BIOGRAFIA

JOSÉ SARAMAGO


JOÃO MARQUES LOPES


«A primeira biografia do Nobel da Literatura português». Prefácio de João Tordo. Ilustrações de Lucy Pepper.

2.ª edição. Em brochura. 176 páginas. 21 x 15 cm. Bom estado. Lisboa: Guerra e Paz, 2011.

Preço: 14 euros.



JOSÉ SARAMAGO

APROXIMAÇÃO A UM RETRATO


BAPTISTA-BASTOS


Autografado por Baptista-Bastos com dedicatória. Inclui 24 páginas extra-texto couché, com fotografias a preto e a cor. 113+(3)+[24] páginas. 21 x 13,5 cm. Bom exemplar. Colecção A Obra e o Autor, I. Lisboa: Sociedade Portuguesa de Autores / Publicações Dom Quixote, 1996.

Preço: 25 euros.



JOSÉ SARAMAGO

ENTRE A HISTÓRIA E A FICÇÃO: UMA SAGA DE PORTUGUESES

TERESA CRISTINA CERDEIRA DA SILVA


«Sinopse: Diálogo entre a História e a Literatura nos romances de José Saramago: Levantado do Chão, Memorial do Convento, O Ano da Morte de Ricardo Reis. A função instauradora do imaginário para cobrir as lacunas do discurso histórico. Releitura do passado, questionamento do presente. Nova galeria de heróis: a marginalidade ganha voz.»

Ensaio que tem por base uma tese de doutoramento orientada por Cleonice Bernardelli e apresentada em 1987 na Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro. 278 páginas. 23 x 16 cm. Bom exemplar. Colecção Estudos Portugueses, n.º 22. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1989.

Preço: 17 euros.



JOSÉ SARAMAGO

NAS SUAS PALAVRAS


Edição e selecção de
FERNANDO GÓMEZ AGUILERA


Tradução dos textos em espanhol, inglês, francês e italiano de Cristina Rodrigues e Artur Guerra. 511 páginas. 23,4 x 15,8 cm. Manuseado. Capa com manchas. Miolo limpo. Lisboa: Editorial Caminho, 2010.

Preço: 12 euros.



CONVERSAS COM SARAMAGO

OS LIVROS, A ESCRITA, A POLÍTICA, O PAÍS, A VIDA


JOSÉ CARLOS DE VASCONCELOS


Entrevistas de José Carlos de Vasconcelos, publicadas no Jornal de Letras e na revista Visão, entre Abril de 1989 e Novembro de 2006. Fotografia da capa de Gonçalo Rosa da Silva. Brochado. 128 páginas. 19 x 13,2 cm. [Lisboa]: JL – Jornal de Letras Artes e Ideias, 2010.

Em conjunto com:

DISCURSOS DE ESTOCOLMO. JOSÉ SARAMAGO. Ilustrado. 22+(2) páginas. Manuseado. Edição posterior a 2010. Lisboa: Fundação José Saramago, [s.d.].

O ESSENCIAL SOBRE JOSÉ SARAMAGO. MARIA ALZIRA SEIXO. 64 páginas. 14 x 10 cm. Bom estado. Lisboa: Imprensa Nacional – Casa da Moeda, 1987.

Preço: 15 euros.


 


MEMÓRIAS DE PEYROTEO

1937-38 / 1949-50

FERNANDO PEYROTEO


Um extraordinário jogador de futebol, de classe mundial, há 70 anos detentor de recordes desportivos imbatidos. Fez parte, com Travassos, Jesus Correia, Albano e Vasques, do temível quinteto atacante do Sporting Clube de Portugal que assinou 1211 golos em 1547 jogos: os “Cinco Violinos”.

Exemplar estimado, com dedicatória de Peyroteo, em Maio de 1957, ano da publicação. Prefácio de Cândido de Oliveira. Ilustrado com desenhos, fotografias e fac-similes de artigos de jornal. 392 páginas. 21,5 x 15,5 cm. Bom estado. Invulgar. Lisboa: edição do autor, 1957.

Preço: 40 euros.



HISTÓRIAS BREVES DE ESCRITORES RIBATEJANOS


Autografado com dedicatória por um dos antologiados, Álvaro Guerra (pág. 24), claramente evocativa da sua presença como militar no início da Guerra Colonial.

Contos de Adelaide Félix, Álvaro Guerra, Alves Redol, Ângela Sarmento, António Borga, Jacinto Martins, Jorge Reis, Júlio Graça, Mário Ventura e Severiano Falcão. Colaboração (editorial) de António Borga. Capa de Pilo da Silva. 171+(5) páginas. 19,4 x 14 cm. Lombada amarelecida. Bom estado geral. Colecção Autores Portugueses, n.º 12. Lisboa: Prelo, [Julho de] 1968.

Preço: 25 euros.


 


POEMAS


ALDA LARA


Compilação póstuma dos poemas de Alda Lara (1930-1962), com organização de Orlando de Albuquerque, marido da autora. Exemplar autografado por Orlando de Albuquerque com dedicatória. 3.ª edição, 5.º milhar. Invulgar. 193+(7) páginas. 20,6 x 14,7 cm. Capa amarelecida, com pequenas marcas de manuseio e desgaste superficial. Miolo limpo. Lobito: Capricórnio, 1973.

Preço: 35 euros.


