ANUÁRIO VÍDEO 1987

AS CASSETES — OS FILMES DA TV — AS ESTREIAS

LAURO ANTÓNIO


Capa de Vasco Colombo. Com várias páginas de publicidade da área, algumas em extra-texto couché. Catálogo brochado. 171,(5),[16] páginas. 24 x 16,3 cm. Bom estado. Edição do jornal Se7e, Lisboa, Dezembro de 1986.

Preço: 14 euros.


 


E SE TIVESSE A BONDADE DE ME DIZER PORQUÊ?


CLARA PINTO CORREIA
MÁRIO DE CARVALHO


Folhetim saído semanalmente no Diário de Notícias entre Outubro e Maio de 1986 […] Cada capítulo foi escrito por um dos autores sem prévia consulta ao outro. Os capítulos terminam deixando as personagens numa situação embaraçosa. História mirabolante que percorre territórios e tempos de fantasia que fazem lembrar os dias de hoje. [aqui]

1.ª edição. Capa e desenhos de Jorge Colombo. Brochado. 247 páginas. 20 x 14 cm. Bom estado geral. Colecção Aleph. Lisboa: Edições Rolim, 1986.

Preço: 24 euros.


 


AS MAIS BELAS HISTÓRIAS DE ANIMAIS


Selecção de RACHEL BASTOS


Prefácio de José Osório de Oliveira. Ilustrações de José de Lemos. Contos de Anatole France, Padre Manuel Bernardes, Pierre Loti, Fialho de Almeida, Armando Palácio Valdés, Trindade Coelho, Rudyard Kipling, Graciliano Ramos, André Demaison, Fabio Tombari, e outros.

Cartonagem editorial. 177,(3) páginas. 21,5 x 14,5 cm. Capa com ínfima falha de papel na aresta interior. Extensa dedicatória não autoral no ante-rosto. Mantém-se um exemplar interessante. Lisboa: Editora Arcárdia, [s.d.].

Preço: 15 euros.


 


O ESPÊTO

SOCIEDADE CONHECIDA DE RESPONSABILIDADE LIMITADA A CEIAS E PIQUENIQUES

ERNESTO DE CARVALHO


«Um excelente livro de que é auctor o sr. Ernesto de Carvalho, de Beja, um espírito culto, dado às letras e que nesta sua produção revela um notável espírito assimilador de factos interessantes para descrever uma época e historiar o que pertence à região dessas descrições. O livro tem por título O Espêto, que era a designação da bohemia bejense de tempos não distantes e cujas figuras, embora já no declinar para a gravidade de costumes austeros, afirmaram a sua passagem no convívio daquela geração, sem se apeiarem de inteiresa de caracteres e das praxes de correcta maneiras com que foram educadas» [aqui].

Inclui folha-volante em papel couché, com soneto do autor alusivo ao livro, datada de Beja, 1914.

Caricaturas e desenhos de Aguiar Basto, António Mira Feyo, Luís Mira Feyo, J. Brito Júnior e M. Palma.

Ilustrado com várias fotografias e desenhos, no texto, a preto.

Brochado. 222,(4),[I] páginas. 19 x 13,5 cm. Lombada com falhas de papel nas extremidades, porém sólida. Capa com pequenas manchas. Assinatura de posse coeva, no rosto. Mantém-se um exemplar interessante, de uma obra invulgar. Lisboa: Tipografia Universal, 1914.

Preço: 30 euros.


 


A, ANTE, APÓS, ATÉ


SANTOS FERNANDO


Assinado pelo autor com dedicatória manuscrita  e datada a José Palla e Carmo.

1.ª obra de Santos Fernando. Contos humorísticos. Capa de A. Garcia.

Brochado. 241,(7) páginas. 19 x 13,5 cm. Lombada amarelecida e com um pequeno vinco pouco pronunciado. Miolo no geral limpo, com uma ou outra mancha leve, marginal. Lisboa: Parceria A. M. Pereira, 1957.

Preço: 24 euros.


 


OU VICE-VERSA

(MITOS DE TRAZER POR CASA)


JÚLIO CONRADO


Exemplar assinado pelo autor com dedicatória manuscrita a Jorge Listopad.

Crónicas de jornal (Jornal da Costa do Sol e Diário Popular), algumas delas inéditas, levemente inspiradas nas Mitologias de Roland Barthes. Capa de José Cândido.

