O GEBO E A SOMBRA

DRAMA

RAUL BRANDÃO


Com dedicatória de Luiz Pacheco na primeira página («Homenagem respeitosa do editor»), e algumas gralhas corrigidas a lápis, pelo próprio, no miolo.

A inclusão desta obra na Colecção Teatro no Bolso só foi possível devido à gentileza da direcção do Teatro Avenida. Contraponto agradece muito reconhecidamente a D. Maria Angelina Brandão, ao Dr. Luís da Câmara Reys e ao empresário Giuseppe Bastos a colaboração aqui prestada. [nota do editor]

Com um prefácio de Câmara Reys, e uma estampa de José Tagarro, hors-texte couché a par do início do prefácio. Brochado. 80,[1] páginas. 17 x 11,5 cm. Manuseado e com pequenos defeitos exteriores. Mantém-se bom exemplar, pela invulgaridade da dedicatória. Colecção Teatro no Bolso, volume 9. Lisboa: Contraponto, [s.d.]

em conjunto com:

O GEBO E A SOMBRA, de RAUL BRANDÃO.
A empresa Teatro Avenida, Laura Alves em colaboração com Giuseppe Bastos, apresenta a nova companhia do Teatro de Sempre, sob a direcção artística de Gino Saviotti, na temporada 1958/59.
Brochura da precisa representação que originou a edição da Contraponto. Com dois textos de Gino Saviotti, um sobre o autor e outro sobre a encenação. 12 páginas. 23,5 x 15,8 cm. Ilustrada com fotografias do elenco, o retrato de Raul Brandão por José Tagarro e publicidade a um produto cosmético na última página. Tiragem de 500 exemplares em 5 de Dezembro de 1958.

Conjunto raro.

Preço: 35 euros.


 


FALA DO HOMEM LÉSBICO


MANUEL GRANGEIO CRESPO


Edição da Contraponto, de Luiz Pacheco, em parceria com a Supervisão (1983). Capa e ilustrações de Rogal. Prefácio de Adelino Dias Cardoso. 16 páginas não numeradas. 14,5 x 20,5 cm. Muito bom estado de conservação.

Preço: 17 euros.


 


NO PRINCÍPIO SERÁ A CARNE


MANUEL GRANGEIO CRESPO


Teatro. Ilustrado com fotografias, recortes/colagens e desenhos. Abre com o manifesto da Re-Theater Co., de 1965. «Arranjo Gráfico de Carlos. Arranjo Tipográfico de Bento Romão. Consultor Técnico (entre duas cervejas) Luiz Pacheco». 130 páginas. 18,7 x 13,9 cm. Capas amarelecidas nas orlas, miolo impecável. Lisboa: [s.e.], 1969.

Preço: 35 euros.



O GIGANTE VERDE


MANUEL GRANGEIO CRESPO


Teatro. «Liturgia mágica em sete sequências e outros tantos comentários». 2.ª edição (primeira em Portugal) de uma peça publicada nas Éditions du Seuil. Abre com uma entrevista de Urbano Tavares Rodrigues ao autor, publicada no Jornal de Letras de 11 de Setembro de 1963. Com xii+186+(2) páginas. 19,8 x 14,2 cm. Bom estado. Miolo impecável. Lisboa: Edições Ática, 1965.

Preço: 25 euros.



APELO AO POVO


MANUEL GRANGEIO CRESPO


Notas à margem por Luiz Pacheco. Um texto que «antecedeu as eleições presidenciais de 1976» [ler aqui]. Ilustrado com alguns desenhos do autor. 120 páginas. 20,5 x 14 cm. Exemplar em bom estado. Miolo limpo. Lisboa: edição do autor, [1976].

Preço: 25 euros.



A BARONESA QUER
CASAR COM TODA A GENTE


GERMAINE ACREMANT


Traduzido por Manuel Grangeio Crespo. Biblioteca das Raparigas n.º XLVI (46), com capa de João da Câmara Leme. 231+(5) páginas. 18,2 x 13 cm. Assinatura de posse na folha de rosto. Lisboa: Portugália, [s.d.].

Preço: 12 euros.