CHORA, TERRA BEM AMADA!


ALAN PATON


Proibido pela Censura do Estado Novo.

Título original: Cry, Beloved Country. Tradução de A. dos Santos Matias. Capa de Figueiredo Sobral (um único desenho que atravessa capa frontal, lombada e capa posterior).

Brochado. 410,(2) páginas. 19,5 x 14,5 cm. Selo da Livraria Cunha, Coimbra, no interior da página de guarda. Mínimas imperfeições exteriores. Miolo limpo. Bom estado geral. Colecção Século XX, n.º 16. Lisboa: Publicações Europa-América, 1958.

Preço: 14 euros.


 


TERRA MORTA


CASTRO SOROMENHO


1.ª edição portuguesa, proibida pela censura. Capa de Sebastião Rodrigues. 267,(5) páginas. 19 x 12 cm. Usado. Cartonagem editorial em bom estado, com sobrecapa com imperfeições marginais — protegida com sobre-sobrecapa de melinex — e marcas de restauro nas arestas das badanas. Miolo limpo salvo assinatura de posse no rosto. Sólido. Lisboa: Editora Arcádia, 1961.

Preço: 12 euros.


 


PROIBIÇÃO DA «TIME» NO REGIME FASCISTA


COMISSÃO DO LIVRO NEGRO SOBRE O REGIME FASCISTA


Capa de Maria Manuela Carvalho Santos. Ilustrado. Brochado. 134,(2),[1] páginas. 20,8 x 14,6 cm. Bom estado. Lisboa: Presidência do Conselho de Ministros / Comissão do Livro Negro sobre o Regime Fascista, 1982.

Preço: 17 euros.



LIVROS PROIBIDOS NO REGIME FASCISTA


COMISSÃO DO LIVRO NEGRO SOBRE O REGIME FASCISTA


Capa de Maria Manuela Carvalho Santos. Ilustrado. Brochado. 117,(7) páginas. 20,8 x 14,6 cm. Vinco ligeiro na capa, junto à lombada. Bom estado. Lisboa: Presidência do Conselho de Ministros / Comissão do Livro Negro sobre o Regime Fascista, 1981.

Preço: 17 euros.



PRESOS POLÍTICOS NO REGIME FASCISTA

1932-1935
1936-1939

COMISSÃO DO LIVRO NEGRO SOBRE O REGIME FASCISTA


2 volumes, o primeiro cobre o intervalo de tempo entre 1932 e 1935, o segundo entre 1936 e 1939. Capa de Maria Manuela Carvalho Santos. Ilustrados. Brochados. 239,(1) e  458,(2) páginas. 20,8 x 14,6 (x 3,8) cm. Pequenas manchas no exterior. Miolo limpo. Bom estado geral. Lisboa: Presidência do Conselho de Ministros / Comissão do Livro Negro sobre o Regime Fascista, 1981-1982.

Preço (do conjunto): 25 euros.



ELEIÇÕES NO REGIME FASCISTA


COMISSÃO DO LIVRO NEGRO SOBRE O FASCISMO


1.ª edição. Capa de Maria Manuela Carvalho Santos. Ilustrado. Brochado. 68,(56) páginas. 20,8 x 14,6 cm. Manchas leves na margem lateral da capa. Bom exemplar. Lisboa: Presidência do Conselho de Ministros / Comissão do Livro Negro sobre o Fascismo, 1979.

Preço: 12 euros.



DISCRIMINAÇÃO POLÍTICA NO EMPREGO NO REGIME FASCISTA


COMISSÃO DO LIVRO NEGRO SOBRE O REGIME FASCISTA


Capa de Maria Manuela Carvalho Santos. Ilustrado. Brochado. 272 páginas. 20,8 x 14,6 cm. Mancha leve junto ao pé da lombada (amarelecida) e canto adjacente da capa. Mínimo carimbo de posse a um canto do rosto. No geral, bom exemplar. Lisboa: Presidência do Conselho de Ministros / Comissão do Livro Negro sobre o Regime Fascista, 1982.

Preço: 15 euros.



A POLÍTICA DE INFORMAÇÃO NO REGIME FASCISTA


COMISSÃO DO LIVRO NEGRO SOBRE O FASCISMO


2 volumes, ambos em 1.ª edição. Capa de Maria Manuela Carvalho Santos. Ilustrados. Brochados. 288 e 266,(6) páginas. 20,8 x 14,6 cm. Mancha leve no pé da lombada do primeiro volume. Bom estado geral. Lisboa: Presidência do Conselho de Ministros / Comissão do Livro Negro sobre o Fascismo, 1980.