 


INSOFRIMENTO IN SOFRIMENTO


JOSÉ CARLOS ARY DOS SANTOS


Exemplar autografado por José Carlos Ary dos Santos com dedicatória de amizade («imenso abraço»), datada de 1972.

2.ª edição. Colecção Sagir, n.º 2. Com 75+(5) páginas. 18,6 x 12 cm. Mínimo desgaste junto à lombada, ligeiramente amarelecida, e uma leve mancha no canto superior esquerdo da capa. Miolo limpo. No geral, mantém-se um bom exemplar. Lisboa: Edição de Fernando Ribeiro de Mello [distribuição Quadrante], 1970.

Preço: 30 euros.


 


ARY DOS SANTOS

O HOMEM, O POETA, O PUBLICITÁRIO

FOTOBIOGRAFIA

ALBERTO BEMFEITA


Fotobiografia do multifacetado José Carlos Ary dos Santos: poesia, política, performance, edições, citações, retratos familiares, recortes de jornal, aparições públicas e momentos marcantes. Com dedicatória de amizade, do autor, Alberto Bemfeita, no ano de publicação.

Álbum. Bom exemplar, em encadernação editorial, com sobrecapa. Ilustrado a preto e a cor. 144 páginas. 29 x 25 cm. Lisboa: Editorial Caminho, 2003.

Preço: 35 euros.


 


O SANGUE DAS PALAVRAS


JOSÉ CARLOS ARY DOS SANTOS


Exemplar autografado pelo autor com dedicatória de amizade e «ternura».

Obra dividida em cinco partes: «Sonetos de Amor e Luta», «O Sangue das Palavras», «Requiem para Um (ou Mais) Poetas Vivos Portugueses», «Três Retratos à la Minuta», «Poemas Políticos» e «Tríptico do Trabalho».

67 páginas. 21 x 14 cm. Bom estado. Lisboa: Editorial Comunicação, 1978.

Preço: 40 euros.


 


OBRAS COMPLETAS DE

FLORBELA ESPANCA


RUI GUEDES (org.)


Conjunto constituído pelos VI volumes das Obras Completas de Florbela Espanca — contendo a poesia, os contos, o diário e as cartas —, acrescidos dos dois volumes extra-numeração, biográfico-documentais, que completam a colecção: uma Fotobiografia e um ensaio de Biografia.

POESIA 1903-1917
Recolha, leitura e notas por Rui Guedes. Prefácio de José Carlos Seabra Pereira. Nota filológica de Luiz Fagundes Duarte. Texto actualizado por Maria Teresa Moya Praça. Com alguns facsimiles de manuscritos da autora. Volume I das Obras Completas de Florbela Espanca. 280 páginas. 22,5 x 15 cm. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1985.

POESIA 1918-1930
Recolha, leitura e notas por Rui Guedes. Prefácio de José Carlos Seabra Pereira. Texto actualizado por Maria Teresa Moya Praça. Com alguns facsimiles de manuscritos da autora. Volume II das Obras Completas de Florbela Espanca. xliii+304 páginas. 22,5 x 15 cm. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1985.

CONTOS
Recolha, leitura e notas por Rui Guedes. Prefácio de José Carlos Seabra Pereira. Actualização e revisão do texto por Maria Teresa Moya Praça. Com facsimiles de manuscritos da autora. Volume III das Obras Completas de Florbela Espanca. xxxv+167 páginas. 22,5 x 15 cm. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1985.

CONTOS E DIÁRIO
Recolha, leitura e notas por Rui Guedes. Actualização e revisão do texto por Maria Teresa Moya Praça. Com facsimiles de manuscritos da autora, e uma fotografia do irmão-aviador. Volume IV das Obras Completas de Florbela Espanca. 157 páginas. 22,5 x 15 cm. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1986.

CARTAS 1906-1922
Recolha, leitura e notas por Rui Guedes. Actualização e regularização do texto por Luiz Fagundes Duarte. Com alguns facsimiles de cartas, bilhetes e postais manuscritos. Volume V das Obras Completas de Florbela Espanca. 274+(1) páginas. 22,5 x 15 cm. Com uma assinatura de posse no rosto, junto à margem interior e ligeiro vinco de leitura na lombada. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1986.

CARTAS 1923-1930
Recolha, leitura e notas por Rui Guedes. Com alguns facsimiles de cartas, bilhetes e postais manuscritos. Volume VI das Obras Completas de Florbela Espanca. 259+(2) páginas. 22,5 x 15 cm. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1986.

FOTOBIOGRAFIA, por RUI GUEDES.
Tiragem numerada, verificada pela SPA, de 5000 exemplares, dos quais 3500 para o mercado português e 1500 para o mercado brasileiro (edição em parceria com a Livraria Paisagem, do Rio de Janeiro). Exemplar n.º 120. Álbum em cartonagem editorial com sobrecapa, bom estado de conservação. 264 páginas. Único volume fora do formato do resto da colecção: 30,3 x 22 cm. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1985.

ACERCA DE FLORBELA, por RUI GUEDES.
Biografia. Bibliografia. Apêndices. Discografia. Índice Remissivo Geral. Volume que encerra a colecção. 237 páginas. 22,5 x 15 cm. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1986.

Colecção completa (8 volumes), em primeira edição. Todos os volumes há muito esgotados no editor.

Conjunto invulgar e estimado.

Preço: 145 euros.


 


 


DE LISBOA A SEVILHA

PELOS PIRINÉOS


ROGERIO PEREZ


Viagem. Excerto de um artigo de Norberto Lopes, no Diário de Lisboa, como prefácio. Passagens por Marrocos, Córdoba, Pirinéus, Madrid, Sevilha, (…).

