Pedro TAMEN

[03Nov17]


ESCRITO DE MEMÓRIA


PEDRO TAMEN


Primeira edição. Colecção Círculo de Poesia, n.º 56. Com um pequeno carimbo de biblioteca no rosto, e restos de selo de biblioteca na capa e contracapa, visível na fotografia supra. 60 páginas. 15 x 20 cm. Miolo limpo. Exemplar razoável. Lisboa: Moraes Editores, 1973.

Preço: 15 euros.



O SANGUE, A ÁGUA E O VINHO

POEMA EM TRÊS CÂNTICOS

PEDRO TAMEN


Capa e arranjo gráfico de José Escada. Com a sobrecapa original da colecção, de plástico transparente. Colocado por anterior proprietário, um recorte de um artigo do jornal A Capital, de 18 de Novembro de 1976, sobre Pedro Tamen, da autoria de Joaquim Manuel Magalhães. 60 páginas. 15,5 x 20 cm. Colecção Círculo de Poesia n.º 2, da Livraria Morais Editora, Lisboa, 1958.

Preço: 35 euros.



POEMAS A ISTO


PEDRO TAMEN


Capa e arranjo gráfico de José Escada. Com a sobrecapa original da colecção, de plástico transparente. 49 páginas. 15,5 x 20 cm. Colecção Círculo de Poesia n.º 20, da Livraria Morais Editora, Lisboa, 1962.

Preço: 40 euros.



OS QUARENTA E DOIS SONETOS


PEDRO TAMEN


«Os quarenta e dois sonetos que constituem este livro foram escritos, pela ordem por que seguidamente se publicam, entre 12 de Outubro de 1972 e 12 de Abril de 1973.»

Colecção Horizonte de Poesia, n.º 2. Com um selo da livraria A Erva Daninha, no Porto. 52 páginas. 12,5 x 18,5 cm. Lisboa: Livros Horizonte, 1973.

Preço: 30 euros.



20 ANOS DA COLECÇÃO CÍRCULO DE POESIA

20 ANOS DE POESIA PORTUGUESA


Organização, prefácio e notas de
PEDRO TAMEN


Edição comemorativa dos 20 anos da Colecção Círculo de Poesia. Capa e plano gráfico de Luiz Duran e Julietta Matos sobre maquete original da colecção de José Escada. Tiragem de 3000 exemplares. 357 páginas. 14,5 x 20 cm. Colecção Círculo de Poesia, n.º 79. Lisboa: Moraes Editores, 1977.

Assinado com dedicatória de Pedro Tamen para Nuno Bragança.

Capa com uma mancha de água muito visível, que no interior só toca a primeira página e, muito ligeiramente, a seguinte, a do autógrafo. Miolo limpo.

Apesar do mau estado da capa um exemplar único, pelo simbolismo da dedicatória entre duas personalidades que percorreram em conjunto partes significativas dos respectivos percursos literários.

Preço: 25 euros.



POETAS HÚNGAROS

ANTOLOGIA


Organização, prefácio e notas
de
ZOLTÁN RÓZSA


Poetas representados: Géza Páskándi, Sándor Csoóri, Ferenc Juhász, Lászlo Nagy, János Pilinski, Sandór Weores, Miklós Radnóti, Amy Károlyi, Zoltán Zelk, Attila József, Gyula Illiyés, Lájos Kassák, Endre Ady, Dezso Kosztolányi, Milán Fust, Miháli Babits, Gyula Juhász, Sándor Petofi e János Arany.

Traduções de Teresa Balté, Fiama Hasse Pais Brandão, Yvette K. Centeno, José Gomes Ferreira, Egito Gonçalves, Zóltan Rózsa, Pedro Tamen, António Torrado, José Blanc de Portugal, Vasco Graça Moura e Nelson R. Ascher.

Título original: Magyar Koltok. Capa de Vitoriano Martins, sobre uma pintura original de Pál Ferenc, representando a Árvore da Vida junto com uma figura simbólica da Poesia. Plano gráfico de Edviges Espada. 212 páginas. 20 x 21 cm. Colecção Canto Universal, da Moraes Editores, Lisboa, 1983.