Preço (do conjunto): 30 euros.


 


WHEN THE WOLVES HOWL


AQUILINO RIBEIRO


The author of this novel is the doyen of Portuguese literature. When it appeared in Portugal it was welcomed as a masterpiece. Ribeiro was at once arrested and charged with having attempted to discredit Portugal in the eyes of the world, with inciting action against the security of the State, and with insulting the magistrature and secret police (…) [da badana].

Primeira edição inglesa. Tradução de Patricia Macgowan Pinheiro (ou Patrícia Lança, à época exilada em Argel). Desenho da capa de R. G. Williamson. 288 páginas. 20,5 x 14 cm. Encadernação editorial com sobrecapa, ambas em bom estado, salvo leve amarelecimento na lombada. Miolo limpo. London: Jonathan Cape, 1963.

Inclui factura de compra na Livraria Sá da Costa, passada a Raul Rego, com o título e o autor do livro adquirido — e um desconto de 10% —, no dia 7 de Maio de 1964; e um cartão de cumprimentos oficial da revista Colóquio-Letras, datado de 10 de Maio de 1983, com um pedido manuscrito — não assinado (de Luís Amaro?) e ocupando a frente e o verso do cartão — para que o destinatário não identificado desvende, «num dos seus interessantíssimos artigos bibliográficos», o «mistério» de a primeira edição de O Homem que Matou o Diabo «ter saído  em Espanha, e em espanhol».

em conjunto com:

O HOMEM QUE MATOU O DIABO
AQUILINO RIBEIRO
Prefácio extenso de Serafina Martins, sobre os meandros e circunstâncias da obra. Brochado. 253,(3) páginas. 23,5 x 15 cm. Bom exemplar. Colecção Obras de Aquilino Ribeiro. Lisboa: Bertrand Editora, 2018.

e também:

QUANDO OS LOBOS JULGAM A JUSTIÇA UIVA
Texto integral da acusação e defesa no processo de Aquilino Ribeiro
Proibido e apreendido em Portugal. Prefácio de Adolfo Casais Monteiro. Defesa assumida pelo advogado Heliodoro Caldeira. Brochado. 112 páginas. 15,4 x 11,3 cm. Lombada amarelecida. Bom exemplar. São Paulo: Editora Liberdade e Cultura, [s.d.].

Conjunto invulgar.

Preço: 110 euros.


 

AfonsoRibeiro


POVO


AFONSO RIBEIRO


Contos. Capa de Júlio Pomar. Primeira edição. Proibido pela censura. Brochado, com 13 cm x 19,7 cm e 267+(5) páginas. Capa em bom estado, lombada um pouco escurecida, miolo limpo. Porto: Editorial Ibérica, 1947.

Preço: 20 euros.


 


AS ANDORINHAS NÃO
TÊM RESTAURANTE


ALEXANDRE O’NEILL


«As primeiras prosas de um poeta». Primeira Edição. 89+(7) páginas. 18 x 11 cm. Lombada com ligeira perda de cor, capa com ténues marcas de uso. Miolo impecável. Colecção Cadernos de Literatura n.º 7, das Publicações Dom Quixote, Lisboa, 1970.

Preço: 35 euros.



ROMEU, JULIETA E AS TREVAS


JAN OTCHENACHEK


Tradução de Alexandre O’Neill. Prefácio de Aragon. Capa de Cidália de Brito. Encadernação editorial com sobrecapa. 228 páginas. 19 x 12 cm. Muito bom estado de conservação. Colecção Encontro n.º 44. Lisboa: Arcádia, 1967.

Preço: 15 euros.



Revista

COLÓQUIO / LETRAS


N.º 113-114

Janeiro-Abril de 1990

Número duplo. Contém dossier de 50 páginas: «Alexandre O’Neill — Elementos para uma biografia (1924-1953) / 3 poemas de 1942 / 2 poemas inéditos / apresentados e anotados por Laurinda Bom». Ilustrada. 240 páginas e diversos encartes extra-texto, como habitual. 24,5 x 17 cm. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1990.