Capa de Stuart de Carvalhais. Tiragem numerada (ex. n.º 1006), rubricada pelo autor. 190+(2) páginas. 19,4 x 13 cm. Encadernação sintética da época, com manchas leves, pouco relevantes. Possui ambas as capas de brochura, não aparadas e em bom estado, sem defeitos. Miolo no geral limpo. Lisboa: Parceria António Maria Pereira, 1929.

Preço: 20 euros.


 


Á BEIRA DO CENTENÁRIO DE CAMILO


CARLOS BABO


Com dedicatória do autor datada de 1938, e cinta alusiva ao monumento a Camilo, entre a capa e o miolo. 123+(5) páginas. 19,2 x 13 cm. Capa manchada. Miolo no geral limpo. Lisboa: Portugália Editora, [192-].

Preço: 20 euros.


 


PROBLEMA CAMILIANO ESCLARECIDO


JOSÉ DE ABREU


Opúsculo complementar a um artigo publicado no ano anterior por José de Abreu [Revista de Portugal, n.º 246, Junho de 1966], dedicado a esclarecer a data da primeira edição de um raro folheto de Camilo Castelo Branco.

Exemplar da tiragem normal de 150 exemplares, composto e impresso na Tipografia da Graça, Lisboa, 1967, com dedicatória de amizade do autor. 15+(1) páginas. 18,2 x 12,5 cm. Capa com manchas leves. Miolo limpo. No geral, bom exemplar.

Preço: 15 euros.


 


REGIMENTO DO HOSPITAL DE TODOS OS SANTOS


Título completo: REGIMENTO DO ESPRITAL DE TODOLOS SANTOS DE EL-REY NOSSO SENHOR DE LISBOA Que deu El-Rey D. Manuel no Ano do Senhor de 1504 e que é pela primeira vez dado em livro pelo Laboratório Sanitas em Novembro de 1946 nesta cidade de Lisboa.

Do Regimento do Hospital de Todos os Santos, «há duas versões no Arquivo do Hospital de S. José, ambas manuscritas, sendo uma, a original, escapada a dois incêndios, ao terramoto de 1755 e ao incêndio que se lhe seguiu, outra, “a leitura nova”, posterior. / A edição que fazemos é duma cópia revista, em face do original quinhentista e da “leitura nova”, pelos distintos funcionários Francisco de Bettencourt Atayde e Eduardo Santa Clara d’Agrella, sob a direcção de Ataíde e Melo, ilustre arquivista do Hospital de S. José, feita por determinação do antigo sub-secretário de estado da assistência social, Joaquim Dinis da Fonseca.» [in Prefácio, p. 8]

Autografado com dedicatória, no ante-rosto, por Fernando da Silva Correia, autor do prefácio e coordenador da edição, à época director do Instituto Ricardo Jorge. Com 4 ilustrações em extra-texto couché. 83+(13)+[8] páginas. 22 x 15,5 cm. Bom estado. Composto e impresso nas oficinas gráficas da Casa Portuguesa. Lisboa: Laboratório Sanitas, 1946.

Preço: 27 euros.


 


HISTÓRIA DA IMPRENSA PERIÓDICA PORTUGUESA

SUBSÍDIOS PARA UMA BIBLIOGRAFIA


JOSÉ MANUEL MOTTA DE SOUSA
LÚCIA MARIA MARIANO VELOSO


Inclui cartão de oferta, manuscrito, sem data nem dedicatário, do Director da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, Aníbal Pinto de Castro (1938-2010), autor do prefácio (palavras de apresentação). Com índices geográfico, onomástico, ideográfico e de títulos. 252 páginas (por abrir). 24,4 x 16,8 cm. Bom estado. Colecção Catálogos e Bibliografias n.º 4. Coimbra: Biblioteca Geral da Universidade, 1987.

Preço: 18 euros.


 


PONTO INTERNACIONAL


ARTUR ANSELMO


Compõem este livro alguns textos escritos para servirem de bordão às crónicas de política internacional que a televisão tem divulgado desde 1962. Textos temporais, portanto: mas textos onde nunca abandonei a minha condição de clerc (no sentido inicial de «aspirante») e, por isso, merecedores, talvez, de serem agrupados em livro. [do Pre-Texto]

Crónicas. Dedicatória do autor no ante-rosto, curiosa. Ilustrado com 32 páginas extra-texto com fotografias a preto. Brochado com 186+(6)+[32] páginas. 19,5 cm x 13,5 cm. Bom estado geral. Lisboa: Editorial Verbo, 1970.

Preço: 22 euros.


 


CANÇÕES DA TARDE


BULHÃO PATO


Exemplar com assinatura de posse, na folha de rosto, de José Maria Barbosa de Magalhães, ilustre aveirense (1879-1959), um dos autores da Constituição de 1911, ministro na Primeira República, bastonário da Ordem dos Advogados na década de 30 e membro da Comissão Directiva do MUD, na década de 40.

Brinde aos Senhores Assignantes do Diário de Notícias. Data na capa difere da data no rosto (1866). Livro de poemas que inclui versos a José Estevão, mas também à cantora Lotti, ambos complementados com alguns parágrafos de notas evocativas.