Brochado. 147,(5) páginas. 18,2 x 11 cm. Bom estado geral. Lisboa: A Regra do Jogo, 1980.

Preço: 25 euros.


 


ERA A REVOLUÇÃO

NOVELA

JÚLIO CONRADO


Lembro esta rua, o largo, inchados de campónios em luta, que aqui tinham vindo solenemente explicar a criação do mundo. Mas deste livro incompleto, parco de estios, farto de primaveras, se arredou a gesta do campo. É um livro de modesta cidade, de pequeno-burgueses, de hesitantes, de psicopatas, de oportunistas cavilosos, de burocratas do fingimento. De mini-déspotas. Odeio déspotas. Odeio todos os déspotas. [da contracapa]

Capa: «colagem + desenho de Augusto Mota». Brochado. 106,(2) páginas. 19 x 12,5 cm. Lombada levemente amarelecida. Bom estado geral. Lisboa: Parceria A. M. Pereira, Outubro de 1977.

Exemplar assinado pelo autor com dedicatória a José Palla e Carmo, no ante-rosto, datada de 10 de Dezembro de 1977.

Preço: 22 euros.


 


A POESIA DEVE SER FEITA POR TODOS


CARLOS LOURES


«Três pequenos livros distintos»: Ainda a voz, poemas, pp. 9-36, «parte dos quais contemporâneos dos que integravam A Voz e O Sangue», 1961-1967;  Os Mercenários do Pão, poema-guião, pp. 37-54, a partir de uma página de Vicente Blasco Ibañez, 1964; e A Poesia deve ser feita por todos, ensaio-colagem, pp. 55-84, uma montagem de artigos publicados no “Suplemento Literário” do Jornal de Notícias, com substanciais alterações, 1965-1967.

[«O facto relativamente insólito de num mesmo volume coexistirem três pequenos livros distintos» justifica uma nota final do autor, pp. 85-87.]

Apreendido pela PIDE, entre outras desgraças. 88 páginas. 18 x 11 cm. Cantos redondos. Com defeitos: mancha de água na capa (leve) e no miolo, junto à margem lateral exterior (não toca o texto). Manuseado. Razoável. Cadernos Peninsulares n.º 2, Lisboa, Fevereiro de 1970.

Preço: 7 euros.


 


LISBOA

RETALHOS E LUGARES

(UMA SITIOGRAFIA)

PEDRO BANDEIRA FREIRE


Poesia. Prefácio de António Alçada Baptista. Capa com gravura de David de Almeida. Tiragem numerada. Exemplar assinado pelo autor.

Brochado. 72 páginas. 21 x 12,5 cm. Bom estado. Colecção Universitária Poesia. Lisboa: Universitária Editora, 1999.

Preço: 17 euros.


 


A TORRE DE BELÉM

(CASTELO DE SAM VICENTE DA PAR DE BELÉM)

J. DE SOUSA NUNES


Ilustrado a preto e a cor, no texto e em extra-texto, com fotografias, desenhos e plantas — inclui 3 mapas desdobráveis.

Brochado. 105,(3),[V] páginas. 24,7 x 17,3 cm. Capa com manchas leves. Miolo limpo. Edição da Administração Geral do Porto de Lisboa, 1959.

Preço: 30 euros.


 


AS PRAÇAS E LARGOS DE LISBOA

(ESBOÇO PARA UMA SISTEMATIZAÇÃO CARACTERIOLÓGICA)

JOSÉ TUDELA


Resposta a uma carta de Satoshi Watamori. Ilustrado com 6 páginas de imagens, em papel couché, e 3 mapas desdobráveis. Brochura. 10,[6],[III] páginas. 29,5 x 21 cm. Capa amarelecida nas orlas. Bom estado. Lisboa, Janeiro de 1977.

Preço: 15 euros.


 


VIDA DE LISBOA


ALBERTO PIMENTEL


Primeira edição. Crónicas da Lisboa de há 120 anos, com atenção (e folgada adjectivação) a alguns aspectos entretanto desaparecidos — como os pregões populares — e outros que ainda se vão mantendo: os gatos, a loteria de Natal, o público do S. Carlos, os pass(e)antes de Sintra. Inclui uma visita de estudo do cronista à Penitenciária.

