ALGARVE


A. H. STUART


Capa e desenhos, no texto, de Maria Keil. Com 32 páginas fotográficas, extra-texto. Texto escrito em 1941. Edição em língua inglesa, termina com um apêndice de useful words and phrases. 72+[32] páginas. 17,5 x 12,3 cm.  Pequeno selo de biblioteca pessoal a um canto da capa. No geral, um bom exemplar. Lisboa: Edições S.N.I., [s.d.].

Preço: 14 euros.


 


PARA A HISTÓRIA DE LAGOA NO SÉCULO XVIII

A CRIAÇÃO DO CONCELHO (1773)

JOÃO PEDRO FERRO


Brochado. 108 páginas. 22 x 15 cm. Colecção Temas e Estudos Algarvios, n.º 16. Inclui dois postais de Lagoa, não circulados. Ocasionais picos de oxidação nas primeiras e últimas páginas do miolo. Faro: Algarve em Foco Editora, 1990.

Preço: 12 euros.


 


A LIDERANÇA DE SILVES NA REGIÃO DO ALGARVE NOS SÉCULOS XIV E XV


ALBERTO IRIA


Primeira edição, póstuma, de um manuscrito de Alberto Iria, prefaciado por Joaquim Veríssimo Serrão, e Pinheiro e Rosa. 72 páginas. 21 x 14,7 cm. Papel couché. Bom estado. Silves: Câmara Municipal de Silves, 1995.

Preço: 12 euros.


 


ACTAS DAS I JORNADAS DE

HISTÓRIA MEDIEVAL DO ALGARVE E ANDALUZIA


Palavras de abertura de Manuel Gomes Guerreiro, Emílio Saéz Sanches, Mendes Bota, Humberto Baquero Moreno e Isilda Martins. Comunicações de: Humberto Baquero Moreno, A. H. de Oliveira Marques, Luís Adão da Fonseca, José Augusto P. de Sotto Mayor Pizarro, Antonio Collantes de Terán Sanchez, José Marques, Isabel Montes Romero-Camacho, Ana Maria Ferreira, Artur Teodoro de Matos, Iria Gonçalves, João José Alves Dias, João Silva de Sousa, Maria Ângela Beirante, Teresa Ferreira Rodrigues, Henrique David, Luís Miguel Duarte, Maria Cristina Cunha, Maria Cristina Pimenta e Manuel Gonzalez Jimenez.

Brochado. 357+(3) páginas. 24 x 17 cm. Lombada com manchas leves. Loulé: Câmara Municipal de Loulé, 1987.

Preço: 18 euros.


 


O REINO DO ALGARVE NOS FINAIS DA IDADE MÉDIA

OS CONCELHOS ALGARVIOS DO SÉCULO XV


JOSÉ ANTÓNIO DE JESUS MARTINS


Transcreve integralmente vários documentos coevos, alguns pela primeira vez. Brochado. 256 páginas. 23,5 x 16,5 cm. Bom estado. Lagos: edição do autor, 2007.

Preço: 14 euros.


 


DESCRIÇÃO DA CIDADE DE LAGOS

ESTUDO DO MANUSCRITO ANÓNIMO DO SÉCULO XVIII

MARIA TERESA A. CARDOSO


«Existe na grande biblioteca da Academia de Ciências de Lisboa cópia de um manuscrito do século XVIII, de autoria desconhecida, intitulado Descrição da Cidade de Lagos».

Prefácio de Humberto Baquero Moreno. Tiragem especial numerada de 75 exemplares (este o n.º 49), assinada pela autora. Ilustrado. Brochado. 72 páginas. 22 x 17 cm. Com fac-simile do manuscrito. Capa com ligeiras imperfeições. Miolo limpo. Amadora: Livro Aberto, 2004.

Preço: 17 euros.


 


ARTISTAS DE LAGOS

SÉCULOS XVI E XVII


VÍTOR MANUEL SERRÃO


Dedicatória de amizade do autor na primeira página. Ilustrado com 4 reproduções em extra-texto couché. 28+[4] páginas. 25,5 x 18,5 cm. Bom estado. Separata dos Arquivos do Centro Cultural Português, volume II. Paris: Fundação Calouste Gulbenkian, 1970.

Preço: 18 euros.


 


O COMPROMISSO DOS PESCADORES DA «NOTÁVEL» CIDADE DE LAGOS


ALBINO LAPA


Exemplar assinado por Albino Lapa, no ante-rosto, com dedicatória a um «ilustre amigo».

Na capa, «alegoria henriquina com as armas de Lagos pelo arquitecto Eduardo Martins Bairrada». Ilustrado com fotografias e desenhos, a preto, no texto. 60+(4) páginas. 25 x 18,5 cm. Separata do Boletim da Pesca n.º 69, Lisboa, 1960.

Preço: 20 euros.


