O ESPÊTO

SOCIEDADE CONHECIDA DE RESPONSABILIDADE LIMITADA A CEIAS E PIQUENIQUES

ERNESTO DE CARVALHO


«Um excelente livro de que é auctor o sr. Ernesto de Carvalho, de Beja, um espírito culto, dado às letras e que nesta sua produção revela um notável espírito assimilador de factos interessantes para descrever uma época e historiar o que pertence à região dessas descrições. O livro tem por título O Espêto, que era a designação da bohemia bejense de tempos não distantes e cujas figuras, embora já no declinar para a gravidade de costumes austeros, afirmaram a sua passagem no convívio daquela geração, sem se apeiarem de inteiresa de caracteres e das praxes de correcta maneiras com que foram educadas» [aqui].

Inclui folha-volante em papel couché, com soneto do autor alusivo ao livro, datada de Beja, 1914.

Caricaturas e desenhos de Aguiar Basto, António Mira Feyo, Luís Mira Feyo, J. Brito Júnior e M. Palma.

Ilustrado com várias fotografias e desenhos, no texto, a preto.

Brochado. 222,(4),[I] páginas. 19 x 13,5 cm. Lombada com falhas de papel nas extremidades, porém sólida. Capa com pequenas manchas. Assinatura de posse coeva, no rosto. Mantém-se um exemplar interessante, de uma obra invulgar. Lisboa: Tipografia Universal, 1914.

Preço: 30 euros.


 


À RODA DE PORTUGAL


JOSÉ AGOSTINHO


Livro de viagens garrettiano do início do século XX, com passagens por Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Vila Nova de Cerveira, Caminha, Âncora, Afife, Areosa, Viana do Castelo, Santa Luzia, Ponte de Lima, Arcos de Valdevez, Ponte da Barca, Vila Verde, Amares, Terras do Bouro, Gerês, Vieira do Minho, Póvoa do Lanhoso, Celorico de Basto, Fafe, Guimarães, Vizela, Braga, Famalicão, S. Miguel de Seide, Barcelos, Vila do Conde, Porto, Santo Tirso, Paços de Ferreira, Louzada, Felgueiras, Amarante, Baião, Marco de Canavezes, Penafiel, Paredes, Valongo, Gondomar, Maia, Bouças, Leça do Bailio, Vila Nova de Gaia, Oliveira do Douro, Avintes, Trás-os-Montes (e fala do bicho da seda), Régua, Lamego, Vila Real, Vila Pouca de Aguiar, Pedras Salgadas, Vidago, Chaves, Barca de Alva, Mirandela, Alfândega da Fé, Bragança, Vinhais, Vimioso, Miranda do Douro, Moncorvo, Freixo-de-Espada-à-Cinta, Pocinho, Foz Côa, Trancoso, Guarda, Pinhel, Celorico, Mangualde, Anadia, Penalva do Castelo, Viseu, Vale de Besteiros, Tondela, Santa Comba-Dão, Mortágua, Bussaco, Coimbra, Portela, Penacova, Lorvão, Condeixa-a-Nova e Condeixa-a-Velha, Figueira da Foz, Leiria, Marinha Grande, Batalha, Alcobaça, Torres Vedras, Nazaré, Caldas da Rainha, Peniche, Óbidos, Bombarral, Cadaval, Alenquer, Azambuja, Santarém, Almeirim, Cartaxo, Tancos, Almourol, Portalegre, Elvas, Vendas Novas, Casa Branca, Monfurado, Évora, Arraiolos, Estremoz, Borba, Vila Viçosa, Montemor-o.Novo, Beja, Serpa, Moura, Cuba, Sagres, Albufeira, Faro, Tábua, Oliveira do Hospital, Lisboa, Barreiro, Palmela, Guia, Cascais, Estoril, Parede, Carcavelos, Belém, Sintra, Lumiar, Odivelas, Almada, Caparica, Queluz, Sintra, Cacém, Mafra, Algés e Linda-a-Pastora.

2.ª edição [a primeira data de 1914]. Completa em 2 volumes. Capas de Maria Vasconcellos. 334,(2) + 316,(4) páginas. 19 x 12 (x 4,8) cm. Mínimo carimbo de posse no rosto de ambos os volumes. Bom estado geral. Porto: Editora Educação Nacional, 1938.

Preço: 35 euros.


 


TRÊS AUTORES
TRÊS CONTOS


ÁNGEL CRESPO
JOÃO VICENTE DE OLIVEIRA CHARRUA
OCTÁVIO RODRIGUES DE CAMPOS


Rara edição do efémero Círculo de Letras e Artes de Lisboa. Um de dois exemplares endereçados ao fundador e director do jornal Litoral, David Cristo, escritor e jornalista natural de Aveiro. Inclui uma dedicatória manuscrita, no rosto da obra, em nome do Círculo, e uma carta dactiloscrita assinada pelo director do mesmo, datada de 27 de Agosto de 1956, requisitando menção bibliográfica a esta edição no dito jornal, bem como a permuta futura entre as edições de ambos.