Encadernação editorial. 193,(9) páginas. 18,2 x 12 cm. Bom exemplar, embora a lombada ligeiramente descolorada. Colecção António Maria Pereira. Lisboa: Parceria António Maria Pereira, 1900.

Preço: 30 euros.


 


LISBOA EM QUATRO HORAS
E LISBOA EM QUATRO DIAS


Nova Edição. Um guia turístico para a Lisboa de final de Oitocentos. Sem menção do autor (há referências de uma edição com o mesmo título, no Rio de Janeiro, uns 8 anos antes, igualmente sem autoria indicada).

Encadernação sintética recente, em óptimo estado de conservação. Sem a capa de brochura anterior. Não aparado. 82 páginas (algumas por abrir). 19 x 14 cm. Lisboa: Typ. da Companhia Nacional Editora, 1895.

Preço: 40 euros.


 

cori1


CORISTAS

Comédia em 3 Actos

ARMANDO VIEIRA PINTO


O autor [Viana do Castelo, 1906 – Lisboa, 1964] foi jornalista, dramaturgo, letrista de fado, argumentista, realizador.

Antecede a peça com um prefácio sobre o processo de escrita de teatro, o público e a crítica. Segue-se a lista das personagens e actores que as representaram na noite de estreia a 27 de Março de 1942, no Teatro Nacional D. Maria II.

Exemplar com assinatura de posse, a lápis, datada, de José Palla e Carmo [ou José Sesinando], que sublinhou a seguinte passagem do prefácio (pág. 7):

Para que de uma obra risonha possam tirar-se conclusões sérias, são necessários um certo poder de raciocínio imediato e um profundo sentido do humor. Nem uma nem outra destas qualidades, infelizmente, são peculiares ao nosso público.

Na (colecção) Biblioteca Teatral “Teatro do Povo”. Desenho da capa não assinado. 173 páginas. 18,5 x 13 cm. Lombada amarelecida e corte superior das folhas escurecido. Miolo limpo. Porto: Livraria Tavares Martins, 1941.

Preço: 17 euros.


 


NACOS DO ALTO-MINHO


JOSÉ LOPES GONÇALVES


Crónicas. Ilustrado com fotografias e desenhos, cedidos pelo jornal Cerveira Norte e pelas Comissões de Festas de S. Sebastião e S. Roque.

Brochado. 95 páginas. 20,8 x 14,8 cm. Exterior cansado, miolo limpo. Edição do autor, Vila Nova de Cerveira, 1979.

Preço: 15 euros.


 


SINTRIA

REVISTA DE ESTUDOS DE ARQUEOLOGIA, ARTE E ETNOGRAFIA.

I-II
(tomo 1)
1982-1983


Revista do Gabinete de Estudos de Arqueologia, Arte e Etnografia do Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas, números I-II (tomo 1), 1982-1983. Organização de José Cardim Ribeiro. Único volume publicado.

Estudos de Eduardo da Cunha Serrão, João Ludgero Marques Gonçalves, Gustavo Marques, Salete da Ponte, Manuel Maia, Frederico Coelho Pimenta, José Cardim Ribeiro, José Beleza Moreira, Júlio Corte Fernandes, Manuel Luís Real, Vítor Serrão, Rafael Moreira, Carlos Lopes Cardoso, Maria Elisabeth Figueiredo Cabral e Maria Luísa Abreu Nunes.

Ilustrado com fotografias, desenhos, mapas e inúmeros desdobráveis.

Brochado. 1065 páginas. 24 x 17 (x 6,5) cm. Vincos leves de leitura na lombada. Bom exemplar. Sintra: Câmara Municipal de Sintra, 1987.

Preço: 45 euros.


 


ALGUMAS OBRAS DE ANDRÉ DE RESENDE

Vol. I (1531-1551)


Fac-símile de três edições quinhentistas impressas e de um manuscrito em 1.ª edição do humanista eborense. Leitura diplomática e versão portuguesa actualizada por Walter de Sousa Medeiros/José Pereira da Costa, Miguel Pinto de Meneses e Gabriel Paiva Domingues. Com um estudo de Manuel Cadafaz de Matos.

Ilustrado. Brochado. (xcvi),[I],356,(8) páginas. Sinais de manuseio exterior. Perda de cor na capa frontal e lombada. Miolo limpo. Edição do Centro de Estudos de História do Livro e da Edição e Câmara Municipal de Évora. Évora: Edições Távola Redonda, 2000.

