poesia de

ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA

 


AINDA NÃO
ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA

Exemplar assinado pelo autor com dedicatória datada de 2010.

Último título de Couto Viana, editado no dia do seu 87.º aniversário, 24 de Janeiro de 2010. Capa de Juan Soutullo. Tiragem única de 300 exemplares. 52 páginas. 18 x 13 cm. Edição Averno 032. Bom exemplar. Lisboa: Averno, 2010.

Preço: 25 euros.
 


SOU QUEM FUI
Antologia Poética
ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA

Primeira edição. Com uma nota prévia do autor, escrita por ocasião dos 50 anos de poesia (1948-1998). Posfácio de João Bigotte Chorão. Na colecção Poesia, fundada por Luís de Montalvor. Capa com um desenho de Almada Negreiros. 193 páginas. 20 x 13,5 cm. Lisboa: Edições Ática, 2000.

Preço: 15 euros.
 


UMA VEZ UMA VOZ
POESIA COMPLETA 1948-1983
ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA

Assinado pelo autor com dedicatória de página inteira à «inteligência lucidíssima e esclarecedora» do crítico literário Álvaro Salema. Retrato do autor por Juan Soutullo. Prefácio de José Carlos Seabra Pereira. 476 páginas. 22 x 15,5 cm. Bom estado de conservação. Lisboa: Verbo, 1985.

Preço: 35 euros.
 


RETÁBULO PARA UM ÍNTIMO NATAL
ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA

Autografado pelo autor com dedicatória (datada) para a actriz Hermínia Tojal. Com um estudo introdutório de João Maia. Algumas manchas. Tiragem de 600 exemplares. 32+(8) páginas. 24 x 16,8 cm. Edição do autor, Braga, 1980.

Preço: 17 euros.
 


PONTO DE NÃO-REGRESSO
ANTÓNIO MANUEL COUTO VIANA

Poemas datados 1977-1980, antecedidos por um estudo de cerca de 15 páginas da autoria de Franco Nogueira. Capa de Vítor Luís, com um desenho de Juan Soutullo. 115 páginas. 21 x 15 cm. Tiragem de 500 exemplares. Impecável estado de conservação, conserva a cinta original em bom estado. Braga: Editora Pax, 1982.

Preço: 15 euros.
 



NO PRINCÍPIO SERÁ A CARNE


MANUEL GRANGEIO CRESPO


Teatro. Ilustrado com fotografias, recortes/colagens e desenhos. Abre com o manifesto da Re-Theater Co., de 1965. «Arranjo Gráfico de Carlos. Arranjo Tipográfico de Bento Romão. Consultor Técnico (entre duas cervejas) Luiz Pacheco». 130 páginas. 18,7 x 13,9 cm. Capas amarelecidas nas orlas, miolo impecável. Lisboa: [s.e.], 1969.

Preço: 35 euros.



O GIGANTE VERDE


MANUEL GRANGEIO CRESPO


Teatro. «Liturgia mágica em sete sequências e outros tantos comentários». 2.ª edição (primeira em Portugal) de uma peça publicada nas Éditions du Seuil. Abre com uma entrevista de Urbano Tavares Rodrigues ao autor, publicada no Jornal de Letras de 11 de Setembro de 1963. Com xii+186+(2) páginas. 19,8 x 14,2 cm. Bom estado. Miolo impecável. Lisboa: Edições Ática, 1965.

Preço: 25 euros.



APELO AO POVO


MANUEL GRANGEIO CRESPO


Notas à margem por Luiz Pacheco. Um texto que «antecedeu as eleições presidenciais de 1976» [ler aqui]. Ilustrado com alguns desenhos do autor. 120 páginas. 20,5 x 14 cm. Manuseado e com picos de oxidação na capa. Miolo limpo. Lisboa: edição do autor, [1976].

Acompanhado de folha volante promocional de No Princípio Será a Carne, e respectivo postal para encomenda, em bom estado.

Preço: 30 euros.

Exemplar em bom estado e sem publicidade do editor — Preço: 25 euros.



A BARONESA QUER
CASAR COM TODA A GENTE


GERMAINE ACREMANT


Traduzido por Manuel Grangeio Crespo. Biblioteca das Raparigas n.º XLVI (46), com capa de João da Câmara Leme. 231+(5) páginas. 18,2 x 13 cm. Assinatura de posse na folha de rosto. Lisboa: Portugália, [s.d.].

Preço: 12 euros.