 


A MULHER ALGARVIA


AMÍLCAR LOURO


No Algarve — idílico jardim odorante embalado languidamente pela brisa suave de um mar de cobalto — sonha e desponta uma rainha em dia de núpcias: — a algarvia.
Mercê de circunstâncias várias, como sejam a ancestralidade tão rica em motivos lendários, recordados em afável e patriarcal convívio, e a influência do clima adormecedor, propício à indolência, a nossa mulher mais meridional tem ainda uma certa predisposição ingénita para se entreter com os castelos de fadas e toda a sorte de quimeras expressas nos contos, quasi sempre de feição luso-árabe, transmitidos desde os tempos remotos por tantas gerações.
O sangue mouro que lhe corre nas veias impele-a a um viver ofegante, ansioso, ardente. Suspira por anelantes e insaciáveis carinhos de noivado perene. Procura encaminhar a existência para um sonho de mil e uma noites — e assim facilmente se entranha no prazer. É a mulher mais sensual do nosso país.

[pp. 16-17]

Capa de Neves de Sousa (desenho de 1945). Prefácio de Luís Forjaz Trigueiros. 93+(7) páginas. 19 x 13 cm. Exemplar interessante, com dedicatória não-autoral, e capas com algumas manchas. Miolo limpo. Composto e impresso nas oficinas gráficas da Editorial do Povo, [s.l.], 1946.

Preço: 17 euros.



DO “LOGO DO OLHAM”
À “VILA DO OLHÃO DA RESTAURAÇÃO”


ANTERO NOBRE


História de Olhão. Brochado. 32 páginas. 24 x 17,4 cm. Ilustrado. Colecção Estudos Algarvios (dirigida pela Comissão Cultural da Casa do Algarve), 2.ª série, Monografias Locais, n.º VI. Tiragem de 600 exemplares. Bom estado. Lisboa: Casa do Algarve, 1959.

Preço: 15 euros.


 


VISTO E OUVIDO…
EM OLHÃO… REFLEXÕES


JOSÉ BARBOSA


Memórias em forma de crónicas. Ilustrado com algumas fotografias antigas, creditadas a Hélio Ramos. Brochado. 210 páginas. 21 x 15 cm. Bom estado. Edição da Câmara Municipal de Olhão (carimbo de oferta), em 1993.

Preço: 17 euros.


 


FARO NO SÉCULO XVII

A «URBE» E A «CIVITAS»


JOSÉ ANTÓNIO PINHEIRO E ROSA


Exemplar assinado com dedicatória extensa do autor a Falcão Machado.

Inclui cartão pessoal de Pinheiro e Rosa, director dos Museus Municipais, manuscrito na frente e no verso, para o mesmo dedicatário.

Ilustrado com uma reprodução desdobrável, em papel couché, da «mais antiga gravura de Faro». 55 páginas. 24,5 x 17 cm. Capa cansada, com manchas e vincos. Miolo limpo. Separata dos Anais do Município de Faro, Faro, 1980.

Conjunto invulgar.

Preço: 17 euros.


 


RESTOS DE OSSÓNOBA,
NO LARGO DA SÉ, EM FARO


ABEL VIANA


Separata dos n.ºs 39 a 46 da Revista do Sindicato Nacional dos Engenheiros Auxiliares, Agentes Técnicos de Engenharia e Condutores, Lisboa, 1949. Com várias fotografias e desenhos do autor, e algumas fotografias de Mário Lyster Franco. 36 páginas. 24 x 18,5 cm. Bom estado. Impresso na Tipografia das Avenidas, em Lisboa.

Preço: 15 euros.


 


ÍDOLO CILÍNDRICO DE CALCÁREO,
OCULADO, DO ALGARVE


AFONSO DO PAÇO
GONÇALO LYSTER FRANCO


Separata do Vol. I das Actas e Memórias do I Congresso Nacional de Arqueologia, ilustrada com várias fotografias e desenhos, e assinada por um dos autores, Afonso do Paço. 9 páginas. 25 x 19 cm. Bom estado. Lisboa, 1959.

Preço: 14 euros.


 


LEVANTAMENTO ARQUEOLÓGICO DO ALGARVE
CONCELHO DE VILA DO BISPO


MÁRIO VARELA GOMES
CARLOS TAVARES DA SILVA


Colaboração de Isilda Maria Pires Martins. Ilustrado, a preto, com fotografias, desenhos, mapas e plantas. Na capa, menir de Aspradantas.

Brochado. 84 páginas. 23 x 21 cm. Bom estado. Edição dao Delegação Regional do Sul da Secretaria de Estado da Cultura, 1987.

Preço: 17 euros.


 


MANUEL MARTINS

official de entalhador e escultor famozo


FRANCISCO LAMEIRA


… uma personalidade artística destacada mas mal conhecida que durante mais de vinte anos domina em muitos aspectos o panorama plástico da cidade de Faro: MANUEL MARTINS (1667-1742)

Ilustrado com 18 fotografias, creditadas a Nany (Faro). 44 páginas. 20,5 x 14,5 cm. Bom estado de conservação. Faro: ADEIPA, 1986.

Preço: 12 euros.