Preço: 12 euros.


 


FÍBULAS RECOLHIDAS NA CABEÇA DE VAIAMONTE (MONFORTE, ALTO ALENTEJO)


MANUEL FARINHA DOS SANTOS


Dedicatória de amizade, manuscrita, do autor, na página de rosto.

Ilustrado com o desenho arqueológico de dezenas de fíbulas (espécie de alfinete de vestuário usado «desde fins do segundo milénio antes da nossa era até à Alta Idade Média») em 26 páginas extra-texto couché.

Brochura. 20,[26] páginas. 26 x 19,5 cm. Lombada e orla das capas amarelecida. Separata dos Anais da Academia Portuguesa de História, II série, volume 22, Lisboa, 1973.

Preço: 17 euros.


 


O TARDO-GÓTICO EM PORTUGAL

A ARQUITECTURA NO ALENTEJO


JOSÉ CUSTÓDIO VIEIRA DA SILVA


Ilustrado com fotografias, desenhos e plantas. Brochado. 206 páginas. 24 x 17 cm. Bom estado. Colecção Estudos de Arte, n.º 9. Lisboa: Livros Horizonte, 1989.

Preço: 15 euros.


 


MÚSICA TRADICIONAL PORTUGUESA

CANTARES DO BAIXO ALENTEJO


J. RANITA DA NAZARÉ


Etnografia musical. Ilustrado com várias pautas e um pequeno mapa, no texto. Brochado. 102,(6) páginas. 19,3 x 11,8 cm. Bom estado. Biblioteca Breve, volume 26. Lisboa: Instituto de Cultura Portuguesa, 1979.

Preço: 12 euros.


 


O QUISSANGE

(O ÚNICO INSTRUMENTO MUSICAL GENUINAMENTE AFRICANO)

EXPOSIÇÃO


Pequeno catálogo da exposição dirigida por Mesquitela Lima, com organização de Henrique Pereira, em Março de 1973. Com textos de Mesquitela Lima (Director do Museu de Angola), Maria José Vargas Quintas (do Museu de Angola) e Maria Luísa P. Dias (da Divisão de Etnologia e Etnografia do IICA), seguidos de bibliografia sumária sobre o quissange e relação dos objectos expostos.

Dactiloscrito policopiado e agrafado. 15 páginas (11 de texto). 21,2 x 15 cm. Bom estado. Luanda: Museu de Angola, 1973.

Preço: 18 euros.


 


REFLEXÕES SOBRE A ARTE NEGRA

(ENSAIO)

MESQUITELA LIMA


Ilustrado com 20 fotografias a preto, de página inteira, e um esquema de uma escultura, em papel couché, extra-texto.

Brochado. 46,[42] páginas. 29,5 x 21 cm. Pequenas marcas superficiais de lepisma saccharina na orla exterior da capa. Bom estado geral. Invulgar. Série Relatórios e Comunicações do Instituto de Investigação Científica de Angola, n.º 18, Luanda, 1971.

Preço: 50 euros.


 


ARTES DA MAGIA

TEATRO INFANTIL

MARIA HELENA DE NORONHA FEYO


A Casa do Pessoal da Diamang apresenta as “Crianças do Dundo” na Revista-Fantasia “Arte da Magia” em 2 actos e 8 quadros. Original de: Maria Helena de Noronha Feyo intercalado de excertos de A. Armando, Adolfo Simões Müller, Alice Ogando, A. Machado, “Lygia” e Reinaldo Ferreira.

Com dezenas de nomes de participantes (músicos, ensaiadoras, ponto, contra-regras, cenários, montagem, coreografia, guarda-roupa, chapéus, efeitos de luz, auxiliares de cena, elenco), o programa acto a acto, e as dezenas de personagens uma a uma. Termina com as letras das músicas do espectáculo.

Programa executado com a colaboração de Américo Teixeira, Luna de Carvalho e Oswaldo Ferreira.

Brochura dactiloscrita policopiada, para distribuição no local [fora de mercado]. 40 páginas. 20 x 14 cm. Capa solta e com manchas leves. Mínimas imperfeições. Raro. Dundo: 21 de Junho de 1959.

