TEATRO INFANTIL

O CAVALO MÁGICO, de Carlos Manuel Rodrigues

HISTÓRIA DA INÊS E DA ANA, de Maria Helena Ançã

CRISPIM O GRILO MÁGICO, de A. M. Pires Cabral


Colecção Barca Nova n.º 3.
[a Fiama Hasse Pais Brandão a quem uma situação imprevista obrigou a renunciar (embora temporariamente) à co-direcção desta colecção, dirigimos os nossos agradecimentos pelas raízes que nela plantou.]

Colecção dirigida por António Júlio Valarinho. Direcção gráfica e capa de João Carlos Albernaz. Desenhos de Margarida Pinto e Maria José Almeida. Com a fotografia e um apontamento biográfico para cada um dos autores, antes das respectivas peças. 144 páginas. 13,5 x 18,5 cm. Óptimo exemplar. Lisboa: Ulmeiro, 1980.

Preço: 12 euros.



SABEI POR ONDE A LUZ


GRACINDA MARQUES
ANTÓNIO MANUEL PIRES CABRAL


Pasta de cartão (22,5 x 31 cm) com selo lacrado na capa com o título da obra, em estado imaculado, apenas com o cordel cortado para poder ser aberto. Contém: 27 folhas (21 x 29,5 cm), das quais 4 são poemas de A.M.Pires Cabral (“Rua Antiga”, “Adufa”, “Janela em Ângulo” e “Janelas”) e 20 são desenhos de antigas varandas, janelas, ferros e adufas, de Gracinda Marques. Termina com um mapa de Vila Real identificando o local exacto de cada um dos 20 desenhos.

Colecção Adufa, volume 5. Direcção gráfica de Victor Ribeiro. Tiragem de 1050 exemplares. Edição da Comissão Regional de Turismo da Serra do Marão, Vila Real, 1983.

Bom estado. Invulgar.

Preço: 40 euros.



TRIRREME


A. M. PIRES CABRAL


Dividido em três partes: «Tu, que os meus ombros», «Abril devia ser» (inclui os «Nove pretextos tomados de Camões»), e «Um homem sentado no seu tempo». Capa de João Botelho. Colecção Poesia do Nosso Tempo, n.º 20. 74 + (6) páginas. 12 x 18 cm. Manuseado. Coimbra: Centelha, [Março de] 1978.

Preço. 20 euros.



7 PEÇAS EM UM ACTO


ANTÓNIO MANUEL PIRES CABRAL

ANTÓNIO CABRAL


As 7 peças: Temos tempo, Matilde /// Os Muros de Verona /// Ouve-se uma flauta /// Virá um dia virá /// O Consultório /// O Poço /// Seguir viagem.

Capa de João Botelho. 268 páginas. 11,5 x 18 cm. Bom estado, embora com uma pequena assinatura de posse no rosto. Volume 7 da colecção de teatro da Editora Centelha, Coimbra, 1977.

Preço: 15 euros.



O PESQUISADOR DE OURO


CARLOS LEITE


«Um conhecer, dissecar, perscrutar, onde, em frequente contraponto, as imagens de um quotidiano repetitivo se cruzam com grafias do acontecer insólito; onde certas manchas da inquirição nos permanecem — não obstante a presença, aqui ou ali, de uma certa sugestão naturalística — em frases de adensamento de símbolos, e onde o ouro que pode haver, ou se procura em toda a espécie de existência [ou] se confunde com o apelo de uma harmonia total, de uma plenitude que não raro se configurará como loucura que funde êxtase e cataclismo.» [João Rui de Sousa]

Segundo volume da Colecção Marca Amarela. Ilustração interior hors-texte do autor, Carlos Leite, nascido em Vila Real, em 1949. Vinheta da capa de Paulo Varela Gomes. 500 exemplares. 22 páginas. 15 x 21 cm. Bom exemplar. Lisboa; Quatro Elementos Editores, [Novembro de] 1981.

Preço: 20 euros.


HUMBERTO DELGADO

[16Fev15]


EL CASO HUMBERTO DELGADO

SUMARIO DEL PROCESO PENAL ESPAÑOL


Edição de JUAN CARLOS JIMÉNEZ REDONDO


El 24 de Abril de 1965 se descubren en Villanueva del Fresno, muy cerca de la frontera portuguesa, los cadáveres de un hombre y una mujer, identificados como el general luso Humberto Delgado y su secretaria Arajaryr Moreira de Campos. Tras un largo y laborioso proceso de investigación, el juez especial Crespo Márquez consigue reunir las pruebas incriminatorias suficientes para imputar ambos delitos a agentes de la policía política del régimen de Oliveira Salazar.

455+(7) páginas. 17 x 24 cm. Série Estudos Portugueses, n.º 17. Ilustrado com fotografias do local onde foram descobertos os cadáveres ocultados pela PIDE. Exemplar como novo. Mérida: Gabinete de Iniciativas Transfronteirizas da Junta de Extremadura, 2001.

Preço: 20 euros.



HUMBERTO DELGADO (1906-1965)

memória


Brochura publicada aquando da transladação dos restos mortais do General Humberto Delgado para o Panteão Nacional, em 1990. Textos de Iva Delgado. Ilustrado com fotografias. Inclui cronologia biográfica. 28 páginas. Papel couché. 21 x 21 cm. Lisboa: Instituto Português do Património Cultural, 1990.

Preço: 15 euros.