O LIVRO DE ALPORTEL


ESTANCO LOURO


Título completo: O LIVRO DE ALPORTEL / Monografia de uma Freguesia Rural — Concelho / Livro I — A Geografia / Livro 2 — A História / Livro 3 — A Vida Económica / Livro IV — A Vida Mental / Livro V — A Vida Social / — Esboço Monográfico de uma Família / — Conclusões

2.ª edição, esgotada [houve 3.ª, em 1996, com diferente capa]. Prefácio de João Pires da Cruz. Com xv+(7)+470+(29) páginas, e 24 x 16,5 (x 4) cm. Ilustrado (tabelas e alguns mapas desdobráveis). Mínimas imperfeições. Bom estado geral. São Brás de Alportel: Câmara Municipal, 1986.

Preço: 35 euros.


 

Reedição e reunião da obra original de Estanco Louro, um estudo de pormenor da história, etnografia e geografia do concelho, que «inclui um estudo de caso sobre uma família rural e também uma recolha de contos tradicionais, cantos de Natal, e outros géneros literários no âmbito da literatura oral e da tradição oral», bem como «um estudo dialectológico do “falar” Alportelense, acompanhado de gramática e vocabulário» [vide catálogo da Biblioteca Estanco Louro].


 


RESTOS DE CAMINHOS ROMANOS NAS CALDAS DE MONCHIQUE


ABEL VIANA
JOSÉ FORMOSINHO
OCTÁVIO DA VEIGA FERREIRA


Exemplar assinado com dedicatória, pelos três autores do estudo, ao escultor Raul Xavier (Macau, 1894 — Lisboa, 1964).

Separata dos n.ºs 29-30 da Revista do Sindicato Nacional dos Engenheiros Auxiliares, Agentes Técnicos de Engenharia e Condutores.

Ilustrado com várias fotografias, desenhos e mapas, a preto. 11 páginas. 25 x 18,5 cm. Invulgar. Lisboa, 1948.

Preço: 24 euros.


 


A SERRA DE MONCHIQUE

FLORA E VEGETAÇÃO


J. MALATO BELIZ


Ilustrado. Fotografias do autor. Impresso em papel couché, com alguns desdobráveis (tabelas, e mapas geográficos).

Brochado. 92 páginas. 21 x 15 cm. Capa com ligeiro desgaste nas arestas. Miolo limpo. Colecção Parques Naturais, n.º 10. Lisboa: Serviço Nacional de Parques, Reservas e Património Paisagístico da Secretaria de Estado do Ambiente, 1982.

Preço: 18 euros.



MEMÓRIAS DAS CALDAS DE MONCHIQUE


AUGUSTO DA SILVA CARVALHO


Monografia estimada, ilustrada com fotografias, desenhos e esquemas, no texto, a preto. Em brochura. 246 páginas. 24,2 x 17 cm. Capa com mínimas manchas, miolo limpo. Bom exemplar. Lisboa: Edição da Comissão Administrativa das Caldas de Monchique, 1939.

Preço: 60 euros.


 


LA CÉRAMIQUE POPULAIRE
DU HAUT-ALENTEJO


SOLANGE PARVAUX


Estudo aprofundado que documenta diversos artesãos, olarias e processos de fabrico, em Estremoz, Viana do Alentejo, Nisa, São Pedro do Corval, Flor da Rosa (Crato), Redondo, Campomaior, Beringel e Ponte de Sôr. Ilustrado no texto com desenhos, fotografias e mapas, e extra-texto, no final, com 48 lâminas fotográficas.

Brochado. (6)+224+(4)+[48] páginas. 24 x 15,5 cm. Lombada com leve vinco de leitura. Miolo limpo. Bom exemplar. Edição Fondation Calouste Gulbenkian / Publications du Centre Culturel Portugais, Presses Universitaires de France, Paris, 1968.

Preço: 35 euros.


 


A ARQUITECTURA RELIGIOSA DO ALTO ALENTEJO NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XVI E NOS SÉCULOS XVII E XVIII


HUMBERTO REIS
MÁRIO TAVARES CHICÓ


O presente levantamento constituiu a comunicação dos autores ao Colloquium Internacional de Estudos Luso-Brasileiros, realizado em Washington, em 1950.

Álbum brochado, com sobrecapa. Ilustrado a preto, com fotografias, mapas e plantas. Com documentação fotográfica de Mário Novais, Carvalho Henriques, e dos autores. Arranjo gráfico de Armando Alves. Cerca de 352 páginas (inumeradas). 28,2 x 19 cm. Miolo, limpo, em papel couché. Lombada amarelecida e com um vinco de leitura. Bom estado geral.

Edição sob os auspícios do Comissariado para a XVII Exposição Europeia de Arte, Ciência e Cultura, em 1983. Colecção Presenças. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1982.

Preço: 35 euros.