Preço: 20 euros.


 


DE COMO O MENOSPREZO DAS LEIS É, MULTÍMODAMENTE, CAUSA DE DESORDEM NAS RELAÇÕES SOCIAIS

O CONSERVATÓRIO DE MÚSICA DO PORTO


ÁLVARO AFONSO RIBEIRO BARBOSA


«Capacitado de que seria perder tempo seguir um curso no Conservatório de Música do Porto, enquanto o critério que o regeu, fazia desse estabelecimento uma simples escola de ensinar meninas a tocar piano para outras dançarem steps, fox-trots e outras excrescências musicadas por pseudo-compositores, opus-me decididamente a que a minha Filha se inscrevesse como aluna de tal escola. Sucedeu, porém, que, tão depressa o prof. Hernâni Torres asumiu a sua direcção, o Conservatório de Música do Porto passou a tomar as proporções de um verdadeiro centro de cultura artística, e desde então a minha oposição deixou de ter motivo, pelo que consenti finalmente que a minha Filha começasse a frequentar esse estabelecimento (…)».

Opúsculo em brochura. 20 páginas. 21,2 x 13,6 cm. Pequena mancha na capa. Bom estado geral. Edição do autor, impressa no Porto pela Tipografia Porto Médico, 1927.

Preço: 17 euros.


 


A PROPÓSITO DE TEATRO

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES OPORTUNAS OFERECIDAS
À INTELIGÊNCIA E REFLEXÃO DE TODOS OS
HOMENS DE BOA VONTADE


JOSÉ GAMBOA


Ensaios sobre teatro, dramaturgia, crítica, o Conservatório, os repertórios, a imprensa, e outros temas (inclui «O teatro e futebol como elementos de educação»).

Exemplar com dedicatória manuscrita do autor ao cineasta Baptista Rosa.

Brochado. 425,(4) páginas. 19,2 x 12,5 cm. Manuseado. Sólido. Com uma mínima falta de papel na contracapa. Lisboa: edição do autor, 1949.

Preço: 18 euros.


 


CANTIGAS DE COMBATE

PROFANAS E RELIGIOSAS

DO PADRE FRANCISCO DO PIMPÃO, LIVRE PENSADOR

JERONYMO MARTINS PAMPLONA CORTE-REAL


Com dedicatória manuscrita do autor ao reitor do liceu de Castelo Branco, Augusto Tavares, e emendas manuscritas, pelo mesmo punho, no miolo.

Título completo: CANTIGAS DE COMBATE Profanas e Religiosas, do Padre Francisco Pimpão, livre pensador. Revistas e augmentadas por Jeronymo Martins Pamplona Corte-Real, 31 annos, 1.º official da Bibliotheca da Academia Real das Sciencias, logar que conquistou em concurso perante a Academia pelo conhecimento theorico e pratico sem diccionario, de latim, francez, inglez, allemão; linguas que constantemente tem ensinado.

Brochado. 150,(2) páginas. 22,7 x 16 cm. Capa cansada, com manchas e uma garatuja a lápis. Capa posterior com restauro. Miolo limpo. Lisboa: Typographia Bayard, [s.d.].

4.ª edição revista e aumentada — a 3.ª data de 1897 e a 2.ª de 1884.

Obra incomum, de índole maçónica.

Preço: 35 euros.


 


O SENHOR VENTURA

COMÉDIA EM 3 ACTOS

ARNALDO LEITE
CAMPOS MONTEIRO


Com dedicatória manuscrita invulgar, assinada por ambos os autores, na página de guarda: «Para a Excelentíssima Senhora Dona Manuela Couto Viana, ilustre declamadora e adorável camarada das andanças “jurídicas” do Secretariado, com a admiração dos Arnaldo Leite Campos Monteiro».

Brochado. 141,(3) páginas. 19 x 13 cm. Sinais de uso exteriores, lombada escurecida e assinatura de posse posterior (não relacionada com a dedicatória) no ante-rosto e rosto. No verso da capa, pequeno carimbo azul Sergio Trémont livreiro-antiquário Porto. Mantém-se um exemplar curioso. Colecção “Teatro do Povo” — Biblioteca Teatral. Porto: Livraria Tavares Martins, 1946.

Preço: 27 euros.