Contos da autoria de Ángel Crespo («Ratazanas»), João Vicente de Oliveira Charrua («Excitação») e Octávio Rodrigues de Campos («Baile de Máscaras»). Com cinco páginas biobibliográficas sobre os autores: a de Ángel Crespo reproduz um artigo de Octávio Rodrigues de Campos nas Selecções Femininas; as outras duas vão assinadas por Mário Gomes e Mário Mota.

Brochado. 54,(4) páginas. 16,5 x 11,5 cm. Conjunto cansado — capas soltas, com pequenas manchas e remendos “caseiros” na lombada; papel da carta enrugado e manchado.

Impresso na Tipografia Ala Esquerda, de Beja, a 1 de Agosto de 1956, com o patrocínio do jornal Ribamar, de Algés, dirigido e editado João Vicente de Oliveira Charrua, e com secretariado de redacção de Octávio Rodrigues de Campos. Na contracapa, publicidade à oficina automóvel de Armando dos Santos Baião, em Évora, que remete engenhosamente para um dos três contos.

Preço: 20 euros.


 


PLAN D’IRRIGATION DE L’ALENTEJO


1.ere PHASE


Texto do miolo em francês. Mapas no texto (a preto) e desdobráveis (quatro, a cor) em português.

Brochado. Com (4),59,[4] páginas. 23 x 16,2 cm. Bom estado. Edição da Direcção-Geral dos Serviços Hidráulicos, Abril de 1970.

Preço: 24 euros.


 


O BRONZE MERIDIONAL PORTUGUÊS


FERNANDO NUNES RIBEIRO


Ilustrado com 36 estampas (desenhos, fotografia), uma das quais desdobrável. Brochado. 33,(5),(LXXII),[1] páginas. 28 x 19 cm. Lombada escurecida por exposição solar. Miolo limpo. Mantém-se bom exemplar. Edição subsidiada pela Junta Distrital de Beja. Impresso na Minerva Comercial, Beja, 1965.

Preço: 40 euros.


 


OS SEMINÁRIOS EM PORTUGAL

ESTUDO COMEMORATIVO DO DECRETO TRIDENTINO E DA SUA EXECUÇÃO EM PORTUGAL

Com capítulos dedicados a: Pontifício Colégio Português de Roma; Província Eclesiástica de Lisboa (Patriarcado de Lisboa e Dioceses de Angra do Heroísmo, Cabo Verde, Funchal, Guarda, Leiria, Portalegre e Castelo Branco); Província Eclesiástica de Braga (Arquidiocese de Braga e Dioceses de Aveiro, Bragança e Miranda, Coimbra, Lamêgo, Porto, Vila Real e Viseu); Província Eclesiástica de Évora (Arquidiocese de Évora e Dioceses do Algarve e de Beja); Província Eclesiástica de Luanda (Arquidiocese de Luanda e Dioceses de Malange, Nova-Lisboa, Sá da Bandeira, Silva Porto e Luso); Província Eclesiástica de Lourenço Marques (Arquidiocese de Lourenço Marques e Dioceses de Beira, Inhambane, Nampula, Porto Amélia, Quelimane, Tete e Vila Cabral); e Província Eclesiástica de Goa (Patriarcado de Goa e Dioceses de Macau e Dilí/Timor). Texto sem autoria declarada.

Brochado. Ilustrado em 28 páginas de extra-textos fotográficos a preto, em papel couché. 166-(2)-[28] páginas. 25 x 19 cm. Capa com manchas marginais. Miolo limpo. Dedicatória manuscrita no topo do rosto. No geral, um bom exemplar. Composto e impresso na Gráfica de Coimbra para a Comissão Episcopal para a Disciplina dos Seminários, 1964.

Preço: 30 euros.


 


VIDA E MORTE DE MADRE MARIANA ALCOFORADO

(1640-1723)


MANUEL RIBEIRO


Ensaio. Com uma nova tradução das CARTAS PORTUGUESAS. A par do rosto, uma representação de Mariana Alcoforado, da autoria de Jorge Barradas, desenho concebido para figurar num painel da Exposição do Mundo Português (1940).

Em brochura. Ilustrado com várias fotografias extra-texto couché. 336 páginas (por abrir). 22 x 14 cm. Bom estado geral. Exemplares com a chancela de autor e editores. Lisboa: Livraria Sá da Costa Editora, 1940.

Preço: 25 euros.