POEMAS DE MIKLÓS RADNÓTI


Traduzidos por Teresa Balté e Zoltán Rózsa


Todos os textos, à excepção da Oitava écloga, são versões de Teresa Balté sobre traduções literais de Zoltán Rózsa.

Autografado com dedicatória datada, de Teresa Balté a Raul Rego.

Plaquete. Com um retrato do autor por Armando Alves. Nota biográfica acerca de Miklós Radnóti por Teresa Balté. 82.º título da colecção O Oiro do Dia. Tiragem de 250 exemplares numerados (este sem número). Capa de papel contendo folhas soltas, e o retrato do autor impresso em papel couché. 33+(3)+[2] páginas. 29,5 x 18 cm. Capa com pequenas imperfeições; bom estado geral. Porto Editorial Inova, Março de 1982.

Preço: 35 euros.


 


VIDA DE UM OPERÁRIO NUM PAÍS DE LESTE

( SALÁRIO À PEÇA )

MIKLOS HARASTZI


Um [certo] aspecto surge na componente não fictícia, mas abstracta, do livro — tanto mais abstracta quanto a experiência e o vivido são concretos. Quando se descrevem processos de trabalho precisos, eles elevam-se, por si próprios, à abstracção. Citemos, à letra, esta ou aquela frase do regulamento militar alemão e encontrar-nos-emos a fazer um «pastiche» de Kafka (por exemplo, as regras respeitantes à continência: em marcha, em sentido, deitado, de bicicleta, a cavalo, de carro, etc.). Se descrevermos, minuciosamente, os rituais que se praticam num escritório de administração (os gestos com que se aparam os lápis, por exemplo, ou com que se tiram ou põem os óculos, para os limpar) ou ainda os mil movimentos de um empregado de café, numa sala à cunha, esta pintura fiel parecer-nos-á abstracta e insólita. A tal ponto que até aqueles cujo universo de trabalho se encontra aqui descrito teriam dificuldade em considerar a descrição «realista».

Prefácio de Heinrich Boll,
pp. 9-14

Título da edição original: Darrabér. Traduzido do húngaro por Judit Svaradja e Joel Aizac. Tradução do francês por Miguel de Araújo. Capa de António Pedro. Colecção Vida e Cultura [n.º 79]. 233+(7) páginas. 22 x 15 cm. Capas com leves marcas de uso e guardas com alteração de cor; mantém-se um exemplar em bom estado geral. Lisboa: Livros do Brasil, [1978?].

Preço: 12 euros.


 


POETAS HÚNGAROS

ANTOLOGIA


Organização, prefácio e notas de
ZOLTÁN RÓZSA


Poetas representados: Géza Páskándi, Sándor Csoóri, Ferenc Juhász, Lászlo Nagy, János Pilinski, Sandór Weores, Miklós Radnóti, Amy Károlyi, Zoltán Zelk, Attila József, Gyula Illiyés, Lájos Kassák, Endre Ady, Dezso Kosztolányi, Milán Fust, Miháli Babits, Gyula Juhász, Sándor Petofi e János Arany.

Traduções de Teresa Balté, Fiama Hasse Pais Brandão, Yvette K. Centeno, José Gomes Ferreira, Egito Gonçalves, Zóltan Rózsa, Pedro Tamen, António Torrado, José Blanc de Portugal, Vasco Graça Moura e Nelson R. Ascher.

Título original: Magyar Koltok. Capa de Vitoriano Martins, sobre uma pintura original de Pál Ferenc, representando a Árvore da Vida junto com uma figura simbólica da Poesia. Plano gráfico de Edviges Espada. 212 páginas. 20 x 21 cm. Capa amarelecida e com manchas. Miolo limpo. Colecção Canto Universal, da Moraes Editores, Lisboa, 1983.

Preço: 17 euros.


 

Pedro TAMEN

[12Nov20]


O SANGUE, A ÁGUA E O VINHO

POEMA EM TRÊS CÂNTICOS

PEDRO TAMEN


Capa e arranjo gráfico de José Escada. Com a sobrecapa original da colecção, de plástico transparente. Colocado por anterior proprietário, um recorte de um artigo do jornal A Capital, de 18 de Novembro de 1976, sobre Pedro Tamen, da autoria de Joaquim Manuel Magalhães.

Brochado. 60 páginas. 20 x 15,5 cm. Colecção Círculo de Poesia n.º 2, da Livraria Morais Editora, Lisboa, 1958.

Preço: 35 euros.



POEMAS A ISTO


PEDRO TAMEN


Capa e arranjo gráfico de José Escada. Com a sobrecapa original da colecção, de plástico transparente. 49 páginas. 20 x 15,5 cm. Colecção Círculo de Poesia n.º 20, da Livraria Morais Editora, Lisboa, 1962.

Preço: 35 euros.



