. Capas e guardas manchadas, provável acidez do envelope. Colecção Coroa da Terra, sétimo volume. Porto: Editorial Inova, Setembro de 1977.

Preço: 20 euros.


 


PARA UM ESTUDO DA EXPRESSÃO DO TEMPO
NO ROMANCE PORTUGUÊS CONTEMPORÂNEO


MARIA ALZIRA BARAHONA


Exemplar autografado pela ensaísta com dedicatória formal num cartão colado no ante-rosto.

Principais autores estudados: Agustina Bessa Luís, Fernando Pessoa, Maria Judite de Carvalho, António Patrício, Raul Brandão, Augusto Abelaira, Vergílio Ferreira e Mário de Sá-Carneiro.

Brochado. Com 215+(5) páginas, por abrir. 24,5 x 16,5 cm. Bom exemplar. Colecção Publicaçoes do Centro de Estudos Filológicos, n.º 17. Lisboa: Instituto de Alta Cultura, 1968.

Preço: 24 euros.


 


HISTÓRIAS À MARGEM DE UM SÉCULO DE HISTÓRIA


F. KEIL DO AMARAL


Livro de “memórias da família” do arquitecto Francisco Keil do Amaral (1910-1975), publicado na Biblioteca de Estudos sobre a Sociedade e a Cultura Portuguesas, secção I, n.º 6, da editora Seara Nova, Lisboa, 1970. Capa de Guilherme Lopes Alves. 242 páginas. 22 x 14 cm. Bom estado.

Assinado pelo autor com dedicatória datada de 1970.

Preço: 25 euros.


 


A CIDADE E OS HOMENS
e outros poemas


EDUARDO VALENTE DA FONSECA


Das primeiras obras publicadas por Eduardo Valente da Fonseca [Aveiro, 1928-2003]. Autografado pelo autor com dedicatória ao autor da capa, Rui Filipe. Muito bom estado de conservação. 126 páginas. 18 x 13 cm. Porto: edição do autor, 1956 (composto e impresso na Tipografia do Carvalhido, distribuído pela Livraria Aviz).

Preço: 70 euros.


 


POEMAS


JORGE COLOMBO


Edição do autor, Lisboa, 1985, de 250 exemplares, em papel manteigueiro, fora de mercado. Com 15 poemas e um «hors-texte». 20 páginas. 20 x 14,5 cm. Capa com ténue foxing, que desvanece nas 3 primeiras páginas. No geral, em bom estado.

Exemplar autografado por Jorge Colombo, com dedicatória datada de Março de 1986, ao poeta António Campos.

Preço: 45 euros.



CALENGA


CASTRO SOROMENHO


Contos. Primeira edição, com dedicatória datada ao jornalista Mário Rocha, à época n’O Século Ilustrado.

Capa e ilustrações de Manuel Ribeiro de Pavia. Prefácio de Arthur Ramos. Brochado. 231+(9) páginas. Alguns cadernos por abrir. 19,2 x 12,5 cm. Capa com pequenas manchas, visíveis na fotografia, e lombada amarelecida. Contracapa com mínimas marcas de bicho de papel, pouco perceptíveis. Exemplar interessante. Lisboa: Editorial Inquérito, 1945.

Preço: 40 euros.


 


RIACHO DOCE


JOSÉ LINS DO REGO


1.ª edição. Romance. Brochado. 372 páginas. 19 x 12,5 cm. Capa do pintor Santa Rosa. Em estado de conservação satisfatório, com picos de oxidação em algumas páginas. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio Editora, 1939.

Em conjunto com:

Cadernos de Divulgação Luso-Brasileira, n.º 10, dedicado a José Lins do Rego, da autoria de Victor Santos. Exemplar assinado pelo autor com dedicatória. 14 páginas, 18,5 x 13 cm. Manuseado e com picos de oxidação. Lisboa: Livraria Portugal, s. d.

Preço: 24 euros.


 


O BRASIL DE HOJE


MAJOR ALEXANDRE DE MORAIS


Homem do Regime — autor de um volume de crónicas militares da Guerra Civil de Espanha (vista pelo prisma franquista), do Manual do Legionário, do Manual da Mocidade Portuguesa, das Leis do Exército Novo, e de algumas obras sobre aspectos militares da II Guerra Mundial — Alexandre de Morais retrata nesta obra o Brasil da época (início da década de quarenta), nos seus aspectos geográficos, históricos, políticos, económicos, militares (e beligerantes). O mote parece ter sido a entrada do Brasil na II Guerra Mundial, contra a Alemanha e a Itália, por força dos ataques infligidos pelos países do Eixo à frota mercante brasileira.

Obra completa em 2 volumes, ilustrados com fotografias, tabelas e mapas, de 244 e 286 páginas (maioria por abrir), e 19 x 13 (x 4) cm. Capas com pequenas manchas, lombadas amarelecidas, miolo de ambos os volumes limpo. Lisboa: Edições Universo, 1943.

Primeiro volume autografado pelo autor com dedicatória ao «velho e querido amigo» Andrade e Sousa.

Preço: 27 euros.


 


A HORA UNIVERSAL
DOS PORTUGUESES


PEDRO VEIGA


Autografado pelo autor com dedicatória a Falcão Machado, a quem dirige uma carta-manuscrita — na sua inconfundível caligrafia, em curioso papel amarelo (17,3 x 13,5 cm), assinada mas não datada, com 4 páginas (uma “em branco”) e cerca de 202 palavras, — comentando, com interesse literário evidente, alguns assuntos bibliográficos e artísticos conimbricenses em comum:

«Penso que não faria mal eu tratar pictoralmente Coimbra nos ex-libris e nos selos postais. E também na literatura musical. Nos fadunchos!»

Com ex-libris de Pedro Veiga. Sobrecapa editorial em papel marmoreado. Tiragem numerada e assinada (este o n.º XXXI, de um total não indicado). Ligeiros picos de oxidação. Bom estado geral. 16 páginas, por abrir. 22,7 x 17,5 cm. Porto: Edições «Prometeu», [s.d.].

Conjunto invulgar.

Preço: 115 euros.


 


PROMETEU AGRILHOADO


ÉSQUILO


Tradução e prefácio (com 23 páginas) de Eduardo Scarlatti (1898-1990). Exemplar da tiragem especial numerada e assinada (pelo tradutor): exemplar n.º 291, dedicatória datada de 1981. Com 8 fotografias a preto e branco, extra-texto.

2.ª edição (publicado originalmente na Biblioteca Cosmos). Brochado. 116+(8) páginas. 21,5 X 15,3 cm. Sobrecapa e lombada manchadas, miolo limpo. Lisboa: Livraria Luso Espanhola, [s.d.].

Preço: 22 euros.