 


ATRAVEZ A CIDADE DE EVORA

ou
APONTAMENTOS SOBRE A CIDADE DE EVORA E SEUS MONUMENTOS

CAETANO DA CAMARA MANOEL


Um guia turístico ilustrado para a cidade de Évora, nos inícios do século XX. 4.ª edição. 124 páginas. 16 x 10,5 cm. Ilustrado com desenhos e fotografias, algumas de página inteira, no texto; e três fotografias em papel couché, extra-texto, duas delas desdobráveis. Intonso. Bom estado de conservação. Capas sem defeitos. Editor José Ferreira Bátista — Minerva Comercial, Évora, [s.d.].

Preço: 24 euros.


 


POESIA POPULAR DE TERRAS DE SANTIAGO


CARLOS TEIGA


Volume que reúne parte importante da obra de Manuel José Santinhos (Ti Manel Zé do Tojal), entre outros poetas populares.

Brochado. 366 páginas. 23,5 x 16 cm. Manuseado. Manchas ligeiras no corte das folhas. Santiago do Cacém: edição do autor, 2000.

Preço: 18 euros.


 


LITERATURA POPULAR DO DISTRITO DE BEJA


MANUEL VIEGAS GUERREIRO
ANTÓNIO MACHADO GUERREIRO


Dividido em — Contos e Lendas — Anedotas — Adivinhas e Provérbios — Romances — Quadras — Cantigas e Versos — Poemetos — Modas — Cante a Despique — Lengalengas, Trava-Línguas e Rimas Infantis — Rezas e Benzeduras — e um Apêndice, com alguns Costumes, Crendices e Medicina Popular.

Recolha da Coordenação Distrital de Beja da Direcção-Geral da Educação de Adultos, do Ministério da Cultura. Introdução de Abílio Perpétua Raposo. Notas e coordenação dos textos por Manuel Viegas Guerreiro e António Machado Guerreiro. Inclui algumas pautas musicais.

Brochado. Com 331+(9) páginas. 20,8 x 14,5 cm. Bom estado. Colecção Saber Mais, n.º 2. Edição da Direcção-Geral da Educação de Adultos, [s.l.], 1986.

Preço: 24 euros.


 


CÂNTICOS


JOSÉ DA SILVA MENDES LEAL JUNIOR


Poesia. Com (8)+404+(4) páginas, e 20,5 x 14 cm. Encadernação com a lombada em pele, em bom estado geral. Sem capas de brochura. Miolo aparado, com ocasionais manchas, nas primeiras e últimas páginas. Assinatura de posse na folha de rosto, onde figura um selo branco da Livraria de Campos Júnior. Lisboa: Typographia do Panorama, 1858.

Preço: 30 euros.


 

Mendes Leal [n. Lisboa, 1818 — f. Sintra, 1886] foi jornalista, dramaturgo, funcionário da Biblioteca Nacional, sócio da Academia de Ciências, deputado e ministro.


 


CANCIONEIRO DE SERPA


MARIA RITA ORTIGÃO PINTO CORTEZ


Fac-simile do manuscrito original [1983-1987?] da autora, ilustrado com desenhos pautas musicais, que compilou dezenas de canções tradicionais — modas e cantigas, cancioneiro infantil e cancioneiro religioso—, contos, lendas e provérbios do concelho de Serpa.

Álbum de 410 páginas e 28 x 22 cm. Encadernação editorial (sintética) cuidada, em bom estado de conservação. Primeira edição. Serpa: Câmara Municipal de Serpa, 1994.

Preço: 40 euros.


 


NOTAS HISTÓRICAS ACERCA DE SERPA

E

O ELEMENTO ÁRABE NA LINGUAGEM DOS PASTORES ALENTEJANOS


CONDE DE FICALHO


Volume que «condensa a colaboração prestada pelo [Conde de Ficalho] à revista A Tradição, publicada em Serpa, nos anos de 1899 a 1904».

Edição de António Martim de Mello, Marquês de Ficalho, que assina a «Explicação Prévia». xvi+176 páginas. 21 x 14,5 cm. Capa frontal com manchas marginais, que tocam pequenas zonas da lobada. Miolo limpo. Lisboa: [António Martim de Mello], 1979.

Preço: 15 euros.


 


RIQUEZA DOS FALARES REGIONAIS


MANUEL JOÃO DA SILVA


Recolha feita nos concelhos de Sines e Santiago do Cacém por Manuel João da Silva [assinatura do autor no rosto?], professor do ensino primário. 1.ª edição. Desenhos de José Luís. 111 páginas. 21 x 14,8 cm. Capa manchada. Miolo no geral limpo. Edição da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, 1985.

Preço: 14 euros.


 


HÁ VIDA NA CHARNECA

NARRATIVAS ALENTEJANAS

HORÁCIO NOGUEIRA


Conserva cinta original desta edição, com a frase lapidar de Gaspar Simões («…um livro que vale a pena ler»). Nas badanas, críticas de Gaspar Simões, Pequito Rebelo, Virgílio Godinho e Ferreira da Silva.

Contos. 2.ª edição. Capa com desenho do padre José Dias Heitor. 208+(4) páginas. 19,5 x 12,5 cm. Lombada com dois vincos de leitura. Miolo limpo. Composto e impresso na Tipografia Semedo, em Castelo Branco, em edição do autor, 1957.