Capa com nota manuscrita “2.º brinde”. Encadernação com a lombada em pele, sóbria e estimada, em muito bom estado de conservação. Miolo apenas aparado à cabeça, carminado, conserva capas de brochura. 108+(4) páginas. 18,5 x 12,3 cm. Conjunto invulgar. Lisboa: na Typographia Universal de Thomaz Quintino Antunes, 1867.

Preço: 45 euros.


 


O COMBOIO DO TEMPO


CARLOS FRIAS DE CARVALHO


Homenagem ao Ferroviário nos 125 do Caminho de Ferro em Portugal.

Assinado pelo autor com dedicatória. Introdução de António Luís Moita. Capa e ilustrações de Feliciano Carvalho. 73+(7) páginas. 21 x 14,2 cm. Bom estado. Lisboa: [s.e.], 1982.

Preço: 18 euros.


 


O SERVIÇO SOCIAL PENITENCIÁRIO


FERNANDO RODRIGUES LEITÃO


Assinado pelo autor com dedicatória de amizade. Segundo a nota inicial, um livro (também) pensado para a actualização dos serviços prisionais do Ultramar — e que inclui análise breve de alguns casos estrangeiros (Bélgica, França, Alemanha, Inglaterra, E.U.A., Espanha e Países Escandinavos) e de directrizes contemporâneas da Igreja Católica.

Brochado. 110+(2) páginas. 20,8 x 15,2 cm. Capa com pequenos defeitos. Miolo limpo. Impressão pobre. Estado geral satisfatório. Composto e impresso nas Oficinas Gráficas do Colégio dos Orfãos, Porto, 1964.

Preço: 15 euros.


 


ASPECTOS DA POLÍTICA CRIMINAL
EM ALGUNS PAÍSES DA EUROPA


JOSÉ GUARDADO LOPES


Assinado pelo autor, à época Director-Geral dos Serviços Prisionais, com dedicatória ao arquitecto Alberto Pessoa.

Países europeus analisados: Alemanha, Áustria, Bélgica, França, Holanda, Itália, Noruega, Suécia e Suíça.

269+(1) páginas, e 23,5 x 17,7 cm. Capas e lombada com algumas manchas. Miolo limpo. Exemplar interessante. Separata do Boletim do Ministério da Justiça, n.ºs 56 e 57, Lisboa, 1956.

Preço: 20 euros.


 


HORIZONTES PORTÁTEIS


TERESA BALTÉ


Exemplar autografado pela autora, com dedicatória. Conserva a face do envelope que serviu para enviar o livro pelo correio, com um curioso carimbo publicitário da Colecção Duas Horas de Leitura, da mesma editora.

Com um desenho de Jorge Pinheiro. Nas badanas, críticas de Óscar Lopes, Eduardo Prado Coelho e José Blanc de Portugal. Brochado. 114+(10) páginas. 19,3 x 13,2 cm. Capas e guardas manchadas, provável acidez do envelope. Colecção Coroa da Terra, sétimo volume. Porto: Editorial Inova, Setembro de 1977.

Preço: 20 euros.


 


PARA UM ESTUDO DA EXPRESSÃO DO TEMPO
NO ROMANCE PORTUGUÊS CONTEMPORÂNEO


MARIA ALZIRA BARAHONA


Exemplar autografado pela ensaísta com dedicatória formal num cartão colado no ante-rosto.

Principais autores estudados: Agustina Bessa Luís, Fernando Pessoa, Maria Judite de Carvalho, António Patrício, Raul Brandão, Augusto Abelaira, Vergílio Ferreira e Mário de Sá-Carneiro.

Brochado. Com 215+(5) páginas, por abrir. 24,5 x 16,5 cm. Bom exemplar. Colecção Publicaçoes do Centro de Estudos Filológicos, n.º 17. Lisboa: Instituto de Alta Cultura, 1968.

Preço: 24 euros.


 


HISTÓRIAS À MARGEM DE UM SÉCULO DE HISTÓRIA


F. KEIL DO AMARAL


Livro de “memórias da família” do arquitecto Francisco Keil do Amaral (1910-1975), publicado na Biblioteca de Estudos sobre a Sociedade e a Cultura Portuguesas, secção I, n.º 6, da editora Seara Nova, Lisboa, 1970. Capa de Guilherme Lopes Alves. 242 páginas. 22 x 14 cm. Bom estado.

Assinado pelo autor com dedicatória datada de 1970.

Preço: 25 euros.


 


ENTRE DUAS MEMÓRIAS


CARLOS DE OLIVEIRA


Primeira edição assinada, com dedicatória de amizade, datada de Fevereiro de 72.

Capa de Fernando Felgueiras. 75+(5) páginas. 18,2 x 11 cm. Em bom estado, com a lombada ligeiramente descolorada. Colecção Cadernos de Poesia n.º 21. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1971.

Preço: 50 euros.


 


A CIDADE E OS HOMENS
e outros poemas


EDUARDO VALENTE DA FONSECA


Das primeiras obras publicadas por Eduardo Valente da Fonseca [Aveiro, 1928-2003]. Autografado pelo autor com dedicatória ao autor da capa, Rui Filipe. Muito bom estado de conservação. 126 páginas. 18 x 13 cm. Porto: edição do autor, 1956 (composto e impresso na Tipografia do Carvalhido, distribuído pela Livraria Aviz).

Preço: 70 euros.


 


POEMAS


JORGE COLOMBO


Edição do autor, Lisboa, 1985, de 250 exemplares, em papel manteigueiro, fora de mercado. Com 15 poemas e um «hors-texte». 20 páginas. 20 x 14,5 cm. Capa com ténue foxing, que desvanece nas 3 primeiras páginas. No geral, em bom estado.