ESCRITO DE MEMÓRIA


PEDRO TAMEN


Primeira edição. Colecção Círculo de Poesia, n.º 56. Com um pequeno carimbo de biblioteca no rosto, e restos de selo de biblioteca na capa e contracapa, visível na fotografia supra. 60 páginas. 20 x 15 cm. Miolo limpo. Exemplar razoável. Lisboa: Moraes Editores, 1973.

Preço: 15 euros.



20 ANOS DA COLECÇÃO CÍRCULO DE POESIA

20 ANOS DE POESIA PORTUGUESA


Organização, prefácio e notas de
PEDRO TAMEN


Edição comemorativa dos 20 anos da Colecção Círculo de Poesia. Capa e plano gráfico de Luiz Duran e Julietta Matos sobre maquete original da colecção de José Escada. Tiragem de 3000 exemplares. 357 páginas. 20 x 14,5 cm. Colecção Círculo de Poesia, n.º 79. Lisboa: Moraes Editores, 1977.

Assinado com dedicatória de Pedro Tamen para Nuno Bragança.

Capa com uma mancha de água muito visível, que no interior só toca a primeira página e, muito ligeiramente, a seguinte, onde figura o autógrafo. Miolo limpo.

Apesar do mau estado da capa um exemplar único, pelo simbolismo da dedicatória entre duas personalidades que percorreram, com alguma proximidade, partes significativas dos respectivos percursos literários.

Preço: 22 euros.



OS QUARENTA E DOIS SONETOS


PEDRO TAMEN


«Os quarenta e dois sonetos que constituem este livro foram escritos, pela ordem por que seguidamente se publicam, entre 12 de Outubro de 1972 e 12 de Abril de 1973.»

Colecção Horizonte de Poesia, n.º 2. Com um selo da livraria A Erva Daninha, no Porto. 52 páginas. 18,5 x 12,5 cm. Lisboa: Livros Horizonte, 1973.

Preço: 30 euros.



DEPOIS DE VER


PEDRO TAMEN


Poemas na proximidade de obras artísticas de Graça Morais, Júlio, João Nunes, João Moniz, Maria Gabriel, António Conceição Júnior, Manuel Valente Alves, Eduardo Chilida, José de Guimarães, João Cutileiro, Carlos Pinto Coelho, Paul Klee, Júlio Pomar, Catarina Rocha, Isidoro Augusto, Alvim, Emília Nadal, Catarina Castel-Branco, Giorgio Morandi, Lourdes Castro, Albrecht Dürer, Pedro Chorão, Mónica Baldaque, Martha Telles, Manuel Amado, Rubens, Cruz Filipe, e outros.

Design de Rogério Petinga. Papel couché. 69+(3) páginas. 24,3 x 24,8 cm. Encadernação editorial gravada a seco, com sobrecapa com pequenos defeitos (marcas marginais de bicho de papel). Lisboa: Quetzal Editores, 1995.

Preço: 17 euros.


 


MANUAL DE ESGRIMA

PARA USO DO EXÉRCITO


ANTÓNIO DOMINGOS PINTO MARTINS


Com desenhos de M. Gustavo Bordalo Pinheiro. 142 páginas. 23,5 x 15cm. Encadernação sintética moderna, com pequena mossa na aresta superior da pasta frontal. Capas de brochura com marcas de restauro. Lisboa: Livraria de António Maria Pereira, 1895.

Preço: 45 euros.



L’ESCRIME

FLEURET, ÉPÉE, SABRE

KIRCHHOFFER
JOSEPH-RENAUD
LÉON LECUYER


Ilustrado com fotografias, desenhos e tábuas. 63+xxxvi páginas. 19 x 13 cm. Capas com mancha de tinta visível na fotografia. Paris: Bibliothéque Larousse, [1911?].

Preço: 15 euros.



BASES DA ESGRIMA MODERNA

DE FLORETE, ESPADA E SABRE

CARLOS DE CAMPOS ANDRADA


O autor: Mestre de Armas, Capitão de Artilharia e professor de Esgrima na Escola de Esgrima do Exército, com o curso de Aperfeiçoamento do Real Instituto Militar Húngaro “Toldi Miklos”, de Professores de Desporto e Mestres de Esgrima.

Prefácio de Joaquim Gonçalves Mendes Júnior. Ilustrado com 8 páginas de fotografias a preto e branco. Brochado. Capa com defeitos visíveis. 160 páginas. 23,5 x 16,5 cm. Lisboa: [s.e.], 1946.

Preço: 18 euros.



LIÇÕES DE ESGRIMA

DE FLORETE, SABRE E ESPADA

CARLOS DE CAMPOS ANDRADA


O autor foi professor de Esgrima na Escola de Esgrima do Exército. Brochado. 131 páginas. 20,4 x 14,9 cm. Assinatura de posse na folha de rosto. Capa com ligeiras manchas, miolo limpo. Lisboa: Escola do Exército, 1946.

Preço: 22 euros.