NO PRINCÍPIO SERÁ A CARNE


MANUEL GRANGEIO CRESPO


Teatro. Ilustrado com fotografias, recortes/colagens e desenhos. Abre com o manifesto da Re-Theater Co., de 1965. «Arranjo Gráfico de Carlos. Arranjo Tipográfico de Bento Romão. Consultor Técnico (entre duas cervejas) Luiz Pacheco». 130 páginas. 18,7 x 13,9 cm. Capas amarelecidas nas orlas, miolo impecável. Lisboa: [s.e.], 1969.

Preço: 35 euros.



O GIGANTE VERDE


MANUEL GRANGEIO CRESPO


Teatro. «Liturgia mágica em sete sequências e outros tantos comentários». 2.ª edição (primeira em Portugal) de uma peça publicada nas Éditions du Seuil. Abre com uma entrevista de Urbano Tavares Rodrigues ao autor, publicada no Jornal de Letras de 11 de Setembro de 1963. Com xii+186+(2) páginas. 19,8 x 14,2 cm. Bom estado. Miolo impecável. Lisboa: Edições Ática, 1965.

Preço: 25 euros.



APELO AO POVO


MANUEL GRANGEIO CRESPO


Notas à margem por Luiz Pacheco. Um texto que «antecedeu as eleições presidenciais de 1976» [ler aqui]. Ilustrado com alguns desenhos do autor. 120 páginas. 20,5 x 14 cm. Manuseado e com picos de oxidação na capa. Miolo limpo. Lisboa: edição do autor, [1976].

Acompanhado de folha volante promocional de No Princípio Será a Carne, e respectivo postal para encomenda, em bom estado.

Preço: 30 euros.

Exemplar em bom estado e sem publicidade do editor — Preço: 25 euros.



A BARONESA QUER
CASAR COM TODA A GENTE


GERMAINE ACREMANT


Traduzido por Manuel Grangeio Crespo. Biblioteca das Raparigas n.º XLVI (46), com capa de João da Câmara Leme. 231+(5) páginas. 18,2 x 13 cm. Assinatura de posse na folha de rosto. Lisboa: Portugália, [s.d.].

Preço: 12 euros.



FALA DO HOMEM LÉSBICO


MANUEL GRANGEIO CRESPO


Edição da Contraponto, de Luiz Pacheco, em parceria com a Supervisão (1983). Capa e ilustrações de Rogal. Prefácio de Adelino Dias Cardoso. 16 páginas não numeradas. 14,5 x 20,5 cm. Muito bom estado de conservação.

Preço: 18 euros.


Alonso Féria

[05Jul20]


A UTILIDADE DO VERSO


ALONSO FÉRIA


Exemplar assinado pelo autor, a 16/11/69, com dedicatória invulgar, e sem nome do/a dedicatário/a.

Poesia. Capa de Fausto Boavida. 56 páginas. 20 x 14 cm. Bom estado, salvo lombada amarelecida. Lisboa: edição do autor, 1968.

Preço: 35 euros.

Exemplar sem dedicatória, bom estado geral — Preço: 17 euros.



TEMPO DE HERÓIS


ALONSO FÉRIA


Poesia. 57+(5) páginas. 20 x 13,4 cm. Capa com manchas, miolo limpo. Colecção Poesia e Verdade, Novíssima. Lisboa: Guimarães Editores, 1961.

Preço: 22 euros.



BORN IN 27

em conjunto com

SETEMBRO DE 1971


ALONSO FÉRIA


Conjunto. Ambos: editados em 1971, pela Estampa; mesmo formato, capa e tipo de papel; com auto-retrato do autor na capa; em bom estado.

Born in 27. ALONSO FÉRIA. Poesia. Com etiqueta da Cooperativa Húmus (Peniche). 86+(6) páginas. 18,3 x 13,4 cm. Lisboa: Editorial Estampa, [Janeiro de] 1971.

Setembro de 1971. ALONSO FÉRIA. Poesia. Antologia. Uma selecção, realizada em Setembro de 1971, de toda a poesia anterior. 179+(5) páginas. 18,3 x 13,4 cm. Lisboa: Editorial Estampa, [Dezembro de] 1971.

Preço do conjunto: 28 euros.


Surrealismo-em-Portugal-1934-1952


SURREALISMO EM PORTUGAL
1934-1952


María Jesús Ávila
Perfecto E. Cuadrado


Uma das principais obras de referência para o estudo da história do “surrealismo português”, nas suas manifestações pictóricas, escultóricas, literárias e performativas. Edição conjunta do Museu do Chiado e do Museo Extremeño e Iberoamericano de Arte Contemporáneo, aquando da exposição com o mesmo título, que passou por ambos os museus e pela Fundação Cupertino de Miranda, em 2001.

Notas introdutórias de José Sasportes, Raquel Henriques da Silva, Pedro Lapa, e outros. Álbum com (20)+456 páginas, e 24 x 30 cm. Encadernação editorial. Em muito bom estado.

Preço: 145 euros.