Preço: 17 euros.


 


ALENTEJO DESENCANTADO


MÁRIO VENTURA


Com dedicatória de amizade de Mário Ventura na página de ante-rosto.

2.ª edição revista e ampliada. Com 24 fotografias de Augusto Cabrita, em extra-texto couché. 242+[24]+(2) páginas. 21,5 x 16 cm. Lombada e corte superior das folhas amarelecido, miolo limpo: no geral, um bom exemplar. Colecção Documentos de Todos os Tempos da Livraria Bertrand, Lisboa, Fevereiro de 1973.

Preço: 25 euros.


 


ALQUEVA

A GRANDE BARRAGEM

ANTUNES DA SILVA


Assinado pelo autor com dedicatória de amizade («estas crónicas de um tempo presente»), datada.

Ilustrado com fotografias de Rui Pacheco. 102+(2) páginas. 21 x 14,5 cm. Capa com manchas leves. Primeira e última folhas amarelecidas. Colecção Obras de Antunes da Silva, n.º 2. Lisboa: Livros Horizonte, 1982.

Preço: 20 euros.



EXILADO

E OUTROS CONTOS

ANTUNES DA SILVA


Autografado pelo autor com dedicatória de amizade («estas histórias do Alentejo»).

Capa e direcção gráfica de Armando Alves. 89+(7) páginas. 22,5 x 14,5 cm. Capas com um ou outro pontos de desgaste. Miolo limpo. Bom estado geral. Colecção Duas Horas de Leitura, n.º 18. Porto: Editorial Inova, 1973.

Preço: 18 euros.



O APRENDIZ DE LADRÃO


ANTUNES DA SILVA


Exemplar assinado pelo autor com dedicatória datada («abraço de camaradagem»).

Primeira edição. Com ilustrações de Manuel Ribeiro Pavia. 236+(4) páginas. 19,5 x 12,5 cm. Capas, lombada e corte das folhas machados, e com marcas superficiais de bicho de papel; miolo com picos leves, pouco frequentes. Colecção Orion, distribuída pelas Publicações Europa-América, Lisboa, 1954.

Preço: 8 euros.



TERRAS VELHAS SEMEADAS DE NOVO

UMA REALIDADE PORTUGUESA:
OS TRABALHADORES DAS COOPERATIVAS

ANTUNES DA SILVA


Dedicatória manuscrita e datada do autor na página de rosto.

Reportagens. Ilustrado com fotografias a preto, em papel couché, extra-texto. 236+[8] páginas. 21,5 x 16 cm. Capas cansadas. Lombada descolorada e com vinco de leitura. Miolo no geral limpo. Colecção Documentos de Todos os Tempos. Lisboa: Livraria Bertrand, 1976.

Preço: 10 euros.


 


A LEBRE


ÁLVARO GUERRA


Dedicatória manuscrita do autor, a um casal amigo, num cartão colado na página de guarda.

Capa de Alberto Gomes. 118 páginas. 19,5 x 14 cm. Capas em bom estado. Miolo limpo. Lombada descolorada, amarelecida e com vinco de leitura. Colecção Autores Portugueses n.º 17. Lisboa: Prelo, 1970.

Preço: 20 euros.



OS MASTINS


ÁLVARO GUERRA


Dedicatória de amizade do autor no ante-rosto, datada de Abril de 1967.

Primeira edição, com prefácio de Alves Redol. Capa de Guilherme Lopes Alves, sobre desenho de Picasso. 120+(4) páginas. 19,5 x 14,5 cm. Lombada amarelecida e parcialmente descolorada. Capas com ocasionais manchas marginais. Miolo limpo. Colecção Autores Portugueses n.º 9. Lisboa: Prelo, [Março de] 1967.

Preço: 20 euros.



LES MÂTINS

suivi de

LE PRINTEMPS DÉGUISÉ


ÁLVARO GUERRA


Assinado por Álvaro Guerra com dedicatória de amizade, em «Lisboa, Junho de 1969».

Traduções de Os Mastins (1967) e O Disfarce (1969), por Roberto Quemserat. 223+(5) páginas. 18,7 x 12 cm. Manuseado. Lombada amarelecida e com vinco de leitura. Miolo limpo. Mantém-se um exemplar interessante. Na colecção Du Monde Entier da Gallimard, Paris, [20 de Fevereiro de] 1969.

Preço: 20 euros.



O DISFARCE


ÁLVARO GUERRA


Dedicatória de amizade («mesmo») de Álvaro Guerra no ante-rosto.

Primeira edição. Capa de Pilo da Silva. 116+(4) páginas. 19,5 x 14 cm. Capas e miolo limpos. Lombada levemente amarelecida e com vinco de leitura. Colecção Autores Portugueses n.º 15. Lisboa: Prelo, 1969.

Preço: 22 euros.



OS MASTINS

seguido de

O DISFARCE


ÁLVARO GUERRA


Dedicatória manuscrita do autor («estes textos ressuscitados), datada de Abril de 1988.