 


A SEVERA


JÚLIO DANTAS


Romance. Ilustrações de Maria Vasconcellos. Reproduz o prefácio do editor da 2.ª edição, Avelino S. Vieira. Em 2 volumes [1.º volume: 4.ª edição, 23.º milhar / 2.º volume: 4.ª edição]. Estimados. Colecção Portuguesa n.ºs 24 e 25.

Brochados. Com 172 e 205 páginas. 18,8 x 12,2 cm. Bom estado. Inclui folheto publicitário editorial desdobrável (23,5 x 35 cm), da 13.ª Feira do Livro de Lisboa de 1943, com alusão a uma edição anterior do romance. Porto: Domingos Barreira Editor, [1945].

Preço: 27 euros.


 


A SEVÉRA


JÚLIO DANTAS


Teatro. Primeira edição. Peça em 4 actos representada pela primeira vez em Janeiro de 1901, no Teatro Dona Amélia (actual Teatro São Luiz), com Augusto Rosa no papel do Conde de Marialva. Dois anos depois, Dantas publicaria a primeira edição do romance A Severa.

Meia-encadernação sintética recente. Encadernado com ambas as capas de brochura (algo cansadas e com marcas de restauro), e não aparado. Miolo limpo. Assinaturas de posse discretas (de três épocas diferentes) na capa, na página de ante-rosto e no rosto. 196 páginas. 21,5 x 13 cm. Lisboa: Manuel Gomes Editor, 1901.

Preço: 35 euros.


 


HIPOCRITAS


MERCEDES BLASCO


Recordações de Mercedes Blasco, de artistas de teatro: Joaquim de Almeida, Palmira Bastos, Jesuína de Chaby, Chaby Pinheiro, António Sacramento, Tereza Taveira, Vasco Santana, Alexandre de Azevedo, Tereza Gomes, Álvaro de Almeida, Augusta Cordeiro, Joaquim Almada, Ilda Stichini, José Alves da Cunha, Berta de Bívar, Henrique de Albuquerque, Lucília Simões, Henrique Alves, Emília de Oliveira, Erico Braga, Amélia Pereira, Assis Pacheco, Lina Demoel, Gil Ferreira, Albertina de Oliveira, José Clímaco, Amélia Rey Colaço, Robles Monteiro, Maria das Neves, Tomás Vieira, Aura Abranches, Pinto Grijó, Ausenda de Oliveira, Armando de Vasconcelos, Emília Fernandes, Raul de Carvalho, Luísa Satanella, Nascimento Fernandes, Cremilda de Oliveira. Com uma carta prefacial de Agostinho Fortes.

Exemplar com dedicatória de autora no ante rosto, «para o ilustre poeta que rege os destinos do grande jornal A República, da amiga e admiradora».

Brochado. 160 páginas. 19 x 12,5 cm. Pequenos defeitos exteriores. Miolo limpo, salvo algumas pequenas caricaturas a lápis, apenas delineadas, não assinadas, junto a certos nomes de artistas no início dos capítulos. Lisboa: J. Rodrigues & C.ª, 1932.

Preço: 27 euros.


 


O PÃO, AS PADEIRAS E OS PADEIROS


GENTIL MARQUES


Ilustrado. Brochado. 207,(1) páginas. 18 x 11 cm. Bom estado. Biblioteca Social e Corporativa, Publicação n.º 33, Colecção II — Formação Social, Série L — n.º 3. Edição da Junta de Acção Social do Ministério das Corporações e Previdência Social, 1964.

Preço: 17 euros.


 


CARTILHA DO MARIALVA


JOSÉ CARDOSO PIRES


Exemplar assinado pelo autor com dedicatória, na página de guarda.

Título completo: CARTILHA DO MARIALVA ou das Negações Libertinas redigida a propósito de alguns provincianismos comuns e ilustrada com exemplos reais. Agora em 7.ª edição, com  capa e gouachos de Costa Pinheiro.

Álbum ilustrado. Encadernação editorial em tela azul, com sobrecapa. Miolo em papel couché. 175,(5) páginas. 29 x 21,5 cm. Bom estado. Lisboa: Publicações Dom Quixote / Círculo de Leitores, 1989.

Preço: 60 euros.


