À RODA DE PORTUGAL


JOSÉ AGOSTINHO


Livro de viagens garrettiano do início do século XX, com passagens por Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Vila Nova de Cerveira, Caminha, Âncora, Afife, Areosa, Viana do Castelo, Santa Luzia, Ponte de Lima, Arcos de Valdevez, Ponte da Barca, Vila Verde, Amares, Terras do Bouro, Gerês, Vieira do Minho, Póvoa do Lanhoso, Celorico de Basto, Fafe, Guimarães, Vizela, Braga, Famalicão, S. Miguel de Seide, Barcelos, Vila do Conde, Porto, Santo Tirso, Paços de Ferreira, Louzada, Felgueiras, Amarante, Baião, Marco de Canavezes, Penafiel, Paredes, Valongo, Gondomar, Maia, Bouças, Leça do Bailio, Vila Nova de Gaia, Oliveira do Douro, Avintes, Trás-os-Montes (e fala do bicho da seda), Régua, Lamego, Vila Real, Vila Pouca de Aguiar, Pedras Salgadas, Vidago, Chaves, Barca de Alva, Mirandela, Alfândega da Fé, Bragança, Vinhais, Vimioso, Miranda do Douro, Moncorvo, Freixo-de-Espada-à-Cinta, Pocinho, Foz Côa, Trancoso, Guarda, Pinhel, Celorico, Mangualde, Anadia, Penalva do Castelo, Viseu, Vale de Besteiros, Tondela, Santa Comba-Dão, Mortágua, Bussaco, Coimbra, Portela, Penacova, Lorvão, Condeixa-a-Nova e Condeixa-a-Velha, Figueira da Foz, Leiria, Marinha Grande, Batalha, Alcobaça, Torres Vedras, Nazaré, Caldas da Rainha, Peniche, Óbidos, Bombarral, Cadaval, Alenquer, Azambuja, Santarém, Almeirim, Cartaxo, Tancos, Almourol, Portalegre, Elvas, Vendas Novas, Casa Branca, Monfurado, Évora, Arraiolos, Estremoz, Borba, Vila Viçosa, Montemor-o.Novo, Beja, Serpa, Moura, Cuba, Sagres, Albufeira, Faro, Tábua, Oliveira do Hospital, Lisboa, Barreiro, Palmela, Guia, Cascais, Estoril, Parede, Carcavelos, Belém, Sintra, Lumiar, Odivelas, Almada, Caparica, Queluz, Sintra, Cacém, Mafra, Algés e Linda-a-Pastora.

2.ª edição [a primeira data de 1914]. Completa em 2 volumes. Capas de Maria Vasconcellos. 334,(2) + 316,(4) páginas. 19 x 12 (x 4,8) cm. Mínimo carimbo de posse no rosto de ambos os volumes. Bom estado geral. Porto: Editora Educação Nacional, 1938.

Preço: 35 euros.


 


MATERIAIS PARA A HSTÓRIA DA FIGUEIRA
NOS SÉCULOS XVII E XVIII

HISTÓRIA, TOPOGRAPHIA E ETHNOGRAPHIA

ANTÓNIO DOS SANTOS ROCHA


2.ª edição, em comemoração do primeiro centenário do nascimento de António dos Santos Rocha. Prefácio de Joaquim de Carvalho. Ilustrado com a reprodução desdobrável de um mapa da Figueira da Foz nos fins do século XVII e princípios do século XVIII.

Brochado. (12),266,(2) páginas, por abrir. 25 x 17 cm. Bom estado. Figueira da Foz: Câmara Municipal, 1954.

Preço: 27 euros.


 


MATERIAES PARA A HSTÓRIA DA FIGUEIRA
NOS SÉCULOS XVII E XVIII

HISTÓRIA, TOPOGRAPHIA E ETHNOGRAPHIA

ANTÓNIO DOS SANTOS ROCHA


Edição evocativa dos 160 anos do nascimento de António dos Santos Rocha e comemorativa dos 120 anos da 1.ª edição. Inclui os prefácios da 1.ª e 2.ª edições.

Ilustrado com a reprodução desdobrável de um mapa da Figueira da Foz nos fins do século XVII e princípios do século XVIII. Brochado. 216,(2),[1]. 23,5 x 17 cm. Bom estado. Figueira da Foz: Quartzo Editora / Casino Figueira, 2013.

Preço: 17 euros.


 


SANTOS ROCHA

A ARQUEOLOGIA E A SOCIEDADE DO SEU TEMPO


RAQUEL VILAÇA e SÓNIA PINTO (coord.)


Colectânea de artigos de vários autores, com ensaios sobre o trabalho de Santos Rocha no Algarve, Alentejo, Coimbra, Bombarral, e outros locais.

Álbum ilustrado. Brochado. 175,(1) páginas. 27 x 21 cm. Bom estado. Rúbrica no rosto (autoral?). Figueira da Foz: Casino Figueira, 2012.

Preço: 15 euros.


 


O CASO DO ASSALTO À MÃO ARMADA À AGÊNCIA DO BANCO DE PORTUGAL DA FIGUEIRA DA FOZ E AS INVESTIGAÇÕES DA POLÍCIA JUDICIÁRIA


POLÍCIA JUDICIÁRIA


Uma acção temerária da LUAR, liderada por Palma Inácio, ocorrida a 17 de Março de 1967.

Relatório final elaborado pelo Inspector-Adjunto de Coimbra, Lic. Joaquim Marques de Sá Couto, que, sob a superintendência do Director, Lic. Orlando Soares Gomes da Costa, dirigiu todo o trabalho de investigação e a instrução do respectivo processo. (concluído em Maio de 1968)

Com dedicatória do director da Polícia Judiciária, Orlando Soares Gomes da Costa, superintendente da investigação, a um colega de trabalho.

Brochado. 40,(4) páginas. 23 x 16,5 cm. Pequenas imperfeições. Bom estado geral. Invulgar. Composto e impresso em Lisboa, 1968.

Preço: 24 euros.


 


CRÓNICAS DA LOUCURA OFICIAL


CARLOS MARINHEIRO


Autor natural da Figueira da Foz (n. 1941), foi delegado de informação médica nos Hospitais Júlio de Matos e Miguel Bombarda, entre 1967 e 1989, e colaborou no Notícias da Amadora, A Capital, Jornal do Centro e Comércio do Funchal.

Fotografias, na capa e no interior, de Rui Pacheco (Júlio de Matos/74).

Contos. Ilustrado. Prefácio de Eduardo-Luís Cortesão. Editor: Manuel Geraldo. Brochado. 92,(4) páginas. 20,5 x 14,5 cm. Assinatura de posse no ante-rosto. Pequenas imperfeições. Lisboa: Edições Caso, 1989.

Preço: 17 euros.


 


SIGNIFICADO PRESENTE DO REALISMO CRÍTICO


GEORG LUKÁCS


Os «Cadernos de Hoje» propõem a modernidade e a lucidez. (…) Os «Cadernos de Hoje» exibem os méritos da iconoclastia. [no verso/interior da contracapa, com a lista de publicações].

Prefácio do autor. Tradução de Carlos Saboga (n. 1936), com longo percurso no cinema. Composto e impresso na Gráfica Montijense. Brochado, xix+(1)+214+(2) páginas, 19,8 x 11 cm. Bom estado. Cadernos de Hoje n.º 5, Lisboa, [Março de] 1964.

Preço: 17 euros.