3.ª edição. Prefácio de Alves Redol. Reedição conjunta de dois títulos de 1967 e 1969, tal como na edição da Gallimard. Capa de João Segurado. 168 páginas. 21 x 14 cm. Bom estado geral. Lisboa: O Jornal, [Dezembro de] 1986.

Preço: 18 euros.



MEMÓRIA


ÁLVARO GUERRA


Com dedicatória curiosa do autor, no rosto, datada de Novembro de 1971, inclui um postal não circulado para Álvaro Guerra (com duas frases manuscritas).

Primeira edição. Capa de Soares Rocha. 138+(6) páginas. 18,5 x 13,5 cm. Manuseado e com a lombada cansada, porém sólido e de miolo limpo. Conjunto invulgar. Lisboa: Editorial Estampa, 1971.

Preço: 24 euros.



REFLEXÕES SOBRE A CHINA

OU AS ATRIBULAÇÕES DE UM OCIDENTAL NO OCIDENTE

ÁLVARO GUERRA


Dedicatória manuscrita, de amizade («esta aventura oriental»), do autor.

Ilustrado. Capa de Salette e José Brandão. 102+(2) páginas. 21 x 14 cm. Lombada descolorada. Manuseado. Miolo limpo. Lisboa: Perspectivas & Realidades, [Outubro de] 1976.

Preço: 17 euros.



CRÓNICAS JUGOSLAVAS


ÁLVARO GUERRA


Dedicatória extensa do autor, datada, referindo a presença do dedicatário numa das crónicas do livro.

Álvaro Guerra representou Portugal como diplomata, na antiga Jugoslávia, entre 1977 e 1984. Na capa, pormenor de uma tela de Doklean Sofija (1972). 114 páginas. 21 x 13,5 cm. Bom estado. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1996 [Grande Prémio de Crónica da Associação Portuguesa de Escritores].

Preço: 20 euros.



[catálogo e autógrafo]


ÁLVARO GUERRA


Conjunto constituído por:

Catálogo da exposição memorativa RAZÕES DE LIBERDADE, dedicada à vida e obra de Álvaro Guerra, e que teve lugar em Vila Franca de Xira, no Celeiro da Patriarcal, entre 24 de Abril e 1 de Agosto de 2004. Textos de Ramalho Eanes, José Blanco, José Jorge Letria, Mário Coelho Luís, Mário Soares, e outros. Ilustrado. 70 páginas. 30,5 x 21,5 cm. Encadernação editorial. Bom estado. Inclui brochura da exposição. Edição da Câmara Municipal de VIla Franca de Xira, em 2004.

Livro com assinatura de posse de Álvaro Guerra, no exílio em «Paris, 1965»: PROMOTION DES VENTES, Clé du Succès, de Nepveu-Nivelle. 2.ª ed., 20.º milhar.  171 páginas. 24 x 15,5 cm. Lombada amarelecida. Bom estado geral. Paris: Dunot, 1965.

Preço: 15 euros.


 


CAFÉ REPÚBLICA

CAFÉ CENTRAL

CAFÉ 25 DE ABRIL

CRIMES IMPERFEITOS


ÁLVARO GUERRA


Trilogia completa (e sequela independente), fresco e folhetim do século XX português, da Primeira Guerra ao pós-25 de Abril, durante 1380 páginas, publicadas entre 1982 e 1990.

Os quatro volumes em primeira edição, com dedicatórias manuscritas, todas ao mesmo dedicatário, datadas por Álvaro Guerra (ou também “Manel”) e muito próximas das datas de publicação:

CAFÉ REPÚBLICA
Folhetim do Mundo Vivido em Vila Velha (1914-1945)
Longa dedicatória de amizade de Álvaro Guerra, datada de Maio de 1982. Capa de João Segurado. 247 páginas. 21 x 14 cm. Lombada descolorada. Miolo limpo. No geral, um bom exemplar. Primeira edição. Lisboa: O Jornal, [Maio de] 1982.

CAFÉ CENTRAL
Folhetim do Mundo Vivido em Vila Velha (1945-1974)
Com dedicatória de amizade de Álvaro Guerra («aquele abraço que dispensa literaturas»), datada de Abril de 1984. Capa de João Segurado. 435 páginas. 21 x 14 cm. Lombada amarelecida e com vincos de leitura. Miolo limpo. Mantém-se um exemplar interessante. Primeira edição. Lisboa: O Jornal, [Abril de] 1984.

CAFÉ 25 DE ABRIL
(as ruínas)
Folhetim do Mundo Vivido em Vila Velha
Dedicatória de amizade de Álvaro Guerra («uma amizade firme, todos os dias reforçada, com ou sem cafés»), datada de Maio de 1987. Capa de João Segurado. 328 páginas. 21 x 14 cm. Manuseado. Lombada amarelecida e com vincos de leitura. Miolo limpo. Primeira edição. Lisboa: O Jornal, [Abril de] 1987.

