O ACTO E O DESTINO

POEMA DRAMÁTICO


ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA


Foi este poema dramático representado, pela primeira vez, em comemoração do I Centenário de Mouzinho de Albuquerque, num espectáculo promovido pela Mocidade Portuguesa, no Teatro Nacional de D. Maria II, em 1 de Dezembro de 1955. Com cenários de José Amaro Júnior, figurinos de António Vaz Pereira e interpretação de Couto Viana, Ruy Mendes e outros.

Segundo Glória Bastos, é um texto «de temática histórica que apela ao sentido patriótico e à participação cívica e militar dos cidadãos». Edição do autor [?], Lisboa, 1957, contemporânea da sua participação na direcção das revistas Távola Redonda e Graal.

Capa de Ruy Mendes. Cenário de José Amaro Júnior. 36 páginas. 14 x 19,5 cm.  Capa com manchas, visíveis na fotografia, e falta da página de guarda que antecede o rosto.

Raro.

Preço: 20 euros.



POESIA ESCOLHIDA DE AI QING


Escolha, tradução, prefácio e notas de JIN GUO PING.
Revisão literária de António Manuel Couto Viana.

Edição bilingue. Capa de Mo Pan Fei. Ilustrado com algumas fotografias do poeta Ai Qing. 442 páginas. 12 x 17 cm. Bom estado. Macau: Instituto Cultural de Macau, 1987.

Autografado com dedicatória de página inteira por A.M. Couto Viana, datada de 1992.

Preço: 20 euros.



AS (E)VOCAÇÕES LITERÁRIAS


ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA


Crónicas, «memórias e esboços de estudos literários», anteriormente publicados em jornais e revistas, sobre autores com os quais Couto Viana conviveu ou sentiu afinidades literárias, dando primazia aos poetas:

Afonso Lopes Vieira, Alberto d’Oliveira, Alfredo Pimenta, Alfredo Serrano, Álvaro Benamor, Américo Cortez Pinto, António Alves Martins, António Corrêa d’Oliveira,  António Patrício, Augusto Lima, Azinhal Abelho, Blanco-Amor, Camilo Castelo Branco, Eça de Queiroz, Ernesto Sardinha, João de Deus, Francisco de Almeida, João da Rocha, João Verde, José de Almada Negreiros, José Bruges, José Régio, Júlio Brandão, Manuel Lereno, Odylo Costa, Filho, Teixeira de Pascoaes, Teófilo Carneiro, Vasco de Lima Couto e Vitorino Nemésio.

O livro termina com alguns textos mais generalistas: Cancioneiros Galantes, A Poesia Viaja de Comboio, Os Poetas e o Comércio, Poesia Militante, A Sátira à Política na Poesia Portuguesa, e Queixas contra a Inglaterra na Poesia Portuguesa.

255 páginas. 15 x 21 cm. Edição do autor, Lisboa, 1980. Excelente exemplar.

Preço: 12 euros.



PONTO DE NÃO-REGRESSO


ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA


Poemas datados 1977-1980, antecedidos por um estudo de cerca de 15 páginas da autoria de Franco Nogueira. Capa de Vítor Luís, com um desenho de Juan Soutullo. 115 páginas. 15 x 21 cm. Tiragem de 500 exemplares. Impecável estado de conservação. Braga: Editora Pax, 1982.

Preço: 12 euros.



SOU QUEM FUI

Antologia Poética

ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA


Primeira edição. Com uma nota prévia do autor, escrita por ocasião dos 50 anos de poesia (1948-1998). Posfácio de JOÃO BIGOTTE CHORÃO. Na colecção Poesia, fundada por Luís de Montalvor. Capa com um desenho de Almada Negreiros. 193 páginas. 13,5 x 20 cm. Lisboa: Edições Ática, 2000.

Preço: 15 euros.



AS “FUNÇÕES” PATRIÓTICAS DO ABADE DE LOBRIGOS


ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA


Separata de Estudos Regionais, vol. 18. Viana do Castelo: Centro de Estudos Regionais, 1997. 12 páginas. 17 x 23 cm. Autografado com dedicatória do autor ao poeta minhoto João Marcos.