Exemplar autografado por Jorge Colombo, com dedicatória datada de Março de 1986, ao poeta António Campos.

Preço: 45 euros.



CALENGA


CASTRO SOROMENHO


Contos. Primeira edição, com dedicatória datada ao jornalista Mário Rocha, à época n’O Século Ilustrado.

Capa e ilustrações de Manuel Ribeiro de Pavia. Prefácio de Arthur Ramos. Brochado. 231+(9) páginas. Alguns cadernos por abrir. 19,2 x 12,5 cm. Capa com pequenas manchas, visíveis na fotografia, e lombada amarelecida. Contracapa com mínimas marcas de bicho de papel, pouco perceptíveis. Exemplar interessante. Lisboa: Editorial Inquérito, 1945.

Preço: 40 euros.


 


LIVRO DE HISTÓRIAS


JOÃO UBALDO RIBEIRO


Assinado pelo autor na página de ante-rosto.

Contos. Primeira edição em Portugal, em Dezembro de 1982. Prefácio de Jorge Amado. Capa de José Pinto Nogueira. Fotografia da contracapa de Joaquim Lobo. 175 páginas. 20,5 x 14 cm. Bom estado de conservação. Lisboa: Edições O Jornal, 1982.

Preço: 30 euros.


 


RIACHO DOCE


JOSÉ LINS DO REGO


1.ª edição. Romance. Brochado. 372 páginas. 19 x 12,5 cm. Capa do pintor Santa Rosa. Em estado de conservação satisfatório, com picos de oxidação em algumas páginas. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio Editora, 1939.

Em conjunto com:

Cadernos de Divulgação Luso-Brasileira, n.º 10, dedicado a José Lins do Rego, da autoria de Victor Santos. Exemplar assinado pelo autor com dedicatória. 14 páginas, 18,5 x 13 cm. Manuseado e com picos de oxidação. Lisboa: Livraria Portugal, s. d.

Preço: 24 euros.


 


O BRASIL DE HOJE


MAJOR ALEXANDRE DE MORAIS


Homem do Regime — autor de um volume de crónicas militares da Guerra Civil de Espanha (vista pelo prisma franquista), do Manual do Legionário, do Manual da Mocidade Portuguesa, das Leis do Exército Novo, e de algumas obras sobre aspectos militares da II Guerra Mundial — Alexandre de Morais retrata nesta obra o Brasil da época (início da década de quarenta), nos seus aspectos geográficos, históricos, políticos, económicos, militares (e beligerantes). O mote parece ter sido a entrada do Brasil na II Guerra Mundial, contra a Alemanha e a Itália, por força dos ataques infligidos pelos países do Eixo à frota mercante brasileira.

Obra completa em 2 volumes, ilustrados com fotografias, tabelas e mapas, de 244 e 286 páginas (maioria por abrir), e 19 x 13 (x 4) cm. Capas com pequenas manchas, lombadas amarelecidas, miolo de ambos os volumes limpo. Lisboa: Edições Universo, 1943.

Primeiro volume autografado pelo autor com dedicatória ao «velho e querido amigo» Andrade e Sousa.

Preço: 27 euros.


 


A HORA UNIVERSAL
DOS PORTUGUESES


PEDRO VEIGA


Autografado pelo autor com dedicatória a Falcão Machado, a quem dirige uma carta-manuscrita — na sua inconfundível caligrafia, em curioso papel amarelo (17,3 x 13,5 cm), assinada mas não datada, com 4 páginas (uma “em branco”) e cerca de 202 palavras, — comentando, com interesse literário evidente, alguns assuntos bibliográficos e artísticos conimbricenses em comum:

«Penso que não faria mal eu tratar pictoralmente Coimbra nos ex-libris e nos selos postais. E também na literatura musical. Nos fadunchos!»

Com ex-libris de Pedro Veiga. Sobrecapa editorial em papel marmoreado. Tiragem numerada e assinada (este o n.º XXXI, de um total não indicado). Ligeiros picos de oxidação. Bom estado geral. 16 páginas, por abrir. 22,7 x 17,5 cm. Porto: Edições «Prometeu», [s.d.].

Conjunto invulgar.

Preço: 115 euros.


 


PROMETEU AGRILHOADO


ÉSQUILO


Tradução e prefácio (com 23 páginas) de Eduardo Scarlatti (1898-1990). Exemplar da tiragem especial numerada e assinada (pelo tradutor): exemplar n.º 291, dedicatória datada de 1981. Com 8 fotografias a preto e branco, extra-texto.

2.ª edição (publicado originalmente na Biblioteca Cosmos). Brochado. 116+(8) páginas. 21,5 X 15,3 cm. Sobrecapa e lombada manchadas, miolo limpo. Lisboa: Livraria Luso Espanhola, [s.d.].

Preço: 22 euros.


 


POEMOGRAFIAS

PERSPECTIVAS DA POESIA VISUAL PORTUGUESA


FERNANDO AGUIAR
SILVESTRE PESTANA
(organizadores)


Colaboração de Abílio, Alberto Pimenta, Ana Hatherly, Antero de Alda, António Aragão, António Barros, E. M. de Melo e Castro, Fernando Aguiar, José-Alberto Marques, Salette Tavares, Silvestre Pestana. Com Egídio Álvaro e Jorge Lima Barreto (Telectu), como convidados. Autografado por Fernando Aguiar com dedicatória.