Preço: 15 euros.


jgf


OS SEGREDOS DE LISBOA


JOSÉ GOMES FERREIRA


Contos. Primeira e única edição: a obra viria uns anos depois a ser incluída em Irreal Quotidiano (1971). N.º 5 da colecção Tempo de Ficção, dirigida por Alexandre Pinheiro Torres, tipograficamente singela. Inclui uma folha volante, com um texto de Alexandre O’Neill, que publicita a colecção Tempo de Poesia, na mesma editora. 36 páginas. 20 x 12,3 cm. Exemplar vincado (“a seco”) no canto superior direito, em todo o volume (visível na fotografia supra). Lisboa: Edições Tempo, [1962].

Preço: 17 euros.


 


O HOMEM ILUSTRADO


RAY BRADBURY


Tradução de Eurico da Costa. Capa de Cândido Costa Pinto. Título do original norte-americano: The Ilustrated Man [ver ficha de João Vagos, com a lista dos contos incluídos].

262+(10) páginas. 16 x 11 cm. Capas com mínimas marcas de uso, lombada com leve vinco de leitura, miolo limpo, com duas pequenas assinaturas de posse na página anterior ao prólogo. Colecção Argonauta n.º 18. Lisboa: Livros do Brasil, [1955].

Preço: 14 euros.



FAHRENHEIT 451


RAY BRADBURY


Tradução de Mário Henrique Leiria. 1.ª edição portuguesa. 1.ª capa de Lima de Freitas para a colecção. O filme estrearia uns anos depois. Colecção Argonauta n.º 33.

182+(10) páginas. 16 x 11 cm. Sem defeitos nas capas ou lombada. Miolo limpo, salvo pequena assinatura de posse. No geral, um bom exemplar. Lisboa: Livros do Brasil, [1958].

Preço: 18 euros.



A ÁRVORE SAGRADA


RAY BRADBURY


Título original: The Halloween Tree [ver lista de contos na ficha de João Vagos, com a reprodução da memorável ilustração da contracapa, espécie de epitáfio desta série de capas, a darem lugar à série prateada, a partir do número seguinte]. Colecção Argonauta n.º 224.

Tradução de Maria Emília Ferros Moura. Capa de Manuel Dias. Com 198+(10) páginas, e 16 x 11 cm. Bom estado. Lisboa: Livros do Brasil, [1975].

Preço: 14 euros.



O PAÍS DE OUTUBRO


RAY BRADBURY


Título original: The October Country [ver lista de contos na ficha de João Vagos]. Colecção Argonauta n.º 246.

Tradução de Maria Emília Ferros Moura. Capa de Manuel Dias. Com 212+(12) páginas, e 16 x 11 cm. Em bom estado geral, com mínimas marcas de uso na capa. Lisboa: Livros do Brasil, [1978].

Preço: 12 euros.



AS VOZES DE MARTE

em conjunto com

A ÚLTIMA CIDADE DE MARTE


RAY BRADBURY


Título original: I Sing the Body Electric [ver lista de contos e outros detalhes na ficha de João Vagos, 1 e 2]. Colecção Argonauta n.º 254 e n.º 260.

Traduções de Maria Emília Ferros Moura (254) e Eurico da Fonseca (260). Capas de A. Pedro. Com 174+(18) e 197+(19) páginas. 16 x 11 cm. Em bom estado geral, com mínimas marcas de uso nas capas. Ligeiro vinco de leitura na lombada do n.º 254. Lisboa: Livros do Brasil, [1978 e 1979].

Preço: 15 euros.



MUITO DEPOIS DA MEIA-NOITE


RAY BRADBURY


Contos. Título original: Long After Midnight [ver índice dos contos e outros detalhes sobre a obra na ficha de João Vagos, 1 e 2]. Colecção Argonauta n.º 331 e n.º 332.

Obra completa em dois volumes. Tradução de Eurico da Fonseca. Capas de A. Pedro. Com 165+(19) e 180+(12) páginas. 16 x 11 cm. Ambos em bom estado, com mínimas marcas de manuseio nas capas. Lisboa: Livros do Brasil, [1985].

Preço: 15 euros.



CONDUZINDO ÀS CEGAS


RAY BRADBURY


Título original: Driving Blind [ver lista de contos na ficha de João Vagos]. Colecção Argonauta n.º 509.

Tradução de Alexandra Santos Tavares. Capa de A. Pedro. Com 251+(5) páginas, e 16 x 11 cm. Leves manchas na lombada e corte superior do miolo. No geral, bom exemplar. Lisboa: Livros do Brasil, [2000].