Preço: 15 euros.



UM PASSEIO CULTURAL NA POESIA DE ANTÓNIO FERREIRA


ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA


Palestra proferida em 2 de Março de 1996 na Sede da Casa do Concelho de Ponte de Lima. Ilustrado com fotografias. Lisboa: Casa do Concelho de Ponte de Lima, 1996. Ilustrado. 32 páginas. 16 x 23 cm.

Preço: 10 euros.



VIANA NA POESIA DE MARIA MANUELA COUTO VIANA


ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA


Retrato da poetisa por Carlos Carneiro. Separata de Estudos Regionais, vol. 21. Autografado com dedicatória do autor ao poeta minhoto João Marcos. 16 páginas. 17 x 23 cm. Viana do Castelo: Centro de Estudos Regionais, 2000.

Preço: 15 euros.


natal


RETÁBULO PARA UM ÍNTIMO NATAL


ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA


Autografado pelo autor com dedicatória datada para a actriz Hermínia Tojal. Com um estudo introdutório de João Maia. Capa com algumas manchas. Tiragem de 600 exemplares. 32+(8) páginas. 16,8 x 24 cm. Edição do autor, Braga, 1980.

Preço: 25 euros.



AINDA NÃO


ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA


Exemplar assinado pelo autor com dedicatória datada de 2010.

Último livro do autor. Data da edição: o dia do 87.º aniversário de Couto Viana, 24 de Janeiro de 2010. Capa de Juan Soutullo. Tiragem única de 300 exemplares (que, pelas últimas informações, ainda não estarão esgotados). 52 páginas. 13 x 18 cm. Edição Averno 032. Óptimo exemplar. Lisboa: Averno, 2010.

Preço: 20 euros.



A SEVÉRA


JÚLIO DANTAS


Teatro. Primeira edição. Peça em 4 actos representada pela primeira vez em Janeiro de 1901, no Teatro Nacional D. Maria II, com Augusto Rosa no papel do Conde de Marialva. Dois anos depois, Dantas publicaria a primeira edição do romance A Severa.
Meia-encadernação sintética, em óptimo estado. Encadernado com ambas as capas de brochura (algo cansadas e com marcas de restauro), e não aparado. Miolo limpo. Assinaturas de posse na capa, na página de ante-rosto e no rosto. 196 páginas. 13 x 21,5 cm. Lisboa: Manuel Gomes Editor, 1901.

Preço: 45 euros.



A SEVERA


JÚLIO DANTAS


Romance. Ilustrações de Maria Vasconcellos. Reproduz o prefácio do editor da 2.ª edição, Avelino S. Vieira. Em 2 volumes [1.º volume: 4.ª edição, 23.º milhar / 2.º volume: 4.ª edição]. Estado óptimo. Colecção Portuguesa n.ºs 24 e 25. 172+205 páginas. 12,2 x 18,8 cm. Porto: Domingos Barreira Editor, [1945].

Preço: 22 euros.


Coristas, 1941

[06Fev17]

cori1

cori4


CORISTAS

Comédia em 3 Actos

ARMANDO VIEIRA PINTO


O autor [Viana do Castelo, 1906 – Lisboa, 1964] foi jornalista, dramaturgo, letrista de fado, argumentista, realizador.

Antecede a peça com um prefácio sobre o processo de escrita de teatro, o público e a crítica. Segue-se a lista das personagens e actores que as representaram na noite de estreia a 27 de Março de 1942, no Teatro Nacional D. Maria II.

Exemplar com assinatura de posse, a lápis, datada, do humorista José Sesinando, que sublinhou a seguinte passagem do prefácio (pág. 7):

Para que de uma obra risonha possam tirar-se conclusões sérias, são necessários um certo poder de raciocínio imediato e um profundo sentido do humor. Nem uma nem outra destas qualidades, infelizmente, são peculiares ao nosso público.

Na (colecção) Biblioteca Teatral “Teatro do Povo”. Desenho da capa não assinado. 173 páginas. 13 x 18,5 cm. Bom estado. Porto: Livraria Tavares Martins, 1941.

Preço: 18 euros.