Capa de Fernando Aguiar sobre um computer-poem de Silvestre Pestana. Fotografia de Jorge Lopes. Ilustrado. 274+(2) páginas. 22,5 x 15,2 cm. Muito bom estado. Lisboa: Ulmeiro, 1985.

Preço: 30 euros.


 


PARA UM «DOSSIER» GULBENKIAN


MÁRIO VIEIRA DE CARVALHO


Referências a situações respeitantes aos Festivais de Música Gulbenkian, à Orquestra Gulbenkian, a Jorge Peixinho, Michel Giacometti, Carlos Franco, Álvaro Machado, e outros, terminando com um capítulo sobre a relação da Fundação «com o regime fascista». Vide índice ↑.

Autografado pelo autor com dedicatória datada. 158+(2) páginas. 18,5 x 11,8 cm. Capa com desgaste nas arestas e cantos, sem perda de cor. Miolo limpo. Lisboa: Editorial Estampa, (Novembro de) 1974.

Preço: 20 euros.


 


VORAGEM DOS DIAS


VIRIATO SOROMENHO MARQUES


Poesia. Autografado pelo autor com dedicatória; assinatura de posse coeva na mesma página. 67+(5) páginas. 20,7 x 12,8 cm. Bom estado. Águeda: edição do autor, Março de 1974

Preço: 25 euros.


 

Dinis MACHADO

[27Nov20]


DISCURSO DE ALFREDO MARCENEIRO
A GABRIEL GARCIA MARQUEZ


DINIS MACHADO


Autografado pelo autor com dedicatória datada. Ilustrações de Fátima Vaz. Conto. Primeira edição. 30 páginas. 21 x 14 cm. Bom exemplar. Lisboa: Livraria Bertrand, 1984.

Preço: 35 euros.



O QUE DIZ MOLERO


DINIS MACHADO


Primeira edição. Capa de Saldanha Coutinho. 182 páginas. 19 x 12 cm. Manuseado e com assinatura de posse de antigo jornalista desportivo no canto interior de rosto e ante-rosto. Lisboa: Livraria Bertrand, (Março de) 1977.

Preço: 15 euros.


«Temos a seita dos calmeirões, os Vai ou Racha», disse Austin, «que já tinham sido os Malhoas e os Roquetes, e que mais tarde seriam os Sertórios. O rapaz via-os, rua acima, rua abaixo, gingando o corpo, fazendo gestos vagamente obscenos para a janela das costureirinhas, combinando petiscadas, provocando quem passava, uma discussão, uns tabefes, umas sandes de presunto, uns copos de vinho tinto, a ronda nocturna pelas casas de prostitutas, as últimas anedotas contadas sob a lua alta e as estrelas, o jogo das moedas à luz esverdeada do candeeiro de gás, fantasmas movendo-se, os últimos de cada dia, na tranquilidade do bairro adormecido. Molero enumera-os: o Pé de Cabra, que era o chefe e que fazia contrabando de tudo, desde relógios suíços a cigarros Camel e Lucky Strike, que tinha como passatempo favorito dar carolos, pancadas com os nós dos dedos nas cabeças deste e daquele, principalmente dos mais miúdos, para enrijar a moleirinha, dizia ele; o Gil Penteadinho, que vivia de mulheres, jogava à pancada com a mãe todos os dias por causa disso e andava sempre a atirar uma moeda ao ar como, depreende Molero, George Raft no Scarface; o Bexigas Doidas, que não era bexigoso, como se poderá supor, tinha uma doença de pele e coçava-se muito, às vezes os outros coçavam-lhe as costas porque ele não chegava lá; o Lucas Pireza, que ganhava todos os concursos de tango nas sociedade de recreio, tinha o pai na Mitra e dava cem toques na bola com o pé esquerdo sem a deixar cair; o Metro e Meio, que nem Metro e Meio parecia ter, crescia para os lados, não para cima; o Tonecas Arenas, que usava sombrero, falava de touradas que nunca tinha visto, nunca viu nenhuma, vendia imagens religiosas à porta das igrejas, e também fotografias pornográficas para eventuais turistas depravados, tudo isto à Comissão, o fabricante era o mesmo; o Peito Rente, que tinha uma expressão muito dele quando achava bem qualquer coisa, dizia isso é rachmaninófico, é rachmaninófico, e que golfava sangue quando chegava o Outono. [excerto das páginas 33-34]

 


MEMÓRIAS DUM REVOLUCIONÁRIO

Subsídios para a História do Movimento de 28 de Maio


VIEIRA COELHO


Vieira Coelho fez parte do Comité Revolucionário, foi Governador Civil de Coimbra, e Santarém, tendo ainda sido Chefe de Gabinete do Ministro do Interior. Desvela neste seu testemunho de fim de carreira alguns preparativos, nomes e locais onde se planificou o golpe.

Exemplar com dedicatória autógrafa autoral ao seu «ilustre sucessor na 8.ª Conservatória, e colega sempre amigo e leal», na página de guarda, datada de 1953. Edição do autor, em Lisboa, 1951. Com 94 páginas (por abrir), e 20 x 13 cm. Em bom estado salvo picos ténues de oxidação na capa.

Preço: 35 euros.


“Revolucionário”, neste caso, com o sentido de participante na “Revolução Nacional”, nome pelo qual, até ao 25 de Abril, se referia o golpe de estado de 28 de Maio de 1926, que pôs termo à I República e abriu caminho ao futuro Estado Novo.