Preço: 12 euros.


 


A POESIA DEVE SER FEITA POR TODOS


CARLOS LOURES


«Três pequenos livros distintos»: Ainda a voz, poemas, pp. 9-36, «parte dos quais contemporâneos dos que integravam A Voz e O Sangue», 1961-1967;  Os Mercenários do Pão, poema-guião, pp. 37-54, a partir de uma página de Vicente Blasco Ibañez, 1964; e A Poesia deve ser feita por todos, ensaio-colagem, pp. 55-84, uma montagem de artigos publicados no “Suplemento Literário” do Jornal de Notícias, com substanciais alterações, 1965-1967.

[«O facto relativamente insólito de num mesmo volume coexistirem três pequenos livros distintos» justifica uma nota final do autor, pp. 85-87.]

Apreendido pela PIDE, entre outras desgraças. 88 páginas. 18 x 11 cm. Cantos redondos. Com defeitos: mancha de água na capa (leve) e no miolo, junto à margem lateral exterior (não toca o texto). Manuseado. Razoável. Cadernos Peninsulares n.º 2, Lisboa, Fevereiro de 1970.

Preço: 10 euros.


 


VIDAS NOVAS


LUANDINO VIEIRA


Contos escritos por Luandino Vieira ao longo de um mês, enquanto detido pela PIDE, em Luanda (1962), e editados clandestinamente durante a sua prisão no Tarrafal, iniciada em 1964.

Directeur de la publication: Madame A. Bros.

Com uma página sobre o autor (reproduzida acima), assinada “Edições Anti-Colonial”. Publicado em Paris, onde existia uma forte concentração de exilados e outros opositores, africanos e portugueses, às ditaduras e ao colonialismo. Bom estado: capa com uma ou outra mancha leve; e pequena rubrica de posse, datada de 1968, no canto superior (exterior) da página de rosto. 80 páginas. 17,5 x 12 cm. Paris: Edições Anti-Colonial / Madame A. Bros, [s.d.].

Preço: 60 euros.


 


NA COVA DOS LEÕES


TOMÁS DA FONSECA


Livro proibido, edição clandestina [ Edição destinada ao Brasil ]. 454+(10) páginas. 18 x 12 cm. Capa sem perda de cor e lombada em bom estado. Miolo no geral limpo, com manchas leves nas primeiras e últimas páginas. Um bom exemplar. Edição do autor, 1958.

Preço: 60 euros.


 

Daniel FILIPE

[12Ago20]


PÁTRIA, LUGAR DE EXÍLIO


DANIEL FILIPE


Assinado pelo autor com dedicatória personalizada, de amizade. Primeira edição. Brochado, com sobrecapa (de Pilo da Silva). 82 páginas. 19,5 x 13 cm. Marcas de uso (uma ou outra falha de papel) — no geral, um bom exemplar. Lisboa: Poesia em Tempo de Guerra, [1963].

Preço: 50 euros.



DISCURSO SOBRE A CIDADE

CRÓNICAS

DANIEL FILIPE


Assinado pelo autor com dedicatória simples, de amizade. Primeira Edição. Carta-prefácio de José Osório de Oliveira. Crónicas «publicadas no Diário Ilustrado de Dezembro de 1956 a Setembro de 1957». Com 88 páginas, e 19,2 x 13 cm. Lombada levemente amarelecida. Bom exemplar. Lisboa: Sagitário, 1961.

Preço: 50 euros.



O VIAGEIRO SOLITÁRIO


DANIEL FILIPE


Assinado pelo autor com dedicatória fraternal. Capa de António Vaz Pereira. 77+(7) páginas. 20,4 x 16 cm. Lombada escurecida por exposição solar; capa com zona amarelecida (visível na fotografia). N.º 4 da Colecção de Poesias das Edições Távola Redonda, Lisboa, 1951.

Preço: 45 euros.



MARINHEIRO EM TERRA

POEMAS

DANIEL FILIPE


Capa de António Vaz Pereira. 53+(3) páginas. 20,2 x 15,5 cm. Com assinatura de posse no ante-rosto. Lombada e parte da capa com amarelecimento, leve, devido a exposição solar. Miolo limpo. Lisboa: Colecção Búzio, 1949.

Preço: 30 euros.