 


LISBOA, LIVRO DE BORDO

VOZES, OLHARES, MEMORAÇÕES

JOSÉ CARDOSO PIRES


Primeira edição. Álbum ilustrado. 123-(3) páginas. 28,5 x 24,5 cm. Encadernação editorial em tela azul. Ténue amarelecimento junto às margens do miolo. Bom estado. Lisboa: Publicações Dom Quixote / Parque Expo, 1997.

Preço: 40 euros.


 


A CAVALO NO DIABO

CRÓNICAS DO PÚBLICO E CASOS PRIVADOS

JOSÉ CARDOSO PIRES


Crónicas. Primeira edição. Com invulgar dedicatória de José Cardoso Pires, extensa, de amizade e companheirismo lisboeta.

Brochado. 206 páginas. 21 x 13,5 cm. Muito bom exemplar. Colecção Obras de José Cardoso Pires. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1994.

Preço: 75 euros.


 


O HOMEM ARRASTADO


SIDÓNIO MURALHA


Novela. O título é comum ao poema com que o autor colaborou na antologia poética Vietname, em 1970 — e alude a uma fotografia de guerra da autoria de Kyoichi Sawada, World Press Photo of the Year 1966.

Brochado. (6),65,(3) páginas. 17,5 x 12 cm. Inclui folha volante (8,7 x 10,6 cm) alusiva à edição, e a fotografia de Sawada, não creditada, a par do rosto, em papel couché. Lombada levemente amarelecida. Bom estado geral. Colecção Textos Vértice (Prosadores Contemporâneos), n.º 5. Lisboa: Atlântida Editora, 1972.

Preço: 18 euros.


 


O HOMEM ARRASTADO


SIDÓNIO MURALHA


Novela. O título é comum ao poema com que o autor colaborou na antologia poética Vietname, em 1970 — e alude a uma fotografia de guerra da autoria de Kyoichi Sawada, World Press Photo of the Year 1966.

Brochado. (6),65,(3) páginas. 17,5 x 12 cm. Ilustrado com a fotografia de Sawada, não creditada, a par do rosto, em papel couché. Lombada amarelecida. Capa com pequenas manchas. Mantém-se um exemplar interessante. Colecção Textos Vértice (Prosadores Contemporâneos), n.º 5. Lisboa: Atlântida Editora, 1972.

Preço: 12 euros.


 


AS DAMNADAS DE PARIS


JULES MARY


Edição ilustrada com inúmeros desenhos, no texto, alguns de página inteira. Obra completa. 384 páginas. 27 x 18,5 cm. Encadernação com a lombada em pele, com algum desgaste. Pequeno carimbo de posse esvanecido no topo da página 5. Miolo com ocasionais manchas, leves. Mantém-se um exemplar interessante. Lisboa: João Romano Torres — Editor, [c. 1900].

Preço: 17 euros.


 


DAS ORDENS RELIGIOSAS EM PORTUGAL


PEDRO DINIS


2.ª edição, publicada um ano após a primeira, impressa na mesma tipografia, com uma nova introdução do autor. 293,(7) páginas. 14,5 x 10,5 cm. Bom exemplar. Encadernação da época, lombada em pele. Miolo aparado, sem capas de brochura. Lisboa: Typographia de J. J. A. Silva, 1854.

Dividida em 40 CAPÍTULOS, assim resumidos no plano da obra: Procuramos responder ás accusações que se fiseram. e se fazem ainda, aos Frades de Portugal, e mostrar, que se não em todas, em grande parte, ha calumnia, absurdo, e odio inveterado, mas sem fundamento. Depois damos uma notícia das Ordens, que n’estes reinos houve, da sua origem, e introducção. Depois ainda apresentamos alguns casos, em que os frades mostraram a sua utilidade, já missionando, já escrevendo, e ensinando; e finalmente concluímos, fazendo algumas reflexões sobre a abolição do monachismo, e procurando mostrar que só uma restituição sisuda das Ordens Religiosas póde attenuar os tristes effeitos da sua extincção.

Vasta galeria de temas versados, tais o matrimónio, o celibato, a fecundação, os comportamentos sociais, os jesuítas, a emigração e a demografia, e resposta directa a muitos ataques históricos ao clero ao longo da história portuguesa.

Importante para o entendimento dos severos conflitos clerico-liberais da primeira metade do século XIX, e curioso, pela compilação de “pequena-história” e pela desenvolta e arreigada prosa apologética do autor.

