A POESIA DOS TROVADORES

(SÉCULOS XII-XV)

VITORINO NEMÉSIO


Primeira edição. Antologia com selecção e prefácio de Vitorino Nemésio. Alguns dos trovadores antologiados:

Pero Velho de Taveirós, D. Fernão Pais de Tamalancos, João Soaires Somesso, Martim Soares, Rui Pais de Ribela, Osoir’ Eanes, Nuno Eanes Cerzeo, D. Sancho I, D. Gil Sanches, Pai Soares de Taveirós, Vasco Gil, Rui Gonsalves de Porto-Carreiro, João Baveca, Rui Queimado, Pero Malfado, Juião Bolseiro, Bernardo de Bonaval, Pero da Ponte, João Garcia de Guilhade, Lourenço, D. João Peres de Aboim, D. João Soares Coelho, D. Afonso X de Castela (o Sábio), Pero Garcia Burgalés, Rodrigo Eanes Redondo, Fernão Rodrigues de Calheiros, Martim Codax, Mendinho, D. Gonçalo Eanes do Vinhal, Pai Gomes Charinho, Rui Fernandes, Fernão Forjaz, João Lopes de Ulhoa, João Zorro, Airas Nunes, Nuno Fernandes Torneol, João Airas (de Santiago), Martim Pedrozelos, Nuno Peres (ou Fernandes), Nuno Peres Sandeu, Pero de Viviães, Martim de Ginzo, Pedro Eanes Solaz, Pero Meogo, Fernão Rodrigues de Seabra, Pero de Veer, Vidal, D. Dinis, D. Afonso Sanches, Estevão Coelho, D. João Mendes de Briteiros, Fernando Esguio, Afonso Álvares de Villasandino, Gomez Manrique, Garci Fernandes de Gerena, Macias o Namorado, Marquês de Santanilha, Infante D. Pedro, Lais de Tristan e Lançarote.

Volume brochado. xxiv,220,(4) páginas. 21 x 15 cm. Lombada amarelecida e com mancha leve junto ao pé. Pequeno risco junto à margem lateral exterior da capa. Miolo limpo. Bom exemplar. Colecção Antologia da Poesia Portuguesa. Lisboa: Instituto para a Alta Cultura, 1950.

Preço: 35 euros.


 


OS MORTOS FALAM


ARTUR PORTELA


Exemplar assinado pelo autor com dedicatória (inter pares) ao escritor Carlos Portugal Ribeiro, «o melhor herculanista do nosso tempo».

Capítulos dedicados a Alexandre Herculano, D. Carlos, Camilo Castelo Branco, D. Dinis, António Enes, Mariano de Carvalho, Fialho de Almeida, Eça de Queirós, Marquês de Pombal, D. Pedro V, etc.

Volume sólido. Brochado. 193,(7) páginas. 19 x 13 cm. Lombada com várias faltas de papel (lepisma saccharina). Capa com um vinco no canto superior direito, mantém a vivacidade das cores. Miolo limpo. Lisboa: Editorial Inquérito, 1943.

Preço: 17 euros.



PORTUGUEZES ILLUSTRES


M. PINHEIRO CHAGAS


«A taverna é o escolho onde naufragam todas as tentativas civilizadoras, é o baluarte das trevas, é o castelo roqueiro onde o moderno feudalismo desfralda ao vento os seus pendões.» As primeiras três páginas da introdução descrevem a «influência triste e brutalizadora» das tabernas; segue-se modo de as combater, com bibliotecas populares e mestres escolas informados da história e da actualidade. Donde esta colecção de apontamentos biográficos dedicados a mais de uma centena de portugueses de «génio e audácia», destacados ao longo da história na liderança, nas artes, na política, na vida militar (…). De D. Dinis a Almeida Garrett, passando por Francisco de Holanda ou a Marquesa de Alorna.

Encadernação da época com pequenas marcas de desgaste. Sem capas de brochura. Com xiv+173+(3) páginas. 16 x 11,5 cm. Exemplar interessante. Lisboa: Imprensa de J. G. de Sousa Neves, 1869.

Invulgar.

Preço: 25 euros.