 


EPISODIOS DOMINICANOS

LA CONSPIRACIÓN DE LOS ALCARRIZOS


MAX HENRÍQUEZ UREÑA


1.ª edição. Exemplar autografado pelo autor com dedicatória ao embaixador Luís Norton. 335 páginas. 19,5 x 13 cm. Lisboa: edição do autor, 1941. Bom estado de conservação.

Max Henríquez Ureña (1885-1968), diplomata e escritor dominicano, filho da poetisa Salomé Ureña e irmão do ensaísta e pedagogo Pedro Henríquez Ureña, desempenhou vários cargos no governo do ditador Rafael Trujillo, entre as décadas de 1930 e 1950, no país e no estrangeiro, razão pela qual a lista dos locais de publicação das suas obras é variada: Valladolid, Santiago de Cuba, Havana, Paris, Madrid, Buenos Aires, México, Rio de Janeiro, Lisboa.

La Conspiración de Los Alcarrizos, episódio ocorrido durante a ocupação haitiana do país (1822-1824), é a segunda de quatro novelas denominadas «Episodios Dominicanos», onde Ureña narra a história da independência da República Dominicana na primeira metade do século XIX. A escrita do livro teve início em Londres, a 2 de Abril de 1939, e terminou em Lisboa, a 10 de Outubro de 1940. Composto e impresso pela Sociedade Industrial de Tipografia (ao Carmo).

Invulgar.

Preço: 45 euros.


 


PRÉ-HISTÓRIA DE PORTUGAL


M. FARINHA DOS SANTOS


2.ª edição revista e actualizada. Dedicatória manuscrita do autor. Ilustrado com fotografias, da autoria de Manuel Leitão, C. T. North, C. Tavares da Silva, Carlos Ferreira de Almeida e J. Justo; e desenhos. Brochado. Usado e em bom estado. 21 x 14,5 cm cm. 175+(1) páginas. Colecção Biblioteca das Civilizações Primitivas. Lisboa: Editorial Verbo, [13 de Fevereiro de] 1974.

Preço: 17 euros.


 


poesia de

ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA

 


AINDA NÃO
ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA

Exemplar assinado pelo autor com dedicatória datada de 2010.

Último título de Couto Viana, editado no dia do seu 87.º aniversário, 24 de Janeiro de 2010. Capa de Juan Soutullo. Tiragem única de 300 exemplares. 52 páginas. 18 x 13 cm. Edição Averno 032. Bom exemplar. Lisboa: Averno, 2010.

Preço: 25 euros.


SOU QUEM FUI
Antologia Poética
ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA

Primeira edição. Com uma nota prévia do autor, escrita por ocasião dos 50 anos de poesia (1948-1998). Posfácio de João Bigotte Chorão. Na colecção Poesia, fundada por Luís de Montalvor. Capa com um desenho de Almada Negreiros. 193 páginas. 20 x 13,5 cm. Lisboa: Edições Ática, 2000.

Preço: 15 euros.


UMA VEZ UMA VOZ
POESIA COMPLETA 1948-1983
ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA

Assinado pelo autor com dedicatória de página inteira à «inteligência lucidíssima e esclarecedora» do crítico literário Álvaro Salema. Retrato do autor por Juan Soutullo. Prefácio de José Carlos Seabra Pereira. 476 páginas. 22 x 15,5 cm. Bom estado de conservação. Lisboa: Verbo, 1985.

Preço: 35 euros.


RETÁBULO PARA UM ÍNTIMO NATAL
ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA

Autografado pelo autor com dedicatória (datada) para a actriz Hermínia Tojal. Com um estudo introdutório de João Maia. Algumas manchas. Tiragem de 600 exemplares. 32+(8) páginas. 24 x 16,8 cm. Edição do autor, Braga, 1980.

Preço: 17 euros.


PONTO DE NÃO-REGRESSO
ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA

Poemas datados 1977-1980, antecedidos por um estudo de cerca de 15 páginas da autoria de Franco Nogueira. Capa de Vítor Luís, com um desenho de Juan Soutullo. 115 páginas. 21 x 15 cm. Tiragem de 500 exemplares. Impecável estado de conservação, conserva a cinta original em bom estado. Braga: Editora Pax, 1982.

Preço: 15 euros.


 


ensaios de

ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA

 


 
AS (E)VOCAÇÕES LITERÁRIAS
ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA

Crónicas, «memórias e esboços de estudos literários», anteriormente publicados em jornais e revistas, sobre autores com os quais Couto Viana conviveu ou sentiu afinidades literárias, dando primazia aos poetas:

Afonso Lopes Vieira, Alberto d’Oliveira, Alfredo Pimenta, Alfredo Serrano, Álvaro Benamor, Américo Cortez Pinto, António Alves Martins, António Corrêa d’Oliveira, António Patrício, Augusto Lima, Azinhal Abelho, Blanco-Amor, Camilo Castelo Branco, Eça de Queiroz, Ernesto Sardinha, João de Deus, Francisco de Almeida, João da Rocha, João Verde, José de Almada Negreiros, José Bruges, José Régio, Júlio Brandão, Manuel Lereno, Odylo Costa, Filho, Teixeira de Pascoaes, Teófilo Carneiro, Vasco de Lima Couto e Vitorino Nemésio.