CRIMES IMPERFEITOS
Dedicatória de amizade no ante-rosto, datada de Janeiro de 1991. Capa de João Segurado. 370 páginas. 21 x 14 cm. Manuseado. Capa com vincos de leitura e pequenas marcas de uso. Miolo limpo, salvo primeiras quatro páginas amarelecidas. Mantém-se um exemplar interessante. Primeira edição. Lisboa: O Jornal, 1990.

Um conjunto invulgar, lido e estimado, com dedicatórias personalizadas que reflectem, também, a evolução de uma amizade particular do autor.

Preço: 70 euros.


 


VIAGEM A PORTUGAL


JOSÉ SARAMAGO


Primeira edição. Ilustrado com dezenas de fotografias, de diversos autores, e mapas. Álbum cartonado, em encadernação editorial com sobrecapa. Exemplar em muito bom estado de conservação, sem defeitos. 234 páginas. 30 x 22 cm. Lisboa: Círculo de Leitores, 1981.

Inclui recorte de jornal, da época, com a recensão ao livro por Nuno Teixeira Neves.

Preço: 50 euros.


 


REVISTA D’ETHNOLOGIA E GLOTTOLOGIA

ESTUDOS E NOTAS


F. ADOLPHO COELHO


Colecção completa da revista redigida e editada por Francisco Adolfo Coelho, constituída por quatro fascículos, distribuídos por três publicações:

FASCICULO I (1880)
Summario — 1. Esboço d’um programma de estudo d’ethnologia peninsular — 2. Materiaes para o estudo  das festas, crenças e costumes populares portuguezes — 3. Ensaios d’onomatologia celto-iberica — 4. Bibliographia — 5. Variedades (rimas infantis).
22 x 15,2 cm. Páginas 1 a 48. Capa em mau estado na zona do terço interior, junto à lombada, com grande mancha de água e falta de papel (cerca de 4×3 cm) na margem inferior. Lombada em mau estado. Miolo e contracapa praticamente intactos.

FASCICULO II-III (1881)
Summario — 1. Materiaes para o estudo  das festas, crenças e costumes populares portuguezes — 2. Estudos para a historia dos contos tradicionaes.
23,5 x 16 cm. Páginas 49 a 144. Lombada com faltas de papel. Sólido. Capas com manchas leves. Miolo intacto.

FASCICULO IV (1881)
Summario — 1. Materiaes para o estudo  das festas, crenças e costumes populares portuguezes — 2. Variedades .
23,5 x 16 cm. Páginas 145 a 208. Lombada com faltas de papel. Sólido. Capas com manchas leves. Miolo intacto.

Total de 208 páginas. Impressos em Lisboa, 1880-1881, na Typographia Universal de Thomaz Quintino Antunes, impressor da Casa Real.

Conjunto invulgar.

Preço: 65 euros.


 


A DEZ ANOS DA MORTE DE JOSÉ RÉGIO

Testemunhos de:

ORLANDO TAIPA – PAULO FERRO – JOAQUIM PACHECO DAS NEVES – SANT’ANNA DIONÍSIO – AMÂNDIO CÉSAR – ANTÓNIO DE NAVARRO – SOLEDADE SUMMAVIELLE – ISAURA CORREIA DOS SANTOS – MÁRIO MOTA – ANTÓNIO DE OLIVEIRA COELHO


Oferecido por um dos autores, Amândio César, com dedicatória manuscrita, ao jornal Diário Popular.

Ilustrado com fotografias, desenhos e fac-similes. Retratos de José Régio por José Alexandre, Neves e Sousa, Sant’Anna Dionísio e Júlio Resende.

Homenagem, testemunhos. 77 páginas. 23 x 15,5 cm. Capa com manchas, interior em bom estado, salvo pequena assinatura de posse no ante-rosto. Edição da Editorial Resistência, Lisboa, [Julho de] 1980.

Preço: 15 euros.


 


OS DA ORADA


AZINHAL ABELHO


[da badana:] «histórias onde passa o quotidiano pícaro e sentimental de um sítio distante, perdido no mapa, e de um pequeno povo, que é um pequeno mundo, com estrelas e lodos».

Nascido em Borba (1911), Joaquim Azinhal Abelho foi homem de teatro, cinema, jornais e estudos etnográficos, muito dedicado à sua região natal. Não estando creditados, são provavelmente de sua autoria os desenhos da capa e rosto.

Brochado. 229+(3) páginas. 18,5 x 12 cm. Mínimas marcas de manuseio (pequenos pontos de perda de cor na capa, visíveis na fotografia). Bom estado gertal. Colecção Best Sellers Gigante. Lisboa: [s.n.], 1964.

Preço: 15 euros.



MERIDIANOS DE ARTE E LITERATURA

ANTOLOGIA DE ESCRITORES MODERNOS


Primeiro livro editado pela cooperativa SEN, criada no Porto, em 1942. Antologia de poesia, teatro e prosa, organizada por Carlos F. Barroso e ilustrada com desenhos de Picasso, Louis Boucheron, Augusto Gomes (capa) e Júlio Pomar (ilustração que abre o conto inédito «Week-End», de Cardoso Pires).

