CRÓNICAS DA RÚSSIA DOS SOVIETS


HERLANDÉR RIBEIRO


Assinado pelo autor com dedicatória a António Rodrigues de Almeida Ribeiro, datada de Maio de 1928. Compilação de crónicas publicadas no Diário de Lisboa. Vide índice. 203-(5) páginas. 14 x 19 cm. Lisboa: Gráfica, 1927. Lombada com pequenos defeitos, e um selo de biblioteca, provavelmente de Almeida Ribeiro. Miolo com ocasionais sublinhados a lápis vermelho, visíveis numa das fotografias. Exemplar sólido.

Preço: 15 euros.




RÚSSIA BOLCHEVISTA


HERLANDÉR RIBEIRO


Exemplar assinado pelo autor com dedicatória a Almeida Ribeiro. Curiosos relatos, frequentemente elogiosos, dos mais variados factores e pormenores do quotidiano russo no final dos anos 1920, com notas sobre teatro, automobilismo, medicina, casas de repouso, agricultura ou o próprio Gorki. Consta da Bibliografia de Livros Portugueses Proibidos no Regime Fascista, de Maria Luísa Alvim (1992). Vide índice. 134-(2) páginas. 16 x 22 cm. Lombada com um selo de biblioteca, provavelmente de Almeida Ribeiro, e miolo com ocasionais sublinhados a lápis vermelho. No geral, bom exemplar.

Preço: 15 euros.



Ver algumas peças do processo da censura a duas obras [uma e outra, ambas de 1951] de Herlandér Ribeiro, disponibilizadas no Ephemera de José Pacheco Pereira.


CONTOS DESTA GUERRA


Cenas vividas pelos que presenciaram, confrangidos, os horrores e brutalidades da invasão germânica; feitos heróicos dos que defendiam o solo abençoado onde nasceram e onde estavam enterrados os seus avós; engenhosos planos estratégicos de mulheres e crianças que ficavam à retaguarda, numa feroz resistência aos saques, às sevícias e à luxúria dos nazis […] Os seus autores, pertencentes à moderna geração eslava, devem ser quase totalmente desconhecidos em Portugal, mas há nestes contos a humanidade e o poder descritivo dum Gorky ou dum Dostoievsky, dum Korolenko ou dum Tolstoi, tanto do agrado dos nossos leitores.

Contos de Isaak BABEL, Wanda WASSILEWSKA, Leónidas SOBOLEV, M. LOSCHENKO, Nikolai TIKHONOV, Vladimiro RUDENY, B. GALIN, A. GOROBOVA, S. WASHENTZEW, Boris YAMPOLSKY, A. SHAROV, W. ZALOBOTNIG, W. KOZHEVNIKOV, A. ISBACH e Z. ZLATOPOLSK.

Traduções de Ersílio Cardoso e Oldemiro César. 198 páginas. 13 x 19 cm. Bom exemplar. N.º 26 da Colecção Contos e Novelas da Editorial Gleba, Lisboa, 1946.

Preço: 12 euros.


Este slideshow necessita de JavaScript.

VINGANÇA, de ALFREDO MARQUES. Novela, com 159 páginas, e 13,5 x 19,5 cm. Lisboa: Editorial Hercules, 1933. Capa e lombada com pequenos defeitos. Curioso.
Preço: 10 euros.

VIDA DE UM OPERÁRIO NUM PAÍS DE LESTE (Salário à peça), de MIKLOS HARASTZI. Título da edição original: Darrabér. Traduzido do húngaro por Judit Svaradja e Joel Aizac. Tradução do francês por Miguel de Araújo. Prefácio de Heinrich Boll. Capa de António Pedro. Colecção Vida e Cultura [n.º 79]. 234 páginas. 15 x 22 cm. Lisboa: Edição Livros do Brasil, [s.d.]. Manuseado.
Preço: 10 euros.

Rússia, 1918. TESTEMUNHO DOS OPERÁRIOS DE PETROGRADO. Tradução e prefácio de Francisco Ferreira (CHICO DA CUF). Ilustrado. 50 páginas. 12 x 19 cm. Lisboa: Fernando Pereira editor, [s.d.].
Preço: 12 euros.

REVOLUÇÃO SOCIAL. Conseqüências da noção cristã de propriedade sôbre a orgânica do trabalho, por EUGÉNIO DE BELONôR. Edição de Reacção, de Águeda (visado pela comissão de censura), 1933. Obra de curiosa composição tipográfica (composto e impresso na Tipografia Marques, no Porto). (10)-54 páginas. 11,5 x 16,5 cm. Óptimo exemplar.
Preço: 15 euros.

E O HORROR DAS RESPONSABILIDADES, de ÉMILE FAGUET. Obra datada de 1911. Traducção autorisada. Lisboa: Livrarias Aillaud e Bertrand, [s.d.]. Encadernado com capas de brochura, em tela, gravada, com assinatura do encadernador A. David. Aparado. Bom papel.
Preço: 10 euros.

O CULTO DA INCOMPETÊNCIA, de ÉMILE FAGUET. Tradução de Agostinho Fortes. 2.ª edição. Com ex-libris de Raul Esteves dos Santos. Bom exemplar (aparado). 177 páginas. 11,5 x 17,5 cm. Lisboa: Livrarias Aillaud e Bertrand, [s.d.].
Preço: 12 euros.

O CULTO DA INCOMPETÊNCIA, de ÉMILE FAGUET. Tradução de Agostinho Fortes. 2.ª edição. Encadernação modesta, sem capas de brochura. 177 páginas. 11,5 x 17,5 cm. Lisboa: Livrarias Aillaud e Bertrand, [s.d.].
Preço: 10 euros.

O PRINCÍPIO DE PETER, por LAURENCE J. PETER e RAYMOND HULL. Tradução de M. Bento e Patrícia Joyce. Capa de Mel Calman. Com ilustrações oitocentistas da revista Punch. 215-(5) páginas. 14 x 21 cm. Primeira edição portuguesa, apenas dois anos após o original norte-americano (The Peter Principle). Lisboa: Editorial Futura, 1971. Em excelente estado de conservação.
Preço: 12 euros.

O RECEITUÁRIO DE PETER. Como Produzir, Confiar e Ser Competente, por LAURENCE J. PETER. Tradução de Patrícia Joyce. Capa de Mel Calman. 265-(6) páginas. 14 x 21 cm. Primeira edição portuguesa, no mesmo ano do original norte-americano (The Peter Prescription). Lisboa: Editorial Futura, 1972. Em excelente estado de conservação.
Preço: 12 euros.

O EMPREGADO EXCEPCIONAL ou a Arte de bem compreender os seus deveres, de se tornar indispensável e de fazer caminho na vida, por O. S. MARDEN. Tradução portuguesa de Vítor Hugo Antunes, Capitão do Exército. 151 páginas. 12 x 18 cm. Manuseado. Com assinaturas de posse no rosto e prefácio do tradutor. Porto: Casa Editora de A. Figueirinhas, 1924.
Preço: 10 euros.

MANIFESTO CONTRA O TRABALHO, pelo GRUPO KRISIS. Prefácio de Norbert Trenkle. Tradução de José Paulo Vaz. Revisão da tradução de José M. Justo. 105-(7) páginas. 13 x 21 cm. Lisboa: Edições Antígona, 2003.
Preço: 8 euros.