O livro termina com alguns textos mais generalistas: Cancioneiros Galantes, A Poesia Viaja de Comboio, Os Poetas e o Comércio, Poesia Militante, A Sátira à Política na Poesia Portuguesa, e Queixas contra a Inglaterra na Poesia Portuguesa.

255 páginas. 21 x 15 cm. Edição do autor, Lisboa, 1980. Bom exemplar.

Preço: 12 euros.


 
AS “FUNÇÕES” PATRIÓTICAS DO ABADE DE LOBRIGOS
ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA

Autografado com dedicatória do autor ao poeta minhoto João Marcos. Separata de Estudos Regionais, vol. 18. 12 páginas. 23 x 17 cm. Viana do Castelo: Centro de Estudos Regionais, 1997.

Preço: 15 euros.


 
UM PASSEIO CULTURAL NA POESIA DE ANTÓNIO FERREIRA
ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA

Palestra proferida em 2 de Março de 1996 na Sede da Casa do Concelho de Ponte de Lima. Ilustrado com fotografias. 32 páginas. 23 x 16 cm. Lisboa: Casa do Concelho de Ponte de Lima, 1996.

Preço: 10 euros.


 
VIANA NA POESIA DE MARIA MANUELA COUTO VIANA
ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA

Autografado com dedicatória do autor ao poeta minhoto João Marcos. Retrato da poetisa por Carlos Carneiro. Separata de Estudos Regionais, vol. 21. 16 páginas. 23 x 17 cm. Viana do Castelo: Centro de Estudos Regionais, 2000.

Preço: 15 euros.


 
JÚLIO DE LEMOS
NUM RETRATO BREVE E LEVE
ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA

Conferência proferida nos antigos Paços do Concelho de Viana do Castelo, na noite de 7 de Setembro de 1978, no início das comemorações do centenário do nascimento de Júlio de Lemos.

Ilustrado com retratos e caricaturas do Conde d’Aurora, António Feijó, António de Cardiellos, Cláudio Basto, Trindade Coelho e Júlio de Lemos; por M. Couto Viana, Abel Manta, Sanches de Castro, Bordalo Pinheiro e Araújo Soares.

44+(4)páginas. 20,8 x 12,2 cm. Capa com manchas leves, manuseada; miolo limpo. Colecção Campo Livre n.º 10. Lisboa: Edições do Templo, 1979.

Preço: 12 euros.


 


EL ALMENDRO Y LA ESPADA

POEMAS DE PAZ Y GUERRA


CONDE DE FOXÁ


Poemas de paz e de guerra, de Agustín de Foxá Torroba, Conde de Foxá (1903 – 1959), uma parte dos quais sobre a guerra civil espanhola; refira-se ainda a presença de um Canto a Roma dedicado a Mussolini. Foxá foi jornalista e diplomata falangista, e nas letras destacou-se também como autor de ficção científica.

Capa e desenhos de Jesús Olasagasti (1907 – 1955). Assinatura de posse, a lápis, na capa, do embaixador Luís Norton. Capa com algumas manchas de humidade, e interior impecável, em excelente papel. Intonso. 119 páginas. 21 x 14,5 cm. San Sebastian: Editora Internacional, 1940.

Preço: 25 euros.



10 POESIAS SOBRE A GUERRA CIVIL ESPANHOLA


AGUSTÍN DE FOXÁ


Versão portuguesa de António Manuel COUTO VIANA, que assina uma «sentimental» nota introdutória sobre poetas nacionalistas esquecidos. Com 4 extra-textos, ilustrações de Juan Soutullo, em papel couché. [8]+43+(1) páginas. 23,5 x 16,5 cm. Papel superior. Pequena mancha na capa. Bom estado. Invulgar. Coimbra: Cidadela, 1972.

Preço: 25 euros.


 


ALBA DE ALJUBARROTA

EL ADVENIMIENTO DE LA CASA DE AVIZ

MARQUÉS DE QUINTANAR


Autografado pelo Marquês de Quintanar com dedicatória ao embaixador Luís Norton, «recordando mi gran amistad con Eugénio de Castro».

Conferencia leída por su Director, el Excmo. Sr. Marqués de Quintanar, en la sala de San Quirce, el 14 de Agosto de 1946.

38 páginas e uma árvore genealógica (desdobrável, 24 x 44 cm) no final, com as origens das Casas de Avis e Bragança. 24 x 17 cm. Manchado nas capas e páginas adjacentes. Segovia: Universidad Popular Segoviana, 1946.

Preço: 20 euros.


 


BISMARCK

ARTÍFICE DE LA TERCERA REPÚBLICA FRANCESA

MARQUÉS DE QUINTANAR


Exemplar autografado pelo autor com dedicatória ao embaixador português Luís Norton, «querido amigo». Prólogo de Ramiro de Maetzu. Brochado. 221 páginas. 20,5 x 14,5 cm. Madrid: Cultura Española, 1936.

Ramiro de Maeztu, assassinado poucos meses após a publicação deste livro, e o Marqués de Quintanar [Fernando Gallego de Chaves Calleja, 1889-1974, Conde de Santibáñez del Río, «amigo fraternal» de António Sardinha e dos integralistas portugueses] foram ambos colaboradores próximos de Primo de Rivera durante a Ditadura. Após a queda da Monarquia e o advento da Segunda República fundaram a revista nacionalista Acción Española (1931-1937), propalado veículo reaccionário de ideias tradicionalistas, anti-liberais, anti-democráticas e anti-parlamentares.

Preço: 30 euros.