Preço: 70 euros.


 


LE RÉCIT FÉMININ


CLAUDE CHABROL


Ensaio. Uma análise semiológica do “correio sentimental”, e das entrevistas ou inquéritos sobre “a mulher”, na imprensa feminina da época, pós-Maio de 68. Título completo: LE RÉCIT FÉMININ. Contribution à l’analyse sémiologique du courrier du coeur et des entrevues ou ‘enquête’ sur la femme dans la presse féminine actuelle.

Edição original. Ilustrado com vários quadros desdobráveis. Encadernação editorial, com sobrecapa. Papel superior. 142 páginas. 24,5 x 16 cm. Alguns pequenos e leves sublinhados e anotações a lápis, de anterior possuidor, nas primeiras páginas, de fácil remoção. Sobrecapa com ligeiro desgaste marginal, protegida com melinex. Mantém-se, no geral, um bom exemplar. The Hague/Paris: Mouton, 1971.

Invulgar.

Preço: 45 euros.


 


HEPTAMERON


MARGARIDA DE NAVARRA


Com 28 ilustrações extra-texto de Henrique Manuel. Maquete de Manuel Correia. Tradução de Gabriela Ramirez Garcia (vol.1) e Álvaro Pereira (vol.2).

Encadernação editorial sintética, em bom estado. Miolo limpo. Obra completa em 2 volumes. 284,260,[56] páginas. 24 x 17 (x 5) cm. Lisboa: Estúdios Cor, 1977.

Preço: 35 euros.


 


TEMPO PARA AMAR E TEMPO PARA MORRER


ERICH MARIA REMARQUE


Tradução de ISABEL DA NÓBREGA, a partir da edição americana, com o título A Time to Live and a Time to Die. Capa de Otelo Azinhais. [3.ª edição].

Brochado. 429,(3) páginas. 19,3 x 14 cm. Lombada com vinco de leitura pouco pronunciado. Corte das folhas amarelecido. Miolo sem manchas nem assinaturas de posse. Bom estado geral. Colecção Xéculo XX, n.º 2. Lisboa: Publicações Europa-América, 1963

Preço: 12 euros.



A CENTELHA DA VIDA


ERICH-MARIA REMARQUE


Tradução de JOSÉ SARAMAGO, a partir da edição francesa, com autorização do autor. Livro publicado nos Estados Unidos da América com o título Spark of Life. Capa de Otelo Azinhais. 3.ª edição.

Brochado. 470,(2) páginas. 19,2 x 14 cm. Lombada com vinco de leitura pouco pronunciado. Miolo com ocasionais manchas leves, marginais. Selo da Livraria ETA na página de guarda. Mantém-se um exemplar interessante. Colecção Século XX, n.º 1. Lisboa: Publicações Europa-América, 1958.

Preço: 12 euros.


 


NARCISO E GOLDMUNDO


HERMANN HESSE


Título original: Narziss und Goldmund. 1.ª edição portuguesa. Tradução de Manuela de Sousa Marques. Brochado. 308,(4) páginas. 19 x 12,5 cm. Mínimos sinais de uso exteriores. Bom estado geral. Colecção Obras Primas Contemporâneas. Lisboa: Guimarães Editores, 1956.

Preço: 20 euros.


 


NARCISO E GOLDMUNDO


HERMANN HESSE


Exemplar com extensa dedicatória de amizade da tradutora, Manuela de Sousa Marques [«a narrativa que Thomas Mann considerou das mais belas da literatura alemã, vertida para português, com muito amor mas também com a consciência do que se perdeu na transferência da linguagem poética»].

Título original: Narziss und Goldmund. Tradução de Manuela de Sousa Marques. Capa de Almeida Baltazar. 3.ª edição. Brochado. 237,(2) páginas. 21 x 14,5 cm. Bom estado. Lisboa: Guimarães Editores, 1987.

Preço: 25 euros.


 


A MÃE


BERTOLD BRECHT


A vida da revolucionária Pelagea Wlassowa de Twer, segundo o romance de Máximo Gorki.

Tradução de Yvette K. Centeno e Terea Balté. Capa de Manuel Dias. Brochado. 84,(10) páginas. 19,7 x 12 cm. Vinco leve no topo da capa. Bom estado geral. Lisboa: Edições Ática, 1978.

Preço: 15 euros.