G. K. Chesterton

[18Ago20]


ORTODOXIA


GILBERT KEITH CHESTERTON


Título original: Orthodoxy, de G. K. Chesterton. Tradução portuguesa de Eduardo Pinheiro. Com um estudo-prefácio de JOÃO AMEAL, «A Revolução de Chesterton». 250 páginas. 21 x 15 cm. Exemplar estimado, apesar de duas marcas superficiais de bicho de papel, ao centro da capa e no topo da lombada. Quinta edição, 30 anos após a primeira, na Colecção Filosofia e Religião [Nova Série, 4.º volume], fundada por Leonardo Coimbra. Porto: Livraria Tavares Martins, 1974.

Preço: 15 euros.



S. TOMÁS DE AQUINO


G. K. CHESTERTON


Título original: St. Thomas Aquinas, de Gilbert Keith Chesterton. 2.ª edição. Inclui uma estampa com o retrato do santo. Tradução do inglês e notas de António Álvaro Dória. 271 páginas. Introdução sobre a filosofia de Chesterton por Paulo Durão. Revisão do Pe. Domingos Moreira. 18,5 x 12 cm. Assinatura de posse no rosto. Colecção Critério, volume 3. Braga: Livraria Cruz, 1947.

em conjunto com:

Gilbert Keith Chesterton, de MAISIE WARD — Biografia. 412 páginas. Penguin Books 3/6 [bolso, 18x11cm] n.º 1070, [1958?]. Lombada escurecida. Sólido.

Preço (do conjunto): 15 euros.


Coristas, 1941

[17Ago20]

cori1

cori4


CORISTAS

Comédia em 3 Actos

ARMANDO VIEIRA PINTO


O autor [Viana do Castelo, 1906 – Lisboa, 1964] foi jornalista, dramaturgo, letrista de fado, argumentista, realizador.

Antecede a peça com um prefácio sobre o processo de escrita de teatro, o público e a crítica. Segue-se a lista das personagens e actores que as representaram na noite de estreia a 27 de Março de 1942, no Teatro Nacional D. Maria II.

Exemplar com assinatura de posse, a lápis, datada, de José Palla e Carmo [o “humorista” José Sesinando], que sublinhou a seguinte passagem do prefácio (pág. 7):

Para que de uma obra risonha possam tirar-se conclusões sérias, são necessários um certo poder de raciocínio imediato e um profundo sentido do humor. Nem uma nem outra destas qualidades, infelizmente, são peculiares ao nosso público.

Na (colecção) Biblioteca Teatral “Teatro do Povo”. Desenho da capa não assinado. 173 páginas. 13 x 18,5 cm. Lombada amarelecida e corte superior das folhas escurecido. Miolo limpo. Porto: Livraria Tavares Martins, 1941.

Preço: 15 euros.