FERNANDO LANHAS
os sete rostos


FERNANDO GUEDES


Os sete rostos de Fernando Lanhas, segundo Fernando Guedes: a Pintura, o Desenho, a Poesia, os Sonhos, a Arquitectura, a Astronomia e a Arqueologia. Inclui excertos dos “diários de sonhos” de Fernando Lanhas.

No mesmo ano e baseado neste livro, António de Macedo realizou para a RTP o documentário sobre Fernando Lanhas com título homónimo.

Brochado. Tiragem de 2500 exemplares (1000 encadernados, 1500 brochados). Ilustrado com desenhos, fotografias, e pinturas. 165 páginas. Oblongo (31 x 22,5 cm). Bom estado. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1988.

Preço: 35 euros.



MONTPARNASSE
MON VILLAGE


VASCO DE CASTRO


Crónicas/memórias do exílio do artista (n. 1935) em Paris, nos anos 60, editadas por altura do seu 50.º aniversário. Ilustrado com desenhos e fotografias. 172 páginas. 14,5 x 20,5 cm. Bom estado. Lisboa: Edições Salamandra, 1985.

Preço: 25 euros.



14, CITÉ FALGUIÈRE


DIOGO DE MACEDO


Memória. Nova edição (póstuma), acrescentada com uma nota de abertura pelo autor e um desenho inédito de Modigliani. Tiragem especial numerada (exemplar n.º 381 de 800). 87 páginas. 13 x 18 cm. Arranjo gráfico de Fernando Ferrão. Edição patrocinada pelo Jornal do Fôro. Lisboa, Novembro de 1960.

Invulgar.

Preço: 25 euros.



NA ABERTURA DA EXPOSIÇÃO POSTUMA DE

ABEL SALAZAR


JÚLIO POMAR


Não admira, pois, que a obra plástica de Abel Salazar não tenha achado bitola que a julgue, isto é: que ela tenha aparecido aos olhos da generalidade dos que em Portugal dizem fazer arte como uma mensagem estranha à qual não servem os clichés que é de uso trazer no bolso, prontos a aplicar a qualquer um. A verdade é que não se perdoou ainda a Abel Salazar o ter pintado ou martelado cobres; a verdade é que, em nome sei lá de que purismos esteticistas, se excomungaram e se excomungam ainda as revelações violentas que Abel Salazar nos deixou.

Opúsculo raro, da autoria do pintor Júlio Pomar, apenas reeditado em 1989. 15 páginas. 12 x 19 cm. Porto: Fundação Abel Salazar, 1948.

Preço: 20 euros.



A PERSONALIDADE ARTÍSTICA DE

ABEL SALAZAR


ADRIANO DE GUSMÃO


Ilustrado com duas reproduções, extra-texto, de uma gravura e de um desenho de Abel Salazar. 28+(2) páginas. 12 x 19 cm. Porto: Fundação Abel Salazar, 1948.

Preço: 15 euros.



UM MANUSCRITO DA BIBLIOTECA NACIONAL DE MADRID INTERESSANTE À HISTÓRIA DOS AÇORES
NO SÉCULO XVII


FRANCISCO MENDES DA LUZ


Separata do volume VI do Boletim do Instituto Histórico da Ilha Terceira, assinada pelo autor com dedicatória ao embaixador Luiz Norton, datada de Madrid, 1949. Com 7 páginas e 16,5 x 22 cm. Angra do Heroísmo: Tipografia Andrade, 1948.

Preço: 15 euros.





SUBSÍDIOS PARA O

INVENTÁRIO ARTÍSTICO DOS AÇORES


FRANCISCO ERNESTO DE OLIVEIRA MARTINS


Exemplar autografado pelo autor com dedicatória acompanhada de um postal-convite para o casamento de um familiar, ilustrado com um par de bonecos de trapos noivos, da sua colecção pessoal.

Igreja a igreja, casa a casa… Primeiro tentame sistemático de um inventário histórico-global da arte e do artesanato no arquipélago: mobiliário, pintura, escultura, arquitectura religiosa, civil e militar, faiança, porcelana, marfim, colchas e bordados, etc. Catálogo em papel couché, ilustrado com centenas de fotografias da autoria de Francisco Reis Maduro Dias, Guillon, João Soares de Ávila, José Leite, Mário Corvelo de Freitas, Norberto Ávila, Veríssimo Salvador, Foto Iris e Foto Nóbrega. 449 páginas. 21 x 29,5 cm. Uma edição da Secretaria Regional de Educação e Cultura / Direcção Regional dos Assuntos Culturais, impressa em Angra do Heroísmo, 1981 (capa com a data de 1980, colofón com a data de impressão de 31 de Março de 1981).

Preço: 45 euros.


Caneças, 1951

[26Fev08]

aml-blog.jpg