Autores representados: Vercors, Armindo Rodrigues, Tristan Tzara, Enrique Amorim, Armand Salacrou, David Mourão-Ferreira, René Maublanc, Mário Dionísio, José Cardoso Pires, Robert Desnos, Fernando Piteira Santos.

Traduções de Rui Feijó, Carlos F. Barroso, Luiz Francisco Rebello, Silvano Neves Pereira e José Fernandes Fafe. Inclui notas biobibliográficas sobre Vercors, Tristan Tzara, Enrique Amorim, Armand Salacrou, René Maublanc e Robert Desnos.

Brochado. 19,5 x 13 cm. 173+(3) páginas. Manuseado. Capa e contracapa com manchas ténues; capa com pequenos pontos de perda de cor na aresta interior; lombada amarelecida; miolo em bom estado geral, com alguns cadernos por abrir e apenas o corte superior escurecido. Tiragem de 1000 exemplares. Invulgar. Colecção Meridianos de Arte e Literatura n.º 1. Porto: Sociedade Editora Norte, 1950.

Preço: 24 euros.


 


PALAVRAS LOUCAS


ALBERTO D’OLIVEIRA


Primeira Edição. Segundo livro do autor. Encadernação sólida, com a lombada em pele, cansada nas arestas e com pequenas falhas, a maior das quais à cabeça da lombada, visível numa das fotografias. Sem capas de brochura. Miolo aparado, maioritariamente limpo, salvo primeiras e últimas páginas (ante-rosto escurecido e rosto manchado). Retrato do autor a par do rosto assinado “[?]. Costa”. Com [2]+viii+273+(7) páginas e 22 x 14 cm. Coimbra: F. França Amado, 1894.

É a obra Palavras Loucas, de 1894, que espoleta todo este movimento que politicamente atribuía à descentralização (através do municipalismo e do regionalismo) o papel fundamental de despertar a Nação. Aí se faz, dentro do mesmo espiríto, o elogio da língua portuguesa e de António Nobre (de quem o autor era amigo íntimo). [DCAP]

No final do volume, o registo de que o exemplar constituiu o lote 1958 do Leilão C. Ferreira Borges, sessão de 5-XII-1930, com uma etiqueta e um recorte da descrição do catálogo, como “Camiliana”.

Preço: 22 euros.


 


[Carta Dactiloscrita]


JOSÉ MANUEL SOARES DE OLIVEIRA


Dactiloscrito de 9 páginas, datado de 9/9/1947, assinado pelo autor, José Manuel Soares de Olviera, que esteve «praticamente sozinho à frente da ALA» no biénio 1946-1947, a exercer funções de director interino, na sequência da indisponibilidade de Jorge Botelho Moniz. É feito um balanço da actividade do jornal para «os futuros elementos directivos», pois Soares de Oliveira [vê-se] «obrigado a abandonar Portugal pelo prazo de 2 anos» — a publicação terminou abruptamente (cit. Daniel Pires) pouco tempo depois (1948/1949), na sequência da campanha de Norton de Matos.

Parte da carta é dedicada aos colaboradores (Afonso Botelho, Manuel Falcão, Freitas Leal, Luiz Archer, Nuno Teotónio Pereira, Henrique Barrilaro Ruas, etc.), e são ainda referidos problemas com a tipografia.

ALAJornal dos Universitários Católicos de Portugal, foi fundado em 1941, com crítica literária, poética, teatral, musical e de belas-artes, secção de desporto universitário e outras. Ao longo da sua curta história publicou colaborações importantes de Vitorino Nemésio, Jorge de Sena, Salette Tavares, Ruy Cinatti, Francisco de Sousa Tavares, Jorge Botelho Moniz, Vasco Miranda, Ruben A. ou Noël de Arriaga.

Conjunto agrafado de 9 folhas dactilografadas apenas de um lado, com assinatura manuscrita do autor no final, e formato 27 x 22 cm.

Invulgar.

Preço: 35 euros.


 


A CATEDRAL DE VISEU


A. DE LUCENA E VALE


Estudo elaborado para o Ciclo das Conferências Culturais do 8.º centenário da reintegração da Diocese de Viseu. Proferido pelo autor no interior da Sé, em 31 de Dezembro de 1944. Acrescentado com um estudo de pormenor sobre a Capela do Calvário, localizada nos claustros.

Brochado. 58 páginas (por abrir) + 23 fotografias extra-texto, couché, a preto. 22 x 17 cm. Bom estado geral. Separata da revista Beira Alta, Viseu, 1945, parcialmente reproduzida aqui.

Em conjunto com antigo roteiro turístico da cidade de Viseu, desdobrável — o mapa aberto mede 27,5 x 21 cm —, com ilustração da Sé no frontispício e apenas um dos desenhos assinado («S. Cunha»). Bom estado de conservação, sem perda de cor. Impresso na Tipografia Guerra. Viseu: C. M. Turismo, [s.d.].

Preço: 35 euros.