Preço: 15 euros.



10 POEMAS PARA CATARINA


«No 27.º aniversário do assassínio de Catarina Eufémia».

Pasta de cartão (20,5 x 29,7 cm) contendo 19 folhas soltas (19,5 x 28,5 cm), com poemas de Álvaro Magalhães, António Ramos Rosa, Armando Silva Carvalho, Egito Gonçalves, José Gomes Ferreira, Manuel Alberto Valente, Maria Teresa Horta, Marta Cristina de Araújo, Papiniano Carlos e Sophia de Mello Breyer Andresen; três desenhos de José Rodrigues; um excerto de um texto de José Dias Coelho sobre Catarina Eufémia; e a reprodução da primeira página do Avante! [VI série, n.º 187, Abril-Maio 1954] com a notícia da “carga” da GNR que matou a ceifeira de Baleizão.

Álbum organizado por Marta Cristina de Araújo, e dirigido graficamente por Armando Alves. Tiragem de 600 exemplares, dos quais 500 com distribuição comercial (este o número 490). Bom estado. Capa com mínimas imperfeições, visíveis nas fotografias. Folhas soltas em estado impecável. Porto: O Oiro do Dia, 1981.

Preço: 60 euros.


MARIA TERESA HORTA

[17Jan15]


EMA


MARIA TERESA HORTA


Ema é a viagem de uma mulher. só. na contemplação erótica. é a convulsão do amor. é a resposta. a violência. a dificuldade. o espelho. a explosão feminina-feminista. é a nudez verdade de Ema.

Ficção. Exemplar autografado pela autora com dedicatória de amizade. Capa de Teresa Dias Coelho. Fotografia da autora na contracapa de Isabel Ferreira. Colecção Aleph. 131 páginas. 14 x 20 cm. Lisboa: Edições Rolim, [Novembro de] 1984.

Preço: 25 euros.



MULHERES DE ABRIL


MARIA TERESA HORTA


Poemas [de Abril a Novembro de 1977]. Inclui «Homenagem às mulheres-a-dias». Capa e arranjo gráfico de José Araújo. 110 páginas. 13 x 18,5 cm. Lisboa: Editorial Caminho, 1977. Bom exemplar.

Preço: 15 euros.



ABORTO

DIREITO AO NOSSO CORPO


Inquérito realizado por

CÉLIA METRASS
HELENA DE SÁ MEDEIROS
MARIA TERESA HORTA


Com casos de condenação, depoimentos de parteiras e mulheres que abortaram, tomadas de posição de políticos, médicos e advogados, legislação, etc. Ilustrado. 361 páginas. 12,5 x 18,5 cm. Termina com um poema de Maria Teresa Horta («Do Direito ao Nosso Corpo»), datado de Fevereiro de 1975. Colecção Mulheres em Luta. Lisboa: Editorial Futura, 1975.

Preço: 12 euros.




O AMOR DESAGUA EM DELTA


EGITO GONÇALVES


Compilação de 4 livros previamente editados: A Evasão Possível (1951), O Vagabundo Decepado (1952), A Viagem com o Teu Rosto (1953-1957) e Memória de Setembro (1959). Na capa reproduz-se um desenho de José Rodrigues. Direcção gráfica de Armando Alves. Fotografia de Carlo Cisventi. Colecção Coroa da Terra, n.º 1. Cartonagem editorial, e lombada em tela. Capas com pequenas falhas de papel, visíveis na fotografia. 95-(13) páginas. 13 x 19 cm. Porto: Editorial Inova, [Dezembro de] 1971.

Preço: 20 euros.



O DOUTOR JIVAGO


BORIS PASTERNAK


Tradução de Augusto Abelaira. Prefácio de Aquilino Ribeiro. Tradução das poesias por David Mourão-Ferreira. Primeira edição portuguesa, de muitas, editada quase imediatamente após a edição original (italiana, em 1957), e o Prémio Nobel atribuído ao autor (1958). 622 páginas. 15 x 20 cm. Bom exemplar. Lisboa: Livraria Bertrand, [1959].

Preço: 12 euros.